sexta-feira, 27 de março de 2009

A inveja é uma merda

Faz alguns meses passou uma limusine ao meu lado enquanto eu esforçadamente subia a lomba em uma bicicleta. A limusine andava lentamente, e quase pude ver ou imaginar através dos vidros fumês o seu rico ocupante, bebendo champanhe cercado por belas mulheres, apontando para mim e rindo. Refreei o natural desejo de erguer o dedo médio na direção do imaginário ocupante do veículo, e segui adiante.

Ao mesmo tempo, do outro lado da rua, um mero pedestre me observava, verde de inveja da minha reluzente bicicleta que, afinal de contas, é um modelo novo e sofisticado que custou 500 dólares (tomem, invejosos!).

Aponto esse fato para indicar que a ocasional inveja é um fenômeno comum e bastante humano, mesmo em quem não acredita absolutamente que a igualdade social seja algo positivo ou natural.

O que a esquerda faz é canalizar a inveja natural do ser humano para insuflar a população e assim poder roubar dos ricos e dar aos pobres a si mesmos em nome da "igualdade social" - já que, para muitos, o importante não é dar aos pobres, mas sim tirar dos ricos.

É demagogia da mais barata, mas sempre funciona. A empresária Eliana Tranchesi, dona da Daslu, foi condenada a 94 anos de prisão, para mostrar que a "justiça" lulista também persegue os ricos. Enquanto isso, centenas de políticos, funcionários públicos, empresários amigos do PT, lucraram rios de dinheiro em casos que jamais irão aos tribunais. Não são pobres contra ricos, não. É a neo-aristocracia contra os capitalistas selvagens.

Nos EUA, a mesma coisa. Banqueiros e investidores de Wall Street são as bruxas do momento. Obama critica os "empresários gananciosos" da AIG que pagaram um bônus a seus CEOs com o dinheiro do "bailout". Detalhe: o bônus estava incluído na legislação que Obama assinou e, pelo visto, não leu. Afinal, melhor desviar o olhar para meros 167 milhões, quando alguns trilhões são acumulados nas mãos do governo Obama e seus aliados que fraudam o imposto de renda.

Mas é provável que ambos os casos, lá e cá, tenham sido planejados: os bônus foram incluídos propositalmente na legislação para depois poderem ser atacados e justificarem aumento dos poderes estatais, bem como a prisão da dona da Daslu é um ótimo pretexto para a intimidação e o achaque de vários outros empresários não-alinhados.

Reichstagsbrand, alguém?

De novo, a luta de classes nunca é de pobres contra ricos, é da nomenklatura contra a burguesia. Os pobres são só massa de manobra.

Atualização: Tanto Lula quanto os obamistas aumentam a excitação popular ao juntar o ódio racial ao ódio de classe. Quem critica Obama muitas vezes é tildado de racista. Já o Lula falou que a atual crise foi criada por "brancos de olhos azuis" para prejudicar negros e indígenas. A bizarra declaração causou estupor na mídia americana e inglesa (exemplos aqui, aqui e aqui). Afinal, todos sabem que os banqueiros malvados são sempre judeus.

48 comentários:

Pax disse...

´magina Mr X

ACM, Efraim, Eduardo Azeredo etc

estão todos presos e condenados ao inferno dos porões da falsa democracia brasileira..

vá ser desbalanceado assim aí em LA mesmo, melhor nem voltar antes da cura!

E cuida bem dessa bike porque você está me devendo muito dinheiro, então vou confiscá-la com meu exército da polícia federal petista!

Só dizendo umas barbaridades (se é que alguém não percebeu o MODE ironia ON), pra ver se o desengonçado se apruma.

Kct disse...

Pôxa, que inveja. E eu aqui com a minha caloi 10!

Chesterton disse...

