sábado, 29 de maio de 2010

Coréia

Pobre Kim Jong Il. Quer porque quer uma guerra, mas ninguém o atende. Fez testes nucleares, seqüestrou jornalistas estrangeiros, sem resultados. No outro dia até mandou torpedear um navio sul-coreano, para ver se conseguia. Nada. A Coréia do Sul ameaçou, mas não passou disso. A ONU assobiou e passou de largo. A União Européia acenou vagamente com sanções, que não se concretizaram. Obama estava demasiado preocupado em inventar novas formas de gastar bilhões do erário público americano e só fez um rápido pronunciamento.

O solitário ditador norte-coreano novamente fracassou. Seus grandes sonhos de glória militar, mais uma vez, terão que esperar.

Pobre, pobre Kim Jong Il.

22 comentários:

Mr X disse...

Faria mais sentido no post sobre o nacionalismo alemão, mas eis um vídeo hilariante sobre os problemas econômicos na Europa (em inglês):

http://www.youtube.com/watch?v=thSTpGnWEAs

Augusto Nascimeno disse...

Acho que Erário já é público.

jbitten disse...

Mister, lamento dizer, mas essa história do "torpedeamento" da corveta tá mto, mas mtoooo mal contada... Se eu não estivesse metido no mês da 2a GM, certamente faria um texto sobre o assunto. Bom, assim, aproveito pra chatear.
Vamos por partes
1. a Coréia do Norte, militarmente, é uma potência paraguaia. Suas tão decantadas (por alarmistas norte-americanos) forças armadas seriam uma "ameaça" caso estivéssemos em meados dos anos 1970. Em termos militares, caro, escreva aí, 100 vezes: tamanho NÃO é documento. Outrossim, Israel já não existiria desde os anos 1960.
2.Eles até têm uns 30 subs, sim, mas são modelos à diesel, da classe "Charlie", desenhada na ex-URSS em meados dos anos 1950, fabricados na China ou localmente. Um bicho desses faz tanto barulho submerso que até um operador de sonar treinado pela marinha do INES (Inst. Nac. de Educ. de Surdos, no Rio de Janeiro)ouviria ele se aproximando. Para ter alguma possibilidade de sucesso, teria de disparar um torpedo de tal distância que a possibilidade de acertar alguma coisa seria algo como a de um porco voar.
3. E qto mais acertar uma corveta... Vamos lá, Mister, vc sabe a diferença entre uma corveta e a barca Rio-Niterói?
4. E, ainda por cima, a tal cv Cheonan estava "em exercícios"... Quá-quá-quá! Em manobras de combate ainda por cima dentro de uma zona de alerta, a 75 km da costa de um "estado-pária"! Essa foi a melhor! Quem comandava a força-tarefa? O Renato Aragão?Conta outra, vai. O conceito de "exercício naval" na Coréia deve ser diferente daquele que qualquer oficial naval conhece.
5.Por que os sul-coreanos não divulgam as "provas irrefutáveis" que conseguiram? Só mostraram prá dona Hilária, que saiu logo demonstrando sua macheza, num momento q o chefinho está mais encalacrado que linha de tricô na mão de bêbado?
6. Agora, falemos sério (mas nem tanto...): qto será q custa manter forças armadas da hora, com 300.000 efetivos, treinamento e equipamento de primeira, em semi-prontidão permanente? E uma indústria bélica indígena produzindo só pras pps necessidades, pq os pps "aliados" não deixam exportar nada? Será q os sul-coreanos não estão querendo dividir o custo com a turma lá da macha e do chefinho dela? Perguntas, perguntas, perguntas...

Chesterton disse...

Dizem aí que a Coreia do Norte tem gasolina para fazer 2 dias de guerra, aí para. O problema é que seria 48 horas de terror sobre Seul, o estrago seria grande demais mesmo se não houvesse lançamento nuclear.
Como estou pensando em comprar um jipão coreano, estou torcendo para que não haja guerra.

Chesterton disse...

Bitt, notou que seu argumento 4 contradiz o argumento 2?

Mr X disse...

Tudo bem, então qual é a sua teoria Bitt? Quem afundou o navio?

Acho que o Kim no fundo do seu inconsciente, quer é ser invadido e perder, e que o Ocidente dê muita grana pra reunificar o país, como fez com a alemanha oriental.

O problema é que nem haveria grama para isso hoje, ver vídeo acima.

Didi Iashin disse...

Tudo bem, então qual é a sua teoria Bitt? Quem afundou o navio?

