segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Fuga da realidade

O esquerdismo é uma droga. Tanto no sentido metafórico quanto no literal - é uma droga poderosa que faz o usuário fugir da realidade, viciando e causando transtornos mentais. A prova mais recente é esta curiosa reportagem, falando sobre espectadores que caem em depressão e tentam o suicídio após assistir ao filme "Avatar". A razão de sua depressão é que Pandora não existe, e o mundo real é triste, cinzento e desigual.

Eis os comentários de alguns desses espectadores avatardados:

"Ever since I went to see 'Avatar' I have been depressed. Watching the wonderful world of Pandora and all the Na'vi made me want to be one of them. I even contemplate suicide thinking that if I do it I will be rebirthed in a world similar to Pandora and the everything is the same as in 'Avatar.' "

"When I woke up this morning after watching Avatar for the first time yesterday, the world seemed ... gray. It was like my whole life, everything I've done and worked for, lost its meaning. I still don't really see any reason to keep ... doing things at all. I live in a dying world."

"I really wanted to live in Pandora, which seemed like such a perfect place, but I was also depressed and disgusted with the sight of our world, what we have done to Earth."
A mesma coisa acontece com o esquerdismo, percebam. Tudo se faz em nome de uma Sociedade Perfeita, de uma Utopia Igualitária - que, como o planeta Pandora, não existe. Rejeita-se violentamente o mundo real com suas imperfeições em nome de um futuro imaginário, que nunca chega a acontecer.

Por isso o ódio do esquerdismo contra a "ordem burguesa" ou "o capitalismo" ou "a desigualdade" ou "as instituições" é, na verdade, o ódio contra a realidade. O esquerdista, como o drogado, prefere viver no seu delírio do que no mundo real, onde as coisas acontecem de uma forma bem mais frustrante do que em sua utopia igualitária onde todos são felizes e amigos.

Há quem associe essa característica do esquerdismo com o gnosticismo. Não sou especialista no tema, mas aqui há uma longa discussão sobre essa possibilidade, a partir das idéias de Eric Voegelin.

79 comentários:

DD disse...

O esquerdismo, parece, se rendeu ao emo.

Nada que um joelhaço do analista de Bagé não resolva.

Anônimo disse...

Marx deduziu cientificamente as Leis que conduzem a História e descobriu como emancipar os trabalhadores. Não há nada mais realista do que usar a Ciência para intervir na Realidade e criar um Mundo melhor. Mas claro, se dependesse de você, Pasteur, em vez de estudar as doenças causadas por micróbios e como curá-las, teria aberto uma banca na feira. Isso teria sido bem mais "realista".
A verdade é que, em certas pessoas, a defesa do "realismo" não passa de um disfarce para a covardia e o egoísmo delas.
Há uma bela história sobre Stalin, que mostra a diferença entre os verdadeiros socialistas e os "socialistas" hipócritas, aliados objetivos do Capitalismo. Dois visitantes estrangeiros "socialistas" perguntaram a Stalin, durante a luta contra os kulaks, quando ele iria parar de matar "o próprio Povo". Ele respondeu que quando isso deixasse de ser necessário, ele esperava que fosse logo. Cada morte pesava em seu coração (ele dizia que os soviéticos eram como filhos para ele), mas ele sabia que o único jeito defender as conquistas do socialismo era liquidando os exploradores kulaks. Ele o fez. Como diz uma velha canção, "Love is not a victory march, it's a cold and it's a broken hallelujah". Não vivemos em um mundo perfeito, a vida também não é uma marcha da vitória. Os revolucionários apelam para a violência porque no Mundo Real ela é indispensável para a transformação da Realidade, não porque gostem do uso da violência.
Tiago

Gerson B disse...

Eu tava quase achando que esse Tiago não era um perfil fake, agora, apos esses comentários sobre Stalin voltei a ter dúvidas.

DD disse...

A crer na historieta edificante do nosso Tiaguinho, Stálin era da mesma estirpe de Laio, de Medeia, de Tântalo, de Agamêmnon. Os gregos mal conseguiam suportar certos espetáculos horrendos do seu passado mítico; chegaram a criar a filosofia para, dentre outros objetivos, verem-se livre deles. Até que um monte de bárbaros irrecuperáveis resolveu tomar conta dela e tornar novamente justificável o assassinato, desta vez com lágrimas nos olhos e empulhações dialéticas.

Isso não é filosofia, é mitologia. Sem nenhum senso de sublimidade e com ridículas pretensões científicas. Crer que seja possível extrair "leis" de fenômenos que ainda não acabaram é coisa de gente demente. É o mesmo que lançar uma pedra no espaço sideral e dizer que sabe onde ela vai parar, indicando todo o seu trajeto, só porque a viu vagando por 5 metros.

Mr X disse...

Pra mim, esse tal Stalim do Tiagus mais parece o pai bebum que pega o cinto e diz pro filho, "isto vai doer mais em mim do que em você"... Com a diferença que com Stalin não era cinto, era fuzilamento em massa mesmo!

Anônimo disse...

"É o mesmo que lançar uma pedra no espaço sideral e dizer que sabe onde ela vai parar, indicando todo o seu trajeto, só porque a viu vagando por 5 metros."
Assim como Kepler descobriu as leis do movimento orbital, assim como Newton descobriu a lei da Gravitação Universal, Marx, Lenin e Stalin descobriram as leis que regem a História. Conhecendo-se as forças que atuam sobre a pedra e entendendo-se como elas atuam, pode-se prever o trajeto da pedra ("Saber para prever, a fim de prover"), assim como ocorre com qualquer outro corpo.
"Pra mim, esse tal Stalim do Tiagus mais parece o pai bebum que pega o cinto e diz pro filho, isto vai doer mais em mim do que em você'..."
Não, ele era como um pai amoroso (quando os alemães ofereceram trocar seu filho, que havia sido capturado, por um marechal alemão, ele recusou, dizendo que os outros prisioneiros soviéticos também eram filhos dele, não haveria favoritismo), que sabia que "quem poupa a vara, estraga a criança" e que os inocentes precisam ser protegidos da maldade dos culpados. Em vez disso, hoje, crianças sofrem com a fome, são expostas ao homossexualismo, são vítimas de conflitos políticos e religiosos, têm sua educação e desenvolvimento psicossocial negligenciados, etc.
Como bem disse o primeiro-ministro Putin, graças à liquidação dos kulaks,a Rússia Soviética pôde se industrializar. Mais uma vez, a História provou que Stalin estava certo.
Tiago

DD disse...