É uma faca de 2 legumes, pois se els estão fazendo isso para achacar ninguem vai distribuir dinheiro para acalmá-los. Vai é sobrar muita grana para os advogados.
A Eliane Tranqueira foi presa não porque tenha cometido algum crime, mas porque na cabeça(de pastel de vento)desses petistas ela é "rica". Como eles decidem quem é rico e quem não é, estamos todos arriscados a ir em cana, principalmente quem anda esbanjando dinheiro com bicicletas de 500 dólares.
Mas está tudo bem, como estou de bom humor vou dar um presentinho para o blogueiro que não é de esquerda e seus leitores (pax, et caterva não podem abrir o link - chorem, esperneiem, ms não abram).

http://www.beatlestube.net

Chestertron- Megatron disse...

quis dizer ninguem vai dar grana pra acalma-los se podem ser acusados de suborno como o Dantas....

Chesterton disse...

E o advogado é o Thomaz Bastos...meu Deus do Céu...

Pax disse...

A mulher montou uma máfia, foi presa, foi solta, continuou com a máfia e o Chesterton acha que ela está certa porque é rica.

Você juram que todos radicais da direita pensam assim mesmo?

Barbaridade.

Anônimo disse...

Hi, Tchess! Asneirando por aqui?

Felipe, o ateu

Pax disse...

Chesterton tá ficando famoso.

Chesterton disse...

Pax, você é bobo mas não é idiota. A prova de que o proesso contra ela e a prisão foram malfeitos é que ela foi solta. Prender alguem porque é rico AINDA não é possível no Brasil...mas o pessoal sem dúvidas está tentando.
Felipe é um pentelho grudado no saco do Tambosi, é inofensivo.
Vai lá no Reinaldão que tem a foto dos banqueiros de olhos azuis do Lula.

marcelo augusto disse...

Uma magrela de U$ 500,00!! Muito cara!

Isso aqui é impagável:

A Eliane Tranqueira foi presa não porque tenha cometido algum crime, mas porque na cabeça(de pastel de vento)desses petistas ela é "rica".

É aquela velha história: Parece haver partidários da democracia e das liberdades individuais que querem, sim, prender os bandidos... mas desde que sejam os bandidos dos outros e não os seus. Atitude semelhante à do PT e seus mensaleiros.

Bah!

Mr X disse...

Eu não tenho olhos azuis... :-(

A imprensa e os blogs americanos estão detonando o Lula pelo seu comentário, acharam racista e de mau gosto. Vai entender...

Mr X disse...

Bem, na verdade, $ 400 e pouco, com as taxas. :-/

Quanto à Eliana, acho só o seguinte: por que ela? Duvido que não haja esquemas bem piores, aliás, acho que há muitíssimos mais empresários brasileiros envolvidos em algum tipo de ilegalidade, por mera força do sistema corrupto, ou simplesmente para evitar de pagar os abusivos impostos nacionais.

Só que alguns são mais iguais do que outros.

Acho que escolheram ela porque a Daslu é um símbolo.

http://www.iht.com/articles/2005/07/15/business/daslu.php

Diogo disse...

Por favor, Mr X, se eu fosse rico, da elite e tal,blá,blá,blá, teria vergonha de comprar alguma coisa dessa SACOLEIRA COM GRIFE.

Iria para Paris, Milão, Londres...

Mas a elite brasileira não tem a mínima vergonha.

É tão RIDÍCULA, como o resto do "populacho", que ela tanto insiste em esnobar.

Reclamam do bolsa-família, mas vivem da bolsa-sonegação?

Daí eu pergunto, qual é o mérito de ser rico e OSTENTAR isso no Brasil? Em terra de cego...

Elite, mesmo é quem mora na França, nos EUA, na Alemanha, onde ao menos a distribuiçãode renda é mais digna.

Ah tá, escolheram ela porque é um símbolo?

Pois tem mais é que meter o pau nessa sacoleira metida a besta.

Se ela fosse alguém de respeito, teria conquistado mercado em Nova Yorque, Londres e etc, como tantos brasileiros de talento e merecedores de tal.

E não bancando a sacoleira de grife para brasileiros ignorantes e sem classe.

Mr X disse...

Por que Paris, Roma ou Londres?

Pessoalmente, acho ridículas as pessoas que gastam 10.000 em um relógio Rolex, 20.000 em uma bolsa Fendi, 50.000 em um par de sapatos Manolo Blanik etc. Bem como quem compra qualquer coisa da Daslu.

