quarta-feira, 13 de julho de 2011

Qual o sentido da vida?

Devemos fazer algo útil na vida. Mas o que seria algo útil? Confesso que às vezes não sei. Este blog, não o vejo como tendo qualquer utilidade prática, escrevo porque não consigo parar, é vício mesmo. Mas é mais perda de tempo do que qualquer outra coisa. Sinceramente, muitas vezes gostaria de parar e escrever coisas mais úteis, mais belas, mais profundas -- ou ao menos que dessem mais dinheiro. Quem sabe terminar meu famoso romance, há anos na gaveta?

Por outro lado, às vezes fico pensando. Faz alguns meses conheci em um grupo de discussão literária um rapaz de 22 anos admirável. Excelente orador, recém formado em Direito, e sempre com conselhos práticos sobre a vida útil que as pessoas deveriam levar. Pois bem: após dar esses conselhos, ele saiu de camping com amigos e fez uma coisa extremamente estúpida: decidiu andar de caiaque em um rio de correnteza forte sem colete salva-vidas e sem saber nadar. Encontraram o seu corpo em decomposição duas semanas depois. Tinha 22 anos, e toda a vida pela frente. Eu tenho bem mais e também faço coisas estúpidas, mas ao menos sei nadar, isso sim.

Não sou religioso, mas acredito em Deus, embora confesse que não entenda seus desígnios. Acho que meu livro preferido da Bíblia é o Eclesíastes, que é basicamente uma aceitação resignada da falta de sentido aparente da vida, e da incompreensão do universo à qual todos estamos condenados. Houve uma vez em que me pareceu que havia um sentido oculto por trás de tudo; quem sabe se as coisas tivessem ocorrido diversamente, ainda pensaria assim. Mas não ocorreram e não se pode voltar atrás. Serei sempre nostálgico da vida que não tive.

Curiosamente, se tivesse levado uma vida mais afinada com os princípios conservadores aqui defendidos, é bem possível que tudo fosse melhor. Ou talvez não. Tudo pode acabar de um dia para o outro em um um único descuido. Talvez seja apenas questão de sorte. Sabe-se lá.

Dizer que estou lutando pela civilização ocidental é besteira. A existência ou não deste blog não faz diferença alguma para ninguém, muito menos para o "mundo ocidental". Não tenho qualquer ilusão de estar passando adiante qualquer coisa. Na verdade, às vezes nem sinto que sou eu quem escreve estas linhas: é como se eu fosse tomado por um espírito, o espírito do Mr X -- eu, o indivíduo real que vive uma vida completamente diferente da que é aqui pregada, sou apenas o médium que transmite seus delírios. Nenhum de meus amigos jamais sonharia que sou de direita, até porque talvez não seja mesmo. Sou somente um observador.

Ao contrário de outros sites e blogs, não tenho o menor interesse em propor modelos políticos, salvar o Brasil ou o mundo do petismo e do gayzismo, ou criar um grupo de extremistas de direita dedicados a caçar comunistas, restaurar a monarquia ou demolir as estruturas do progressismo mundial. Talvez faltem-me a clareza e a convicção, as mesmas que me faltam em tudo. Lamentavelmente, tampouco ganho dinheiro, status ou mulheres com o que posto aqui.

Se há algum tipo de utilidade no que é aqui feito, é apenas transmitir a um público muito seleto e educado algumas das ideias discutidas entre a direita americana que jamais chegam nem chegarão à mídia brasileira, mas mesmo isso hoje o Dextra faz melhor e com maior convicção. Eu só faço o que faço por hábito, uma espécie de transtorno obsessivo compulsivo, e nem tenho certeza de estar replicando as idéias corretas.

O blog começou como reação aos eventos do 9/11, ou melhor, o personagem do Mr X começou a aparecer nos comentários do velho blog do Pedro Doria, há vários anos atrás. Só anos depois criei um blog próprio. E, se no começo a preocupação maior era com o terrorismo islâmico, hoje tal tema representa uma parcela menor das discussões. Imigração, crise espiritual, decadência ocidental, progressismo versus tradicionalismo, todas essas são questões que começaram a aparecer com maior freqüencia por aqui, devido às minhas leituras. O fato é que o ressurgimento do islamismo é grave, mas é apenas um sintoma. A doença está no Ocidente.

