terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Música e literatura (Pausa para reflexão)

A pianista Clara Haskil é considerada por muitos críticos como a melhor intérprete de Mozart.

Romena filha de judeus sefarditas, viveu grande parte de sua vida em Paris, onde foi estudar música e acabou ficando. Em 1942, com a ocupação dos nazistas, emigrou para a Suiça, mas retornou após a guerra.

De caráter reservado, não gostava demasiado de de exibir no palco, e durante toda a vida teve problemas de saúde. Apesar do talento, viveu modestamente, tendo apenas no final de sua vida conseguido viver exclusivamente dos concertos e gravações.

Teve a sorte, no entanto, de contar com a ajuda de patronos das artes, como a Princesa de Polignac, Winaretta Singer, cuja vida daria um romance: filha do inventor da máquina de costura Singer, Issac Singer, nasceu em New York, viveu em Londres e finalmente instalou-se em Paris. Realizou um casamento de fachada com o nobre Edmonde de Polignac, em acordo beneficial a ambos: ele era homossexual e arruinado financeiramente, ela lésbica e riquíssima.

Entre os convidados aos salões da Princesa de Polignac encontrava-se - naturellement! - o escritor Marcel Proust, que publicou em 1903 uma nota sobre o salão dos Polignac na revista Figaro, e que possivelmente se inspirou no casal para compor algumas páginas de "Sodoma e Gomorra".

E, para fechar o círculo, um dos compositores preferidos de Proust era... Mozart.

2 comentários:

Super Bock disse...

Está a decorrer o 1º Super Bock Super Blog Awards, uma iniciativa que já conta com mais de 2.000 Blogs

inscritos. Não percas a oportunidade de ganhar 3.000 Euros em prémios e ver o teu Blog reconhecido como o

melhor na sua categoria ou mesmo como o melhor Blog da Blogosfera Portuguesa.

Sabe tudo em:
Super Bock Super Blog Awards 2007

Super Bock

Mr X disse...

Eba! Meu primeiro spam... :-/