terça-feira, 2 de setembro de 2008

O aborto e a caixa de Pandora


Já escrevi algumas vezes anotações meio contra o aborto, e a comentarista "Pandora" discordou de mim, convencendo-me que nada é tão simples. Hoje, ao ler algumas reminiscências pessoais da neo-neocon referentes ao assunto, fiquei pensando que realmente pode ser simples para alguém que está de fora decidir de maneira dogmática (seja à esquerda, seja à direita) sobre o que fazer no caso de uma gravidez inesperada, mas que nada é tão simples assim para uma jovem adolescente angustiada e grávida (e nesse sentido a Bristol Palin teve a sorte de ter apoio e compreensão da família, nem sempre é o caso).

Talvez toda discussão sobre o aborto deveria partir dos seguintes pressupostos:

1. A vida, cientificamente, começa na concepção. Pode-se ser contra ou a favor do aborto, mas deve-se aceitar que se está terminando com a vida de um ser que, se não ocorresse o aborto, se transformaria em um bebê.

2. O aborto pode ser ou não ser legal, mas é traumático e de preferência não deve ser utilizado simplesmente como um método de controle de natalidade, havendo outros métodos à mão (da abstinência à camisinha, conforme a religião).

3. O feto é um ser vivo, que está dentro do corpo de uma mulher. Portanto, não é nem só "o corpo da mulher" que está em jogo como quer a esquerda, mas tampouco apenas "uma vida independente" como quer a direita religiosa. São as duas coisas, juntas e inseparáveis, e por isso é tão difícil discutir o tema.

6 comentários:

Rodrigo disse...

Ué Queijão

Você defende até tortura, tá preocupado com o quê, seu hipócrita?

Mr X disse...

Ricardão, é mesmo difícil discutir com você, você é mesmo monotemático, hein? Hoje o tema não é tortura, aproveite.

Pandora disse...

Mr X

Hoje concordo plenamente com você.
Traumático é o termo ideal e o assunto é realmente difícil de discutir.

Quando você lida com as mulheres e não com as estatísticas, acaba se envolvendo, pensando como foi (difícil) esta escolha para elas. Pensando como tudo poderia ter sido diferente...

De qualquer forma, fico feliz que você também compreendeu meu ponto de vista. Eu compreendo o teu.

Abs.

Mr X disse...

Tem razão, Pandora.
Eu (felizmente) não tenho nenhuma experiência direta com abortos, então discuto de modo assim abstrato.

Pandora disse...

Mr X

Lembrei de um vídeo de campanha interessante que gostaria de te mostrar.
As referências: IPAS e Mulheres de Olho)

Juro que agora mudo de assunto!
Abs.

http://www.youtube.com/watch?v=iGWW3M3s_t0&eurl=http://www.mulheresdeolho.org.br/?p=369

Anônimo disse...

Nice dispatch and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Gratefulness you seeking your information.