Se este blog não tem qualquer utilidade, por que continuá-lo? Suponho que seja um diálogo platônico comigo mesmo, tentando entender para onde diabos vai o mundo. Nada mais, nada menos. E, se nada faz sentido, então por que não continuar anyway

Qual o sentido da vida? Os cristãos tem a sua fé. Os muçulmanos as deles. Para o ateu militante e chato de galochas Richard Dawkins, o sentido é a mera propagação dos genes, aliás, nós humanos não temos qualquer sentido, somos apenas os condutos pelo qual os nossos "genes egoístas" são transmitidos de geração para geração. Mas para quê?

Para o militante ateu/gay/esquerdista, acho que o sentido da vida é tentar sempre forçar uma utopia terrena, mas que não chega nunca, e por isso a radicalização torna-se sempre maior. Todos aqueles que buscam uma forma de utopia terrena ou reengenharia social, terminam dando de cara com a ressaca cósmica, como diz o Pedro Sette. O feminismo não trouxe a felicidade? Tentemos o casamento gay. Tampouco deu certo? Bem, quem sabe a liberação dos animais? Etcétera etcétera e assim por diante. Isso ficou bem claro para mim com a eleição de Obama: houve todo aquele orgasmo midiático com a eleição do "primeiro presidente negro", e depois o quê? Nada. Post coitum omne animal triste est (*). A sensação de vazio foi camuflada com planos para a "primeira juíza latina da Suprema Corte", o "primeiro homossexual governador do Arkansas", etcétera etcétera e assim por diante.  

Já para outros o sentido da vida é mais prosaico, não fazer coisas em grande escala, mas sim na pequena. Ajudar os próximos. Escrever um livro, ter filhos, plantar uma árvore. Coisas do tipo. Parece-me mais sensato.

Bem, estou pensando em modificar algumas coisas em minha vida profissional e pessoal, e estas mudanças quase certamente terão algumas ramificações no blog também; não sei bem ainda quais serão, só sei que ocorrerrão num futuro relativamente próximo. De qualquer modo, ao menos por ora, continuarei postando. Não consigo parar, já disse. Salvo que decida me aventurar de caiaque em algum rio desconhecido, e tudo acabe assim de repente sem qualquer tipo de sentido ou explicação, estarei por aqui. 

A vida continua, até que um dia não.




(*) "Após o coito todo animal é triste, com exceção da mulher e do galo" (Galeno).

26 comentários:

Anônimo disse...

Se escrever e postar tornaram-se um vício, ler-te também.

O sentido da vida? Deus o sabe, pois que foi Ele quem nos criou; antes seria melhor perguntar: como saber se estamos nos conformando aos eternos designios? Deus não faz nada à toa, logo sentido há.

Alguns talvez considerem isto um tanto carola - e dou-lhes razão.

Abraços,

Luiz PC.

Mr X disse...

Tudo bem, já passou.

Anônimo disse...

Continue com o blog, é o melhor que eu conheço

Chesterton disse...

amigo, amigo....

Anônimo disse...

O sentido da vida é "evolution", personal evolution.

BRUTUS disse...

Chega a hora em que o sentido ja nao importa. Principalmente quando vc tem filho, sobrinho (os proprios pais)....
Parece mais como se o sentido fosse o sacrificio por quem vc ama mais que vc mesmo.

veradextra disse...

Excelentes posts ambos, Mr. Seu texto está cada vez mais afiado. Cumplimenti.

w disse...

http://www.youtube.com/watch?v=-E7dTS7oZkk

w disse...

Já leu o livro do Frankl? Em Busca de Sentido?

http://gropius.awardspace.com/ebooks/frankl.pdf

Demônio dos infernos disse...

Não pare. Leio sempre.

GRAÇA NO PAÍS DAS MARAVILHAS disse...

Tudo tém um sentido , um propósito, um porto, ainda que não vejamos

O SR É SÁBIO, CULTO, MUITO NOS ENSINA, mesmo não querendo fazê-lo

E se este blog é um diálogo onsigo mesmo, deixa-nos ter o prazer de assitir este diálogo, sem a tristea de tomar um partido

abração

c* disse...

( huging u so much )

Beto disse...

Ô grande Mr. X.! Nada de exagerar na menos valia amigo! Você é um grande blogueiro. Bem, não sei se de direito, esquerda, centro, transversal, ehehe, mas você é bom no que faz!
O propósito da vida? Como o anônimo primeiro disse, mesmo que não entendamos em primeira mão, deve haver, pois o Senhor tem seus designios e deve estar também junto de você, o ajudando, abençoando!
Difícil achar blogs inteligentes e bem escritos como o seu, e ainda, com assuntos que não são abordados facilmente na blogosfera!
Um abração!