Tiaguinho:

Você não entende nada. O espaço é uma dimensão diferente do tempo. O espaço tem a propriedade de se apresentar inteiramente ao olhar do observador num só instante: daí vem a possibilidade de se extrairem leis daquilo que nele se observa. Quanto ao tempo, só teríamos autonomia para extrair leis e regularidades dos acontecimentos que se deram NO PASSADO, que já são conhecidos. E só poderíamos fazê-lo se conhecêssemos esses acontecimentos em sua totalidade, o que não é o caso. Aliás, você nem mesmo parou para pensar no que vem a ser um acontecimento histórico, que é um episódio SINGULAR, DEPENDENTE DA AÇÃO HUMANA, QUE SE DESENROLA NO TEMPO.

Eu nem vou tentar especular sobre a co-dependência entre espaço e tempo, porque aí, sim, a sua cabecinha iria entrar em parafuso.

Marx demonstrou a sua total desonestidade intelectual ao dizer que o seu socialismo era "inevitável". Se fosse inevitável, de um ponto de vista rigorosamente científico, como são os movimentos de rotação e translação da terra, não haveria a menor necessidade de que alguém pegasse em armas para fazer a Revolução. Ela aconteceria por si só, como a terra gira por si mesma, pela interação da sua gravidade com a do sol.

Não sei se você já ouviu falar, mas existe uma coisa chamada livre-arbítrio. Isso torna a vida humana algo um pouquinho mais complicado do que um determinismo físico qualquer.

DD disse...

Tiaguinho:

Achei o site ideal para você:

http://www.vanguardapopular.com.br/portal/

Anônimo disse...

Hey Tiago vai tomar no c(*) !!!!
Fernando José - SP

Klauss disse...

DD e Mr. X, lembrem-se do que diz o filósofo: discutir com um idiota é humilhar-se a si mesmo...

Ou vocês são realmente muito humildes, he he he... Eu nem rebato as sandices pq pra mim seria mero sofrimento.

Abraços aos dois!

Henrique Lima disse...

Gosto mais de Nelson Rodrigues e ver "a vida como ela é".........Há quem prefira o americano James Cameron. Os americanos são superiores em tudo, até nas idiotices mais utópicas...

Anônimo disse...

"Em vez disso, hoje, crianças sofrem com a fome, são expostas ao homossexualismo..."
Além de tudo esse Tiago ainda é preconceituoso.

DD disse...

Olha lá, Mr. X, uma ilustração das excelsas virtudes pedagógicas do gulag:

http://cortizonadeferro.files.wordpress.com/2009/06/tira018.jpg

Herr Klauss:

Eu não tenho saco com bobagens. E, sim, devo ser masoquista. Mas não mais que o Tiaguinho, que vem aqui o tempo todo para levar pancada.

Anônimo disse...

"Se fosse inevitável, de um ponto de vista rigorosamente científico, como são os movimentos de rotação e translação da terra, não haveria a menor necessidade de que alguém pegasse em armas para fazer a Revolução. Ela aconteceria por si só, como a terra gira por si mesma, pela interação da sua gravidade com a do sol."
É inevitável que o Proletariado Organizado, disciplinado pelas condições fabris, aguilhoado pela exploração capitalista, testemunhando as contradições do Capitalismo em sua crise final e liderado pela vangarda partidária, se rebele contra a tirania capitalista. Então,"soa o dobre de finados da propriedade privada capitalista. Os expropriadores são expropriados". As leis econômicas e psicológicas fazem o papel da gravitação, elas são impessoais e infalíveis. Quer dizer que, se eu descobrir um modo de prever o comportamento humano e disser que Israel vai bombardear o Irã, a previsão não vale porque, para ela se realizar, os israelenses vão ter que fazer alguma coisa? Que raciocínio maluco é esse (se é que é um raciocínio)?
Tiago

DD disse...

Tiaguinho:

Eu só vou acreditar em você quando você estiver de malas prontas para Cuba.

Dê o exemplo.

O resto é hipocrisia. E demência.

DD disse...

Aliás, tenho certeza de que, se você realmente quiser ir para lá a fim de gozar as delícias da Revolução, da emancipação proletária, etc., o proprietário e os comentadores do blogue serão bastante generosos: organizaremos uma vaquinha para você poder passar o resto da sua vida em Cuba, um lugar imaculado pelo capitalismo.

Eu dou R$ 50,00. Quem mais está disposto a contribuir com a felicidade do nosso Tiaguinho?

Didi Iashin disse...

Eu já disse, aqui mesmo, faz algum tempo, que o comunismo era uma religião. Tiaguinho acabou de propor a canonização de papá stalin, um santo homem, mais santo, talvez, que Rasputin.
Santo homem, mesmo! Vou acender uma vela de sete dias por ele.
"Há uma bela história sobre Stalin" ...
Como será que se trata uma pessoa como o Tiago, hein?

Fernando disse...

A Venezuela esta derrotando a oligarquia atrasada dia a dia e já, já, vamos derrota-la também.

Basta esse projeto bastardo do Lula seguir em frente, para juntos caminharmos em direção à Cuba, Coreia do Norte, China, Laos, Vietnam e etc.

Livres do agronegócio, deixaremos de lado esse negócio de comer e beber e vamos todos juntos, passar a limpar a bunda com o jornal do partido.

fernando disse...

Com o Terra Magazine no ar e o blog do PHA de vento em popa o que o Tiago esta fazendo aqui ?

Mr X disse...

Eu não digo? Fuga da realidade. O Tiaguinho deveria ir assistir Avatar, e deixar-nos em paz por ao menos duas horas e meia.

Fernando disse...

Poderíamos disponibilizar o e-mail do Janer Cristaldo para o Tiago debater com ele suas idéias revolucionárias.

A educação do gaucho fará maravilhas com ele e suas idéias.

Anônimo disse...

