quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

A pílula que destruiu o mundo


O mundo ocidental está em decadência. As pessoas não têm filhos em número suficiente para repor a população. A família tradicional se desagrega. Ondas de imigrantes destróem a unidade dos países. Terroristas atacam com impunidade. Pornografia substitui a arte. Crises econômicas se alastram sem piedade.

Muitos acreditam que a culpa seja do fato do Ocidente ter abandonado a religião judaico-cristã. O secularismo materialista faz com que as pessoas se concentrem no presente em vez do que no futuro. Hedonismo e riquezas materiais em vez de planejamento, sacrifício e filhos.

É uma boa teoria. Mas o culpado pode ser outro.

Ao menos, de acordo com este blogueiro, toda a culpa é da pílula anticoncepcional.

A pílula, junto com outros métodos anticoncepcionais de massa (e inclui-se aí o famigerado aborto), liberou a mulher do sexo procriativo. Casamento e filhos passaram a ser opcionais. Isso, por sua vez, resultou no famoso fim da família tradicional e no crescimento do fenômeno das mães solteiras.

Na Inglaterra, hoje mais de 50% dos filhos nascem de mães solteiras. Nos EUA, o número chega perto: 40%.

Esse curioso fenômeno, por sua vez, mudou completamente a sociedade. Não apenas desagregou a família papai-mamãe-cinco filhos, que era a base da sociedade tradicional, e portanto acabou com os mesmos valores tradicionais que esta representava - como, além disso, está resultando em uma "feminização" cada vez maior do mundo político e social.

Percebam: 79% das mulheres solteiras votaram em Obama. Obama é o candidato metrossexual por excelência. Não é à toa que mulheres e gays o adoram. Suas propostas são "femininas": dialogar com os inimigos; dar mesada aos desvalidos; dar saúde e educação a todos os "filhinhos"; aceitar sem perguntas os imigrantes de diversas culturas e backgrounds.

Lamentavelmente - sempre segundo a teoria, é claro - as sociedades femininizadas são presas fáceis das sociedades masculinas predadoras. Como é o caso da sociedade islâmica.

Assim, um dia destes, muçulmanos malucos explodirão alguma cidade ocidental com uma bomba nuclear.

E a culpa terá sido toda da pílula.

9 comentários:

Fabio Marton disse...

Êeee, mas aí vamos concordar então que são as armas que matam, não as pessoas...

Eu prefiro outra explicação. A revolução dos costumes foi apenas a democratização - vulgarização - dos comportamentos de vanguarda do começo do século 20. Janes Joplin foi a versão redneck de Louise Brooks, e nada que o povo da factory de Andy Wahrol fazia era desconhecido da turma de Gustav Klimt.

Vai chegar o dia em que as feministas vão entender porque os homens fazem tanta guerra. Em última, realmente última instância, é para evitar que suas mulheres sejam estupradas. Ou o contrário.

Mr X disse...

É, tudo já estava nas vanguardas dos anos 20, mas então também já estava en andamento justamente o que eu falo no começo do post: a decadência do sistema de valores judeo-cristãos, o secularismo, a "morte de Deus", etc. A arte como busca de beleza também porreu por ali ou pouco depois, com os dadaístas.

O que veio antes, o ovo ou a galinha? A pílula ou a liberalização dos costumes?

Enfim. Acredito que não haja uma explicação única para a "decadência", mas uma série de fatores. Sim, em grande parte o abandono dos valores religiosos tradicionais. Mas também a "marxistização" do ensino, substituindo o ensino clássico por platitudes anti-ocidentais. E as mudanças tecnológicas, entre as quais se inclui a pílula é claro.

E tem também o que já nos anos 20 Ortega & Gasset falava, a "rebelião das massas". O "homem-massa" entendido aí não como posição de classe mas como o sujeito vulgar, superficial, ignorante, etc, o que apenas segue a multidão.

Chesterton disse...

é a transição de uma sociedade patriarcal para uma matriarcal que as sociedades que experimentam a opulência sofrem. Roma venceu a Grecia assim. Doze filhos por mulher, e a mulher que não aceitasse era devidamente punida e execrada.

marcelo augusto disse...

Mr. X, tu consideras que futuramente o islamismo venha a devorar completamente o mundo ocidental?

marcelo augusto disse...

Ah, sim: Que os Estados Unidos da América nos salvem dessa desgraça.

Pax disse...

Mr X pregando a Santa Inquisição.

Já entendi porque você é louco. É que lê outros loucos.

Será que vou acabar louco?

Homero disse...

A arte está realmente se amalgamando à pornografia. A foto que ilustra esse post, por exemplo, é a imagem mais erótica que já vi na vida. Belíssima!

Onde você encontra essas fotos?

Mr X disse...

Hehe. De fato, é difícil tirar os olhos dessa foto! Não sei quem tirou, mas é do site do Daily Mail, mas deve ser foto de arquivo. Encontro as imagens simplesmente com o Google.

Abs,

El Misionero Matsuura Junichiro disse...

Eu sou um dos que crêem que a culpa foi dos que abandonaram a moral judaico-cristã. Aliás, tenho certeza absoluta disso.
Dialogar com os inimigos???? Porrada neles!!!!
Dar "mesadinha" para os "desvalidos"???? Vão trabalhar, cambada de vagabundos!!!!
Dá até vontade de beijar essa boca. Mas sem esse comprimidinho aí.