segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Distribuição de renda

Pequena fábula. Um sujeito estava sentado em um desses cafés com mesinhas na calçada; passou ao seu lado um mendigo pedindo trocado. O garçom, um jovem estudante que usava um adereço da campanha Obama na sua lapela, acabara de trazer a conta.

O cliente pagou a conta no valor exato e então disse ao jovem garçom, "olha só, não vou te dar a gorjeta, vou distribuir a renda e dá-la diretamente ao nosso amigo aqui". E, dito isso, deu o resto do dinheiro ao mendigo.

Inexplicavelmente, o garçom obamista ficou fulo da vida.

(Moral da história: "Distribuição de renda" é sempre com o dinheiro dos outros; talvez isso explique porque o conceito é tão popular na teoria, e tão pouco popular na prática.)

7 comentários:

marcelo augusto disse...

Mr. X, não creio que seja esse o teu conceito de distribuição de renda, ou, se for para melhorar o termo, tornar a riqueza menos concentrada.

Isso, obiviamente, não é distribuição de renda, ora, ora.

marcelo augusto disse...

*obviamente

Mr X disse...

Marcelo,
"Distribuição de riqueza" seria o termo mais exato, e o que Obama citou (spread the wealth). É tirar de A para dar a B de modo que A e B fiquem mais iguais.

Ronald W. disse...

Mr.X, eu li isso em ingles outro dia, e achei muito engracado... ;-)

Mr X disse...

Hehe. Olá RW!

Bella, A Menina. disse...

X,
"Distribuição de renda" é sempre com o dinheiro dos outros...) Ok, concordo contigo.
No entanto, a minha questão aqui é outra. O tal mendigo que citastes na tua estorinha é o mesmo que ja implicastes na biblioteca da universidade, não??

X, deixa o cara em paz... hahahaha
X, beijinho

Eu!

Mr X disse...

Hahaha! Não é não bella, esse é outro... :-P