TODAS AS PESSOAS MORTAS POR TERRORISTAS DE ESQUERDA 1 – OS 19 ASSASSINADOS ANTES DO AI-5

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/todas-as-pessoas-mortas-por-terroristas-de-esquerda-1-%e2%80%93-os-19-assassinados-antes-do-ai-5/

TODAS AS PESSOAS MORTAS POR TERRORISTAS DE ESQUERDA 2 – MUITAS DE SUAS VÍTIMAS ERAM PESSOAS COMUNS: SÓ TIVERAM A MÁ SORTE DE CRUZAR COM ESQUERDISTA

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/todas-as-pessoas-mortas-por-terroristas-de-esquerda-2-%e2%80%93-muitas-de-suas-vitimas-eram-pessoas-comuns-so-tiveram-a-ma-sorte-de-cruzar-com-esquerdista/

Armando

DD disse...

Fernando:

O Granma é o único jornal do mundo que tem o nome daquilo que os seus leitores são obrigados a comer.

Small Winner disse...

putin disse mesmo que, graças à liquidação dos kulaks,a união soviética pôde se industrializar, como afirma ti@guinh@? Isso então só mostra seu caráter obtuso e criminoso, pois os kulaks eram camponeses que muitas vezes não tinham mais que uma vaca e umas galinhas - mas o cocomunismo não sobrevive se não inventar um "inimigo do povo".

Contrariando por um momento o acertado conselho de Klauss, sugiro que a azêmola procure se informar e leia algo sobre o Holodomor, a epidemia de fome provocada por seu ídolo que causou milhões de mortes na Ucrânia, nos anos 30. Não é, em definitivo, uma bela história sobre o carniceiro stalin.

Anônimo disse...

"Putin disse mesmo que, graças à liquidação dos kulaks,a união soviética pôde se industrializar, como afirma ti@guinh@?"
Sim, ele disse que mesmo que a coletivização tenha causado muita dor no campo, ela permitiu a industrialização da URSS, que-acrescento eu- permitiu a vitória dos Aliados sobre o Fascismo. Os kulaks não queriam fornecer ao Povo os alimentos necessários para a industrialização, eles retinham alimentos e desafiavam o Poder Soviético, eram traidores fascistas, muitas vezes ligados ao Clero e às potências estrangeiras, que desejavam o fracasso da experiência socialista.
Quanto à Ucrânia, é bom lembrar que os "nacionalistas" fascistas-os mesmos que receberam depois os nazistas de braços abertos- e grupos dedicados ao banditismo anti-soviético, como o grupo de Bandera, nos tempos de Stalin, e Makhno, nos tempos de Lenin, lutavam contra o Poder Soviético, tentando restabelecer a ditadura dos senhores de terra, do clero e das grandes potências. Medidas estraordinárias foram tomadas na Ucrânia para esmagar a rebelião fascista. Medidas parecidas foram tomadas por Suslov, sob Stalin, na Lituânia. Guerra é guerra, para proteger as pessoas inocentes é preciso destruir os culpados.
Tiago

Mr X disse...

que desejavam o fracasso da experiência socialista.

Bem... Não tiveram que esperar muito. Menos de 70 anos bastaram.

Anônimo disse...

A experiência socialista não ruiu. O que ruiu foi o social-imperialismo revisionista de Khruchev e Brezhnev, aliados objetivos do Capitalismo. Mesmo autores conservadores- como os irmãos Medvedevs, por exemplo- reconhecem que Suslov, um verdadeiro socialista, era provavelmente o sucessor desejado por Stalin. A Grande Revolução de Outubro permanece como marco na luta dos trabalhadores.
Tiago

Didi Iashin disse...

Definitivamente, não adianta. Falar com o Tiago é falar com uma parede grossa assim. Ele deve estar com os dedos musculosos de tanto copiar-e-colar dos textos que coloca aqui. Acho que ele é pago (um envelope de ki-suco sabor morango e um sanduba de mortadela por dia)apenas para escrever aqui.
Ah, Tiaguinho, tanta coisa boa para se fazer na vida e você resolve torcer para o Íbis?

Anônimo disse...

Eu não copio-e-colo textos, exceto aqueles produzidos coletivamente, para fins de propaganda e/ou instrução, pelo nosso círculo de estudos do marxismo-leninismo. Todos os outros textos são meus, a não ser que afirmado expressamente o contrário. Ao contrário das igrejas, que escravizam seus fiéis aos dogmas inventados pelo Clero e proíbem o pensamento independente-a Igreja Católica fez tudo a seu alcance para impedir que o Povo pudesse ler a Bíblia-, o marxismo-leninismo se propõe a desenvolver o potencial de cada indivíduo através do uso metódico das obras marxistas e da aplicação individual e racional do método científico marxista à ánalise dos fenômenos sociais. Como Lenin certa vez afirmou, a criatividade é importante no domínio da Ciência.
Tiago

Didi Iashin disse...

"a criatividade é importante no domínio da Ciência."
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!

Anônimo disse...

Tiago

Pare de só citar Marx, Lenin e o resto da curriola e aprenda a ter pensamento próprio.

Anônimo disse...

A criatividade é, sim, ensinou Lenin, importante para o empreendimento científico. Lenin também provou que a ciência é importantíssima para a criação do comunismo ("Comunismo é Poder Soviético mais eletrificação do país").
Marx, Lenin e Stalin deduziram cientificamente as leis que regem o desenvolvimento das sociedades humanas, portanto falar sobre sociedades humanas sem recorrer à titânica obra das mentes de Marx, Lenin e Stalin é tão fútil quanto falar de Mecãnica Celeste sem citar a obra genial de Newton.
Tiago

Small Winner disse...

Extraordinário é com x (aliás, peço desculpas ao Mr X por tentar dialogar aqui com a parede).

ti@guinh@, o que você chama de muita dor no campo são milhões e milhões de mortos, tal como o holocausto dos judeus. Não tenho interesse especial por seus chavões e clichês, mas talvez valha a pena saber: o que você (ou seu círculo quadrado de estudos) diz sobre o decreto dos "direitos humanos"? E da opinião de Reinaldo Azevedo, de que o placar está Sociedade 1 x 0 múmias bolcheviques? Terceira e última pergunta, você concorda com o comunicado dos terroristas que "justiçaram" o colega Márcio Leite Toledo: a revolução não admitirá recuos?

