quarta-feira, 4 de março de 2009

Meninas que correm com cães


Corre o mundo o caso de Madina, a menina de 3 anos criada por cães. A palavra "criada" não é bem exata: afinal, ainda vivia com a mãe, esta é que a tratava como um cachorro. Ela comia e dormia com os cães. Andava de quatro e aprendeu a rosnar.

(Não é o pior caso de maltrato de crianças. Vejam, se tiverem estômago, o horrível caso de Baby P, na Inglaterra, onde as maiores violências aconteceram por meses sem que nenhum dos assistentes sociais ou médicos que examinaram a criança repetidas vezes se desse conta, garantindo à mãe a guarda da criança até não ser tarde demais. Como pode? Dalrymple explica.)

Alguns interpretaram a história de Madina como superioridade dos cães sobre os homens no trato de crianças. Mark Twain já dizia, "Alimente um cão e ele não vai morder sua mão. Essa é a principal diferença entre um cão e um homem."

Animais também são capazes de coisas terríveis. Há animais que matam e comem suas próprias crias. Houve mais de um caso de um cão que matou um bebê. No entanto, a crueldade é um aspecto unicamente humano, assim como o próprio conceito de crueldade.

Em "Os irmãos Karamazov", de Dostoyevsky, o maltrato de crianças é objeto de uma discussão sobre a existência de Deus. Como Deus permitiria o maltrato de crianças, seres sem pecado? - pergunta Ivan.

Não vou meter-me em discussões filosóficas. Realmente é algo que ultrapassa a minha capacidade de entendimento a crueldade de certos pais com seus próprios filhos.

Madina, ao menos, foi salva. É possível que, dada sua idade, os danos não tenham sido irreversíveis, e ela possa crescer como uma criança normal.

20 comentários:

Anônimo disse...

Caro MrX de novo uma referência a Deus num post seu. Deus permite humanos torturárem humanos sem que desça um anjo do Céu e faça justiça relâmpago porque...porque...Ninguém sabe. Esta é a verdade...ninguém sabe. Mas isso é apenas uma das muitas coisas que não nos é dado saber, logo ninguém sabe. Mas isto nos foi dado saber: ninguém escapará da justiça divina no tempo da sua manifestação. Eu na qualidade de não esquizofrénico, não burro, não pouco viajado e não pouco experiênte da vida te digo isto MrX: quando Deus se manifesta no intimo de uma pessoa o efeito é tão gigantesco que todos os seus paradigmas são jogados na lata do lixo e uma nova vida começa para você. Se voce passar por isso entenderá facilmente que não pode explicar como é para os outros, porque é como o amor que não é "explicável" mas "sentível".

Chesterton disse...

O que o Tambosi quis foi fazer proselitismo religioso (evangelismo ateu) com uma desgraça humana. Petistas, ex-petistas, ex-maxistas...todos tem o cacoete do Dr Strangelove. sempre que podem colocam as asinhas de fora. VSF.

Mr X disse...

Tambosi? Vi agora que ele fez uma referência, mas peguei a história da Casa do KCT. De qualquer modo não foi o único a comparar humanos com cães. Eu não sei, acho que são duas coisas distintas, mas não podemos negar que a maldade humana existe.

C disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Pois veja só: estamos criando filhotes de cachorro a uns 20 mil anos, por alto (deve ser bem mais)

Ai acontece o contrário UMA vez e já dizem que os cachorros são melhores. Esse sim é o legitimo racismo...

Chesterton disse...

Mr X, entenda, a maldade humana não exclui a existência de Deus.
A maldade humana não rebaixa a humanidade ao nível dos animais racionais, isso é besteira da grossa.
A maldade humana se usada para fins políticos é proselitismo, em qualquer igreja, na católica, na igrejinha do Lovelock e no evangelismo ateu.
Só isso.

obs: Roma não foi fundada por 2 irmãos cuidados por lobos, ou cães? Mogli não foi criado na selva por animais selvagens?

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/6/6a/She-wolf_suckles_Romulus_and_Remus.jpg/270px-She-wolf_suckles_Romulus_and_Remus.jpg

Mr X disse...

Rômulo e Remo foram criados por uma loba, por isso ainda hoje a loba é símbolo de Roma.

Mogli foi criado por lobos também, até onde sei.

Mr X disse...

E cães são apenas lobos domesticados.

