domingo, 7 de setembro de 2008

Poema do domingo


Tenho uma folha branca
e limpa à minha espera:
mudo convite

tenho uma cama branca
e limpa à minha espera:
mudo convite

tenho uma vida branca
e limpa à minha espera:




Ana Cristina César (1952-1983)

7 comentários:

Pandora disse...

Acho perfeito.

No momento deste poema, será que a vida parecia tão cheia de expectativas ou tão vazia para ela?

Mr X disse...

Considerando o jeito que ela terminou, acho que seja a segunda interpretação... :-/ Mas prefiro a primeira!

Gosto como a última linha do poema é em branco.

a moça* disse...

pour toi, chose...



http://www.youtube.com/watch?v=4L9-AvjsB6g

a moça* disse...

da uma vontade de dançar, tomando champagne e curtindo nos olhos...
nao vale falar mal da moça que canta, pq essa musica da o maior arrepio...



http://www.youtube.com/watch?v=eu7uPHtTJ4o&feature=related

Pax disse...

Duca a Amy !

quem seria essa tal de "a moça*"

Acho que gosto dela.*

Mr X disse...

Eu tbm.*

Ei, eu vi primeiro! *

Pax disse...

Sarta fora desengonçado. O que é do homem o Pax come.