Didi Iashin disse...

Gente, eu estava para falar que não entendia alguém gostar tanto de assassinos, mas eu me recordei, bem a tempo, que essa criaturinha desorientada pode ter um monte de camisetas do cheguevara no armário ... Um hábito meio consumista, extremamente capitalista, mas ... Que fazer, não?

Anônimo disse...

Desculpe o descuido. Interessantemente, quando comentariastas fascistas cometem descuidos mais escandalosos, ninguém repara.
1) Isso é bobagem. Ninguém faz revolução por decreto. Isso é um truque do governo para desmobilizar e desmoralizar os trabalhadores. O PCF em 1968 já havia chegado à conclusão que os reacionários- inclusive os renegados socal-democratas- usariam política "cultural" para enganar os trabalhadores e impedir a revolução. O que liberar o aborto tem a ver com direitos humanos? Ou com revolução? Por que você acha que o governo fica estimulando a indecência sexual? Para enfraquecer a capacidade de reação da sociedade e intoxicar o Povo-principlamente a Juventude!- com a ideologia da Burguesia. Lenin disse que o "amor livre" é anti-socialista e anti-social, também disse que uma vida dissoluta não é em nada diferente da decadência burguesa. Lenin recomendou o auto-controle e a auto-disciplina.
2)Se por "sociedade" você entende os donos dos meios de produção e por "múmias bolcheviques" você entende aqueles que querem a emancipação dos trabalhadores, pode ser. Não interessa, Marx provou que a vitória do Povo é inevitável, uma consequência lógica das contradições internas do Capitalismo. Se por "múmias bolcheviques" você entende os renegados social-democratas do peleguismo neo-coronelista petista, quem se importa? Eles não são socialistas, eles se renderam ao Capitalismo, agora, adoram o deus Mercado, usando os bons ofícios do fariseu Meirelles.
3) A Revolução, sendo a obra do proletariado consciente e organizado, liderado pela vanguarda partidária, não pode admitir recuos e vacilações de nenhum tipo. Contudo, há dúvida razoável sobre o caráter "socialista" de tal organização. Embora seja verdade que Marighella rompeu com o revisionista PCB, ele fez parte da OLAS, sediada em Cuba, que seguia o revisionismo de Brezhenev.
Tiago

Anônimo disse...

Não, não tenho camisas de Guevara. Cuba, ao contrário da China-de Mao- e a Albânia-de Hoxha- renunciou à sua independência e à sua dignidade, alinhando-se ao social-imperialismo soviético e combatendo o verdadeiro socialismo.
Tiago

DD disse...

Tiaguinho:

Dê um tempo. Contar cadáveres é revisionismo histórico?

Imagine só: os nazistas poderiam ter se valido do mesmo expediente retórico, dizendo que as investigações nos campos de concentração tratavam-se de "revisionismo histórico". As apurações sobre as vítimas da ditadura argentina poderiam, muito bem, ser tratadas como "revisionismo histórico". Qualquer massacre que se tentou ocultar poderia ser assim considerado.

Se Stálin era um cara tão bacana quanto você acha, por que não fez tudo às claras? Por que não organizou uma espécie de death toll diário, mostrando quantos "traidores" eram sacrificados pela felicidade do povo?

É claro que o cara sabia que estava cometendo crimes. É claro que o cara sabia que, assim, perderia o apoio dos intelectuais ocidentais, ainda que pagos. Nem ele acreditaria nessa visão hagiográfica que gente fanatizada como você tem dele.

Anônimo disse...

Crimes são definidos por lei. A Constituição de 1936, a Constituição de Stalin, "a mais democrática do Mundo", garantia amplo direito de defesa aos acusados, mas ao mesmo tempo garantia ao aparato os poderes necessários para lidar com os traidores. Era abertamente reconhecido que várias pessoas foram julgadas e condenadas à morte pelo Povo Soviético, não há nenhum segredo quanto a isto: em muitos casos, as transcrições estão até disponíveis. Tudo foi feito no mais rigoroso respeito à legalidade socialista. Mesmo os piores inimigos do socialismo, os americanos, foram obrigados a concordar que tudo foi feito corretamente: Joseph E. Davies, embaixador da América na URSS admitiu que os julgamentos foram justos.
Além disso, não é preciso ser gênio para saber que, pela própria natureza do regime de trabalhos forçados, uma condenação poderia levar à morte.
Talvez, tenha havido punições extra-judiciais em alguns casos, mas devemos nos lembrar que em todos os países isso acontece. Na América "democrática", Hoover espionava Martin Luther King, desejando evitar que ele tivesse sucesso em sua luta contra as vergonhosas segregação racial e exploração dos negros americanos. A CIA usou bordéis e cobaias desavisadas em suas experiências com drogas. No famoso caso de Tuskegee, o governo americano usou negros como cobaias no estudo da sífilis, negando-lhes tratamento médico e até enganando-os sobre sua situação. Kennedy e Roosevelt tinha amantes, mas todos silenciavam sobre isso. Você acha que quando os serviços secretos americanos matam pessoas, eles contam isso para o público? Não seja ridícula.
Tiago

Bruno B. L. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno B. L. disse...

Tiago, tu não podes simplesmente negar tudo o que já foi posto a descoberto sobre os crimes de Stálin com a abertura dos arquivos de Moscou e pelos russos foragidos, como Solzjhentsin.

Você até pode fazê-lo em nível pessoal, isto é, para si mesmo apenas, da mesma maneira que eu procuro fazer de conta que meu vizinho metido a cantor está em silêncio quando na verdade está a tentar imitar o Mano Lima. Mas eu não tento dizer às pessoas que ele está calado, não, não. É um mecanismo de autodefesa de minha parte, e que serve a seu propósito.

Se quiser entrar no debate, então comece por respeitar certas regras. Uma delas é que não se questiona certos postulados sem ter provas suficientes do que diz. Que os processos de Moscou, lá dos anos 30, estavam tão longe da justiça como Washington está longe de Bagdá, isso é hoje tão evidente quanto o fato de que a Terra não é chata.

