sábado, 29 de novembro de 2008

O fim da responsabilidade individual

Durante as compras da tradicional Black Friday (dia posterior ao Dia de Ação de Graças, em que as lojas fazem ofertas especiais), um funcionário da Wal-Mart morreu atropelado pela multidão ensandecida ao abrir as portas da loja.

Pouco depois, assisti a um debate na TV em que uma jornalista argumentava que a Wal-Mart deveria ser processada pelo incidente.

Até então, eu achava que o mal de "culpar a vítima" ou "culpar a sociedade" era típico apenas da esquerda organizada. Acreditava que certos retardados que comentam no Weblog do PD (e o próprio Pedro Doria, até certo ponto), os quais correram para justificar os atentados de Mumbai apontando o dedo para o "terrorismo hindu", para o sistema de castas, para o Bush, para a "segregação dos muçulmanos", para Kashmir - enfim, culpando tudo e todos, menos os assassinos que perpetraram o massacre - eram assim apenas devido ao alto teor de marxismo instilado em seus diminutos cérebros.

Mas a coisa é mais grave. Vai além de direita e esquerda: representa uma degradação moral inusitada, uma crise de valores jamais vista desde a queda do Império Romano.

Eis, por exemplo, o que disseram alguns internautas ao comentar a notícia sobre a morte do funcionário:
“Its because the eonomy is so bad under BUSH that this happened!!! Folks been held down so long that they got no money to spend to by their Christmas presence be cause of BUSH!!! He need to resign NOW and let Barack take over so this tragady don’t happen again!!"

"Walmart should be held liable for allowing this to take place; Walmart is nothing more than a GreedWhore company that treats its employees like garbage."

"The media is partly responsible for this savage behaviour. They try to make people feel guilty for not supporting the economy and to brainwash the public that you must get out there and buy buy buy."
Um culpa o Bush, o outro a Walmart, o outro a mídia. Trata-se de retardados, é claro. Mas são reflexo dos tempos atuais. A própria jornalista sugerindo um processo à Wal-Mart faz parte do mesmo processo de idiotização ocidental.

No outro dia, um casal inglês foi de férias em uma excursão ao Caribe; na viagem, uma cadeira de plástico quebrou e o marido teve uma luxação no braço. Processaram a agência de viagens. Ganharam.

Não duvide se em Mumbai alguém não processar os hotéis, que "não zelaram suficientemente pela segurança dos hóspedes."

Vivemos em tempos em que ninguém mais aceita a responsabilidade individual ou mesmo a idéia de que coisas ruins possam acontecer. Terroristas, criminosos, ladrões, compradores ensandecidos: ninguém tem ação própria nem é culpado pelos seus crimes. É tudo culpa "do sistema", "da sociedade injusta", do "abuso na infância", da "pobreza", da "humilhação das minorias", das "corporações".

Está ouvindo esse barulho? É a civilização desmoronando lentamente.

9 comentários:

markus disse...

Na lata, Mr
parabens pelo post

Raquel disse...

Mr. X,
eu estou ouvindo esse barulho... são os bárbaros, não atravessando o rio, mas entrando em meu apartamento com todos os tipos de sons e fúria...

chesterton disse...

good job, como eu disse no inicio, seu blog já está ganhando asas. Espero ser reconhecido como colaborador quando ele for famoso.

Pax disse...

Eu também!

Sou o único que diz pro Mr X que ele precisa de tratamento.

Mr X disse...

:-)

Didi Iashin disse...

É só dar uma olhadinha no site do Stella Awards.
Ninguém é culpado das m**** que faz. O culpado é sempre o outro.
Assim, fica bastante fácil. Só que o Homem lá em cima não é politicamente correto.

Ozéas disse...

Por Indicação do Nemerson Lavoura, do Blog Resistência , dei uma passadapor aqui para conhecer.
Parabéns pelo Blog, muito bom mesmo.
Abç

Aluizio Amorim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leticia disse...

Adorei seu post e concordo com tudo-tudinho. Mas vim pra cá induzida! A culpa toda é do Némerson, que te linkou!