O fato é, se as pessoas são idiotas e gastam o seu dinheiro nisso apenas para demonstrar status, azar o delas. Têm o direito, no entanto.

Sonegar imposto é crime, tudo bem. Mas ficar rico vendendo produtos supostamente chiques a preços absurdos para otários, ainda não é.

Stefano disse...

A Tranchesi só foi presa para ser solta em seguida, como manda a lei, e assim desmoralizar a Justiça. É um jogo de cena constrangedoramente óbvio e canalha.

(A superficialidade de, vamos chamar, 'argumentos' do esquerdista é espantosa: não há uma só, nem umazinha!, idéia original ou de lavra própria (valeu, Chest.): só frases feitas, chavões juvenis e ironia rastaqüera. Ô raça de jumentos alfabetizados!)

Pax disse...

Interessante observar a turma da direita, que acusa a da esquerda de podridão, correr para defender a Eliana Tranquesi.

Os extramados são assim. Corrupto é do outro lado, do meu é só uma questão de ponto de vista relativo.

Pois é, é o que digo.

Mais interessante são as argumentaçoes ad hominem de ambos os lados. De uma competência intelectual "assombrosa".

Cá, fico admirado.

Mas, reparem bem, os mais vociferantes são sempre os mais limitadinhos mesmo. Natural.

Stefano disse...

"Lero lero"; "blá blá blá"; "surpresa"; "ai meu deus, que vociferante!"; "ACM Efraim & Azeredo também, tá?"; "curupaco curupaco." (resuminho bondoso da profunda argumentação do esquerdista - isso aí ainda vira ministro da cultura, gente, cês podem apostar!)

marcelo augusto disse...

Muito interessante a argumentação aqui. :)

Uma coisa que me deixa abismado é verificar a diferença entre a elite brazuca e as elites do mundo desenvolvido, basicamente Europa ocidental e E.U.A.

Praticamente não há, em terras brasileiras, membros da elite que tenham destinado parte de suas respectivas riquezas para atender à comunidade geral. Há famílias da elite norte-americana que foram e/ou são fundadoras de universidades, escolas, bibliotecas, hospitais, centros comunitários e etc. Algumas delas possuem tradição nesse tipo de prática. Agora, peguem a elite brasileira e tentem encontrar alguma família que tenha feito o mesmo. Eu não conheço nenhuma. Triste isso...

Mr X disse...

Embora eu não concorde com os que acham que tudo é culpa da "zelite", acho que o Marcelo Augusto aponta uma coisa interessante. A elite brasileira raramente tem interesse em contribuir para a sociedade, talvez porque, de algum modo, não se considere parte do Brasil, não se identifica com este. Certo ou errado, é assim. Não há o sentimento de pertencer a um todo maior, ou a idéia de colaborar com a sociedade que o ajudou a ficar rico, talvez porque não tenha ajudado mesmo. A idéia aqui não é a do "self-made man" americano, de que qualquer um com esforço ou talento pode chegar lá; é mais uma idéia de casta, de ser bem-nascido, de ser parte de um clubinho exclusivo e ter amigos influentes no poder, etc.

Mesmo doações para a universidade em que o sujeito estudou, por exemplo, são raras.

Por outro lado, também desconfio daqueles milionários americanos que doam dinheiro para causas políticas esquerdistas, supostamente pelo "bem comum", mas na verdade querendo impor certas políticas bem definidas, tipo controle de armas etc.

Viva o livre-mercado.

Chesterton disse...

Não Marcelo Augusto, eu quero que bandidos entrem na cadeia pelos motivos certos, senão qualquer advogado de porta de cadeia tira o bandido...como aconteceu com a Tranqueira Eliana. Precisa desenhar?

Chesterton disse...

Mas a elite brasileira não tem a mínima vergonha.
chest- com isso concordo.

Pax disse...

Como o Mr X colocou um "raramente" em seu comentário acima, aceito.

Existem uns raros, sim.

Pax disse...

