sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

"Sempre é guerra"...


Não há nada de bom na morte e na guerra, salvo quando serve para terminar de vez com a morte e a guerra, ao menos por um período prolongado (definitivamente ela nunca acaba. "Sempre é guerra", escreveu Primo Levi.)

Durante muito tempo se tem falado que Israel e os árabes ditos "palestinos" estariam em negociações de paz. Mentira. Israel e palestinos estão em guerra. Aliás, Israel está em guerra com o Irã, que por ora não se envolve diretamente mas utiliza Hamas e Hezbollah como "exércitos".

Tudo o que você acha que sabe sobre o Oriente Médio é mentira.

Por exemplo, criou-se uma ficção que o Fatah do Abbas seria o partido mais "moderado", interessado na negociação com Israel. Talvez tal mito tenha se criado porque o Abbas usa terno e gravata em vez de usar capuz e um AK-47. Não há problema, outros fazem isso por ele. Mas vejam suas recentes declarações:

"No momento sou contra a luta armada porque não temos chance de vencer, mas no futuro pode ser diferente."
Entenderam? Não é contra a luta armada porque quer a paz ou porque acha o terrorismo imoral. É contra a luta armada porque reconhece ser mais fraco, e portanto, por conveniência, prefere a paz até ter armas suficientes.

Se Hamas, Hezbollah e Fatah e demais países muçulmanos querem a guerra, que a tenham. E que Israel responda com tudo, sem essa de "reação desproporcional".

A guerra declarada é uma coisa ruim. Mas é melhor do que uma guerra não-declarada à qual todos fingem dar o nome de "paz".

10 comentários:

confetti, vendredi ! disse...

"Tudo o que você acha que sabe sobre o Oriente Médio é mentira."

ahan....

Mr X disse...

É verdade Confetti! Um dia te explico tudo direitim, tintim por haddock.

Beijosss!

Arnoud disse...

Pra pensar na cama...

http://www1.folha.uol.com.br/folha/pensata/helioschwartsman/ult510u376563.shtml

Mr X disse...

Arnoud,
Li, interessante, mas acho que ele apresenta uma visão meio caricata da "direita". Mudar as formas de organização social (possível) é beeem diferente de mudar a "natureza humana".

Minha teoria é mais que a esquerda quer tentar teorias que não deram certo, ou que jamais foram testadas, na base da "esperança". A direita é mais prática e prefere o que já foi testado com certo sucesso. Mas está consciente da imperfeição (não é o mesmo que "maldade humana").
Deveria fazer um post sobre isso, eu sei.
Abraço,

chest disse...

Minha tese é que a dicotomia esquerda-direita tem menos a ver com racionalizações sobre a realidade do que com um sistema de juízos morais sobre as coisas.

chest - interesting

chest disse...

Acredito, como os antigos, que a virtude está no meio.

chest- tucanou?

Fred disse...

Pelo menos não estão discutindo sobre um tal de Marx.

Direita, volver

Esquerda, volver

Que babaquice........

Fred disse...

Ah sim sobre o post...

Reverter ad locuum tuum....


In pax...

As bestas humanas só acham a paz......... na morte, então.....


Que venha!

chest disse...

O segredo, desconfio, é ser relativamente modesto nas metas e objetivos. Não conseguiremos reformar radicalmente o homem, mas poderemos desenvolver formas de organização que não estimulem o que temos de pior.

chest- até que acabou bem

Fred disse...

viche, tô mal....

Aliá pelo que li neste prestigioso blog, como diria o caro Josef Mario, ela ja ta vindo....................


VIVA OBAMAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Todos encontrarão a paz....

Né não X?