terça-feira, 3 de março de 2009

Malditos pacifistas!

Acho que foi o Ambrose Bierce quem disse que os maiores provocadores de guerras são os pacifistas.

Em um ótimo post recente, Fábio Marton observou:

[P]acifismo é apenas a ilusão infantil, mimada, de que não existem inimigos verdadeiros e não existe derrota, uma ilusão que depende de jamais se estabelecer um limite para até onde se pode ceder, que há as coisas que podem ser negociadas e coisas que não podem. "Átila quer nossas irmãs e sobrinhas? Hmm... pode ser só as irmãs mais velhas?". Como várias outras idéias fracas mas populares, o pacifismo é tomado por sabedoria porque é o caminho de menor esforço aos moralmente preguiçosos.

De fato, o pacifista é, muitas vezes, um covarde que celebra as humilhações impostas pelo inimigo, desde que pareçam um "acordo". Ao aceitar as mais ultrajantes pretensões de igual para igual, o pacifista fica à mercê de qualquer tirano ou agressor.

O verdadeiro pacifista não é aquele que cede a tudo em nome da paz, é o que deixa claros os limites e tem a força ao seu lado.

Mas nossa época é única ao ter, não apenas pacifistas covardes, como "pacifistas preventivos". Antes de que qualquer guerra estoure, lá estão eles entregando de bandeja todos os seus mais preciosos bens, em nome da "paz".

Na guerra do Irã contra o Iraque, o governo iraniano importou 500.000 chaves de plástico de Taiwan. Os mulás entregaram as chaves a equivalente número de crianças e disseram a elas que eram as chaves do paraíso. Logo as mandaram caminhar por campos minados. Como as crianças explodiam em mil pedaços, os mulás logo determinaram que estas primeiro se enrolassem em lençóis, para que as partes não se espalhassem e elas pudessem ser enterradas sem perda de tempo.

Pois foi com esse grupo de assassinos de crianças que, recentemente, um grupo de atores Hollywoodianos quis dialogar. A comitiva foi a Teerã a mando de Obama, justamente com o intuito de celebrar o "diálogo cultural entre os povos". A reação dos mulás foi de desprezo e rejeição. Exigiram que antes de querer dialogar com o Irã, Hollywood pedisse desculpas pelos "abjetos" filmes "300" (onde os persas sao derrotados pelos gregos) e "The Wrestler" (onde há um lutador chamado "Aiatolá" e uma bandeira iraniana é rasgada).

Mas o mais curioso de tudo é mesmo ver como o pacifismo mais johnlennoniano se transforma rapidamente em brutal sede de sangue humano. No blog do Orlando Tambosi, um comentarista anônimo irritado com o "genocídio em Gaza" afirma:

Espero que o Irã desenvolva logo sua bomba atômica, pois só assim a região finalmente terá paz. A paz atômica. (*)

Preocupado com a morte de algumas centenas, o pacifista deseja como "solução" a morte de milhões. Alias, acho que isso define bem o que é um pacifista.


30 comentários:

Pax disse...

Si vis pacem para bellum

Bem, é uma boa frase. Mas perigosa e ambígua.

Lembro de outro homem(?) que a usou muito: Adolf.

E lembro de outra guerra, recente, que questiona um tanto os "malditos guerristas" - Iraque. Já são 600 mil civis mortos (ok, não são os 1,2 milhão que eu tinha dito nem os teus míseros 100 mil, são "só" 600 mil civis).

Malditos guerristas.

Mas, espera, há um mundo muçulmano que nos ameaça. E o mundo comunista? E o mundo dos ecologistas?

Matem todos.

Vai resolver um bocado, dos quase 7 bilhões do planeta a gente fica somente com uns 3, acaba com a fome. Aproveita e mata também todos os pobres que só enchem o saco e ficamos com 1 bilhão. Beleza.

Pera, esquecemos dos gays, sim, claro, menos uns 200 milhões.

Ufa, resolvemos o problema do mundo, matamos 6 bilhões e ficamos só com 800 milhões. Super razoável. E nossa supremacia fica garantidíssima por séculos e séculos.

Amém.

Mas, peraí, não era isso que o Adolf dizia?

Sim, era sim.

Xi, deu merda o raciocínio.

Ou não, era esse mesmo que queríamos?

Anônimo disse...

Também sou adepto da porrada. Acho que neguim folgado merece mais é soco na cara mesmo ...