Vou dar uma poluída, culpa do Chesterton:

NOTA PÚBLICA

A Associação dos Juízes Federais do Brasil – AJUFE, entidade de âmbito nacional da magistratura federal, vem a público manifestar sua veemente discordância em relação à afirmação feita pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, que, ao participar de sabatina promovida pelo jornal “Folha de S. Paulo”, disse que, ao ser decretada, pela segunda vez, a prisão do banqueiro Daniel Dantas, houve uma tentativa de desmoralizar-se o Supremo Tribunal Federal e que (sic) “houve uma reunião de juízes que intimidaram os desembargadores a não conceder habeas corpus”.

Conquanto se reconheça ao ministro o direito de expressar livremente sua opinião, essas afirmações são desrespeitosas aos juízes de primeiro grau de São Paulo, aos desembargadores do Tribunal Regional Federal da Terceira Região e também a um ministro do Supremo Tribunal Federal.

Com efeito, é imperioso lembrar que, ao julgar o habeas corpus impetrado no Supremo Tribunal Federal em favor do banqueiro Daniel Dantas, um dos membros dessa Corte, o ministro Marco Aurélio, negou a ordem, reconhecendo a existência de fundamento para a decretação da prisão. Não se pode dizer que, ao assim decidir, esse ministro, um dos mais antigos da Corte, o tenha feito para desmoralizá-la. Portanto, rejeita-se com veemência essa lamentável afirmação.

No que toca à afirmação de que juízes se reuniram e intimidaram desembargadores a não conceder habeas corpus, a afirmação não só é desrespeitosa, mas também ofensiva. Em primeiro lugar porque atribui a juízes um poder que não possuem, o de intimidar membros de tribunal. Em segundo lugar porque diminui a capacidade de discernimento dos membros do tribunal, que estariam sujeitos a (sic) “intimidação” por parte de juízes.

Não se sabe como o ministro teria tido conhecimento de qualquer reunião, mas sem dúvida alguma está ele novamente sendo veículo de maledicências. Não é esta a hora para tratar do tema da reunião, mas em nenhum momento, repita-se, em nenhum momento, qualquer juiz tentou intimidar qualquer desembargador. É leviano afirmar o contrário.

Se o ministro reconhece, como o fez ao ser sabatinado, que suas manifestações servem de orientação em razão de seu papel político e institucional de presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, deve reconhecer também que suas afirmações devem ser feitas com a máxima responsabilidade.

Brasília, 24 de março de 2009.
Fernando Cesar Baptista de Mattos

Presidente da AJUFE

Pax disse...

Acho que não vão me dar um ministério, sento o pau na corrupção do PT tanto quanto no DEM do Chesterton.

Mr X disse...

O que muita gente não parece entender é que não há novas acusações contra a Eliana, é o mesmo caso de 2005.

Pra mim, é perseguição e ódio porque ela é empresária rica e não deputada.

Empresário não pode. Pra enriquecer ilicitamente, tem que ser político.

Ou como diz um comentarista na notícia da Folha:

Sem entrar no mérito da condenação, vejo aí o uso de pesos e medidas diferentes para diferente pessoas com diferentes crimes. Qual dos envolvidos nos escândalos do Governo Federal recebeu pena semelhante? Porque não se averigua o enriquecimento rápido de importantes figuras da República? Porque é o símbolo do Capitalismo e do consumismo desenfreado punido com tal rigor e o símbolo da corrupção, do compadrio, da proteção de companheiros é tratado com o passar de mão na cabeça? Porque o dolo na dona da Daslu e o "alopramento" dos que comeram o melado pela primeira vez?
A justiça é cega?


O Brasil não é um país capitalista, o Brasil odeia o capitalismo, o Brasil é um país feudal. Brasileiro gosta de aristocracia.

Chesterton disse...

Mr X , o cara que enriquece nos eua é "bem-visto" pela comunidade, o que já ajuda bastante, né?

marcelo augusto disse...

Não Marcelo Augusto, eu quero que bandidos entrem na cadeia pelos motivos certos, senão qualquer advogado de porta de cadeia tira o bandido...como aconteceu com a Tranqueira Eliana. Precisa desenhar?

