terça-feira, 10 de março de 2009

Quem inventou o avião?



Polêmica na blogosfera tupi. Começou com a coluna do Diogo Mainardi, explodiu no blog do Reinaldo Azevedo, e agora chega às páginas do Not Tupy.

Afinal, quem inventou o avião, Santos Dumont ou os irmãos Wright?

Nenhuma das alternativas, é claro. A idéia de voar com o uso de uma máquina mais pesada do que o ar é bem mais antiga. Alguns dizem que Leonardo da Vinci teria "inventado" o avião, já que desenhou uma série de projetos de máquinas voadoras. No entanto, tais não resultaram em nenhuma máquina voadora real e concreta, e portanto não podemos dizer que tenha, a rigor, inventado nada. Ao longo dos anos muitos outros tentaram pôr em prática idéias similares - e fracassaram.

Se por "inventores" do avião queremos dizer simplesmente os primeiros a criar um artefato voador motorizado funcional, os irmãos Wright teriam tido essa primazia. Porém, Santos Dumont também tem seu mérito. Podemos dizer que ele "inventou" a decolagem, se isso servir para acalmar os ânimos dos mais exaltados.

As invenções são muitas vezes motivo de disputa nacionalista, o que ocorre especialmente nos casos em que o invento não tem uma paternidade bem definida. Lamentavelmente, devido à globalização das tecnologias, isso ocorre muito freqüentemente desde o fim do século XIX. Quem inventou o cinematógrafo? Há uma disputa até hoje entre os irmãos Lumière (alguém deveria investigar também porque há tantos irmãos inventores) e Thomas Alva Edison, bem como vários outros que realizavam experimentos similares praticamente ao mesmo tempo.

Porém, pode ocorrer também o contrário, que as invenções ou falta delas sejam utilizadas para a chacota antinacionalista. É o caso de Diogo Mainardi, que afirma que o Brasil só realizou inventos imbecis. Ora, na verdade, nada impede que exista um brasileiro genial em meio ao marasmo geral. Nosso mal, até onde sei, não é atávico ou genético. Santos Dumont tem seu mérito.

Segundo alguns, por sinal, ele também teria inventado o relógio de pulso, mas essa idéia já me parece bastante mais fajuta e - aí sim - mero nacionalismo chinfrim. "Santos Dumont, o pai da relojoaria?"

24 comentários:

Anônimo disse...

Santos Dumont inventou o avião - ou seja, colocou seu mais-pesado-que-o-ar pra voar a, ao que parece, deu por concluida sua tarefa. Já os irmãos Wright fizeram de seu primeiro vôo o começo, e inventaram a industria aeronáutica. Passaram a estudar como dar uma utilidade prática ao avião e como fabricá-lo em massa.

Pax disse...

Mr X, enorme e desengonçado Mr X é o animador de platéia do Reinaldo Azevedo, do Mainardi e do Olavão.

Faz a parte de humor.

Mr X disse...

Poxa, Pax, por uma vez que critico o Diogo Mainardi, e voce ainda reclama... :-/

Marcus disse...

A questão toda é que o Flier dos Wright, feito 3 anos antes do 14bis podia ser guiado, coisa que o 14bis nunca conseguiu. Para todo o resto do mundo essa característica é a mais importante, enquanto para nós os brasileiros é o fato do 14bis decolar por meios próprios.
Tirando esse detalhe, o Flier era muitíssimo mais avançado do que o 14bis, mesmo sendo construído antes.

Chesterton disse...

Santos Dumont que nasceu no Brasil, para inventar alguma coisa teve que virar francês.
Mas ele inventou o aileron, enquanto os Wright torciam a asa para virar

Silvio disse...

Mr. X, e essas disputas por primazia em descobertas e inovações vão longe. Lembro também as seguintes, que garantiam sempre um bom bate-boca na faculdade:
- Cálculo da integral: Leibnitz versus Newton;
- 1° computador eletrônico: Eckert & Mauchly (Eniac) versus Konrad Zuse (modelos Z).

Fabio Marton disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabio Marton disse...

Cara, isso devia ser óbvio: quando o Flyer III foi apresentado à França, em 1908, o recorde, do 14 Bis, era 220 metros e 21 segundos. No primeiro dia, ele voou 1 minuto e 45 segundos. Um mês depois, voou uma hora. Ali estava o primeiro avião, não o último protótipo.

Será que existe a mínima possibilidade de um brasileiro pensar nisso objetivamente? Inventar o aileron é bancana, sair direto do chão também, e ter posto o profundor atrás (Deimoiselle) talvez tenha sido a maior sacada de Dumont. Mas isso é comparar o sujeito que inventou a buzina com o cara inventou o carro.

Chesterton disse...

