quarta-feira, 1 de julho de 2009

Gays vs. negros vs. latinos, ou: Papel, pedra, tesoura

Faz um tempo escrevi um post sobre a Proposition 8 e como negros e latinos haviam votado contra os gays, que são na maioria brancos, mostrando uma divisão entre a chamada "coalizão arco-íris" que vota Democrata. Hoje leio que Perez Hilton, o militante gay e drama queen que detonou Miss Califórnia, levou um soco de um cantor negro e terminou chorando. Curiosamente, o mesmo público esquerdista que apoiou sua guerrinha particular contra Carrie Prejean, a Miss Califórnia cristã, hoje o critica por ter se metido com um rapper da moda.

Andrew Breitbart explica que tudo na sociedade liberal de hoje funciona como um jogo de papel, pedra e tesoura:

"Negro ganha de branco. Gay ganha de branco. Negro ganha de gay."

Poderíamos continuar infinitamente: Judeu ganha de cristão. Palestino ganha de judeu. Palestino ganha de gay. Mulher branca perde de homem negro (vide o caso Hillary). Mulher negra ganha de homem negro. Pobre ganha de rico. (O coringa é uma mulher, negra, lésbica, muçulmana, abortista e pobre).

Mas e os latinos? Os latinos, ou melhor dizendo os mexicanos mestiços indígenas, também estão na parada, e lutam violentamente contra os negros. Sim, violentamente é a palavra certa. Gangues de um e de outro grupo disputam território na cidade. Mas, mesmo fora do ambiente das gangues, um povo não tolera o outro. Em muitos casos, odeiam-se e desprezam-se mutuamente.

E, de fato, ambos competem pelos mesmos benefícios estatais. Os negros vêem os latinos como usurpadores que estão começando a roubar as regalias às quais antes só eles, membros da principal minoria oprimida americana, tinham direito. (Os negros são totalmente contrários à imigração ilegal, como indica este excelente artigo do City Journal). Já os mexicanos, que não se sentem culpados por escravidão nenhuma (há poucos negros no México), vêem os negros americanos como um empecilho na sua luta para obter as vantagens da ação afirmativa.

No momento em que a minoria não-branca em breve se tornará maioria nos EUA, é interessante - ou assustador, dependendo do ponto de vista - observar o que poderá acontecer.

Gays, negros, e latinos.

10 comentários:

Chesterton disse...

Hilário....nada como provar do próprio veneno.

Anônimo disse...

Hahahaha, boa essa.

Gunnar disse...

Cara, é EXATAMENTE isso! Já assistiu aquele programa "Negros em Foco", que passa em algum canalzinho de segunda, patrocinado pela Faculdade Zumbi dos Palmares?

É bizonho. Parece coisa de filme de realidade fantástica, sei lá. Surreal demais pra ser verdade... o que se vê lá não é luta pela igualdade. É declaradamente uma afirmação da diferença, da tal "identidade" (ou "cultura") do negro, não sei o que de negro, porque o negro é diferente, porque o negro é mais legal, porque nós não somos iguais ao resto, e por aí vai.

Uma postura totalmente "nós contra 'eles' ". Que igualdade o que.

O último que assisti debatia as cotas para negros no.... SP Fashion Week. Sim, acreditem se quiser, isso existe.

Tenho medo.

Gerson B disse...

HUAHHUAHUAHUAHAHAH!!!

As imagens que você arruma pra ilustrar seus posts são ótimas.

Só não rio mais porque o assunto é sério.

Bem, tenho sangue negro e sou tecnicamente latino. vou pros EUA ganhar uma cotinha. Com a vantagem negra, felizmente não preciso desmunhecar.

Mr X disse...

Hehehe. Achei que a ilustração ia ficar meio over, mas na verdade é engraçada.

Anônimo disse...

Thank you ;-) take a look this emo boy hair over this blog:
http://www.emo--boys.info

Anônimo disse...

what bands are good to see for emo hairstyles?
[url=http://www.emo-hairstyles.info/]emo hairstyles[/url]

jbitten disse...

Mister, aqui entre nós... Vc está ficando cada vez melhor. Fala aqui pra nóis - foi uma pena a apartheid ter acabado, não foi? Coisa desses liberais... Tão bom se continuasse cd um na sua, curtindo seu lance, na boa... :c)

jbitten disse...

Mister, aqui entre nós... Vc está ficando cada vez melhor. Fala aqui pra nóis - foi uma pena a apartheid ter acabado, não foi? Coisa desses liberais... Tão bom se continuasse cd um na sua, curtindo seu lance, na boa... :c)

Anônimo disse...

sou negra e não ,fico de briguinha com branco ou me sentindo inferior ,alias esta discurção é boa para pessoas pobres de espirito seja branco,seja negros,seja hetero,seja gay,seja ETE, seja teraquios ,tem coisas muito mais interessante do que ficar se alto afimando pela cor da pele que é mais escura ou é mais clara ou o cabelo nasce pra cima e o outro pra baixo , e o outro que gosta de colocar o oênis no triângulo outro no buraquinho cada um é cada um e vivamos para pagar nossas contas e cartões de créditos, e correr dos ladrão só isso.