domingo, 30 de março de 2008

Jiu-jitsu e pilates

Visto lá no Diogo Mainardi:

O jiu-jítsu – assim como as outras artes marciais – tem um óbvio componente de direita. O princípio é simples: a humanidade pode ser muito hostil, e cada um de nós tem de aprender a se defender sozinho, sem confiar na benevolência alheia ou na do estado. O pit-boy Mamet levou o ensinamento até o fim. Entrou no octágono da política e saiu batendo com a direita.

Se o jiu-jítsu é de direita, o pilates só pode ser de esquerda. Dilma Rousseff, a Miss Pacderme, emagreceu doze quilos com o pilates. No pilates, você não se esforça – é o aparelho que faz tudo por você. Nada pode ser mais genuinamente esquerdista do que isso. É a idéia de que sempre há uma estrutura capaz de resolver todos os empecilhos.

3 comentários:

Kct disse...

A história do Joseph Pilates é bem legal. Merecia um post aqui no seu no Blog!
Fica aqui a sugestão:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pilates
;o)

Mr X disse...

Bacana, kct! Valeu pela dica.

Octavio disse...

Mr. X

Cara, ser você realmente acha que não se faz força no Pilates, cê devia fazer uma aula experimental...
Sou Instrutor de Pilates e praticante de Jiu-Jitsu. As duas atividades se complementam de maneira excelente, pois o Pilates dá ao atleta força, flexibilidade e resisitência muscular ao mesmo tempo...