terça-feira, 6 de maio de 2008

Um bicho às terças

Não sou flamenguista, mas esta semana pareceu correto escolher como bicho o urubu. Os mais comuns na América Latina são o urubu de cabeça vermelha (Cathartes aura), e o de cabeça preta (Coragyps atratus). Os urubus alimentam-se de carniça e material em decomposição. São sempre vistos nos lixões das cidades disputando espaço com os papeleiros. Como se não bastasse essa nojeira, ainda alimentam os filhotes regurgitando o próprio alimento. Ou seja, comida podre e vomitada. Ao contrário do que a aparência indicaria, os urubus são ciconiformes, isto é, da mesma família da cegonha. Mas em toda família tem alguém meio estranho.

Um grande mistério da Natureza (que talvez os Darwinistas de plantão possam explicar) é porque os animais necrófagos, isto é, que se alimentam de carniça, são tão feios, enquanto os predadores costumam ser em geral bonitos. Vejam a águia, por exemplo, esse animal tão majestoso, e comparem com o feioso urubu. Ou então comparem o elegante lobo com a hedionda hiena. Por que tudo o que é nojento é também feio?

13 comentários:

DarwinistO disse...

X,

Não sei qual é a resposta pra feiúra dos carniceiros. Mas em relação aos predadores, tenho que discordar.

Você já viu aqueles peixes abissais abomináveis? E morcegos, você acha bonitos? Um sapo-cururu, quer coisa mais feia?

Arnoud disse...

“Por que tudo o que é nojento é também feio?”

Como o que é belo ou feio depende uma interpretação cultural, creio ser provável que nos acostumemos a associar a feiura a coisas que nos causam asco.

O inverso não é verdade. A águia americana é carniceira também!(sem duplo sentido!)

Mr X disse...

Morcego e sapo comem mosca, e morcego ainda chupa sangue, corroborando minha brilhante teoria científica que "animais que comem coisas nojentas são feios". :-P

A águia americana, pode até ser carniceira, mas nunca vi uma no lixão...

Quanto a peixes abissais, jamais vi um ao vivo, portanto tenho para mim que são apenas invenções de biólogos malucos que criam animais imaginários no Photoshop nas horas vagas. :-)

DarwinistO disse...

Mr. X descobriu o segredo dos peixes abissais. Agora teremos que eliminá-lo. Já acionei os companheiros carniceiros Nasca, HRP e mila, eles estão nesse momento se deslocando para a Argentina.

nfetti arrastando o cachorro zarolha* disse...

kkk***

cuspindo o C disse...

eu tava bancal...))

Arnoud disse...

É por que elas foram quase extintas!

Sério mesmo!

Mr X disse...

Xiiii... :-( Tá bom, esquece o que eu disse, o próximo bicho na terça vai ser um peixe abissal, OK? :-/ ;-)

Gunnar disse...

Mr X

O ser humano moderno é também, por definição, carniceiro. Ou você corre atrás da sua presa, mata com os braços e a come cru toda vez que consome carne?

Gunnar disse...

Ah, e tem mais, sua teoria da feíura não bate... o leão macho também odeia caçar (isso costuma ser serviço da leoa), então quando a patroa não pegou nenhuma gazela fresquinha (epa), ele vai lá, comodamente roubar a carniça das hienas.

Mr X disse...

Mas o homem também é um animal feio...

aiaiai disse...

Mr. X,

Muito agradecida pela bela homenagem ao nosso urubu, idolatrado pelas massas rubro-negras de norte a sul deste país.
Agora, dizer que homem é feio? Façameofavor...homem é a coisa mais gostosa que existe...é claro que tem uns que não valem muito, mas em geral, sempre têm algo a oferecer, nem que seja uma pintinha bem localizada. Para de se olhar no espelho e achar que os homens são todos iguais.

Urubu Gótico disse...

TENHO QUE VIRAR GENTE
Autor: Urubu Gótico
01000100 01101111 01101101 00100000 01001101 01101111 01110010 01100001 01101001 01110011

Sou um ser agourento, fake de um criador
Sem saber se fui criança, escondi minha dor
Na balada triste sobrevivendo por instinto
Fazendo poesias, disfarçando o que eu sinto

Comendo carniça passando o pano no mundo
Sobrevoando os lixões, sou um bicho imundo
Andando na terra ou voando bem alto
Com o sobretudo que flameja anunciando a paz

Disfarçando a razão de um coração que jazia
Ecoando no ar um tom falso de alegria
Mas eu preciso mudar, eu preciso amar!
Viver sem ter tanta tristeza no olhar

Abandonar o lixão, virar um cidadão
Sentir o que é ser gente de verdade