quarta-feira, 17 de agosto de 2011

O problema são os mexicanos

No outro dia conversei com um taxista. Simpático. Era negro, vinha da Somália. Muçulmano. Morava nos EUA desde os 10 anos de idade. Falou sobre a cidade, sobre o emprego, e finalmente perguntei sobre a sua família.

Resposta: era casado e tinha sete filhos. Todos nascidos nos EUA e, portanto, cidadãos legítimos do país.

Como ele parecia relativamente jovem, é possível que pudesse ter ainda mais sete. Considerando que os americanos nativos tem em média dois filhos (os europeus tem 1), acho que é perdoável o primeiro pensamento que me passou pela cabeça: "America is fucked".


Bem, outro pensamento poderia ser de alívio: "não faltarão taxistas na América", ou algo assim.

Maldade minha. É possivel que algum de seus filhos estude muito e vire físico nuclear, ou ao menos presidente dos EUA. De qualquer modo, casos como esse mostram que a imigração seguida da reprodução bem mais rápida do que a dos nativos poderá ser um problema bastante grave nos países ocidentais nas próximas décadas. (A Europa está no mesmo barco).

Porém, devemos também ver as coisas com clareza. A maioria dos blogueiros autodenominados "racialistas" são obcecados pela raça negra. Vivem postando notícias sobre as disfunções e problemas dessa comunidade. Mais afro-obcecados do que eles, só o Olodum.

Mas a verdade é que a população afro-americana permanece estável, tendo até diminuído proporcionalmente. E os seus elementos perigosos estão cada vez mais na cadeia (um em quatro jovens homens negros está na cadeia nos EUA; aliás, os afro-americanos que estão na prisão vivem mais tempo do que os que estão fora dela). Por isso, black flash mobs à parte, o crime violento diminuiu nos bairros negros, tanto que muitos estão se gentrificando.

Portanto, o problema mesmo para os EUA serão os mexicanos. Esses sim estão lentamente substituindo a população caucasiana, já sendo maioria em alguns estados. Provavelmente tornar-se-ão maioria da população total dos EUA em algumas décadas, e transformarão o país totalmente, de forma irreversível. Se a razão pelas diferenças é cultural ou genética, já nem importa: os EUA se mexicanizarão.

Arriba, arriba! Faz algum tempo passei uns dias no México, em Tijuana. O contraste entre esta cidade e a vizinha San Diego do outro lado da fronteira é imenso. Tijuana é pobre, feia e perigosa. San Diego, apesar de uma quantidade grande de homeless, é uma cidade com um centro bonito e locais repletos de turistas.

No entanto, indo para os subúrbios próximos a San Diego, já se nota a mexicanização. É como se eu ainda estivesse em Tijuana.

Mas o que me preocupa sobre a invasão mexicana não é que grande parte deles sejam violentos, perdendo apenas para os afro-americanos. Não é que muitos de seus jovens participem de gangues extremamente violentas, e matem pesoas a esmo.

Tampouco preocupa tanto que nos dados policiais eles sejam chamados de "brancos", confundindo as estatísticas -- este homem que matou uma criança de dois anos, de acordo com a polícia, é um homem branco

Também não é tão preocupante assim que, do mesmo modo que há uma diferença nos resultados escolares de brancos e afro-americanos, haja uma diferença inexplicável, ainda que menor, entre os resultados dos brancos e asiáticos com os dos hispânicos.  

Não importa que os hispânicos tenham aprendido bem a lição do vitimismo, e acusem a sociedade americana de maltratá-los, explorá-los ou não dar oportunidade aos "sin papeles", quando eles não querem voltar ao México de jeito nenhum e até garantem que as terras do sul dos EUA lhes pertencem.

E muito menos me preocupa o fato de que muitos dos membros dos cartéis mexicanos vivam cruzando a fronteira, e que mesmo este jovem decapitador de 14 anos treinado a matar desde criança pelos traficantes seja um cidadão americano legítimo.

