terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Falso bispo quer censurar a Internet

Mais um episódio de censura à Internet no Brasil, um hábito que está virando realmente preocupante:

SÃO PAULO - O site Google Brasil foi condenado a tirar do ar as comunidades do Orkut que fazem ofensas ao fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Rede Record, Edir Macedo. A determinação, de 13 de dezembro, mas só divulgada agora, é do juiz Leandro de Paula Martins Constant, da 34 Vara Cível de São Paulo. Em caso de desobediência, o juiz impôs multa diária de R$ 1 mil para cada página com ofensas.
Não sou especialista no tema, mas acredito que Dante colocaria o ¨bispo¨ no oitavo círculo do Inferno, junto com os hipócritas e os conselheiros fraudulentos.

No mais, é inútil. Por mais que tentem censurar, não há como ter controle sobre toda a rede, e muito menos eliminar completamente o passado. Vídeos como este continuarão a pipocar aqui e ali:

3 comentários:

Kct disse...

Eu tenho visto com uma certa frequencia imagens de cartomantes ou falsos curandeiros sendo presos no noticiário. Talvez eu tenha perdido algo ao longo do caminho, mas afinal, o que aconteceu que em nada deu essa matéria do JN?

Mr X disse...

Pois é, na época podia adiantar, acho que hoje o Macedo tem grana demais e demasiados políticos e juízes amigos pra ter problemas com a "Lei"... ;)

Hugo Albuquerque disse...

Mr.X,
Aliás,valia a pena colocar a "entrevista" que o PHA fez com o Edir Macedo recentemente.