sábado, 1 de novembro de 2008

A esperança não era a última a morrer?

Esta é impagável.
Barack Obama e seus estrategistas estão estudando planos para baixar as expectativas de sua presidência assim que ele ganhar as próximas eleições, preocupados com a idéia que muitos de seus eufóricos votantes estejam criando esperanças irreais daquilo que pode ser efetivamente conseguido.
Eh eh eh. Obama está assassinando a esperança. Bem que ele poderia mudar o slogan de "Change you can believe in" para "Calma aí pessoal, não é bem assim".

Aliás, fizeram um estudo no outro dia sobre a cobertura das eleições pela mídia americana. O resultado:

MSNBC
14% notícias negativas sobre Obama
74% notícias negativas sobre McCain
43% notícias positivas sobre Obama
10% notícias positivas sobre McCain

CNN
39% notícias negativas sobre Obama
61% notícias negativas sobre McCain
36% notícias positivas sobre Obama
13% notícias positivas sobre McCain

FOX NEWS
40% notícias negativas sobre Obama
40% notícias negativas sobre McCain
25% notícias positivas sobre Obama
22% notícias positivas sobre McCain.

A Fox News nem é tão republicana assim, as outras emissoras é que são Obamistas demais. O estudo, aqui.

Ah, e em outra pesquisa relacionada, 49% dos americanos acham que a mídia é pró- Obama. Ué!

3 comentários:

chest disse...

hilário...

chesterton disse...

com essa o PD não contava, os eleitores de Obama não são sofisticados.

a moça do domingo* disse...

ah,tomara logo o fim dessa novela! o the economist tbm deve estar de saco cheio,que ja deu até a competiçao por encerrada :

http://www.economist.com/world/unitedstates/displayStory.cfm?story_id=12516666&source=features_box_main