Não, nada disso importa. Meu problema mesmo com essa invasão é o seguinte: as mexicanas são feias! Desculpem, não quero ser preconceituoso (peço perdão se há algum leitor mexicano aqui). Há algumas bonitas. A recepcionista do hotel em que fiquei (mestiça, acho que com traços não só indígenas como africanos) certamente era. Não teria me importado se ela tivesse me dado bola. Mas, em geral, o que dizer de um país cujo maior sex symbol é a Frida Kahlo? É claro que isso tem a ver com o gosto pessoal. Gosto de loiras nórdicas, de eslavas esguias ou então de mediterrâneas curvilíneas. Até acho algumas africanas e mulatas atraentes; mas as mexicanas, na minha opinião, são raras as bonitas. (Antes que alguém mencione Salma Hayek, observo que ela é de origem libanesa).

Bem, o fato é que isto vai ser um grave problema para os Estados Unidos no futuro, quando eles quiserem repor suas equipes de cheerleaders.

56 comentários:

DIREITA disse...

,vale lembrar, que a tempos que o governo dos EUA, propositalmente, classica não-brancos como brancos para assim maquiar a absurda disparidade de crimes cometidos entre as raças !
ex: todos criminosos abaixo, apesar de não serem brancos ,foram assim classificados .
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=440668
.
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=234752
.
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=255794
.
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=234373
.
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=363437
.
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=627348
.
mais "branquinhos"
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=601091
.
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=260684
.
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=529326
.
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=764886
.
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=784935
.
http://www.state.mi.us/mdoc/asp/otis2profile.asp?mdocNumber=230141

Bárbara disse...

>"outro dia conversei com um taxista... Era negro, vinha da Somália. Muçulmano."

Eu nem teria mandado parar.

>"era casado e tinha sete filhos. Todos nascidos nos EUA e, portanto, cidadãos legítimos do país. "

Nossa! Que legal!!!

>"é possível que pudesse ter ainda mais sete."

Ai como eu estou bandida!! kkkkkkkkkkk

Pensando em fazer eugenia, quando há pessoas maravilhosas espalhando seus genes pelo mundo, seus valores, suas tradições, isto tudo é tão lindo!!

>"É possivel que algum de seus filhos estude muito e vire físico
nuclear"

Estarei esperando que ele consiga criar o teletransporte ou ter acesso a 4° dimensão. Com esta eu saio deste mundo no mesmo momento!!

>"poderá ser um problema bastante grave nos países ocidentais "

Será?

>"de acordo com a polícia, é um homem branco."

Por que está surpreso?De acordo com seu ávido leitor, Chesterton, ele é mesmo um homem branco, quando comparado o nível de melanização com um sudanês, por exemplo.

>"Meu problema mesmo com essa invasão é o seguinte: as mexicanas são feias!"

Depois eu é que sou uma nazista eugenista fútil!

>"Desculpem, não quero ser preconceituoso"
Está perdoado. Pode passar.

>" maior sex symbol é a Frida Kahlo"

A sobrinha-neta dela, a Dulce Espinoza é bonita.

"são raras as bonitas"
Thalia Sodi Miranda, Ludwika Paleta, Dominika Paleta, Dulce Espinoza, Jessica Alba (seus pais vieram de lá, não foi?) são feias? E de fato, vcs está falando de raça, ou nacionalidade? Deveria então, estar usando o termo "mestiço mexicano", assim como "os nossos mestiços do nordeste", que não são melhores que os da Norte América.

O tempo que vc escreve isso, ´poderia ter escrito algo sobre a miscigenação, e suas consequências na identidade da Nação. Leu o texto sobre os judeus? O que achou?

De sua querida Bárbara

Chesterton disse...

Cem anos atrás eram s italianos, antes deles os irlandeses, e assim por diante. Para os Sioux os brancos estragaram a América, um paraíso.

http://www.youtube.com/watch?v=NCvJwzDQTBM

Comofica disse...

e qual seria sua sugestão Mr X?

que os imigrantes parassem de procurar países onde possam viver em melhores condições? Ou que somente imigrantes qualificados (médicos, professores, etc) entrassem?

Se pessoas que têm boas condições de vida em seu próprio país vão embora para outro buscar uma vida melhor, quem dirá os excluídos?!

Se somente os "qualificados" fossem para outros países que julgam melhores para viver e trabalhar o - terceiro mundo - seria pior ainda (incluindo claro o Brasil).

Você é "um imigrante brasileiro nos Estados Unidos", não é? (pelo que já falou em outros posts). O pessoal aí gosta desse monte de brasileiro que tá aí? e do brazilian day?

Chesterton disse...

os países tem o direito de decidir que imigrantes vão receber.

Comofica disse...