Mas diz aí, Mr. X, tu é mesmo machão como faz parecer no texto?

Ou será que gosta de machão??

Sei não! Essa sua linguagem tão belicista, me faz lembrar alguns enrustidos que querem convencer os outros de que não são gays ...

Ni final, eles gostam mesmo é do falo.

Tu tá nesse time, X?

Anônimo disse...

Ou seja, ter paz é facil, basta se render na primeira hora.
Se bem que isso pode garantir a paz mas não garante a vida: os comunistas matavam não apenas seus inimigos como principalmente seu próprio povo, com base em justificativas de "luta de classes". Eles sempre almejaram construir um mundo melhor por meio do genocídio. Perto dos comunistas, Hitler era um rapaz cheio de escrúpulos e hesitações.

Nei

Anônimo disse...

Pega na mentira ... ô Mr. X, deixa de ser mentiroso ...

Tu não estás na California!

Abaixo o post sobre o filme Gran Torino te entrega ... Você começa com um solene: "Não sei se o filme já estreiou no Brasil...", típico artifício do mentiroso que se faz de desentendido...Similiares são as luladas que já conhecemos: não sei, não vi, etc. Tudo farinha do mesmo saco.

Bastava olhar no Cinema em Cena e ver que o filme estreiará no Brasil no dia 20/03...

Que mentiroso! Mamãe não ensinou não?

Anônimo disse...

Se você estivesse mesmo na Califórnia, haveria em alguns de seus posts algo sobre o que ocorre lá ...

Não é o seu caso: apesar de dizer que vive na Califórnia, nos States, no paraíso da economia de mercado, sua mente parece estar ancorada é por estas bandas terceiro-mundistas.

Basta ver os posts: falam do MST, do PD, do bolsa-esmola, etc... mas nada da Cal. Até parece que não ocorre nada de interessante por lá ...

Pô, qualé, conta outra, zé mané!

Deixa a fantasia de lado. Por enquanto é a sua fantasia virtual, mas com o tempo pode se tranformar em sério distúrbio mental.

Te cuida, malandro!

Anônimo disse...

Onde você aprendeu a mentir e criar fantasias como esta?

Foi quando você era de esquerda?

Claro, típico. As madalenas arrependidas são as piores: derão pra cacete, de repente de arrependem e começam a vida de carola... mas no fundo, sentem saudade dos velhos tempos.

Outro que é mentiroso pra cacete é o Reinaldo Azevedo. O cara é um esquerdista ao contrário, mente, inventa, requebra, etc.

O mesmo esquema mental da esquerda, só que invertido.

Nada de novo.

Anônimo disse...

Correção:

antes que tentem sacanear: antes estava escrito derão ... pórra, que erro, né? Na verdade, deram ...

Já esclareço logo, pois a mentalidade de esquerda invertida, direita-chinfrim, é muito apegada à gramática, seu refúgio-padrão, e é uma tradução da tática esquerdista de acusar todo e qualquer crítico de fascista ou direitoso.

Por isso, a esquerda não pode viver sem a direita e vice-versa. Que seria de ambos, se um desaparecesse? Morreriam de tédio.

Mr X disse...

...Hã?

Gunnar disse...

Ô Anônimo, segura a diarréia aí, rapá!

Cara chato!

Orlando Tambosi disse...

Vou chamar lá em casa. Com uma dúvida...

Didi Iashin disse...

Xi, acho que o pessoal que postou aqui, antes do seu "hã...?", tá precisando, urgente, de um carregamento monstro de Leiba, para controlar a diarréia mental.
E que coisa engraçada, né? Tem um pessoalzinho que se faz de defensor das minorias, mas, no momento exato, usa esse argumento de que fulano é gay enrustido para "quebrar resistências".
Como é que é, mesmo? Acuse-os do que você é ...
Feio, muito feio...

Mr X disse...

Pros que duvidaram da história das chaves no Irã, acrescentei um link:

http://iranvajahan.net/cgi-bin/news.pl?l=en&y=2006&m=04&d=15&a=10

Mas tá nos quadrinhos "Persépolis", e acho que no filme tem uma menção também. O filme tá no Youtube.

Pax disse...

Didi,

Sou um cara egoista, portanto quero meus xingamentos só pra mim. Por favor: ao Pax o que é do Pax.

Chesterton disse...

Pax, que patético.

Chesterton disse...

Tambosi acha que os cães são uma espécie superior aos humanos....