Chesterton, considero muito nobre isso que vai acima, a questão que coloco é a seguinte: Estaria o pessoal à direita do espectro ideológico disposto a colocar na cadeia também os seus bandidos? Ou eles querem apenas que os bandidos da esquerda entrem em cana?

Se a última alternativa for a selecionada, então, um cara de direita não tem embasamento moral nenhum para reclamar de um esquerdista mensaleiro que tira o do seu "cumpanheiru" da reta.

Sendo bem honesto, eu tenho cá minhas desconfianças de que o pessoal de direita e de esquerda, no Brasil, são todos farinha do mesmo saco.

----------------------------

Apenas esclarecendo, não considero que os problemas sejam todos causados pelas elites. Longe de mim pensar de maneira tão rasa. Apenas uma observação: Boa parte das decisões, que afetará a vida do cidadão comum, passa pelo crivo das pessoas que tomam essas decisões e daquelas pessoas que dão algum direcionamento nessas decisões.

É uma grande lástima que as famílias endinheiradas do Brasil não façam investimentos em universidades, escolas, bibliotecas, hospitais, centros culturais... enfim, em locais que proporcionem oportunidades de auto-melhoria pessoal e profissional. São exatamente locais como esses que evitariam termos os bolsismos petistas tão em voga na atualidade.

Acho que nem sairia tão caro assim bancar um curso universitário ou, pelo menos, uma biblioteca setorial de algum curso desse tipo. Devem haver guarda-roupas de senhoras ricaças que custaram muito mais caro do que a construção da maioria das bibliotecas das federais brasileiras.

Apenas um adendo: Há, sim, uma instituição de pesquisa bancada com dinheiro doado por uma família ricaça.

Tiro o chapéu e aplaudo a família Safra pela belíssima iniciativa. Que sirva de exemplo às demais famílias. Parabéns!

Mr X disse...

Só tem uma coisa, quem disse que a Tranchesi é de "direita"? Rico é sempre de direita? Não me parece, vide a família Salles, e outros. Acho que tem mais "comunista" entre a elite do que entre o povão. (Comunista com o dinheiro dos outros, é claro, mas existe outro tipo?)

E digo mais: a culpa de tudo é do Pax, esse capitalista latifundiário loiro de olhos azuis! :-((((

Chesterton disse...

Estaria o pessoal à direita do espectro ideológico disposto a colocar na cadeia também os seus bandidos?

chest- Marcelo, entenda bem, a direita não tem "seus bandidos", a esquerda tem e os defende com unhas e dentes. Eu acho que deve reinar o imperio da lei. Quem descumpre a lei é criminoso independente se tem grana, se é preto, se está no PSDB ou no PC do B. Agora, importante, TODOS tem o direito a um processo legal. SE no final ele for condenado...cana. É difícil compreender isso?

Chesterton disse...

Sim, os socialistas fabianos são ótimos para combinar dinheiro herdado com ideias tenebrosas de esquerda.

marcelo augusto disse...

Isso aqui é de uma ingenuidade política sem tamanho, parece até que saiu da cabeça maluca de um desses assíduos membros de DCE (Diretório Central dos Estudantes) de uma federal brasileira qualquer:

chest- Marcelo, entenda bem, a direita não tem "seus bandidos", a esquerda tem e os defende com unhas e dentes.

Sem comentários...

Agora, importante, TODOS tem o direito a um processo legal. SE no final ele for condenado...cana. É difícil compreender isso?

Muito nobre tal atitude. Resta saber se, na prática, seria válida para todos, de fato. Minha opinião: No Brasil, sempre haveria aqueles para salvar os seus bandidos e tentar prender os bandidos dos outros.

marcelo augusto disse...

Só tem uma coisa, quem disse que a Tranchesi é de "direita"?

Hehehe! Essa é boa: Dondoca quarentona se posicionando no espectro ideológico! No máximo, o que essas mulheres sabem fazer é dar em cima de homem que tem dinheiro, ou, então, falar de roupas, homens, bolsas e sapatos. :)

Chesterton disse...

Marcelo, sim, e daí. Quem disse que para os conservadores contrabandista é "colega"? Quem são os clientes dela? Gente que faturou com a corrupção contra o estado e não ganhou o dinheiro suando. Quem domina o estado há 20 anos?

