segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Negros e judeus

O racismo não é exclusivo de brancos contra pretos. Todas as raças ou etnias podem ser odiadas umas pelas outras. Em certos países da África, os albinos são desprezados e inclusive chegam a ser queimados vivos, acusados de ter origem diabólica.

Mas há dois grupos que historicamente são os que mais sofrem com o preconceito e são vítimas de um ódio que não é demonstrado com a mesma intensidade contra nenhum outro: refiro-me aos negros e aos judeus.

O anti-semitismo, ou ódio aos judeus, tem origens muito antigas. Sendo um ódio irracional, não é possível explicá-lo racionalmente. Uma das teorias mais interessantes a respeito afirma que trata-se de um caso de "angústia da influência": sendo o judaísmo a religião que deu origem tanto ao cristianismo quanto ao islamismo, a origem do ódio aos judeus estaria nessa rivalidade religiosa pelas religiões posteriores: em suma, o natural ódio do filho contra o pai. Observem que a maioria da perseguição aos judeus ao longo da história (e ainda hoje) foi realizada justamente por cristãos e muçulmanos; enquanto que casos de anti-semitismo entre hindus, budistas e outros seguidores de religiões não-monoteístas são muito mais raros.

Mas não é apenas isso: o povo judeu, que sempre incentivou a cultura, a moral e o trabalho, sempre se destacou nas mais variadas áreas do conhecimento e, por que não, na acumulação de riquezas pessoais. Muito do ódio aos judeus (e ao bem-sucedido estado de Israel) tem origem pura e simplesmente na inveja dos fracassados. Sendo, ainda, um povo numericamente reduzido, servem também de ótimo bode expiatório quando as coisas começam a ir mal.

O ódio aos negros, no entanto, tem um caráter diverso. O anti-semitismo, como vimos, pode ser o resultado da inveja. Mas ninguém tem inveja dos negros, que na maioria dos países, salvo exceções, costumam ocupar as camadas mais baixas da sociedade. Portanto o ódio aos negros é um ódio superficial, causado apenas pela "estranheza" da cor de sua pele e pela sua associação com o crime, a pobreza ou a violência.

Curiosamente, na cultura pop americana, os próprios negros são hoje as maiores fontes criadoras de preconceito: a "cultura" do hip-hop é um festival de apologia ao crime, drogas, violência, ignorância e misoginia. Bill Cosby, famoso cômico negro americano, já comentou sobre o mal que os negros fazem a si mesmos ao estimular essa dita "cultura negra" em detrimento da cultura tradicional, que na verdade não é nem brance nem preta.

Décadas atrás, o sofrimento dos judeus ao longo da história era relacionado ao sofrimento dos negros: ambos, de fato, foram povos escravos ou que sofreram tentativas de extermínio. Por isso mesmo, os judeus estiveram muito presentes apoiando o movimento pelos direitos civis dos negros nos anos sessenta; e, inversamente, Martin Luther King condenou o anti-semitismo e negros como Sammy Davis Jr. converteram-se ao judaísmo justamente por causa dessa associação entre o sofrimento do povo negro e do povo judeu.

Hoje, naturalmente, tudo mudou. Enquanto a maioria dos judeus é Democrata e vota em Obama, a recíproca não é verdadeira: o anti-semitismo é cada vez mais pervasivo entre os negros, graças a figuras como Louis Farrakhan (da Nação do Islã) e o pastor Jeremiah Wright, o (já esquecido pela mídia) mentor do próprio Obama - figuras que pregam diariamente e abertamente o ódio ao povo judeu. Curiosamente, ou não, uma figura é ligada ao cristianismo (ou, mais exatamente, à teologia da libertação negra - a maioria dos verdadeiros cristãos americanos é pró-Israel) e a outra ao islamismo.

Se, como insinuam alguns, o povo americano é "racista" e odeia os negros, como é que se explica o sucesso de Obama? Acredito que, ao contrário da raça jogar em contra dele, joga a favor. Ninguém gosta de ser acusado de "racista", e o sucesso de Obama entre a elite branca explica-se também em parte por essa sua estrambótica origem multi-cultural e multi-racial (ou até pós-racial): filho de pai negro com mistura árabe e mãe branca, muçulmano na infância, nascido no Quênia e criado na Indonésia e, posteriormente, no Havaí. Se Obama tivesse as mesmas idéias que tem e fosse branco, pode apostar que não teria nem metade dos votos.

E assim, curiosamente, muito embora malucos adorem falar em "conspirações sionistas", os Estados Unidos da América terão um presidente negro muito antes de ter um presidente judeu.

Ah, e antes que me esqueça: existem também, é claro, judeus negros (ou negros judeus):

14 comentários:

chest disse...

Pax, não era você que queria um blog conservador relevante? Então, aqui temos.

marcelo augusto disse...

Somos todos físico-quimicamente iguais.

Mr X disse...

Sim, e somos todos iguais perante a lei. Ou devíamos ser.

marcelo augusto disse...