Eu sei disso Chesterton.

Sua "resposta" não respondeu nada; (não que tenha que responder)...

Chesterton disse...

que os imigrantes parassem de procurar países onde possam viver em melhores condições? Ou que somente imigrantes qualificados (médicos, professores, etc) entrassem?

chest- cada país decide quem entra. Os demais que reclamem a seus proprios governos.

Comofica disse...

Claro, cada país está decidindo muito bem quem entra, dá pra notar...e imigrantes ilegais então...nem existem - controle 100% eficiente.

"Os demais que reclamem a seus proprios governos". Isso dá supercerto também, acontece o tempo todo...

Chesterton disse...

Você perguntou como fica, não como está.
Ou você sugere abrir todas as fronteiras?

Chesterton disse...

Pensando em fazer eugenia, quando há pessoas maravilhosas espalhando seus genes pelo mundo, seus valores, suas tradições, isto tudo é tão lindo!!

chest- Olá, Bárbara. Além dos negros, quais as outras raças que você acha inferiores e indignas de seu convívio?

Chesterton disse...

Diplomata dos EUA causa revolta na Índia após dizer: 'sem banho eu fico suja e escura como vocês'


Compartilhe
5182

"Maureen Chao, vice-cônsul dos Estados Unidos no estado indiano de Tamil Nadu, provocou uma crise diplomática após afirmar em uma escola de Chennai, capital do estado, que a falta de banho havia deixado a pele dela "suja e escura", como a dos indianos. Políticos locais pediram pelo afastamento imediato de Chao do consulado. "

chest- sei não, mas acho que essa aí é amigda da Bárbara.

c* disse...

(chesto parece que acordou...to lendo atentamente, surpresa e com sorrizin nos labios :-))

Bárbara disse...

>" Olá, Bárbara. Além dos negros, quais as outras raças que você acha inferiores e indignas de seu convívio?"

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Vc acreditaria mesmo, se eu te dissesse? Vou falar então: Sou racista só por orgulho. A verdade é que eu odeio a humanidade! Bem, é verdade também que eu preferiria viver num mundo branco, mas sinceramente, os indivíduos são insuportáveis. Não suporto as pessoas, sejam de que raça forem. Negros, arianos, árabes, judeus, índios, chineses, indianos, aborígenes ...

Deve ser por isso, paradoxalmente, que eu prefiro falar das massas, dos grupos. O fato é que defendo aqueles com quem me identifico mais, no caso, a raça branca. O resto, estou pouco me lixando...

kkkkkkkkkkkkkkkk

Bárbara disse...

>"sei não, mas acho que essa aí é amigda da Bárbara"

Maureen, tia querida!!!!

Chesterton disse...

(chesto parece que acordou...to lendo atentamente, surpresa e com sorrizin nos labios :-))

chest- Conffa, desde sempre combati racistas e nazistas, nunca dormi nesse ponto e você bem sabe disso.

A questão é que eles abusam do mesmo relativismo que polui a esquerda, em sentido contrario.
A chave, aquilo que é comum aos 2 grupos se chama COLETIVISMO.

Chesterton disse...

Barbara, você se odeia tanto, que acho que tem um pezinho na África.

Bárbara disse...

>"desde sempre combati racistas e nazistas"

Estou em prantos, tamanha emoção.
Um coração tão nobre, uma pessoa justa, o mundo precisa mais deste tipo.

>:"Barbara, você se odeia tanto"
Que tipo de conclusão é essa? Quem te disse isso? Isso é um achismo, pensei que vc não fosse desses...

>:"acho que tem um pezinho na África."
Graças a Deus (ou a Satanás) não. De qualquer maneira, mesmo que eu tivesse, isso não descartaria o meu pensamento sobre os negroides. O blogueiro do Dextra tem pai mulato. vc já viu os textos traduzidos por ele sobre???
Eu tenho ascendência judaica e falo mal dos judeus. E daí???

DIREITA disse...

Cem anos atrás eram s italianos, antes deles os irlandeses, e assim por diante. Para os Sioux os brancos estragaram a América, um paraíso.
.

cidades colonizadas por italianos e irlandeses não viraram pedacinho do terceiro mundo, no primeiro !

ja .onde á abundancia de negros e chicanos...deus me livre!

DIREITA disse...

