terça-feira, 8 de abril de 2008

Um bicho às terças quartas

Devido a uma série de fatores o blog andou meio lento ultimamente e, como tal, o bicho às terças se atrasou.
Aqui vai ele, sem demasiadas introduções: afinal, é o nosso conhecido gato doméstico, ou Felis Silvestris catus.
Desde o Antigo Egito o animal vem sendo domesticado, quem sabe até desde até antes. Porém, é notório que seu nível de domesticação jamais foi perfeito, e mesmo após milhares de anos os gatos domésticos, ao contrário dos cães, continuam fazendo o que bem entendem sem dar muita bola para seus assim chamados donos.
Os gatos comunicam-se através de miados, como pode se ver claramente no vídeo abaixo, e também através de certos movimentos das orelhas e da cauda. São carnívoros, alguns mantém os hábitos caçadores, e vivem em média entre 15 e 20 anos. Estão entre os animais que mais dormem. De acordo com a Wikipedia, "a duração do período de sono varia entre 12–16 horas, sendo de 13–14 horas a média. Alguns espécimes, contudo, podem chegar a dormir 20 horas num período de 24 horas." Acho que conheço esse espécime...

9 comentários:

confetti disse...

très mignon...nao falou que gato é ciumento pra caramba e traiçoeiro...nao é lenda, ja tive alguns incontrolaveis...inclusive o lance de 7 vidas é real tbm : meu gato dracula, caiu do 5 andar, sobre suas patas, inteiro, so quebrou o rabinho...veterinario teve que cortar um pedaço...dracula ficou sendo um gatinho cotò...))

DarwinistO disse...

Fala X,

Apesar de eu detestar gatos, o post tá bacana. A correção de praxe: o nome científico correto do bichano é Felis catus. Esse que você colocou é considerado um sinônimo, sem validade científica.

Abraços,

Mr X disse...

Pôw Darwinista,
Você sempre consegue achar algum defeito. :-( A culpa é da Wikipedia, tirei de lá!

confetti,
É, isso das sete vidas é verdade, vi um gato vira-lata q mora por aqui, caiu de uma altura de 4 andares e só quebrou um dentinho. Fora isso, nem um arranhão.

Kct disse...

Os antigos egípcios tinham gatos em casa porque acreditavam que o animal ao sair para vagar pela noite, levava consigo os maus fluidos do lar.
Daí a superstição de que não é uma boa cruzar com um gato (independente de ser preto ou não) à noite na rua.
Diz o mito que o primeiro que cruzar seu caminho absorverá todos aqueles maus fluidos que eles carregam. Assisti isso no Animal Planet.
Eu adoro gatos, mas claro, por outras razões! :o)

Kct disse...

Opsss... Gato não tem sete vidas, tem nove (9). Fizeram uma confusão danada com a chamada "conta do mentiroso", que é o nr. sete (7).
Isso eu vi no Jô. ;o)
Obs.: Nem adianta procurar no Google, pois agora só vai dar 7.
É como o cheese burger que passou a ser chamado de x-burger.

Kct disse...

Até achei este link aqui:

http://www.becodosgatos.com.br/folc.htm

Se pesquisar por "gato tem 9 vidas" até que acha bastante coisa.

Mr X disse...

Posé KCT! Tem todo um folclore associado aos gatos que é bem bacana. Em inglês sempre se disse 9 lives, foi aqui que surgiu essa confusão das 7 vidas. Ou, talvez, os gatos brasileiros tenham menos vidas que os dos outros países... :-( Embora, pela periculosidade local (churrasquinho de gato / pandeiro), devêssem ter é mais...

Kct disse...

Pode ser isso mesmo... ou até porque aqui tem gatuno demais! :o)

Gerson B disse...

Uma pequena habitante da minha casa parabeniza você pela escolha deste animal para a semana. Ela parece o miante á direita no link pro vídeo.