Contra os Wright, as soluçlões que eles apresentaram eram "dead ends" evolucionarios, e ainda de tudo fizeram para impedir o real avanço da aviação tentando processar todo e qualquer um que tentasse construir um avião. Eles tentaram o absurdo de patentear o próprio vôo. O maior adversário deles era Curtiss, esse sim deu muito mais contribuições práticas e fez aviões bem melhores.
Comparar os ailerons com buzinas é malicia, Marton. A qualidade da invenção se nota no seu desenvolvimento. O método de torcer as asas para virar era perigosíssimo e gerava instabilidade.
Se é para achar um pioneiro que fez um avião de verdade, fico com Curtiss.

Anônimo disse...

Dizem que o Edison, Graham Bell e outros foram na verdade uns oportunistas de primeira. Pegaram idéias de outros, conseguiram financiamento, desenvolveram pesquisas e patentearam os seus produtos primeiro. Em outras palavras, foram uns piratas da ciência.

Nada muito diferente de Gates e Jobs, este último pirateou os inventos dos engenheiros da Xerox e Gates pirateou Jobs, quando trabalhou com a Apple desenvolvendo o Word e Excel.

Fabio Marton disse...

Chesterton, você pode trocar por suspensão e virabrequim se quiser, que estariam num protótipo que não virou a esquina. Reclamar do desespero dos Wright com patentes é uma falácia, é jogar um fato objetivo no plano da moral pessoal. Tanto faz se eles fossem pedófilos, teriam ainda assim apresentado a primeira coisa que voou. E tanto faz se a coisa explodisse no ar após voar 2 horas, ainda teria voado duas horas num tempo em que se contavam os voos em segundos.

Chega a ser piada você chamar isso de dead end evolutivo quando, meses depois, misteriosamente, gente como Dumont, que tinha criado aviões que voavam 200 metros, aparecerem também com modelos capazes de voar quilômetros.

É por causa dessa resistência irracional em aceitar os fatos que eu faço questão de maltratar o mito de Dumont.

Gusta disse...

OFF TOPIC
Bom dia!!!

Por favor, vote na Enquete do Estadão:

"Sem-terra realizam ações contra o agronegócio em 13 Estados. Na sua opinião, o protesto é legítimo?"

http://www.estadao.com.br/pages/enquetes/default.htm?id_enquete=215

O "SIM" está ganhando. Vamos reverter isso!!

Abs

Gunnar disse...

O que é inventar o avião? Como MrX bem disse, a idéia de voar e de como fazê-lo está na praça há séculos. Os irmãos Wright deram sua contribuição, Dummont também, mas nenhum dos dois inventou o avião.

Pelo menos não o avião que vai trazer o MrX de volta às terras tupiniquins - esse foi "inventado" ('desenvolvido' seria mais adequado) por algum engenheiro (ou uma equipe, no caso) que provavelmente ainda está vivo(a).


Então que diferença faz? Disputa idiota.
Mas é isso, brasileiro prefere eleger e se agarrar a heróis em vez de ir pra sua própria luta, diária, de conquistas menores (embora muito mais concretas e nobres).

Chesterton disse...

Respondi ao Marton la no Tupy, mas não tinha visto essa mensagem.
Dois pontos: Marton, vocë é um wrightista de carteirinha, nem os americanos o são.

marcelo augusto disse...

Hum... sei não, mas isso cheira a um barato comentário anti-brasil/anti-brasileiro.

Se o local e/ou as pessoas não me agradam, eu não fico tagarelando injúrias e/ou tocando na ferida dos outros. Simplesmente, vou embora.

Adhemar Santos disse...

Bom, embora tenha cumprido os requisitos do "concurso" da época, não pode se chamar verdadeiramente o vôo do 14-Bis de "vôo". Na verdade foi mais um salto, um pulo em linha reta, do que um vôo.

Vôo mesmo foi o do Flyer, dos Irmãos Wright, mostrando contrabilidade e dirigibilidade muito acima das do 14-Bis. Face ao histórico do desenvolvimento dos aviões na ocasião, é impensável que os Irmãos não tenham voado antes de S. Dumont.

Fica, então, somente a questão se o fato do Flyer ser impulsionado por uma catapulta ser adequado para se considerar um vôo.

Fabio Marton disse...

Vocês notaram que todas as pessoas que apareceram para defender os irmãos Wright assinam como anônimos? Por que será, hein? Hein, hein, hein?

Anônimo disse...

Ninguém se preocupou com o fato de que os irmãos Wright não tinham testemunhas.

É assim mesmo? Não precisa apresentar a uma comissão para que seja acreditado?

Você discutem como se tivessem certeza que eles fizeram o que dizem que fizeram na data que dizem que fizeram.

Por mim eu nem considero!

Moises Vilas Boas disse...