Provavelmente, o FHC ...?

Chesterton disse...

foi o Bush?

Anônimo disse...

..e Woland, manda: Disseste tudo. O problema será quando este rato resolver rugir mais forte e cometer uma tolice mais séria que as de costume. E a bola da vez é o Irãnio com Turquia eeeee .... não acredito que estamos envolvidos nisso ! Agora, O CARA distribui "bananas" ! Deslumbrado é phoda. Vai que O CARA, na Copa, Coréia do Norte e Brasil, encontre o ditardorzinho e vire o Ping do Pong ! Aiiiiii !

DD disse...

Foi um inside job. O Alex Jones vai falar disso nos próximos meses.

Chesterton disse...

eu não entendo como um bocó torneiro mecânico de origem na esquerda apóia um regime islâmico ultra-radical. Sinceramente, anti-americanismo é pouco. Deve ter alguma coisa a ver com a dieta.

jbitten disse...

Chest, meu bom, os dois argumentos se complementam. "Exercícios de aprestamento" simulam um situação de combate. O navio estaria com a maior parte da tripulação em estações de combate 24 hrs por dia. Em geral um navio desses tem 1tripulação e meia a bordo - a tripulação das cv anti-submarino (!!!) classe Pohang é de 104 homens. Ou seja, aproximadamente 70 em serviço e por volta de 30 em dispensa. Todos os sensores estariam ativos e todo o armamento preparado, boa parte dele com munição real. Assim, um submarino do tipo de que os n.coreanos dispõem, navegando em profundidade de ataque deveria ter sido detectado imediatamente, inclusive pq haviam outros navios na área - gostaria de saber pq não foi. Se a marinha sul-coreana é incapaz de detetar um inimigo desses... Deus (ou seja lá no q eles acreditem) q os proteja. Sacou agora, chestinho? Se as forças armadas s.coreanas padecem de tal grau de incompetência, não deviam se meter com uma "potência" do porte da do garoto Kim...

2. Não, não. Não acredito que tenha sido FHC - esse cara não tem competência pra isso. Não sei como aconteceu - apenas acho q a história tem mta ponta solta. Pode ter sido um acidente interno, ou pode ter batido numa mina, o que me parece mais plausível (embora não mto crível). Não acredito em teorias conspiratórias, mas o fato é que os n.americanos estão desmobilizando boa parte das forças que mantêm na Coreia S. Pretendem q os s.coreanos, em 8 anos assumam a maior parte das responsabilidades pela própria defesa. Caramba, isso é caro pra arraia... Lógico q não iriam explodir o pp navio, mas parece q foi uma feliz coincidência, não? Vão usar esse incidente para tentar mudar a posição dos "aliados". Ora, felizes coincidências acontecem, pô...

Chesterton disse...

você sugere então que eles afundaram-se de propósito para provocar o Kin kon sung? Ou então que se explodiram e colocam a culpa no fdp do norte só para "cavar" uma guerra onde sua capital vai virar um escombro? Sinceramente, não entendo onde v. quer chegar.

Diogo disse...

Pelo que entendi os sul-coreanos querem que os americanos continuem sendo seus cães de guarda; enquanto investem seu dinheiro em coisa melhor, como em carros e jipes para o Chesterton comprar.

Acertei?

Chesterton disse...

Não dá, se seul desaparecer onde fica a garantia do meu jipão , eles vçao honrar como? Terei grande prejuizo.

Mr X disse...

É, segundo o Bitt, foi um inside job para manter os americanos por lá... Eu não sei, pelo que li, muitos sul-coreanos ingratos já querem que os americanos vão é embora, pois muitos não consideram a Coréia do Norte uma grande ameaça, os vêem como a metade do país perdida, e que um dia se reunificarão. (Pode ser, quem sabe depois da morte do ditador, esperemos que próxima.) Então esse auto-atentado não faria muito sentido.

Mas há outros interesses em jogo, como o da China, Japão, EUA... São esses os interesses que contam, não o da Coréia do Norte que efetivamente não deve ter gasolina para mais de dois dias de guerra, salvo que a China ajude.

Harlock disse...