"que os imigrantes parassem de procurar países onde possam viver em melhores condições? Ou que somente imigrantes qualificados (médicos, professores, etc) entrassem"
.
.
se estes imigrantes entendessem que os problemas não estão no seus países de origem ,mas sim, neles próprios, já daríamos um grande passo!


"Se pessoas que têm boas condições de vida em seu próprio país vão embora para outro buscar uma vida melhor, quem dirá os excluídos?!."
.
.
excluidos...do que?

Chesterton disse...

"Barbara, você se odeia tanto"
Que tipo de conclusão é essa? Quem te disse isso? Isso é um achismo, pensei que vc não fosse desses...

chest- foi você quem disse

"A verdade é que eu odeio a humanidade!"

Gerson B disse...

"...É possivel que algum de seus filhos estude muito e vire físico nuclear, ou ao menos presidente dos EUA."

HAUAUAHUHAUAUAUHUHHAUHAHUHAU!!!!!!

Tu não presta, X.

Bárbara disse...

"A verdade é que eu odeio a humanidade!"foi você quem disse

E o que isso prova???

>"que os imigrantes parassem de procurar países onde possam viver em melhores condições?"

COMO ASSIM??? O que vc está sugerindo? que eles não são capazes de construir uma civilização sozinhos?
Que absurdo gente!!!
Vc não sabe que todos os grupos humanos são iguaizinhos, iguaizinhos!!?? Ora, os africanos, malaios, chineses, hispânicos e mestiços, podem muito bem lhe dar com seus próprios problemas...
Ah, é verdade. Tinha esquecido. Os europeus (os malvados brancos arianos nazistas e satanistas)têm a obrigação de ajudar todo o mundo.
E o pior é que não fazem direito. Vc sabia que todos os anos a Escandinava cobra milhões dos países pobres da África, e usa este dinheiro para fornecer energia para seus habitantes (os nórdicos)? Como se não bastasse eles ainda imigram em massa para lá (África) e estupram as mulheres negras. Quanta maldade!!!!

Chesterton disse...

"A verdade é que eu odeio a humanidade!"foi você quem disse

E o que isso prova???

chest- que se você odeia o todo, uma vez que faz parte do todo, não escapa. Ou você é ET?

Anônimo disse...

DIREITA disse: excluidos...do que?

que excluídos??????

Ah é esqueci de reparar que o seu nick é DIREITA, provavelmente você pensa que tudo é só questão de meritocracia, não existem pobres (excluídos) sem oportunidades no mundo...

Bárbara disse...

>:"que se você odeia o todo, uma vez que faz parte do todo, não escapa. Ou você é ET?"

Uma vez desconfiei que eu poderia ser uma híbrido, como naquele filme, A Experiência, com a Natasha Henstridge.
Aff..

Não seja idiota! Que conclusão mais besta!! Quando alguém diz que odeia a humanidade, quer dizer que odeia "os outros", não se refere a si mesmo, como incluído.

Chesterton disse...

Ah, sei, a humanidade menos 1......

Chesterton disse...

Mas fiquei na dúvida...nem sua mãezinha escapa de tanto ódio no coração?

Anônimo disse...

chest- cada país decide quem entra. Os demais que reclamem a seus proprios governos.

E os países hoje já não fazem isso?

Bárbara disse...

>:"nem sua mãezinha escapa de tanto ódio no coração?"

Ainda não pensei sobre.

Mr X disse...

Exagerei um pouquinho, tem algumas mexicanas bonitas sim. O post era de humor, mas acho que não deu pra notar. Porém, os mexicanos, especialmente os que moram nos EUA, tem sérios problemas de obesidade.

Eu já disse que não tenho preconceito contra ninguém, mas não é verdade: tenho um certo preconceito contra ciganos. Se vejo um(a) já desconfio que possa ser ladrão ou que venha pedir dinheiro. Mas há ciganos que são bons músicos também.

Mr X disse...

que os imigrantes parassem de procurar países onde possam viver em melhores condições? Ou que somente imigrantes qualificados (médicos, professores, etc) entrassem?

Os governos que tenham o interesse da nação em mente devem sim procurar somente os imigrantes mais qualificados, ou o menos fiscalizar bem quem entra. O mundo tem bilhões de pessoas.

Acabar com o welfare seria uma boa também.

Os imigrantes certamente não pararão de procurar países onde possam viver melhor, desde que trabalhem para isso em vez de roubar ou se encostar no welfare, nada contra.