Me diga Mr X quem inventou a lampada? Vc respondeu Thomas Edson? Errou!! Isso meu caro é + uma mentira americana. Quem inventou a lampada foi Sir Joseph Swan (patenteada em 1878 na Inglaterra) Thomas Edson em 1979 apenas aperfeiçoou a lampada. Mas porque todo mundo diz que Thomas Edson é o inventor da lampada? Porque os EUA arrotam pro mundo todo que foi Edson, puxando o merito pra eles, e como a maioria dos paises estão sob a influência americana aceitam essa farsa. Thomas Edson roubou vários projetos incluse de Nicolas Tesla. O mesmo aconteceu com os Wrights, os caras apareceram em 1908 com uma foto e sem nenhuma testemunha dizendo que voaram em 1903, ou seja, primeiro do que Dumont que vôou em 1906. O problema é que nenhuma comissão técnica avaliou o vôo. Disseram que a impressa local viu tal vôo, mas curiosamente não escreveram uma linha a respeito. Reporteres viram o homem voar pela primeira vez na história e não publicaram a notícia? Qual reporter deixaria de ser o primeiro a dar tal furo de reportagem? Argumentaram ainda que voaram em 1903 com um avião motorizado, mas estranhamente o pedido de pantente feito por eles em 1904 era para um planador sem motor. Qual gênio inventaria em 1903 um avião com motor, voaria, e depois de conseguir atingir seu objetivo fazeria um pedido de patente em 1904 pra um planador sem motor? Que estórinha mal contada!! Baseado nisso tudo só a uma coisa a dizer: os Wrights são mentirosos descarados. Veja como Santos Dumont voou em 23 de outubro de 1906, não precisou argumentar nada, criou o 14Bis, e se seguindo as regras da Comissão Técnica levantou vôo e aterrissou por meios próprios diante de uma multidão de testemunhas, reporteres e fotografos. Depois em 12 de novembro de 1906 alem de ser visto por uma multidão, seu võo foi fotografado e filmado. Isso é prova, fatos e não artimanhas mau armadas como a dos Wrights. E tem mais, depois que Dumont voou fica facíl pra qualquer ladrão americano aparecer dois anos depois com uma foto e sem testemunhas dizendo que foi o primeiro a voar. Os dados dos vôos do Flyer em 1908 (quando eles finalmente conseguiram voar) foram maquiados pra ser atribuidos a 1903. Mas quem viu eles voar? Reporteres mudos? Uma foto sem data? Um telegrama que pode ter palavras acrescentadas? Um pedido de patente em 1904 dum planador sem motor? Mas o mundo é assim, adora bajular americano, pergunta quem inventou a lampada, todo mundo diz Thomas Edson, (incluse os brasileiros)quando isso é uma mentira. O mesmo se dá com o avião. Infelizemente ainda tem muitos ignorantes que aceitam as mentiras articuladas pelo EUA para serem os melhores, veja o comentários do FABIO MARTON com certeza é BABA-OVO dos americanos. Como diz Gabriel o Pensador.."Vc é um capacho dos americanos, vc é uma femea no cio, e o Tio Sam é o seu macho".

Moises Vilas Boas disse...

Chega ser deprimente a ingenuidade do Ademar Santos. Olha a afirmação dele: "Vôo mesmo foi o do Flyer...mostrando...dirigibilidade muito acima das do 14-Bis". Por exemplo, vc acha que o telefone de Thomas Edson era inferior ao telefone de Graham Bell? Claro que não! Com base no protótipo de Bell, Thomas Edson fez a coisa evoluir e não regredir. O mesmo se deu com o Flyer. Vc acha que um protótipo seria equivalente a um produto que sofreu modificações por 2 anos? Os Wrights foram a Paris, e tanto foram influênciados pelos 14 Bis que mudaram o motor do Flyer, ou seja, aqueles amadores não sabia que existia uma relação entre Peso x Potência. Meu caro, depois que Joseph Shaw fez a lampada brilhar, que Samuel Morse transmitiu sinais por fio, que Dumont voou, ficou fácil pesquisar o primeiro e aprimorar atraves dos anos. Fique ciente do seguinte, os Whights nunca voaram em 1903, as vezes planava. Mas vc deve ser mais um ingênuo que acredita nas mentiras do Tio Sam. Quem inventou a lampada foram os ingleses, quem inventou a bomba atômica foram os alemães, quem inventou a rede elétrica foram os croatas, e o avião os brasileiros. Mas essas invenções citadas acima são revindicadas pelos americanos com sendo deles. Cara-de-pau! Os americanos tentam de tudo pra serem os melhores, de fato se sobressaem em muitas coisas, mas quando perdem uma apelam pra mentira. Veja a corrida espacial, os russos foram os primeiros a chegar ao cosmo. Ai, os americanos teriam que ir mais longe, e armaram a viagem a Lua. PelamordeDeus as filmagens são patéticas, a bandeira tremula com o vento (não há vento na lua), há penumbras (no vácuo não há penumbra), a montanha próxima ao modulo lunar e a suposta montanha a 4 quilometros dali são as mesmas. Resumindo: mais uma mentira americana, que apenas TOLOS desinformados como o ADEMAR SANTOS acredita.