Pax disse...

Capitalistas neoliberais são demônios domesticados?

Hum... não tinha me ocorrido antes. Boa, Mr X. Me deu uma tese.

Anônimo disse...

Ué, só os carolas podem fazer proselitismo? Os ateus quando o fazem são anormais?

Chesterton disse...

Anonimo, não bastasse ser ateu, ainda tem que dar bom dia a cavalo.....tem muito ateu que nãos e rebaixa dessa maneira. Assumam o controle dos próprios neurônios, caramba.

Daniel F. Silva disse...

Fora de tópico, mas não resisto. Idelber Avelar (ele mesmo) reclama da mania de Paulo Henrique Amorim (ele mesmo!) de não dar crédito a tudo o que ele publica no Conversa Fiada, ops, Afiada:

http://www.idelberavelar.com/archives/2009/03/registro.php

E o mandado de prisão ao ditador do Sudão por causa de Darfur, hein? Em quantas horas os blogueiros de esquerda (incluindo os dois citados) vão considerá-lo um pobre perseguido pelas malvadas potências internacionais?

Mr X disse...

RE: Idelber:
Os esquerdistas radicais tem uma visão distorcida do mundo, então, mesmo quando criticam as pessoas ou coisas certas, criticam pelo motivo errado.

Sobre ateísmo, melhor eu não falar mais nada não...

raul disse...

Olá MrX, Olá a todos

Caro Chesterton, esses militantes anti-religiosos jamais entenderão que o problema não é o homem ter sido criado à imagem e semelhança de Deus. Qualquer pessoa minimamente culta e intelectualmente honesta, ainda que nem crente seja, sabe que a Criação não nos torna divinos, porque homem e Deus estão em planos e ordens diferentes. A César o que é de César, a Deus o que é Deus. O problema está na divinização do homem, que resulta justamente da inversão da fórmula, fazendo com que Deus seja criado à imagem e semelhança do homem. E quem, no mundo contemporâneo, faz esta inversão, senão os próprios militantes anti-religiosos, aqueles mesmos tão ciosos da razão científica, do "conhecimento" e das "Luzes"? Bastante curioso que, com tanta "razão" e "conhecimento", não percebam que a antiga sabedoria religiosa nos preserva a liberdade, ao passo que a inversão com que pactuam - ainda que idiotas para o processo - está na raiz de todos os absolutismos e totalitarismos experimentados pela humanidade. Você tem toda a razão. Esses tipos sempre acabam mostrando suas asinhas e, consciente ou inconscientemente, terminam por usar a velha tática do acuse-os do que você faz, xingue-os do que você é. Fosse eu um reitor ou diretor de faculdade e um professor meu dissesse tamanha asneira, seria dispensado por reprovação cabal em Logics 101, má-fé, estupidez ou irremediável burrice. Senão, por tudo isso junto.

Abraços.

Gunnar disse...

Mr X

"E cães são apenas lobos domesticados."

Domesticados e geneticamente alterados. Formam uma espécie diferente.

Uma prova irrefutável do poder da seleção natural. (que nesse caso não é tão natural assim, já que foi direcionada pelo homem)

O cachorro se tornou de tal forma dependente da convivência com humanos que não sobreviveria na natureza caso sumíssemos do Planeta.

Por isso prefiro os gatos... são praticamente idênticos aos seus antepassados pré-domesticação.
Dá pra colocar assim: o gato é um neo-liberal que conquista as coisas por si e para si, o cachorro é um comuna que só sabe viver pendurado em seus donos (estado).

[/provocação]

Anônimo disse...

Vocês religiosos tem realmente um lado do cérebro com defeito, igual que os esquerdistas ...

A partir de fatos generalizam para tudo. A humanidade é uma desgraça, dizem vocês. O estranho é que vocês então são uma desgraça também, sim ou não?

Se a resposta for não, então nem toda a humanidade é uma desgraça e por aí vai ...

No final das contas, teremos um resultado assim: violência contra crianças são um fato, mas não constitui o comportamento padrão das famílias. Menos de 5% das famílias do mundo, diria eu, maltrata sistematicamente (como o exemplo citado) suas crianças. Claro que é muito, porém é a absoluta minoria.

