sexta-feira, 20 de março de 2009

Horror público e gratuito

O Pax é um desses que vive falando nas maravilhas da saúde pública. Eis aqui o retrato da saúde pública em um país considerado desenvolvido, a Inglaterra:

Mais de 400 pacientes mortos em um único hospital sem que ninguém saiba a causa.
Remédios faltando por semanas.
Monitores cardíacos desligados para economizar energia.
Pacientes aguardando meses por um atendimento e morrendo antes deste acontecer.
Doentes cujas operações foram adiadas esquecidos no quarto sem água ou comida, tomando água dos vasos de flores para sobreviver.

Há histórias similares no Canadá, na França e mesmo na Suécia tão amada, onde algumas pessoas precisam esperar anos para obter um tratamento. E nem falemos do Brasil, onde as histórias de horror são demasiado numerosas para contar.

A idéia da saúde pública e gratuita para todos é bacana. A idéia. Mas, na prática, não há um único lugar em que funcione perfeitamente. Como não me canso de repetir, você não pode ter Bom, Rápido e Barato ao mesmo tempo. Escolha um.

Mas, para muitas pessoas, o importante são as idéias, as boas intenções, não o resultado destas na prática. Melhor acreditar que o sistema de saúde em Cuba é o melhor do mundo.

A "saúde pública, gratuita e de qualidade para todos" está muito longe de ser gratuita, jamais consegue atender a todos, raramente é de qualidade e muitas vezes nem mesmo é saúde.



16 comentários:

Chesterton disse...

Nem o Lando Buzanca resolve, curar doente já é difícil, imagina "dar" saúde....

Chesterton disse...

Os medicos do SUS de Alagoas pediram demissão em massa. Consulta a 2,70 reais é o que recebiam. Agora me digam: medicina é profissão de corno mesmo. Quem mais vai trabalhar por 2,70?

Diogo disse...

Rapaz, vou falar uma coisa que pode parecer preconceito, mas é a verdade:fosse cobrado uma quantia, miníma que fosse[p.ex. R$5,00] por consulta, o número de pacientes nas filas do SUS iria cair 30%.

[Claro, descartando os atendimentos emergenciais.]

O que tem de gente que adora fazer turismo em Posto de Saúde e se empaturrar de remédio grátis.[amoxicilina, diclofenaco e paracetamol]

E dê-lhe fraude em licitações de remédios...

Agora, em cidades de pequeno porte, a saúde [básica]só não funciona se os agentes públicos não quiserem.

Com projetos sérios encaminhados para o Ministério da Saúde, tem verba "sobrando" e os médicos que se dispuserem a sair dos grandes centros ganham razoavelmente bem.

Na questão do atendimento mais complexo, é que o problema se acentua: a alternativa é a ambulânciaterapia rumo as Capitais [alô, Planam].

Pax disse...

Pedi pra Confetti e Gwyn me mandarem notícias dos modelos da Saúde na França e na Inglaterra.

Acredito mais nela que nesses sites e blogs de direitopatas a serviço da insanidade neoliberal.

Aguardemos.

Pax disse...

Querer dizer que o modelo de saúde brasileiro é social democrata só pode ser piada do Chesterton.

Chesterton disse...

O SUS é um sistema socialista sim senhor. Pessoas que não contribuem para o sistema tem direito a atendimento. Não há d[uvidas. Agora, sistema social-democrata? Como pode um sistema de sa[ude ser social-democrata, uma denominação de partido pol[itico? Não entendi.

Didi Iashin disse...

PQP!! R$ 2,70 por consulta?
Desse jeito, não dá, MESMO!
E ainda vem o "outro" dizendo que o nosso sistema de saúde está à beira da perfeição. Deve ser do perfeito inferno ...

jânio disse...

Vocês acham que a máfia dos planos de saúde vai permitir alguma mudança? E a bancada no Congresso? Tão de gozação...

Pax disse...

Vamos aos dados e fatos e desementidos:

Resposta da Confetti* que mora lá...

Ou seja, Mr X, comprovadamente, está errado. Corrija-se!

"o hospital publico frances continua eficiente e gratuito, mesmo com falta de pessoal e de verbas, que cada frances ( ou mesmo estrangeiro clandestino) tem acesso à cuidados médicos em todos os hpt, que nao ha espera de meses para consulta, como diz mrx !"

Mr X disse...

E nas refeições do hospital público francês, ainda servem crepes, soufflè e fondue.

:-)))

Pax disse...

Dê o braço a torcer, Mr X, você erra ao usar antolhos.

confa* disse...

kkkk*

Pax disse...

Pegaram o Mr X de calça abaixada, atrás da moita...

:-)

Chesterton disse...

Só existe uma coisa mais cara que um sistema de "saude"....a guerra. É um saco sem fundo. A França gasta fortunas, desperdiça a metade com abusos e desvios. Se eles já formaram riqueza para gastar, problema deles, mas país que não tem poupança não se pode dar ao luxo de tamanho desperdício. Ah, os médicos franceses são ruins de doer. Existem exepcionais, mas a média é complicada.

Pax disse...

Mr X se nega a comentar sobre suas falsas afirmações - sintomático!

Chesterton disse...

Quais?