Isso depende de quanto dinheiro o indivíduo tem no bolso. Ainda mais se o indivíduo for cidadão de uma republiqueta de bananas.

a moça querendo viajar* disse...

pode crer....

Anônimo disse...

REVOLUÇÃO QUILOMBOLIVARIANA!1
Viva Zumbi! Viva Che!Viva Hugo Chávez! Feliz 2010!
Conscientização!Justiça !Prosperidade! Solidariedade!
Fraternidade!Amor! Paz! Socialismo Quilombolivariano!
Ao Nosso Povo! Viva Brasil! Venceremos Feliz 2010!

Manifesto em solidariedade, liberdade e desenvolvimento dos povos afro-ameríndio latinos, no dia 01 de maio dia do trabalhador foi lançado o manifesto da Revolução Quilombolivariana fruto de inúmeras discussões que questionavam a situação dos negros, índios da América Latina, que apesar de estarmos no 3º milênio em pleno avanço tecnológico, o nosso coletivo se encontra a margem e marginalizados de todos de todos os benefícios da sociedade capitalista euro-americano, que em pese que esse grupo de países a pirâmide do topo da sociedade mundial e que ditam o que e certo e o que é errado, determinando as linhas de comportamento dos povos comandando pelo imperialismo norte-americano, que decide quem é do bem e quem do mal, quem é aliado e quem é inimigo, sendo que essas diretrizes da colonização do 3º Mundo, Ásia, África e em nosso caso América Latina, tendo como exemplo o nosso Brasil, que alias é uma força de expressão, pois quem nos domina é a elite associada à elite mundial, é de conhecimento que no Brasil que hoje nos temos mais de 30 bilionários, sendo que a alguns destes dessas fortunas foram formadas como um passe de mágica em menos de trinta anos, e até casos de em menos de 10 anos, sendo que algumas dessas fortunas vieram do tempo da escravidão, e outras pessoas que fugidas do nazismo que vieram para cá sem nada, e hoje são donos deste país, ocupando posições estratégicas na sociedade civil e pública, tomando para si todos os canais de comunicação uma das mais perversas mediáticas do Mundo. A exclusão dos negros e a usurpação das terras indígenas criaram-se mais e 100 milhões de brasileiros sendo este afro-ameríndio descendente vivendo num patamar de escravidão, vivendo no desemprego e no subemprego com um dos piores salários mínimos do Mundo, e milhões vivendo abaixo da linha de pobreza, sendo as maiores vitimas da violência social, o sucateamento da saúde publica e o péssimo sistema de ensino, onde milhões de alunos tem dificuldades de uma simples soma ou leitura, dando argumentos demagógicos de sustentação a vários políticos que o problema do Brasil e a educação, sendo que na realidade o problema do Brasil são as péssimas condições de vida das dezenas de milhões dos excluídos e alienados pelo sistema capitalista oligárquico que faz da elite do Brasil tão poderosas quantos as do 1º Mundo. É inadmissível o salário dos professores, dos assistentes de saúde, até mesmo da policia e os trabalhadores de uma forma geral, vemos o surrealismo de dezenas de salários pagos pelos sistemas de televisão Globo, SBT e outros aos seus artistas, jornalistas, apresentadores e diretores e etc. Movimento Revolucionário Socialista QUILOMBOLIVARIANO
vivachavezviva.blogspot.com/
quilombonnq@bol.com.br
Organização Negra Nacional Quilombo
O.N.N.Q. Brasil .Fundação 20/11/1970
Por Secretário Geral Antonio Jesus Silva

Anônimo disse...