Mr X disse...

oi confa :-) um abraço

e a todos os leitores tbm

Chesterton disse...

Homem que matou crianças em Sorocaba (SP) queria roubar R$ 70, diz polícia
Especial para o UOL Notícias
Em Sorocaba (SP)

Comentários [11]
LEIA MAIS
Assassino de crianças em Sorocaba (SP) era cunhado de uma das meninas
O homem que matou duas crianças em Sorocaba (90 km de São Paulo) estava tentando roubar cerca de R$ 70 para pagar suas contas, aponta investigação da polícia. Wellington Themistocles, 20, matou a facadas a cunhada Maiara Natali da Silva, 8, e a amiga dela Nicoli da Silva Nogueira, 9. Ele confessou o crime nesta quarta-feira (13) e teve a prisão preventiva decretada. De acordo com os policiais da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), ele disse que estava sob o efeito de drogas e que queria o dinheiro para comprar mais entorpecente.

Anônimo disse...

Seu blog é bem mais interessante que o Dextra.
O sentido da vida se descobre vivendo...

DD disse...

Kafka diria: "O sentido da vida é que ela acaba".

Iconoclastas disse...

off-

só para mudar um pouco o tom melancólico:

"Em Formosa
Em Goiás, ladrão que invadiu casa morre com tiro no peito ao acionar armadilha

Publicada em 15/07/2011 às 08h47m
Bom Dia São Paulo

SÃO PAULO - Cansado de ter a casa invadida pelo mesmo bandido, na cidade de Formosa, em Goiás, a 70 quilômetros do Distrito Federal, José Geraldo Souza, de 32 anos, montou uma armadilha para o assaltante. Ele usou fios, uma ratoeira, um cano, pólvora e munição utilizada em espingarda e armou o 'artefato' sobre a mesa da cozinha. Quando o criminoso, identificado como Jeferson Evangelista, de 32 anos, invadiu a residência na última quarta-feira, pela porta da cozinha, a armadilha disparou, ele levou um tiro no peito e morreu na hora.

Souza foi indiciado por homicídio doloso. Ele pagou fiança, responderá ao processo em liberdade, mas pode pegar até 30 anos de prisão, caso seja condenado.

- Ele exagerou.(hem?!)Quando o bandido invadiu a casa, a ratoeira desarmou e fez os cartuchos dispararem no peito do ladrão - disse a delegada Renata Machado.

José Geraldo alegou que costuma viajar frequentemente e sua casa já tinha sido invadida pelo menos nove vezes.

Um vizinho de José Geraldo viu o ladrão chegando de bicicleta, ligou para o dono da casa, que pediu que ele chamasse a polícia.

- Quando os policiais chegaram, o bandido já estava morto com um tiro no peito - contou o mecânico Júlio Pereira.

Advogados dizem que o dono da casa pode alegar legítima defesa.

- Mas ele sabia que a arma era letal - diz a delegada. oi?!

José Geraldo também foi indiciado por porte ilegal de arma."

Mr X disse...

Sinceramente, que delegada mais imbecil. É essa a polícia brasileira? Esse caso bem ilustra a visão pró-crime dessa gente. O ladrão invadiu a residência! Quem disse que daria chance ao dono da casa se ele estivesse ali? E porte de arma por um artefato caseiro?

A casa dele já tinha sido invadida 9 vezes, e a polícia fez alguma coisa? Agora que o cara toma a defesa nas próprias mãos, pode ir preso por 30 anos.

Está na cara: a Justiça, no Brasil, é pró-bandido.

Anônimo disse...

ESTAMOS AQUI GALERA DO THE CRAZIES E BATTLERPG COM VARIOS OUTTROS BLOGS CRIADOS POR RUAN PHABLO, SE VC ME DESSE ESSE BLOG DEIXAVA MAIS ARRUMADO, MASI NÃO QUERO VC SÓ VIVE FALANDO BABOZERA DE OUTROS BLOGS, ENTÃO SE VIRE, NOS DO THE CRAZIES SABEMOS QUE SE ENVIARMOS QUALQUER DE NOSSOS VIDEOS GANHAREMOS DINHEIRO POR TAMBÉM SER UM VÍDEO RUIM MAS ENGRAÇADO ENTÃO FICA NA TUA COM ESSE TEU BLOG.