Portanto, se quiser começar a contestar isso, não deve fazê-lo por meio de simples frases de efeito, mas sim por provas que atestem o que você está colocando. Pois você está em severa desvantagem, isso não deve ser ocultado de você; e é por isso que deve buscar colocar o que diz no mesmo nível das verdades que temos por evidentes.

Galileu não contestou os padres dizendo: "o sol não gira em torno da Terra! Eu sou astrólogo, vocês precisam acreditar em mim!", mas sim por meio de amplas e poderosas demonstrações empíricas e matemáticas.
Faça o mesmo, dentro da nossa ciência.

marcelo augusto disse...

Olá!

Há algum tempo atrás, encontrei alguns vídeos no YouTube sobre a história de um ex-agente de propaganda estatal da KGB que fugiu (advinhem para onde?) para os EUA e resolveu revelar alguns dos planos que a antiga URSS tinha com o objetivo de executar a manipulação cultural, a desconstrução dos valores ocidentais e a destruição do mundo ocidental livre para que fosse implantado no mundo um regime comuno-soviético global.

É interessante que as estratégias utilizadas sejam bastante sutis. Nada de armas nucleares, biológicas, químicas e coisas tais. Para quê tudo isso se é muito mais fácil, barato, seguro e eficiente fazer uma lavagem cerebral gradual ao ponto de converter toda uma geração de jovens em comuno-socialo-marxistas?

O ex-agente afirma que a KGB e a alta cúpula do Partido Comunista Soviético consideravam os esquerdistas ocidentais e a tal da inteligentsia ocidental, sobretudo os intelectuais, meras prostitutas ideológicas e/ou idiotas úteis.

Esses esquerdistas do Ocidente eram convidados a visitar a URSS pensando que o convite tinha sido feito por causa do "grande impacto intelectual deles" e/ou que eram verdadeiros representantes do "novo homem", militantes fiéis da causa.

Na realidade, esses idiotas úteis eram convidados a visitar a URSS com um único objetivo: Testemunhar um monte de mentiras sobre o regime comunista e os supostos avanços que tal regime teria em relação ao mundo livre do ocidente, pois, assim, quando esse intelectuais-militantes retornassem aos seus países de origem, eles iriam espalhar dentro de suas nações tudo o que tinham visto sobre as tais "maravilhas comunistas", escrevendo livros com títulos pomposos (coisas como "Uma Jornada Soviética", "120 Dias Na URSS", etc.) e com pretensões de serem especialistas no assunto, mas que, no fundo, apenas relatavam um pacote de mentiras preparado pelo Partido Comunista Soviético e sua poderosa máquina de propaganda estatal.

URL Direta:

http://www.youtube.com/view_play_list?p=4CDAB99FAB5980BA

Até!

Marcelo

Anônimo disse...

1) A maior parte dos acusados admitiu a culpa.
2) Testemunhas externas do porte do embaixador dos EUA e do correspondente do NYT concordaram que os julgamentos foram justos.
3) A legalidade socialista foi respeitada.
4) É ridículo dar crédito a alguns poucos "russos foragidos", que fugiram justamente porque eram anti-socialistas, quando o povo soviético continuava apoiando Stalin.
Interessantemente, quando se trata de atacar o Marxismo-Leninismo, apela-se para "fatos estabelecidos", isto é para um consenso artificial e fascistóide, mas quando se trata de encher os bolsos e as bolsas dos patrões, aí, os mais absurdos contra-sensos são pronta e gostosamente invocados contra os ecologistas, contra ONGs, contra os ateus, etc.
Evidentemente, houve punições coletivas-contra os chechenos por exemplo, que na ausência de um novo Stalin, aterrorizam novamente o povo russo- contra grupos que se revoltaram contra o povo soviético, se aliaram ao nazismo, etc. Certos grupos são irrecuperáveis e devem ser lquidados.
Pode ter havido algumas punições extra-judiciais, como há em qualquer lugar do Mundo. Como dizem os americanos,"a Constituição não é um pacto de suicídio". Lincoln usou medidas extraordnárias para enfrentar os senhores de escravos e salvar a União, Roosevelt colocou os nipo-americanos em campos de concentração, para evitar uma vitória do fascismo japonês. Bush violou e Obama viola as leis americanas o tempo todo para preservar o povo do terror islâmico. Hoover espionou e tentou destruir Martin Luther King. A CIA testou drogas em cidadãos desavisados e indefesos. O governo americano testou os efeitos da sífilis, impedindo que negros tivessem acesso a tratamento adequado. Mas claro, quando se trata do Estado dos trabalhadores, os fariseus fascistas exigem perfeição absoluta. Sepulcros caiados de branco!
Tiago

DD disse...

Olha só que coisa curiosa:

http://www.halaltube.com/

Anônimo disse...

"Tudo foi feito no mais rigoroso respeito à legalidade socialista".
Tá explicado então como foram feitos esses julgamentos. Se respeitou a tal "legalidade socialista".
Parece o Lulamolusco falando da "democracia venezuelana".
Esse tiago vive num mundinnho próprio, onde as regras são outras, inventadas por eles mesmos e por eles mesmos consideradas como verdades absolutas.
Ele diz que "Assim como Kepler descobriu as leis do movimento orbital, assim como Newton descobriu a lei da Gravitação Universal, Marx, Lenin e Stalin descobriram as leis que regem a História", como se fosse possível comparar as duas coisas. Como se a história e as relações humanas fossem ciências exatas. Vai ser bitolado assim lá na casa do chapéu.
Ale

Anônimo disse...

Vocês, que falaram da garota "ateísta-satanista" (deve ser prima do saci-pererê e prima do ET de Varginha), filha de pastor, não vão falar do pastor americano que disse que os haitinaos tiveram o que mereceriam por terem feito um "pacto com o demônio"? Ah, tinha esquecido: só quem tem obrigação de se comportar são os socialistas. A CIA pode usar cidadãos indefesos como cobaias, o governo americano pode usar negros omo bucha de canhão no Vietnã e como cobaias no estudo da sífilis, Kennedy podia comprar e estocar charutos cubanos antes de decretar o bloqueio a Cuba. Mas, claro, malvado mesmo é Stalin.
Tiago

Bruno B. L. disse...