Stefano disse...

Concordo com o M. Augusto sobre as elites brasileiras, tão ordinárias quanto a plebe circunstante.
(Exs: Elite política: PTMDB; Elite Financeira: Daniel Dantas; Cultural: Paulo Coelho. Não há 1°mundo que agüente.)

marcelo augusto disse...

Uma outra coisa que me passa pela cabeça é que no Brasil os impostos são muito elevados, daí que um ricaço deve pensar: "Cacete, eu já pago imposto pra caramba e ainda vou ter que 'contribuir com a sociedade que me ajudou a ficar rico'? Uma ova!!". Maaaaasss, nos países desenvolvidos os impostos também são elevados. E lá, há ricaços que, mesmo pagando muitos impostos, investem na comunidade que os rodeia.

No Brasil há 84 impostos. Só no ano passado, os cidadãos comuns pagaram mais de R$ 1.000.000.000.000,00 -- isso mesmo, um trilhão de reais -- apenas de impostos!

Um trilhão de reais deve girar em torno de um terço de todo o produto interno bruto brasileiro em 2008, ou seja, é como se o cidadão trabalhasse quatro meses apenas para pagar impostos! Minha nossa! Quatro meses são 120 dias de trabalho apenas para transferir dinheiro para as mãos do corrupto governo brasileiro. E o que os políticos fazem com esse dinheiro? Os esquemas de corrupção de sempre; os bolsismos; os apadrinhamentos; os cargos fantasmas; os desvios de verbas; até mesmo as garotas de programa e as amantes dos políticos são pagas com esse dinheiro.

O imposto é um troço estranho: É um dinheiro cobrado em cima de uma coisa que não existe. Por exemplo, peguem a bike de U$ 500,00 do Mr. X. Os custos de produção (mão-de-obra, custos com equipamentos e etc) mais o lucro do fabricante, deve ser em torno de uns U$ 250,00 a U$ 300,00. Mas, aí, cobram-se mais U$ 200,00 de impostos. Cobraram-se U$ 200,00 por algo que não foi fabricado; por algo que não está ao longo do processo de fabricação da bicicleta. U$ 200,00 dados de mão beijada para o governo. É um dinheiro tomado diretamente da mão do cidadão para o estado e sabe-se lá como este usará tal dinheiro.

Sim, eu sou contra a cobrança abusiva de impostos. Considero que o dinheiro tem que ficar na mão do cidadão, afinal de contas, ninguém seria idiota o bastante para roubar o próprio dinheiro.

Mr X disse...

Pois é, mas o Pax quer aumentar imposto pra financiar projetos sociais...

Eu concordo com o Marcelo Augusto, acho que quanto menos imposto melhor, por duas razões muito simples:

a) É menos dinheiro na mão do Estado.

b) É mais dinheiro no bolso do cidadão.

No fim das contas é uma questão de decisão, quem decide melhor o que fazer com o próprio dinheiro, o cidadão, ou o Estado?

Acho que a resposta, ao menos no Brasil, é bastante lógica.

marcelo augusto disse...

Fiz um cálculo curioso aqui.

Dividi a quantidade de impostos pagos pelos brasileiros pelo tamanho atual da população, eis o resultado: 5263,15789!

Isso significa que, em média, cada brasileiro pagou em 2008 mais de
R$ 5260,00 para o governo brasileiro! São mais de 10 salários mínimos dados de mão beijada para os políticos.

É um dinheiro que, se ficasse nas mãos do cidadão comum, poderiam ser investidos em coisas bem melhores, sem dizer que os preços de muitas mercadorias iria cair bastante -- por exemplo, 70% do preço de um computador correspodem apenas a impostos, ou seja, um computador de R$ 1000,00 sairia por meros R$ 300,00!

Cruel isso e o mais tosco de tudo é ter que aturar aqueles dinossauros "marxistas*" que vêm dizer que os problemas do mundo são causados pelo capitalismo. Eu concordo que os problemas, sobretudo os econômicos, do Brasil sejam causados não pelo capitalismo, mas, sim, pela falta dele.