Chesterton disse...

Ainda não pensei sobre...

chest- Barbara, sua definição de humaniodade já está um pouco viciada...humanidade -2?

Harlock disse...

Salve.
Cáspite! E eu pensando que a Salma Hayek era produto da Escola Austríaca...

Harlock disse...

"Para os Sioux os brancos estragaram a América, um paraíso." Nimguém que tivesse sioux como vizinhos pensaria estar no Paraíso...

Harlock disse...

Os artigos do Victor Davis Hanson no Pajamas Media sobre os efeitos da nova imigração no ambiente e nas instituições da Califórnia são sempre ilustrativos... provávelmente em lugar nenhum dos EUA as políticas de bem-estar social foram coroadas de maior sucesso, mas "sucesso" apenas no interesse da classe política, com a massa dos estado-dependentes convertidos em eleitores cativos, ansiosos pela perpetuação do modelo.

Bárbara disse...

>:"tenho um certo preconceito contra ciganos"

NAZISTA!! Nazista! Nazista! Nazista! Nazista! Nazista!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

>".humanidade -2"

Humanidade + 1 (hibrido de humano com cachorro vira-lata- Chesterton)

Chesterton disse...

Calma, barbie, não perca os estribos assim tão rápido.
Já se decidiu se sua mãezinha vale seu amor?

Anônimo disse...

isso: http://www.youtube.com/watch?v=gKHqFzeh_s8

Bárbara disse...

>:"Já se decidiu se sua mãezinha vale seu amor?"

Sim (decidi). Não (é a resposta a questão). Por culpa desta tola, é que eu estou aqui, aguardando a morte ( suicídio não é para qualquer um), já que vida é só sofrimento (como prega o budismo).

Chesterton disse...

Barbara, e o pai, você chegou a conhecer?

Bárbara disse...

>:"Barbara, e o pai, você chegou a conhecer?"

QUALÉ QUE É HEIN MEU CHAPA!!!!????

vc vai querer saber que tipo de sentimento eu nutro por cada parente?
Fuck you!!!

Chesterton disse...

o sentimento eu já sei, só queria saber se você tem pai conhecido....

Observador disse...

É Mr X, parece que depois que o AN e o Rovison resolveram parar de comentar no teu blog, o número de comentários caiu drasticamente.

Anônimo disse...

Observador, ao contrário, acho que subiu. Eram muitos comentários maçantes e abobrentos, tenho a teoria que afasta os leirores... :-)

Mr X disse...

Eu tenho saudades do AN... Estou preocupado.

Augusto Nascimento disse...

Augusto Comte previu a crise final do Ocidente: haverá rebeliões, fomes, pestes, nação levantar-se-á contra nação até a Europa aceitar o Grande Ser e fazer de Paris a capital do Ocidente. Então, haverá um só pastor e um só rebanho, o lobo e ocordeiro pastarão juntos, e, nas palavras de Kennedy, o forte será justo, o fraco será protegido, e a paz será preservada. O Chesterton é um imbecil. A queda da Europa teológico-metafísica é uma inevitabilidade histórica, um produto de leis históricas inexoráveis, pois, como, genialmente, ensinou Miguel Lemos, a vitória do Grande Ser pode ser antecipada ou atrasada, mas não pode ser mais impedida do que a ação da gravidade. A Humanidade, em sua sagrada marcha ascendente, abandonará as superstições e enganos do passado, os homens descobrirão que, como ensinou Comte, o cumprimento do Dever é a única verdadeira fonte de felicidade e que, mesmo que o homem se agite, a Humanidade o conduz. Como ensinou nosso grande compatriota Castro Alves, "Lá brada César morrendo: 'No pugilato tremendo Quem sempre vence é o porvir!'". O Chesterton é um idiota.
"O islamismo é uma religião que dá uma importância exagerada ao sexo."
Sei... os sionistas de Josué violavam as mulheres depois de matar homens e crianças (segundo eles, por ordem de Deus), mas isso não tem nada a ver com sexo... Salomão tinha centenas e centenas de esposas e concubinas, mas isso nada tem a ver com sexo... Jacó (aquele que dá nome ao estado sionista), segundo os sionistas, durmiu com duas esposas, duas escravas e quem mais aparecesse, mas isso não tem nada a ver com sexo... As olavettes defendem o divórcio, a dissolução da família e a imoralidade sexual-contra o ensinamento de Comte, que provou que o divórcio é imoral e que a imoralidade sexual é lastimável!-, mas isso não tem nada a ver com sexo... Aparentemente, só os terroristas noruegueses têm a verdade revelada quanto a sexo... Até quando as olavettes vão continuar envenenando a juventude com suas mentiras e iniquidades? O Chesterton é um bucéfalo.