É, porque estocar charutos é muito pior do que fazer com que milhões morram de fome (crime que tu mesmo admitiste).

E, claro, colocar alguns soldados negros na linha de frente é muito pior do que fuzilar sumariamente qualquer soldado que se recusasse a marchar desarmado para a morte certa numa cidade ocupada, com o único propósito de revelar as posições alemãs.

É interessante o pensamento desse socialista.

Klauss disse...

DD,

O que eu falei a você não é uma crítica, ok?

Mas a gente só consegue convencer alguém quando o ouvinte está disposto a reconhecer a verdade e se convencer quando consegue enxergá-la.

Quem defende posições sem raciocinar e está interessado somente nisso, não está nem aí pra verdade e jamais se abre a dar o braço a torcer de ser convencido de que o mundo é o mundo, independente das crenças.

Por isso que nem vale a pena rebater o Tiag@.

Aliás, o discurso dele é tão pré-fabricado que acho que ele na verdade não acredita em nada do que diz. Deve estar fazendo piadinhas como o do pessoal da Vanguarda Popular, mas ao invés de deixar claro que é uma piada, deve ficar rindo da nossa cara aqui, achando que tem gente levando a sério as sandices dele...

Abraços!

Didi Iashin disse...

Olha, eu até que me divertiria muito com o que esse rapaz fala, não fosse esse tipo de porcaria a ração com que são alimentados os jovens, nas escolas, nas universidades. Então, Mao e Enver Hoxha são "os caras", na sua opinião? Fidel Castro "traiu" a causa socialista? E a constinuição de Stalin foi a "mais democrática do mundo"? Uau!!
Enriqueça-me, Tiago! Enriqueça-me!
Agora ... Para os outros postadores: será que o rapaz acredita nisso, mesmo? ou ele está zoando com a cara da gente? Ou será que ele não percebe que ele, com essa conversinha de maluco, não vai conseguir convencer NINGUÉM, por aqui?
Tiago, vai tomar seu ki-suco, vai!

Didi Iashin disse...

P.S.: Daqui a pouco, Mr. Equis vai fechar os comentários ...

Mr X disse...

O pobrema do Tiago é que ele acaba desviando a discussão para coisas estúpidas. Quem se interessa pelo que Stalin disse? O post nada tem a ver com isso.

Anônimo disse...

O post acusa a Esquerda de fugir da realidade, mas o Marxismo-Leninismo baseia-se justamente na descoberta por Marx, Lenin e Stalin das leis que regem a realidade social humana. São os reacionários, que rejeitam as leis da História descobertas por Marx, Lenin e Stalin, que estão fugindo da realidade.
Tiago

Mr X disse...

Tiago,
Pela última vez. Marx, Stalin e Lenin não descobriram "lei" alguma. Inventaram uma teoria patentemente FALSA, o que pode ser facilmente demonstrado.

Mas o objetivo desses três patetas nunca foi a compreensão das "leis da realidade humana", mas sim a sua MODIFICAÇÃO. Você mesmo deixa claro isso, ao falar em "terror organizado" e outras formas de coerção violenta, tentando modificar o mundo em nome de uma sociedade utópica hipotética que JAMAIS EXISTIU e JAMAIS EXISTIRÁ.

Pergunte aos que viviam sob o comunismo soviético se eram felizes.

Small Winner disse...

Para a antologia das pérolas da "legalidade socialista": Certos grupos são irrecuperáveis e devem ser lquidados (transcrevo tel quel, como Augusto Nunes faz com o que profere dilmente). Parabéns a ti@guinh@, que só repete bovinamente o que dizia karlão sobre as raças inferiores - com a pequena diferença de que mais de um século se passou desde aquelas barbaridades que se queriam as leis da história.

Didi Iashin disse...

Desculpa aí, viu!
não era constinuição, era CONSTITUIÇÃO! O Tiago e suas teorias me tiram do sério ...

Anônimo disse...

"Pergunte aos que viviam sob o comunismo soviético se eram felizes."
Pergunte às vítimas da Grande Depressão,pergunte às vítimas da Segregação, pergunte aos negros pobres mandados para a morte no Vietnã lutar pelos Rockefellers e pela Casa Morgan,enquanto Bush ficava na América, pergunte às vítimas do Imperialismo Americano se ficaram satisfeitos com o modo como foram tratados.
O Partido liderou a classe operária à vitória contra a Burguesia e contra o inimigo fascista, industrializou países e tornou países pobres e periféricos em nações prósperas e fortes! Como dizia uma velha canção chinesa, "Sem o Partido Comunista, não haveria a Nova China". Sem o Partido, não poderá nunca haver um mundo realmente democrático, justo e próspero!
Tiago
Tiago

Anônimo disse...

"Liquidados" é com "i" depois do "l".
Tiago

Bruno B. L. disse...

O Tiago não quer debater, só quer causar tumulto...ele nem mesmo responde ao que lhe é dito.

Anônimo disse...

Respondo,sim. Agora, se depois que se recorre à imprensa da época, às leis da época, ao depoimento de testemunhas como o embaixador americano na URSS, às transcrições dos julgamentos, ao fato de que os EUA também usaram condenações extra-judiciais e métodos coercitivos para manter seu sistema, à resistência heróica do Povo e do Partido contra o agressor fascista, os reacionários insistem em manter sua mitologiazinha segundo a qual o regime racista e fascista dos Rockefellers e da Casa Morgan é democrático, e o Regime Soviético é mau, não posso fazer nada.
Thomas Paine já dizia que argumentar com quem renunciou à lógica é como dar remédio a um cadáver:não funciona.
Tiago

Iconoclasta disse...

"O Partido ... industrializou países e tornou países pobres e periféricos em nações prósperas e fortes!"

por exemplo, hem?


Como dizia uma velha canção chinesa, "Sem o Partido Comunista, não haveria a Nova China". Sem o Partido, não poderá nunca haver um mundo realmente democrático, justo e próspero!"

e em qual lugar o partido conseguiu juntar pelo menos dois desses 3 desejos (ou mesmo manter 1 no longo prazo)?

vc disse q responde...


;^/

Anônimo disse...