Casagrande disse...

Creio que esse dilema é antigo, mas continuam contando estórias sobre os fatos...

Se considerarmos o fato que eu chegar a uma comissão com uma foto alegando que era de 1903 e dizer que fui o primeiro então o Romeno, Henri Coanda é quem merece os méritos, segundo relatos de testemunhas e fotos de 1901, detalhe com data, da mesma forma que os fakes irmãos wrights, fez a proeza de voar por quase 1 km a mais de 30 metros do chão! Isso segundo relatos e testemunhas.

Em 1906 no mesmo ano do Dumont, ele já tinha criado o protótipo do primeiro avião a jato da história e em 1910 seu projeto já decolava...

E cá entre nos, se não fosse os franceses ter acelerado essa corrida pela criação da aviação, não teria sido tão disputado e não existiria 4 ou 5 inventores gritando pela paternidade.

Porém o primeiro da história ser noticiado, ser testemunhado, ser registrado no primeiro órgão oficial da aviação como o primeiro a levantar voou, a mais de 6 metros do chão por mais de 220 metros, foi Santos Dumont.

E pouco tempo depois em 1908 um inglês chamado Henri Forman, voou mais de 1 quilometro com seu avião motorizado, com controles direcionais, pousou e retornou por mais um quilometro.

Os fakes irmãos wrights, em 1908 mostrou o seu flyer ao mundo, teve a proeza de levantar a 3 metros do chão por 61 metros, tudo isso com um projeto mal feito, foi quando foram a paris roubar as ideias de Dumont, Formam, Coanda e tantos outros nomes que na época tinha criados aviões superiores a "asa delta" dos wrights...

Uma coisa é certa, a aviação teve muitas paternidade, porém Dumont foi o primeiro a ser documentado, testemunhado, registrado e noticiado no mundo inteiro.

Os wrights só tiveram a inteligência de registrarem uma patente de um planador em 1904 justamente no ano em que a disputa iniciada pelo órgão de aviação frances prometeu um prêmio.

Os wrights eram apenas capitalistas, querendo fazer capital com um invento iminente de ser criado por alguém, exceto eles...

Da mesma forma como hoje a indústria farmacêutica faz com a captação de plantas e formulas de indígenas em território extrangeiro. Muitas remédios antigo dos nossos indígenas estão patenteados por indústrias americanas.

Tirando o nacionalismo de lado, o pai da aviação a meu ver tem muitos, todos contribuiram de alguma forma para que o avião chegasse no estágio que esta hoje, cada um inventou uma peça primordial do quebra cabeça que anos depois foram sendo juntadas e formando a aviação.

Portanto desde os fakes e acéfalos dos irmãos wright até os mais intelectuais dos inventores da época todos de certa forma contribuiram com a aviação!!

[]´s

Anônimo disse...

Incrivel que nenhum apresentou nenhum registro que confirmem seus argumentos. Só besteiras, anti-nacionalistas, anti-americanos, mas nenhuma referencia, apenas opiniões pessoais baseadas em outras opiniões pessoais.

Welington disse...

Meu Caro Mr. X, vamos ser breve e imparcial, sabemos que os americanos tem excelentes tecnologia, e a maior delas e dar palpites nos mais diferentes regimes, que não esteja de acordo com a sua "DEMOCRACIA", interesses, lembrou muito bem o Sr. Moyses, em relação ao invento dos irmãos americanos, que por sinal bem antes disso o nosso ALBERTO SANTOS DUMONT, já tinha feito ,muitas outras experiencia com planador, é so ler a historia coisa da 2ª serie, de colegio publico, do ensino fundamental, mas vontando, acredito que em breve os americanos irão construir uma murralha que nada podera destrui-la ou vence-la, para que eles possam ficar isolados na sua tecnologia e nos humildes latinos ainda no 3º mundo so teremos o trabalho de encher de agua aquela piscina.

Anônimo disse...

Santos Dumont foi o responsável por criar o primeiro avião; os irmãos Wright, criaram uma espécie de ''catapulta'' que lançava um projétil semelhante a um planador, porém, este sem motor, ou seja, precisava de um impulso para levantar vôo, dessa forma, saindo do contexto original do significado da palavra avião que foi apresentado pela criação de Santos Dumont, 14-BIS. O primeiro avião foi inventado por um brasileiro - Santos Dumont. Isso já foi provado; não sei porquê ainda existem discussões a respeito de quem inventou o avião primeiro.