terça-feira, 6 de maio de 2008

Os direitos das plantas

Aproveitando que temos ao menos três leitores vegetarianos neste blog, ou seja, mais de 50%, vai aqui uma pequena provocação.

O "Comitê Federal Suiço de Ética na Biotecnologia em Não-Humanos" acaba de publicar um relatório sobre os "direitos das plantas", segundo o qual "decapitar flores" propositalmente é imoral, e que "toda planta individual" tem sua "dignidade intrínseca".

Os suiços, que ainda têm ouro nazista em seus bancos e estão fazendo acordos bilionários com um Irã que promete genocídio nuclear, estão, quem diria, preocupados com as inocentes plantinhas.

Argumenta Wretchard, do Belmont Club (possivelmente o melhor blog em língua inglesa do mundo), que na verdade os burocratas suiços não estão tão preocupados com as plantas como em criar novas comissões, leis e impostos que lhes dêem emprego e dinheiro. Se alguém desrespeitou os direitos de um pé de alface, naturalmente deverá pagar uma multa. Para cortar uma árvore, as pessoas precisarão pedir autorização a uma comissão que se ocupará exclusivamente disso (aliás, no Brasil já é assim: para cortar uma árvore, mesmo que seja uma árvore dentro da sua propriedade, que você mesmo plantou, você deve ter autorização expressa das secretarias ambientais).

Acredito que com o "aquecimento global" ocorra a mesma coisa: independentemente de se solucionar o problema ou não, é um ótimo esquema para gerar mais impostos, comissões de estudo, créditos de carbono e quetais.

No mais, até concordo que o vegetarianismo seja uma escolha válida de vida, e sou, naturalmente, contra a violência e o abuso contra animais. Mas fica a pergunta: e as plantas, têm direitos?

19 comentários:

chest disse...

se plantas tem direitos, provavelmente vegetarianos sejam assassinos.....

chest disse...

http://www.townhall.com/columnists/WalterEWilliams/2008/05/07/environmentalists_wild_predictions

confetti et le chien aveugle* disse...

chest, me sinto mesmo uma assassina de plantas ! hahahah

Arnoud disse...

Quem é o terceiro vegetariano?

Para quem se impressiona com o vegetarianismo, aviso que tem gente com hábitos mais extremos

Há os Vegans, que não como nem usam nada de origem animal.

Há os frugiveros, que só comem frutas(sem duplo sentido!)

Tem gente que só come plantas vivas.

Tem os só comem o que as plantas dão, ou seja, só as frutas, grãos, etc. que já caíram das árvores.

E tem até gente que como bicho morto!

Sobre se as plantas têm direitos? Não sei se colocaria as coisas deste modo. Mas acredito que a natureza merece respeito sim.

confetti et le chien aveugle* disse...

sou eu the third guy arnô ! tentei vegan mas tive carencia.... nao como nada "morto", so cadaver vegetal mesmo...e pratico jejum sempre que posso, é uma euforia limpa,da barato...né chest...

confetti et le chien aveugle* disse...

sou eu the third guy arnô ! tentei vegan mas tive carencia.... nao como nada "morto", so cadaver vegetal mesmo...e pratico jejum sempre que posso, é uma euforia limpa,da barato...né chest...

Gunnar disse...

Plantas têm direitos sim. A não-agressividade total consiste em suicidar-se.

Também deve-se considerar que, mesmo uma alimentação unicamente vegetariana não está livre de fazer mal aos animais, afinal, ratos, gafanhotos e tantos outros animais são mortos aos milhões para manter as plantações.

Mas uma coisa de cada vez. Por enquanto sou ovo-lacto-vegetariano, ou seja, deixei de comer cadáveres, a expressão mais "visível da crueldade. Assim que me livrar de passar o dia numa empresa, poderei fazer minha própria comida e ser 100% vegan. Assim que puder me livrar da cidade, poderei plantar minhas próprias cenouras (epa) e assim ter certeza de que não estou fazendo mal a nenhum animal. Aí, se um dia tomar coragem, dou um tiro na fuça e paro de maltratar também as plantas.

confetti et le chien aveugle* disse...

grow your own, meu sonho ! ja planto tomates cerejas e aromaticos no meu balcon....nao é preciso se livrar da cidade pra tentar plantar algumas coisas pra se nutrir

chose desculpe bi-coment...)

chessssst disse...

confa, esse barato se chama hipoglicemia e inanição.....

Mr X disse...

Pôu... Que depressão... :-( Ou será fome?

Tentei ser vegetariano mas não consegui por muito tempo, não tenho força de vontade. Vegan, não conseguiria nem na imaginação, viver sem café com leite, sem queijo?

Mas Arnoud e Gunnar, os mais radicais são os Jainistas na Índia, até a vida dos microorganismos pra eles é sagrada, dêem uma olhada:
http://en.wikipedia.org/wiki/Jainism

Gunnar disse...

Well, eu não preciso de força de vontade, tenho o nojo.

aiaiai disse...

Putz,

Eu como tudo! Adoro comer, meus amigos dizem que sou magra de ruim...vai ver que é isso. To pouco me lixando se eles tem direitos ou não. Em compensação, quando eu morrer, os vermes e outros quetais podem me comer todinha! acho que é uma boa troca, né não?

Arnoud disse...

Isso que é o bom da contemporaneidade.

Cada um escolhendo seu caminho, respeitando os demais.

confetti et le chien aveugle* disse...

chose, eu nao "decidi" ser vegetariana...desde criança nunca gostei de comer carne,se fosse obrigada passava mal,o corpo reagia no ato ! foi ele que decidiu q nao queria mais mastigar cadavres que apodrecem ...tem uns 20 anos que adotei esse life style direto e sem culpa !como peixe muito raramente e queijos, muito !sem queijo nao da pra fazer soufflés....))

confetti et le chien aveugle* disse...

aia, tbm adoro comer, mas so coisas gostosas, cadavres nao !!))

Mr X disse...

Cadáveres?!? :-((( Quer dizer que eles matam os bichos pra gente comer?!?!? :-((((((((

Mas diz que agora vai ter uma carne geneticamente modificada que o bicho já nasce em forma de bife. :-P

chest disse...

vai ver ela come cerebro de macacos vivos, como os africanos...

confetti et le chien aveugle* disse...

kkk***

néo, quem come cerebro de macaco vivo, saindo aquela fumacinha ainda, sao os chineses...é so falar em habitos barbaros que vc pensa logo em africano né...pq sera ? ((

Alexandre A. disse...

Se todo mundo virar vegetariano fábrica de papel higiênico vai à falência, criador de gado também, as vacas vão prô saco, extinção certa.
Quanto às "prantinhas", no fim elas que se dão bem, a gente só muda de posição olhando pra raiz.

kkkkkkkk rsrsrsrsrs

:-)))))