A China era um país paupérrimo e atrasado sempre derrotado nas guerras, humilhado e explorado pelo colonialismo, vivendo sob o domínio dos senhores de terras. O povo era analfabeto e o país estava atrasadíssimo em ciência e tecnologia. Sob a liderança genial do Presidente Mao, a China venceu o agressor fascista japonês, destrui a Burguesia e os senhores de terras, eliminou o analfabetismo, libertou as mulheres da cultura machista tradicional, eliminou o analfabetismo, tornou-se um dos primeiros países no Mundo a conseguir a Bomba Atômica e a lançar um satélite pelos próprios esforços, tornou-se uma potência científica, industrializou-se, venceu os agressores americanos, venceu os agressores vietnamitas e venceu o social-imperialismo revisionista soviético e deu uma vida melhor a seu Povo.
A Rússia, antes atrasada, pobre e periférica, sob a liderança de Stalin, se tornou uma potência, industrializou-se, venceu as superstições religiosas, acabou com analfabetismo, foi o primeiro país a lançar um satélite, foi o primeiro país a colocar um ser humano no espaço, venceu o agressor fascista, libertou a Europa Oriental, libertou as mulheres, libertou regiões atrasadas da opressão dos senhores de terras e chefes tribais, permitindo que o Povo tivesse acesso a serviços socias de altíssima qualidade.
Essa é a obra genial do Partido de Marx, Lenin e Stalin.
Tiago

Iconoclasta disse...

"Essa é a obra genial do Partido de Marx, Lenin e Stalin."

saquei, mas vc não acha q vc tá relativizando um pouquinho?

pq olha só, vc falou em:

"democrático, justo e próspero"


e será q aquela turma q não tem, ou não tinha, nem seu direito de ir e vir respeitado, o q dirá de escolhas políticas, acha mesmo q se trata de democracia?

e quanto aquela montanha de mortos q remonta oq, pouco menos do q uma centena de milhoes? seja pela fome um assassinato sumario concorda com a justeza do regime?

e da prosperidade, q tal? se o bloco soviético ter ido para o saco não significa nda, o q dizer da china só ter iniciado seu desenvolvimento economico após adotar práticas capitalistas, mas não seu regime autoritario, e mesmo assim, depois de mais de 20 anos estar lá na centésima casa em renda per capta? bicho, para os caras apresentarem crescimento robusto durante todo esse tempo e ainda estarem na metade mais pobre do planeta, imagina a naba q o tal do mao deixou?

;^/

Anônimo disse...

O Regime Soviético ruiu devido ao revisionismo de Khruschev e Brezhnev, heroicamente denunciado por Mao e Hoxha.
A China antes era um país pobre, dominado pelos países imperialistas,mas sob a liderança do Presidente Mao, se libertou do Fascismo e do Imperialismo. O Presidente Mao tornou um país camponês em um país em uma grande potência educacional e científica, com qualidade de vida para todos, ao contrário da injustiça econômica nos países capitalistas.
Sob o Regime Socialista, o Povo, através dos sovietes de soldados, operários e camponeses e através das organizações do Partido podia escolher seus própros líderes, enquanto na América Racista, o direito ao voto era negado aos negros, que eram mandados para a morte no Vietnã.
Tiago

Small Winner disse...

ti@guinh@, você pode mandar seus comentários "instigantes", como diz o clichê, com seu nome, não como um simples anônimo.

Uma autora "burguesa", Hélène Carrère d'Encausse, da Academia Francesa, anteviu o colapso soviético muitos anos antes da hora h. Examinava os índices de mortalidade infantil, que eram comparáveis aos da África subsaariana.

Conheci alguns países da antiga cortina de ferro, e posso lhe assegurar que o atraso em relação à Europa ocidental em muitos aspectos é chocante.

Pense (não dói, nem na primeira vez!) em como seria a Finlândia se tivesse ficado submetida à "genialidade" bolchevique.

E dizer que os camponeses chineses vivem uma vida minimamente decente é ignorância ou escárnio. Como você parece ser muito jovem, espero que ainda se livre desses males que embotam a mente e o coração.

Anônimo disse...

Grande coisa! O autor burguês Emmanuel Todd previu, aos 25 anos, o colapso soviético 15 anos antes da dissolução da URSS. O dissidente Amalrik previu o colapso 21 antes dele acontecer. O que ruiu foi o revisionismo soviético, tanto é que a maioria desses autores escreveu durante a estagnação dos anos Brezhnev. Enver Hoxha e Mao denunciaram o social-imperialismo do revisionismo soviético, sabia?
Imagino que na sua opinião a Rússia dos czares é que estava no mesmo nível da Europa Ocidental... A URSS foi o primeiro país a lançar um satélite, o primeiro a lançar um homem ao Espaço, venceu o agressor fascista e çibertou a Europa Oriental, eliminou o analfabetismo, libertou vários povos do atraso e das superstições religiosas, libertou as mulheres e se tornou um potência científica e tecnológica. Graças ao Partido!
A Mongólia tinha um altíssimo índice de analfabetismo e era dominada por superstições religiosas, quase um Tibet. O Partido, sob a liderança de Stalin e com a colaboração do Partido local, esmagou o budismo, destruiu os monastérios, liquidou os monges-ainda hoje, sepulturas coletivas daquela época são encontradas-, acabando com seu reinado de superstição e opressão, e educou o Povo, eliminando o analfabetismo. Para você ter uma idéia, nos anos 70, a UNESCO premiou o país por seu brilhante trabalho na eliminação do analfabetismo. Enquanto isso, o muito mais rico Brasil ainda convive com a chaga e a vergonha que é o analfabetismo. Que triste!
Tiago

Didi Iashin disse...

Tadinho do nosso troll de estimação ... Alguém já levou ele para passear, hoje? Precisa tomar sol, pelo menos ...

Small Winner disse...

Sim, g@rotinh@, posso afirmar tranqüilamente que a Rússia, sem a repressão e regressão que são tudo que o cocomunismo deixou, seria hoje em linhas gerais um país como os demais da Europa, democrático e próspero - mais ou menos a evolução que se pode observar na Finlândia, que se tornou independente em 1917.

