sexta-feira, 26 de setembro de 2008

O mundo está ficando pior ou melhor?

Crise econômica no mundo. Ditadura teocrática maluca prometendo genocídio atômico de um outro país sem que ninguém faça nada. Estudantes matando outros estudantes em orgias de sangue em troca de quinze minutos de fama no Youtube.

O mundo está ficando pior ou melhor? Confesso que não sei. Às vezes me preocupo. E preferiria pensar que no passado tudo era mais simples.

E, no entanto, será que era mesmo? Setenta anos atrás ocorria o maior genocídio da História. Trinta anos atrás qualquer mal-entendido entre russos e americanos ameaçava explodir o mundo inteiro. Assasinos psicóticos sempre houveram. O mal sempre existiu, em toda a sua banalidade.

Por outro lado, a ciência, a tecnologia e a medicina nunca evoluíram tanto. A prosperidade espalhou-se pelo mundo. Não obstante os lamentos dos anti-capitalistas, radicais ecologistas, malucos socialistas, idiotas fundamentalistas e demais descontentes de plantão, a pobreza diminuiu muito nos últimos cem anos em todo o mundo. Há menos pobres e até menos desigualdade social. Maior longevidade e melhor qualidade de vida.

E, no entanto, nuvens cinzentas pairam (como sempre) no horizonte. E ninguém sabe bem o que vai acontecer.

O mundo está ficando pior ou melhor? Talvez esteja como sempre esteve.

6 comentários:

Pax disse...

trocar...

Assasinos psicóticos sempre houveram.

por

Assasinos psicóticos sempre houve.

de nada.

Diogo disse...

Assaz, assaSSinos.

Aliás, o maior genocídio da História é difícil definir.

Tantos foram mundo afora.

E a humanidade melhorou,graças aos descontentes de plantão, os inconformados e o contraponto - claro, dos que olham para frente.

Tem muito conformado fundamentalista que olha para o retrovisor.

Gunnar disse...

Acho o mundo, como um todo, continua (e continuará) sempre a mesma porcaria... melhor e pior é o que cada um faz na sua vida.

a moça com saudade* disse...

também acho ! :))

chose,ta viajando ? fala...

chest disse...

tá melhorando, e muuuuitiiiiio. Apesar das tentativas de islâmicos, índios e comuno-vegetarianos em geral de nos levar de volta a idade do bronze.

Mr X disse...

Odeio o verbo haver impessoal. :-(