Augusto Nascimento disse...

"os politicamente corretos pretendem que não há raças, querem jogar tudo num homogeinizador e ver o caldo resultante HOJE!" O Chestertom é um parvo.
Ouvi dizer que querem até deixar que os negros sentem nos ônibus. Que horror! Negros e brancos sentando em "acentos" do mesmo tipo, tal horror só pode ser esse tal de comunismo, que instalaram nos EUA e de que tanto tenho ouvido falar por aqui. O mr X é um bundão.
"Enfim. A raça, banida do discurso civilizado desde as loucuras de 'Rítler', está novamente - por bem e por mal - voltando à tona."
Levando-se em conta que a Segregação nos EUA acabou décadas depois da derrota nazista, isso significa que os EUA não eram um lugar "civilizado" em, digamos, 1960 ou que os negros não contam porque Jesus-o da TFP, do senhor Malafaia (cada partido tem o Edir Macedo que merece, não é?) e da tariqa de Maria, ao menos- só ama branquinhos?
"Na verdade, os verdadeiros conservadores são gente como meus avós, pessoas que passam longe de qualquer militância política, mas têm entranhados os valores do cristianismo, a moral tradicional, a família, o trabalho e a honestidade." O chesterton tem QI de negro.
Por que parar nos seus avós? Os avós dos seus avós devem ter sido melhores conservadores ainda, pois, no tempo deles, havia muito mais atraso a ser conservado, começando com a nossa versão da "instituição peculiar" e terminando com um tirano caduco e controlado pelos áulicos. Nossos "conservadores" (reação e conservação são, na verdade, duas coisas completamente diferentes)não conseguiram conservar a Escravidão, mas conseguiram conservá-la por mais tempo do que quaisquer outros do "mundo civilizado", que não sei se, segundo a Geografia Èquissiana, inclui os EUA-a geografia olaviana, por exemplo, não os inclui no nosso continente porque a ignorância geográfica da tariqa tem razões que a própria razão desconhece. O Chesterton só faz comentário boboca. Em todo caso, não há como se ignorar o que os ídolos dos traidores monarquistas alcançaram em sua guerra "santa" em defesa da sobrevivência do pecado original do cativeiro:nada mau para um império oficial e legalmente cristão e para um imperador que o era oficialmente pela "Graça de Deus".

Augusto Nascimento disse...

