segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Machado de Assis não era comunista, e Capitu traiu Bentinho sim

Desculpem se saio um pouco dos temas habituais do blog, mas preciso dizer uma coisa.

Não suporto o Roberto Schwarz nem toda essa leitura sociológica de Machado de Assis, que o vê como um crítico do capitalismo e das "elites" e não sei mais o quê. (Aqui uma delas).

Ora, Machado de Assis não era comunista nem socialista nem anarquista. Machado de Assis não criticava o capitalismo, ou as elites, nem a sociedade brasileira da época: Machado criticava tudo e todos. Os vícios que via na classe alta eram os mesmos que via nas classes baixas. Era um pessimista moral, não social; não acreditava que uma "ordem social diversa" ou a "justiça social" fosse resolver os problemas. Aliás seu "humanitismo" (ver Quincas Borba) é uma cruel sátira do próprio conceito de utopia e de "justiça social".

Por exemplo, vejamos o conto Pai contra Mãe. Certamente pode-se dizer que há ali uma crítica do sistema escravocrata. Mas, passada a escravatura, a pena de Machado continua observando a exploração do homem pelo homem, como se nao houvesse existido mudança qualquer. Passa-se do Império à República e tampouco muda nada. Ou seja, seu problema não é com a sociedade escravocata, nem imperial, nem capitalista. É com a humanidade mesmo.

E outra coisa: Capitu traiu Bentinho sim. A explicação que me convenceu foi a seguinte: durante a vida de Machado, e mesmo muitas décadas depois, nenhum crítico ou colega escritor afirmava que Capitu não tivesse traído Bentinho. A visão canônica, ou melhor, óbvia, era que Capitu havia traído, sim. Afinal era o que o narrador dizia. Bentinho era um corno assumido. Essa visão de que o narrador tinha um "ponto de vista" enganador apareceu só muitos anos depois, parece que foi uma professora feminista que inventou essa idéia. Desde então nunca nos livramos dessa discussão. Pois bem, eu encerro ela aqui: a safada traiu, sim. Tinha olhos enganadores, lembram?

P.S. Não estou assistindo a série Capitu, mas até que achei bacana este projeto. Vocês podem participar também. Eu gravei um dos trechos, mas não vou dizer qual.

P.S. 2. O Pax tem razão, virei direitão reacionário depois que minha Capitu trocou-me por um comunista ecologista pró-palestino. Desde então odeio essa corja, grrr.



8 comentários:

Pax disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pax disse...

Nunca teime com Pax Bacamarte, ou Sherlock Pax, como preferir.

Também acho que a Capitu "sestiou pra fora" como diriam os gaúchos mais eruditos.

:-)

ps.: ah, desculpa aí, mas não dá pra passar em branco: quer dizer que o enorme e desengonçado Mr X de 2,12 m de altura e um bom blog desalmado é um corno brabo? Tadinho.

H. Evans disse...

Grande X, já leste Silvio Romero? Era um contemporâneo de Machado q detestava a obra do criador de Brás Cubas & cia. É bem interessante. Faz-me lembrar da frase de outro barbudo genial, Bernard Shaw: "Ai de mim quando toda a humanidade começa a me tecer louvores!"

Diogo disse...

Toda essa discussão Machado de Assis/Capitu/Bentinho = Contigo com grife.

Falam tanto dessa porcaria, como se fosse o sorriso da Mona Lisa, literário.

Demorei a gostar de Machado de Assis por causa disso.

erick disse...

Pelo que vi da mini série, ela traiu sim, e acredito por um unico motivo:
Sempre antigamente quando se falava em traição, falava que a pena era a morte. Curiosamente, os envolvidos na traição morreram (primeiro escobar, depois capitu, depois Ezequiel - Sancha não morreu, por que ela não traiu Escobar.)

O melhor foi o comentário final: "Que a terra lhes seja leve!"

E o mais óbvio ainda foi o fato de Capitu ter morrido dizendo que bentinho era o homem mais honesto que já havia visto... como ele seria honesto se ele a deixou com um filho? de certo ela estava totalmente errada.
E a principal foi o fato de que ela aceitou, logo depois de voltar da missa, a reclamação de bentinho, e disse que estava ali para o que viesse, ou seja, reconheceu o erro e aceitou a pena.

Até agora não sei realmente de onde veio essa duvida, por que está mais que claro que ela traiu mesmo. Sem sombra de duvida. A única coisa que poderia dizer como algo a favor foi o fato do pai de sancha falar sobre o retrato da sua esposa, e de como ela era parecida com capitu, e que de vez em quando acontece essas semelhanças esquisitas e inexplicáveis.

É isso, traiu e ponto final!

Anônimo disse...

Analfabetos funcionais

julio cesar disse...

comunismo=fascismo

julio cesar disse...

comunismo=fascismo=nazismo=racismo