Salve.
Duvido de qualquer avaliação que se faça sobre o potencial militar da Córéia do Norte, como esse negócio de dispor de apenas dois dias de combustível... quem pode avalizar uma informação dessas?
Kim é apenas um marionete comandado pela China comunista que, como herdeira do Império do Meio, ainda considera a Península Coreana como sua dependência... como efetivamente o era antes da Guerra Sino-Japonesa de 1895.
Difícilmente a unificação coreana se dará fora da esfera de interesses da China, talvez a metade sul venha até a se beneficiar do status de zona economica especial ou coisa assim, mas estará de qualquer maneira sob a direção política de Pequim*.
O Tibete nunca mais será independente, o Nepal foi incorporado após 50 anos de guerrilha pró-chinesa, Taiwan está sempre na mira... só a espera do momento em que o "Grande Satan" pisque o olho... já há grupos de "ativistas" maoístas operando na fronteira Indo-chinesa etc.
Mas imperialistas mesmo sâo os EUA, neh?
* Na condição de imperialista-supremacista & euro-branco-azedo, para mim Pequim continua sendo Pequim mesmo...

Mr X disse...

A China está em todas. Silenciosamente aumentando seu império. Até na África estão.

Chesterton disse...

o Bitt é capaz de saber de cor quantos rebites são necessários para construir um submarino norte-coreano, mas nunca se preocupou em entender o que se passa.

jbitten disse...

Não, não não... Será q estou falando coreano?
1.Não sugeri q teria sido uma sabotagem interna. Não imagino q eles fariam isso, por ser estupidez. O q imagino é que tenha sido um acidente q está sendo capitalizado, em função dos problemas políticos. Ninguém quer arcar com gastos de defesa, q são improdutivos e só fazem se multiplicar. Foi assim com a Europa durante toda a Guerra Fria - os americanos insistindo q os europeus assumissem uma fatia maior de sua defesa, os europeus afirmando q não tinham condições e invocando o Tratado do Atlântico como desculpa. E todo ano, qdo aconteciam manobras do Pacto de Varsóvia, tome avaliação errada (prá cima) como justificativa. Porq não haveriam os s.coreanos de tentar a mesma coisa?
2. Harlock fez uma boa avaliação. E visto q os chineses são mais flexíveis agora à sistemas econômicos diversos (estão tolerando bem a presença de Hog Kong e Macau), é provável q, no futuro, Taiwan também acabe voltando à origem. A península da Coréia... Também é possível. Sempre foram uma satrapia sob influência chinesa, até 1895.
3. chestinho, agradeço pela confiança, mas até vc pode saber as características de um sumarino da classe Charlie - basta olhar na Internet. Quanto à "entender", bem, nessa, nunca "entenderei" o mundo de sua maneira tacanha. Mas... Não fico triste - tenho certeza q algum dia vc verá a luz. Por sinal, não compre esse SUV Hyundai: meu chefe de departamento tem um a três meses e já está louco pra se livrar dele. Recomendo meu modesto Eco Sport da Ford, mm. Tenho um: não serve para atravessar o Atacama, mas chega para ir até o sítio.

jbitten disse...

Não, não não... Será q estou falando coreano?
1.Não sugeri q teria sido uma sabotagem interna. Não imagino q eles fariam isso, por ser estupidez. O q imagino é que tenha sido um acidente q está sendo capitalizado, em função dos problemas políticos. Ninguém quer arcar com gastos de defesa, q são improdutivos e só fazem se multiplicar. Foi assim com a Europa durante toda a Guerra Fria - os americanos insistindo q os europeus assumissem uma fatia maior de sua defesa, os europeus afirmando q não tinham condições e invocando o Tratado do Atlântico como desculpa. E todo ano, qdo aconteciam manobras do Pacto de Varsóvia, tome avaliação errada (prá cima) como justificativa. Porq não haveriam os s.coreanos de tentar a mesma coisa?
2. Harlock fez uma boa avaliação. E visto q os chineses são mais flexíveis agora à sistemas econômicos diversos (estão tolerando bem a presença de Hog Kong e Macau), é provável q, no futuro, Taiwan também acabe voltando à origem. A península da Coréia... Também é possível. Sempre foram uma satrapia sob influência chinesa, até 1895.
3. chestinho, agradeço pela confiança, mas até vc pode saber as características de um sumarino da classe Charlie - basta olhar na Internet. Quanto à "entender", bem, nessa, nunca "entenderei" o mundo de sua maneira tacanha. Mas... Não fico triste - tenho certeza q algum dia vc verá a luz. Por sinal, não compre esse SUV Hyundai: meu chefe de departamento tem um a três meses e já está louco pra se livrar dele. Recomendo meu modesto Eco Sport da Ford, mm. Tenho um: não serve para atravessar o Atacama, mas chega para ir até o sítio.

Chesterton disse...

melhorou...mas ecosport, você endoidou?