terça-feira, 10 de junho de 2008

Poema censurado

Uma criança israelense de 10 anos escreveu um breve poema, que foi selecionado entre outros para publicação em uma competição de poesia. Pessoalmente gostei bastante do poema, e só não o publico no "Poema aos domingos" porque o publico aqui:

Ahmed's bunker has surprises galore:
Grenades, rifles are hung on the wall.
Ahmed is planning another bomb!
What a bunker Ahmed has,
who causes daily harm.
Ahmed knows how to make a bomb.
Ahmed is Ahmed, that's who he is,
so don't forget to be careful of him.
We get blasted while they have a blast!
Ahmed and his friends could be wealthy and sunny,
if only they wouldn't buy rockets with all their money.

Após protestos, o poema terminou sendo retirado da coletânea pela prefeitura que organizou o concurso, pois este foi considerado "racista".

Lembrou aquela fábula da "Roupa Nova do Rei", na qual também é uma criança a única que consegue dizer que o rei está nu.

6 comentários:

chest disse...

sensacional a criança

Pax disse...

Cá já acho como é duro uma criança queu sinta em seu pequeno coração a realidade de forma tão dura.

Aquilo precisa de paz.

J.Wollvsttaven disse...

Caro Mr X, Shalom.

Retrato fiel (o poema) daquilo que um pequeno Sabra vive, pensa e sente. Também fiel, é o famigerado quadro em tons claríssimos de hipocrisia generalizada e demente em que estão pintados hoje a politica e as respectivas autoridades Israelenses.

confetti e a ilusao* disse...

non !! as vezes eu venho aqui e fico decepcionada com chose e chest...((

Mr X disse...

Ué! Por que, confetti?

Pax, tem razão.

Shalom, J.W.

cristiano fagundes disse...

É por acaso o filho do Chest?