Mas talvez a cabeça de alguém que se orgulha de sepulturas coletivas seja mesmo impérvia a esse tipo de argumento. Qualquer socialismo, científico ou revisionista, é uma espécie de niilismo, e só se compraz com montanhas de cadáveres, com a terra arrasada e o delírio insensato, pura hýbris, de começar tudo do zero. O diabo - que não aparece aqui por mero acaso - é que ao zero se volta sempre, mesmo se por instantes se possa dele sair.

O autor a ler é o "burguesíssimo" Soljenitsin, que reduz a pó de traque todos esses possessos (como diria Dostoievski) do tipo hoxha e mao e, com sua lealdade inquebrantável à verdade, ajudou a virar uma das páginas mais negras da história humana. Depois a gente conversa mais.

Anônimo disse...

Eu não me orgulho das covas coletivas, tanto quanto um americano não se orgulha de Dresden ou Hiroshima. Mas precisava ser feito para libertar o Povo da escravidão, e graças à coragem do Povo Soviético, o analfabetismo foi eliminado na Mongólia, enquanto no Brasil nada foi feito neste sentido.
Soljenitsin não era "burguês", ele era um defensor da Igreja Ortodoxa dos czares, era um fanático religioso, anti-soviético e anti-ocidental, um ingrato, que vivia atacando os próprios democratas ocidentais, que lhe concederam acolhida (bem que mereceram), e só era tolerado por poder ser utilizado como arma contra o Povo Soviético. Muitos dissidentes (Amalrik, Yuli Daniel e Sinyavsky, até Sakharov) eram boas pessoas, um pouco desorientas, que queriam fazer o bem, mas o fascista Soljenitsin era um canalha, desejava o restabelecimento daopressão religiosa movida pela Igreja Ortodoxa, queria o restabelecimento do domínio dos grão-russos sobre os habitantes das demais repúblicas soviéticas e queria o restabelecimento da ditadura dos senhores de terra e da servidão. Era um cão raivoso do fascismo.
Tiago

Small Winner disse...

Parabéns, ti@guinh@, apenas por ter entendido minha ironia - de fato AS não era um autor burguês, e sim um místico, além de um patriota e alguém bastante consciente das aporias da modernidade. Mas as coisas que você diz dele indicam claramente que você não o conhece e talvez não esteja em condições de compreendê-lo. Se ele ajudá-lo a curar-se da sua "doença infantil" e ao mesmo tempo senil será fantástico, quase um milagre. E aí então, como disse, será possível um diálogo digno desse nome. Do svidania, moi drug, passar bem.

Anônimo disse...

Ah, bom. Só pode haver diálogo se, antes, eu concordar com o seu fascismo (e de Soljenitsin). Imagino que é o que se convencionou chamar de democracia (os negros podiam votar, nos EUA, desde que fossem brancos). Realmente edificante.
Tiago

Anônimo disse...

MR. X, quem escreve essas bobagens para você?
De uma coisa eu sei, baseado em seus pobres comentários aqui e no Blog do PD, você não possui inteligência suficiente para textos de mais de cinco linhas.
Cá pra nós, quem os escreve pra você?
Tão pagando uma boa graninha para publica-los?
Em tempo: Até agora não vi ninguém contestando o Tiago com argumentos, somente com nomes perjorativos e nada mais...
Falta inteligência para argumentar???

Mr X disse...

Mais um mala anônimo, este quem é?

Anônimo disse...

Por que MAIS UM mala anônimo? Eu não sou anônimo, eu assino meu nome. Se alguma coisa, sou menos anônimo do que vocês. E por que alguém que concorde comigo em vez de concordar com os que dizem que só pode haver diálogo se eu aceitar o fascismo éum mala?
Tiago

Small Winner disse...

ti@guinh@, você me chamou de fascista - como num samba que não sei se é do seu tempo, esse orgulho vou levar comigo pro resto da vida!

Mas não tenha medo de ler outros autores, em vez de apenas ficar patenteando sua sesquipedal ignorância. Estou doido para sair desse "diálogo" enfadonho que ninguém deve estar acompanhando, nem o dono do blogue, mas não posso deixar de lhe recomendar autores reacionários como Joseph de Maistre, Nicolás Gómez Dávila e, em certa medida, Edmund Burke (porque era um whig), que lhe ensinarão muito mais sobre o mundo e a sociedade do que esse lixo com que você se contaminou. Do svidania, moi drug, caso você não tenha entendido, quer dizer até logo, meu amigo, na bela língua russa, prostituída pelos "gênios" da sua corriola.

Anônimo disse...

Ficou irritadinho M. X?
Te conheço desde os tempos de NoMínimo e sei que raciocíno e capacidade de elaborar textos ou postar respostas inteligentes, você nunca possuiu.
E estes textos que você publica?
Tão pagando bem para você publica-los ou você os compra e posta, para que seu blog não naufrague?
Quem os cria? OC, RA, DM ou o coronel do coturnonoturno?
Vida de blogueiro é assim mesmo, tem que aguentar os "malas" que discordam de seus retrógrados pensamentos...
Ass. "O Mala".

Mr X disse...

Não entendi, os comentários são idiotas, mas os textos não?

De qualquer modo, meu caro, se não gosta, não entendo porque vem aqui. No mais, qualquer um é livre para discordar, afinal temos aqui o Tiago, nosso troll de estimação, ninguém jamais o impede de cantar loas a Stalim.

Anônimo disse...

Eu não sou um troll! Eu defendo o Marxismo-Leninismo, a ciência criada por Marx, Lenin e Stalin, que descobriram cientificamente as leis que regem as sociedades humanas.
Tiago

Anônimo disse...

Tanto os textos, quanto os comentários (exceto os do Tiago que são bem elaborados), são idiotas e desprovidos de realidade.
A diferença é que os textos são longos demais para serem de sua autoria.
Sua capacidade intelectual não te permite escrever mais que cinco linhas.
Eu não gosto do seu blog mas me divirto muito em aporrinha-lo.
Se não gosta, me bloqueie.

Anônimo disse...

Ah!
Antes que eu me esqueça:
Eu sou o "MALA"...

DD disse...

Espero que não seja tarde para isto:

http://www.youtube.com/watch?v=UdIIqoDakHU&feature=player_embedded

Avatar x Pocahontas.