*As aspas são apenas para dar ênfase que a maioria daqueles que se declaram marxistas nunca leram Karl Marx, que é uma leitura que exige bastante disciplina e rigor, dado que não se trata de leitura fácil.

marcelo augusto disse...

Sobre a elite brasileira e sua falta de investimentos em projetos que atendam à comunidade em geral, concordo com o que li no blog do Fábio Marton quando ele afirmou ser a elite brasileira pré-iluminista e proto-burguesa (ou proto-iluminista e pré-burguesa).

Aliás, até me nego a chamar nossa elite brazuca de burguesa, afinal de contas seria muita injustiça com um estrato social que trouxe ao mundo uma inteligência do quilate da de um Voltaire ou um Diderot, sem dizer que patrocinou algumas e/ou esteve presente na maioria das descobertas científicas do século XVIII.

Chesterton disse...

MA, rico nem sente o imposto que paga, pois as emrpesas dele pagam para ele. Os impsotos pesam na cabeça dos pobres e remediados.

Pax disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pax disse...

Mr X me acusando pra todo lado. É um bom sinal, indicação que a conduta está gerando alguma reação no paciente.

Não quero aumentar impostos. Vou repetir pra você entender, Mr X: NÃO QUERO AUMENTAR IMPOSTOS.

Quero que parem de roubar (R$ 200 bi ano ou mais), que saibam gastar de forma correta o que arrecadam e que foquem onde vai dar resultado: Escola.

É simples o que quero. Se você fizer um enorme esforço, coloca numa planilha excel, tira a integral tripla da derivada da sacanagem geral, que SOBRA dinheiro, Mr X, seu periscópio descalibrado.

E vá logo me mostrando as Notas Fiscais dessa bike de 5.000 dólares. Pode "scannear" e postar, senão vou chamar o de Sanctis, o Juiz que será frito em azeite quente, pra confiscar.

Stefano disse...

Para ilustrar o papo, aqui vai um trecho de uma entrevista de 1979 com Milton Friedman. Seu interlocutor estava muito sensibilizado com a 'ganância dos que tanto têm em detrimento dos que nada têm' e babaquices do gênero, e o bom velhinho explicou-lhe que não é bem assim...

http://www.youtube.com/watch?v=p31-xQ2Rrz4&eurl=http%3A%2F%2Ftherealrevo.com%2Fblog%2F&feature=player_embedded

Pax disse...

Mr X pego de calças curtas em suas afirmações pouco críveis:

Aqui uma declaração de uma brasileira moradora na Inglaterra:

"Sistema de saude nao se paga nada, voce tem seu medico de familia e se for prescrito um remedio se paga £7.10 por cada remedio - isso dependendo da sua renda, com renda abaixo de um certo valor nao se paga nada.
Crianca/adolescente nao paga medico, remedio, oculista, oculos, dentista ( meus dois filhos fazem tratamento ortodontico e nao pago e nem paguei nada nunca ). E os idosos tambem nao pagam nada.

Portanto, sistema de saude esta longe da perfeicao, mas se pensarmos que TODOS tem acesso independente da sua situacao economica."

Chesterton disse...

conheço uma montanha de brasileiros que moram na Inglaterra e tem UNIMED, vem se tratar aqui porque lá não tem acesso a especialistas. Os ingleses que se formamem medicina migram para os EUA, o SUS ingles contrata indianos (que tb não esquentam a cadeira).

Gunnar disse...

Eu jamais sentiria inveja de qualquer mané em qualquer carro, aliás, eu ultrapasso carro em subida.

Não troco minha pisteira por uma limusine cheia de puta, dou é risada desses coitados em suas bolhas, presos no engarrafamento, olhando pelo vidro escurecido a vida (e o ciclista) passando lá fora.

Gunnar disse...

Aliás, quer uma dica pra ficar fera em subida? Monta logo uma roda-fixa e deixa o bananão de limusine comendo poeira!

Mr X disse...

:-)

Anônimo disse...

cxhyducuiwfio qyuihgdgikbfcxdrtyuioeyiip0-