REVOLUÇÃO QUILOMBOLIVARIANA! 2

Manifesto da Revolução Quilombolivariana vem ocupar os nossos direito e anseios com os movimentos negros afro-ameríndios e simpatizantes para a grande tomada da conscientização que este país e os países irmãos não podem mais viver no inferno, sustentando o paraíso da elite dominante este manifesto Quilombolivariano é a unificação e redenção dos ideais do grande líder Zumbi do Quilombo dos Palmares a 1º Republica feita por negros e índios iguais, sentimento este do grande líder libertador e construídor Simon Bolívar que em sua luta de liberdade e justiça das Américas se tornou um mártir vivo dentro desses ideais e princípios vamos lutar pelos nossos direitos e resgatar as histórias dos nossos heróis mártires como Che Guevara, o Gigante Oswaldão líder da Guerrilha do Araguaia. São dezenas de histórias que o Imperialismo e Ditadura esconderam. Há mais de 160 anos houve o Massacre de Porongos os lanceiros negros da Farroupilha o que aconteceu com as mulheres da praça de 1º de maio? O que aconteceu com diversos povos indígenas da nossa América Latina, o que aconteceu com tantos homens e mulheres que foram martirizados, por desejarem liberdade e justiça? Existem muitas barreiras uma ocultas e outras declaradamente que nos excluem dos conhecimentos gerais infelizmente o negro brasileiro não conhece a riqueza cultural social de um irmão Colombiano, Uruguaio, Argentina, Boliviana, Peruana, Venezuelano, Argentino, Porto-Riquenho ou Cubano. Há uma presença física e espiritual em nossa história os mesmos que nos cerceiam de nossos valores são os mesmos que atacam os estadistas Hugo Chávez e Evo Morales Ayma, não admitem que esses lideres de origem nativa e afro-descendente busquem e tomem a autonomia para seus iguais, são esses mesmos que no discriminam e que nos oprime de nossa liberdade de nossas expressões que não seculares, e sim milenares. Neste 1º de maio de diversas capitais e centenas de cidades e milhares de pessoas em sua maioria jovem afro-ameríndio descendente e simpatizante leram o manifesto Revolução Quilombolivariana e bradaram Vivas! a Simon Bolívar Viva! Zumbi!Tupac Amaru!Benkos BiojoS! Sepé Tiaraju Alicutan!Sabino! Elesbão!Cosme Bento! José Leonardo Chirinos !Antônio Ruiz,El Falucho! João Candido! Almirante Negro!Patrice Lumumba!Viva Che! Viva Martin Luther King!Malcolm X!Viva Oswaldão Viva! Mandela Viva!Luiz I.Lula da Silva, Viva! Chávez, Vivas! a Evo Ayma!Rafael Correa! Fernando Lugo!José Mujica(El Pepe)! Viva! a União dos Povos Latinos afro-ameríndios, Viva! 1º de maio, Viva! Os Trabalhadores do Brasil e de todos os povos irmanados.
Movimento Revolucionário Socialista QUILOMBOLIVARIANO
vivachavezviva.blogspot.com/
quilombonnq@bol.com.br
Organização Negra Nacional Quilombo
O.N.N.Q. Brasil .Fundação 20/11/1970
Por Secretário Geral Antonio Jesus Silva

Anônimo disse...

EU ODEIO JUDEU
JUDEU É UM POVO ARROGANTE
ELES QUE FORAM RESPONSAVEIS PELA MORTE DE JESUS CRISTO

PENA QUE ADOLF HITLER NÃO MATOU TODOS VOCES, UM DIA ISRAEL IRÁ CAIR E OS ISLAMICOS IRÃO DOMINAR O MUNDO

HEIL HITLER
UBER ALLES
TOTEN ALLEN JUDEN

PARTIDO COMUNISTA EXTREMISTA ANTI-SEMITA NEONAZISTA WHITE POWER DO BRASIL

Anônimo disse...

Não li essa baboseira li???
Tá, é de 2008...Espero que tenha melhorado as suas idéias. O seu texto é um clone dos textos que podemos ler na grande mídia de esquerda. Logo depois tem comentários ridículos, clichês entoados ''para atingir o nirvana'' politicamente judaico.
Os judeus sempre foram perseguidos, mas pq??
Todos os outros povos eram malvadões e os judeus bonzinhos?? ooooohhh, que lindo!!!
As pessoas são racistas a toa?? do nada todos nós passamos a não gostar de negros...
Realmente pra mim não importa a raça, importa o caráter, mas algo me diz que é um pacote, um está entrelaçado ao outro.
As atitudes dos dois povos que reverberaram ao longo de toda a história o ódio dos hospedeiros.
Os judeus incentivam o trabalho, a cultura??????????
quem acha que incentivou, deu grana para hip hop, rapp, ''cultura'' negra??? quem??
meodeusdocéu, que bom que é de 2008, sugiro a vc que retire esse texto, vergonha é pouco#, vou xingar muito no twitter,rs.

Anônimo disse...

Ai gente quem e esse doido varrido que escreveu esse cometario tao idiota

Anônimo disse...

Ninguém odeia ninguém por nada! Impossível que esses judeus são sempre "bonzinhos"!

Anônimo disse...

Não acha que os tais judeus seja uma raça se e que existem outras raças humanas.apenas acho que e uma religião separatista

Anônimo disse...

Os judeus são chatos! Politicamente corretos, adoram defender bandido e imigrantes ilegais. pq esses idiotas não tomam conta da vida deles, ao invés de querer tentar mudar o mundo por "mais igualdade e menos intolerância"?? Corja idiota, adoram posar de eternas vítimas dos "malvados alemães e da raça branca". Ah vai tomar no cu! Chega de vitimismo.

Anônimo disse...

JUDEU RAÇA MALDITA!! OS JUDEUS NÃO INCENTIVAM TRABALHO PORRA NENHUMA! ELES INCENTIVAM A PROMISCUIDADE, AS DROGAS, A OCIOSIDADE, INCENTIVAM A DESVIRILIZAÇÃO(MAS SÓ DO HOMEM BRANCO, DO NEGRO QUE ESSA RAÇA IMUNDA E ENCARDIDA ADORA ELES NÃO QUEREM) E DEFENDEM IMIGRANTES ILEGAIS QUE SÓ TRAZEM VIOLÊNCIA E TRÁFICO DE DROGAS. JUDEUS IMUNDOS. RAÇA DE FILHO DA PUTA.