Lura do Grilo disse...

Vá escrevendo! Eu vou tendo prazer de ler estando de acordo quase sempre

maisvalia disse...

O sentido não sei, mas sei duas certezas:
Pagar impostos e morrer, hehehe

Ale. disse...

Oi amigo. Gostei muito da sua postagem e me identifiquei bastante com as duas principais questões que você levanta. Inspirado nesse seu texto fiz uma postagem sobre estas questões, quando tiver um tempinho passe por lá.
Abraços.
Ale.
http://ordem-natural.blogspot.com

Brancaleone disse...

Mapeloamordedeushome!!!! que baitolagem é essa? anda usando tóxico? anda lendo paulo coelho?
Qual o sentido da vida? e lá a vida carece de sentido? dexa de procurar cabelo em ovo.
A vida é a vida porque voce nasceu, tá vivendo e vai morrer exatamente como fazem os amebas, as pulgas, as vacas e os humanos.
Voce não nasceu para ser uma espécie de Zorro desta ou daquela minoria e muito menos para ter algum tipo de responsabilidae sobre o próximo bigbang.
Cuidado que este tipo de quastionamento descamba pra filosofanças e depois vegetarianismo e segue-se a pedofília ou outra degeneração qualquer.
Conheci gente que começou a se fazer estas perguntas bobas e quando perceberam estavam lendo paulo coelho e assistindo edir macedo pela tv e nestas alturas só mesmo internamento com doses pesadas de lexotan e eletrochoque.
Mas é sério Sr X. Viva e pronto. Faça como o Rambo - Um dia de cada vez ou como o Chapeleiro Maluco - Comece pelo começo, vá até a metade e depois termine...

Bianka disse...

"Cuidado que este tipo de quastionamento descamba pra filosofanças e depois vegetarianismo e segue-se a pedofília ou outra degeneração qualquer.
Conheci gente que começou a se fazer estas perguntas bobas e quando perceberam estavam lendo paulo coelho e assistindo edir macedo pela tv e nestas alturas só mesmo internamento com doses pesadas de lexotan e eletrochoque."--- O ser humano nasce com CÉREBRO e como tal tem o direito de pensar,raciocinar,filosofar e acima de tudo,questionar!Embora tenha chegado a conclusão que questionar o sentido da vida não fará diferença para a mesma,isso não quer dizer que me sentirei mais satisfeita,tampouco a falta de questionamento me fará uma acomodada...há anos atrás eu perguntava o 'pq' e sofri mto mas não por isso,mas pq tudo na vida tem os 2 lados,sofrimento e alegria caminham lado a lado e questionamentos se levados em um sentido 'bom' levam a uma melhoria,tanto de bom senso,qto na aceitação da vida.Isso de que questionar demais vai mandar alguém pro eletrochoque e o supra-citado acima,com todo respeito,foi um comentário bem medieval.Cabeça pensante,razão presente,pessoa em desassossego não significa um estúpido com falta de bom senso,mas apenas alguém com consciência suficiente para não se satisfazer com a realidade MUNDIAL e ficar dançando com cervejinha,churrasquinho e ao redor,só desastre...façam isso,sintam-se bem,mas não faço parte do 'grupo' fanfarrão que vive assim.RESOLVI por livre pensamento que o sentido da vida é moldarmos da maneira mais prazeirosa,vivendo,da maneira que melhor convir e não afetando o outro,mas,é difícil...parabéns pelo blog.

Samuel Ivani disse...

Somos individualistas... O resto é estratégias da natureza para perpetuar a espécie. Agora nós é que damos diversos nomes para essas estratégias, como um modo de fugirmos do fato que somos animais, e não criaturas com razões místicas especiais. Somos parte da natureza, e inconscientemente(ou não) ela nos domina. Parece-me que o sentido da vida humana é a busca constante por formas de se negar este fato. Talvez Dostoiévski estivesse certo quando disse que o verdadeiro sentido da vida é correr atrás de algum objetivo, que depois de atingido, não mais é vida, e sim, princípio da morte. Talvez já tenhamos atingindo nossos objetivos. http://letraseopiniao.blogspot.com.br/2014/06/o-verdadeiro-sentido-da-vida.html