Não vamos exagerar. Que vocês que aqui escrevem, com sua visão religiosa irracional e pessimista, não tenham esperanças com o futuro da humanidade ... tudo bem. É sua escolha viver na miséria mental, criando mundos fantasiosos de monstros e demônios.

O fato é que a humanidade subsiste há milhões de anos e só progrediu durante esse tempo. Portanto, o futuro também aponta nessa direção.

O futuro: sociedade de mercado competitiva e eficiente, com indivíduos donos do seu nariz e responsáveis. A responsabilidade inclui as manifestações de amor, amizade, compaixão, etc.

Tenho pena de vocês. Vocês só conseguem ver o pior lado de tudo. São quase mortos-vivos.

Até eu que sou ateu, vou bater na madeira três vezes: isola esse tipo de gente!

Cohen Wollvsttaven disse...

Hello Mr. X,

I think you already posted some messages on the subject, which I did not see anywhere, was the statement contained in this article by Ms. Melanie Phillips, in which Lord Ahmed clear threat to the British Parliament. I want to please you can comment this fact.

Sending the original text and the link so you can give.

Thank you very much.

http://www.spectator.co.uk/melaniephillips/3344161/britain-capitulates-to-terror.thtml


- Britain capitulates to terror

Melanie Phillips - Wednesday, 11th February 2009

If anyone had doubted the extent to which Britain has capitulated to Islamic terror, the banning of Geert Wilders a few weeks ago should surely open their eyes. Wilders, the Dutch member of parliament who had made an uncompromising stand against the Koranic sources of Islamist extremism and violence, was due to give a screening of Fitnes, his film on this subject, at the House of Lords on Thursday. This meeting had been postponed after Lord Ahmed had previously threatened the House of Lords authorities that he would bring a force of 10,000 Muslims to lay Siege to the Lords if Wilders was allowed to speak. To their credit, the Lords authorities had stood firm and said extra police would be drafted in to meet this threat Wilders and the meeting should go ahead.

But now the government has announced that it is banning the country from Wilders. A letter from the Home Secretary's office to Wilders, delivered via the British embassy in the Hague, said:

... the Secretary of State is of the view that your presence in the UK would pose a genuine, present and sufficiently serious threat to one of the fundamental interests of society. The Secretary of State is satisfied that your statements about Muslims and their beliefs, the film expressed in your Fitnes and elsewhere would threaten community harmony and therefore public security in the UK.

So let's get this straight. The British government allows people to march through streets Screaming British support for Hamas, it allows Hizb ut Tahrir to Recruit on campus for the jihad against Britain and the west, it takes no action against the Muslim peer who threatens mass Intimidation of Parliament, but it bans the country from a member of parliament of a European democracy who wishes to address the British Parliament on the threat to life and liberty in the west from religious fascism.

It is he, not them, who is considered a 'serious threat to one of the fundamental interests of society'. Why? Because the result of this stand for life and liberty against those who would destroy them might be an attack by violent thugs. The response is not to face down the threat of such violence but to capitulate to it instead.

It was the same reasoning that led the police on those pro-Hamas March to confiscate the Israeli flag, on the grounds that it would provoke violence, while those Screaming support for genocide and incitement against the Jews were allowed to do so. The reasoning was that the Israeli flag while the thuggery might provoke genocidal incitement would not. So those actually promoting aggression were allowed to do so while those who threatened no-one at all were repressed. And now the Dutch politician who does not threaten anyone is banned for telling unpalatable truths about those who do; while those who threaten life and liberty find that the more they do so, the more the British government will do exactly what they want, in the interests of 'community harmony'.

Wilders is a controversial politician, to be sure. But this is another fateful and defining issue for Britain's governing class as it continues to SLEEPWALKER into cultural suicide. If British MPs do not raise hell about this banning order, if they go along with this spinelessness, if they fail to stand up for the principle that the British Parliament of all places must be free to hear what a fellow democratically elected politician has to say about one of the most difficult and urgent issues of our time, if they fail to hold the line against the threat of violence but capitulate to it instead, they will be signaling that Britain is no longer the cradle of freedom and democracy but its Graveyard.

Mr X disse...

Olá Cohen,

Eu comentei brevemente esse tema há algum tempo, talvez escreva de novo. É louco o que está acontecendo com a Inglaterra.

Chesterton disse...

Nossa!!!

Anônimo disse...

PQP! Se a gloriosa Inglaterra capitulou dessa maneira, o fim está próximo...