Quer dizer que, dois séculos depois da independência, alguns latino-americanos (quais exatamente?) estão ameaçando começar a principiar a iniciar o caminho rumo a algo mais ou menos parecido com desenvolvimento? Culpa dos africanos também? Benin, por exemplo, como país independente, é quase tão recente quanto o desaparecimento da Guanabara (ah, sim, tenho certeza que os colonizadores franceses fizeram de tudo para tornar o país um tigre africano, pois o colonizadores sempre têm os melhores interesses dos nativos no coração). O chesterton só fala merda.
"Então recuemos há 100 anos e eu pergunto: havia alguma nação negra desenvolvida no início do século XX?"
Não, e havia poucas independentes também, já ouviu falar da Conferência de Berlim e do Mapa Rosa? Aliás, o Japão e a Coreia também não eram desenvolvidos (e a maior parte dos asiáticos ainda não é-será que a "raça coreana" é diferente da dos mongóis com sua pasmaceira econômica, por exemplo?-, e nenhum país "branco" sul-americano é-será que os "brancos" da América do Sul têm defeito de fábrica?). A não ser que você ache que o mundo começou em 1964 (as Olimpíadas desse ano simbolizaram a aceitação do Japão no establishment internacional) e terminou em 2011, não faz sentido usar a Ásia-nunca faz sentido usar a AL- como argumento em favor da importância da raça no progresso econômico. Você é justamente o tipo de pessoa que, antes da abertura japonesa, garantia que eles eram racialmente inferiores e incapazes de progresso econômico.
"Eu nunca fiz nenhum elogio aos brancos brasileiros."
Na África,a culpa do subdesenvolvimento é "evidentemente" da raça; no Brasil... quem sabe? Deve ser a "cultura" ou o ar ou a água... Os judeus do mundo afogam-se em prêmios Nobel, os de Israel têm menos prêmios no total do que os franceses em Literatura, deve ser culpa do sol na cabeça...Ah, raça só é importante quando serve para confirmar seus preconceitos. Quando não serve... Se meio século de independência africana confirma seus preconceitos, tudo bem; se dois séculos de América do Sul independente não confirmam, a gente varre os fatos para debaixo do tapete... Ainda acho que você deveria procurar grandes mentes na América do Sul e em Israel-ou mesmo na Ásia em geral- usando seus critérios estatísticos. E, se o Haiti é pobre por causa dos negros, Honduras é pobre por causa de quem? Não há muitos casos de sucesso entre as velhas colônias europeias (excetuando-se o bom e velho Commonwealth), Ishiraha várias vezes citou esse fato como prova da superioridade institucional japonesa: as velhas colônias nipõnicas estão se dando bem. Por que o mesmo fenômeno, fracasso colonial, precisa de explicações diferentes, dependendondo continente em que se esteja?
"...a decadência total da civilização ocidental será algo tão certo quanto a Terra gira em torno do Sol." O chesterton argumenta como um símio.
Até outro dia, nossas amigas olavettes nos garantiamq ue esse tal de Galileu era um mentiroso e que certos mesmo estavam os jesuítas do Geocentrismo... Deve ser culpa do "pogressismo".

Chesterton disse...

Voltou! Sei não, acho que é tudo coisa de uma pessoa só.

DIREITA disse...

"Ah é esqueci de reparar que o seu nick é DIREITA, provavelmente você pensa que tudo é só questão de meritocracia, não existem pobres (excluídos) sem oportunidades no mundo..."


excluídos do que? de responsabilidade ,de inteligência,de iniciativa. ou oque?
.
oportunidade é a própria pessoa quem cria.
o que seria do mundo se os grandes gênios ficassem esperando um oportunidade ao invés de eles criarem a mesma?

Anônimo disse...

os grandes gênios são uma parcela muuuuuuito pequena da população. Você por acaso é um grande gênio? creio que não

DIREITA disse...

Quem quiser entender o porque dos negros serem obrigados a sentarem em lugares diferentes dos brancos ,nos ônibus americanos na década de 60,ASSISTA A ESTES VIDEOS
.
http://www.youtube.com/watch?v=aR2soCQsWlo&feature=related
.
http://www.youtube.com/watch?v=W1qDtbX7M10&feature=related
.
http://www.youtube.com/watch?v=rM7ynp8jgMk&feature=related
.
(atenção aos comentarios deste video abaixo)
http://www.youtube.com/watch?v=qDnRY_ZNHW4&feature=related
.
http://www.youtube.com/watch?v=Nb_HcZDuRBk&feature=related
.
http://www.youtube.com/watch?v=A3n7oN_KZf8&NR=1&feature=fvwp

Kct disse...

Pelo menos as atrizes mexicanas são bonitas sim. Poderia citar Thalía(a mais bela),Barbara Mori,Lucero,Angélica Rivera,Alejandra Barros,Gabriela Spanic e Gaby Espino.

Mr X disse...

Tem razão, KCT.

Será que esse é o mesmo AN, ou um imitador? Está um pouco estranho.

Anônimo disse...

A maioria da direita não fala mal dos negros somente porque tem fixação por eles como o pessoal do olodum, tem um motivo OBVIAMENTE.
Os mexicanos podem até ser um problema a longo prazo, de ordem demográfica, mas os negros são um problema atemporal, tendo 7, 2 ou nenhum filho, tem sido assim em todos os lugares que tem migrado.
Os índices de aborto na comunidade negra americana são um dos mais elevados do mundo, mas paramosa pra pensar.
População americana atual: 310 milhões, 12% afroamericanos, uns 50 milhões?? (não estou com calculadora,perdão,rs).
Em 2050, segundo previsões 438 milhões, 12%, proporcionalmente a população não crescerá (isso sem contarmos os latinos negros do caribe, do brownzil,etc) mas em números absolutos??

Anônimo disse...

vai tomar no cu