Orlando Tambosi disse...

Chesterton, um detrator especializadíssimo.

Chesterton disse...

Agora aguenta. Trate de desmentir se não é verdade. Como diria G.K. o problema de não se acreditar em Deus não é que não se acredita em nada, mas que se acredita em qualquer coisa.


'It's drowning all your old rationalism and scepticism, it's coming in like a sea; and the name of it is superstition.' The first effect of not believing in God is to believe in anything: 'And a dog is an omen and a cat is a mystery.'"

Chesterton disse...

o post do Tambosi (pura exploração política da miséria humana)

http://img240.imageshack.us/img240/9810/cachorrosecesemgeral.jpg

Anônimo disse...

http://img240.imageshack.us/img240/9810/cachorrosecesemgeral.jpg

agora vai

Pax disse...

Chesterton, velho e bom Chesterton, foi rebaixado.

Antes era o Sancho Pança do RA, do Olavão e do Mainardi.

Agora é o Sancho Pança do Sancho Pança do RA, Olavão e Mainardi.

Putz. Fizeste alguma caca por lá? :-)

Chesterton disse...

Eu e a humanidade fomos rebaixados "para Baixo" do cachorro.

Gunnar disse...

Chesterton

Te incomoda tanto assim reconhecer a legitimidade do direito à vida de todas as espécies?

Tirando o fator deus, o que resta para nos classificar como espécie superior?

Aliás, segundo qualquer definição de dicionário, a classificação que melhor se aplicaria à nós seria "praga".

Kct disse...

Pôxa, outro dia fui dar uma pistola de raios para meu sobrinho e a mãe dele quase me esfolou. Acho que o problema começou aí, com o desarmamento infantil... huahuahuahua

Anônimo disse...

ô X mentiroso, já viu a nova notícia "aí" da California:

O tal imposto sobre a maconha ...

Pô, meu tú tá na Meca da economia de consumo, o lugar onde há a melhor maconha do mundo, tem as mais gostosas atrizes pornôs, etc e tal, e ainda fica falando em MST, deus, bolsa esmola ...

Se você vive mesmo nos EUA tú é o maior zé mané da face da terra mesmo!!!

Pô cara, vê se te emenda ... Vai curtir a vida na boa ...

Anônimo disse...

Eu acredito em uma única coisa: MONEY. MONEY, MONEY, MONEY ...

O resto é balela.

Vocês aqui neste blog, se acham liberais, pró-economia de mercado, etc., mas são tão coletivistas, como todo e qualquer religioso fanático, incluindo os esquerdistas ...

deus, cristo, essas coisas todas quero que se dane ...

Quero mais é ganhar dinheiro, e como estou ganhando, o meu rumo é ... ganhar mais dinheiro, dinheiro, dinheiro.

Bando de zés manés!!

Anônimo disse...

ô Lashin, isso parece nome de laxante ...

Acho que diarréia é contigo mesmo, Lashinte ...

Anônimo disse...

ô Chester, vulgo frango cozido, tem um problema central com essa frase do teu GK Frango Sênior ...

Ela não pode ser comprovada ...É uma frase de efeito retórico, unica e exclusivamente...

Como você vai "medir" ou quantificar o grau de credulidade de tudo de uma pessoa (no caso dela não acreditar em deus).

Frase retórica, e um erro básico de raciocínio. Tanto é assim que o tal Frango Sênior é lido só nos seminários.

Curioso gente como você que questiona a tal evolução e diz que é só uma teoria, se apoia - como tábua de salvação - sobre uma frase sem sentido prático algum como a do tal G.K.

Impressionante o nível de ignorância aqui presente.

Chesterton disse...

Gunnar , o direito a vida das outras espécies deve ser protegido pela nossa espécie justamente porque somos superiores. A única espécie preocupada com a preservação de outras espécies na face da Terra somos nós os humanos.

Chesterton disse...

Anonimo, identifique-se para uma resposta.

Gunnar disse...

Chester

Também somos a única espécie que mata em escala industrial e condena à extinção não só milhares de outras espécies, mas ecossistemas inteiros.

Não fôssemos tamanha ameaça ao tênue equilíbrio que mantém Gaia* funcionando, não haveria motivos para nos preocuparmos em preservar o que quer que fosse.

*uso a palavra 'Gaia' apenas para dar um tom lírico. Não sou adepto de qualquer teoria holística.