quarta-feira, 2 de julho de 2008

Terror, inc.

Com a criatividade macabra que lhes é conhecida, os terroristas palestinos inovam, agora atacando com um bulldozer. Três mortos e dezenas de feridos, inclusive um bebê (sua mãe morreu) na colisão proposital com um ônibus e outros veículos.

O terrorista era um "palestino" com direito de residência em Jerusalém. Trabalhava em uma construção. É o segundo ataque recente de um "insider", o outro foi o do árabe que matou os cinco adolescentes na escola religiosa.

Tais terroristas talvez achem que estejam ajudando a causa de seus irmãos, mas na realidade o efeito imediato será de piorar a vida dos árabes e "palestinos" (escrevo a palavra entre aspas pois historicamente não existe nenhum povo "palestino").

Após o ataque à escola, muitos árabes que trabalhavam em Israel perderam o seu emprego. Após este segundo ataque, é natural supor que cada vez menos árabes serão contratados, que os controles em Gaza se intensificarão, e que a tendência será de uma desconfiança cada vez maior dos árabes em geral.

Paz? Qual paz, cara pálida?

2 comentários:

chest disse...

são uns fdp.

Mr X disse...

Mas sempre tem algum esquerdista que justifica e até apóia, pode apostar.