terça-feira, 26 de agosto de 2008

Tentando livrar-se do petróleo

Uma companhia inglesa criou um avião militar de reconhecimento sem tripulante (UAV) movido a energia solar, que realizou 82 horas ininterruptas de vôo.

Em Israel planeja-se uma rede nacional de carros elétricos com postos de recarregamento de baterias por todo o país. A ambiciosa idéia é eventualmente substituir toda ou quase toda a frota de carros do país por carros elétricos. O empresário Shai Agassi tem um blog a respeito.

Na Califórnia, EUA, uma empresa israelense planeja construir o maior painel solar do mundo, com uma tecnologia revolucionária que geraria um número muito maior de kilowatts do que as células fotovoltaicas tradicionais.

De fato, EUA e Israel assinaram há algum tempo um acordo para desenvolver conjuntamente formas alternativas de energia que não sejam dependentes do petróleo, da energia solar, à eólica, a novas formas de produção energética ainda não completamente testadas.

O objetivo principal é diminuir a dependência no petróleo, e dessa forma não apenas ter um mundo mais limpo como também reduzir o poder de compra dos sheiks árabes, os ditadores persas, os terroristas islâmicos e os neo-comunistas venezolanos.

A idéia em si é boa. Resta saber se pode se tornar realidade.

4 comentários:

|3run0 disse...

A Wired deste mês tem uma reportagem extensa sobre este tal carro do israelense. Interessante. Espero que de certo.

Mr X disse...

Seria mesmo uma boa. É preciso, por n motivos, acabar ou reduzir a dependência ao petróleo.

O que precisaria é fazer um Manhattan Project para criar novas formas alternativas de energia, hidrogênio, fusão, sei lá.

Tem uma coisa bem interessante também que é transformar lixo orgânico em combustível, vou ver depois se acho o link e acrescento.

Gunnar disse...

Carro a energia solar continua sendo um maldito carro. Só muda o cheirinho.

Mr X disse...

Não é carro a energia solar, é elétrico, com bateria. Não polui...