quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Quem não se comunica se trumbica

Alguns dizem que se deve negociar e dialogar com os terroristas islâmicos. Tá certo. É conversando que a gente se entende. Aí você pega e lê apenas a primeira frase de uma notícia qualquer sobre o Oriente Médio, digamos, o Iraque:

A woman suspected of recruiting more than 80 female suicide bombers has confessed to organising their rapes so she could later convince them that martyrdom was the only way to escape the shame.

Então você se dá conta que seria mais fácil e produtivo tentar dialogar com os macacos do zoológico.

Chacrete da Al-Qaeda.

5 comentários:

Orlando Tambosi disse...

A informação que você acrescentou valeu um link lá em casa.

Abs.

Fabio Marton disse...

Eu ia reverberar, mas percebi que não há nada o que dizer.

Gerson B disse...

PQP!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Gerson B disse...

Não consigo pensar no que dizer desta situação específica. Mas ela tem algo em comum com outras de pessoas-bomba: o chefe só manda os outros se explodirem, ele mesmo não vai.

Chesterton disse...

é um sequestro psicológico. E uma curra, é claro.