sábado, 2 de julho de 2011

O Ocidente sobreviverá! (Or: How I learned to stop worrying and love decadence)

Por mais de duas semanas deixei propositadamente não apenas de postar como também de ler os meus blogs favoritos de direita. A esperança era a de sair da Internet e observar o mundo real, tentar ver se eu não estava tendo uma visão distorcida da realidade devido aos blogs que leio e dar um caráter mais empírico às minhas observações. Talvez, pensei comigo mesmo, o mundo não vá tão mal assim. 

Como primeiro trabalho de campo, saí de noite pelos bares da cidade para verificar se realmente os costumes estavam tão decadentes quanto pareciam. Na maior parte das vezes apenas observei com pesar que as tatuagens e o rap, antes apanágio exclusivo dos delinqüentes e dos vulgares, estão onipresentes mesmo entre os jovens das classes mais seletas. As mulheres se vestem como putas e ainda se orgulham, e os homens se vestem como viados ou imbecis. Os costumes também vão mal. Em duas noites diferentes, sem fazer tanto esforço, fiquei com duas garotas de 20 e poucos anos. Depois elas não telefonaram, não escreveram email, não quiseram nem ser amigas no Facebook. Cachorras. Fiquei desiludido. Será que as mulheres viraram homens, e os homens, mulheres? 

Fiquei pensando então que a vida hedonista não leva a lugar nenhum. Será que alguns minutos de prazer valem o risco de contrair clamídia, herpes, gonorréia e outras doenças sexotransmissíveis e todos os problemas físicos e psicológicos decorrentes de uma vida dissoluta?

Pensei também que apenas um despertar religioso de algum tipo salvará o Ocidente. Para acabar com o progressismo, não basta rejeitá-lo. É preciso propor uma visão em seu lugar. Um visão que renegue o caráter hedonista, materialista, coitadista e de curto-prazo da sociedade contemporânea, mas colocando algo em seu lugar. Que explique que as regras morais tem seus porquês e que afirme que há uma razão para a existência, negando o niilismo contemporâneo. Só assim se construirão novas catedrais e se esquecerão as "instalações artísticas" dos pós-modernos. A razão para o sucesso do progressismo é que as idéias políticas adolescentes da esquerda se combinam perfeitamente com o comportamento adolescente de 90% da população ocidental, eu incluído. (Às vezes é difícil resistir ao canto de sereia do modernismo com seu sexo fácil e seu hedonismo e seus ipads)

(Nesse ponto, aliás, divirjo tanto dos nacionalistas brancos como dos libertários pró-mercado livre. Embora tenha me convencido de que raça é um valor importante, não acredito que a mera raça seja suficiente para manter uma cultura ou uma sociedade, ou os brancos não estariam cometendo suicídio. E, embora considere o livre-mercado fundamental, acho que às vezes os interesses nacionais suplantam os conceitos da liberdade econômica global).   

Como segundo trabalho de campo, visitei vários lugares tomados pela imigração mexicana ilegal de mais baixa extração, observando (de longe) as onipresentes gangues, sujeira e degradação. Percebi que o problema da imigração vai muito além do debate atual sobre legalidade e ilegalidade. Um povo não muda de caráter simplesmente por cruzar uma fronteira, mas traz seus costumes consigo. Pode até mudar ao longo do tempo, mas mesmo assim não é um processo mágico, mas algo que leva décadas, talvez séculos. Uns EUA de maioria mexicana não são mais os EUA, é o México; uma Europa de maioria árabe não é mais a Europa, é o Oriente Médio. Inconcebível que tantos não entendam algo tão básico, e ainda recebam de braços abertos seus invasores, dando-lhes ainda uma mesada para que cresçam fortes e possam estuprar suas filhas.

Sou otimista, no entanto. O Ocidente sobreviverá.

Não me entendam mal, acho que a médio prazo Europa e EUA estão ferrados. Não saem dessa ao menos sem uma enorme crise econômica e maior ainda guerra civil ou mundial. Porém, não mais me preocupo. O Ocidente já enfrentou outras tempestades, como a peste negra ou as invasões mongóis. E, mesmo que o pior acontecer, não acabou também a civilização dos antigos gregos, que passaram a tocha ocidental para os romanos, e estes para os povos "bárbaros" cristianizados que terminaram por formar as modernas nações européias? É possível que os conhecimentos e tradições ocidentais sejam conduzidos agora pelos asiáticos, que estão estudando como loucos a música clássica e convertendo-se em massa ao cristianismo.

Mesmo quando a última igreja européia for convertida em uma mesquita, o Ocidente sobreviverá. Mesmo quando o último cristão for enforcado com as tripas do último homem branco, o Ocidente sobreviverá. (Mas notem que não acho que isso vá ocorrer de modo algum; a raça branca, o cristianismo e a cultura ocidental sobreviverão ainda por muito tempo). 

Talvez a decadência seja necessária. Talvez seja útil, de algum modo. 

Além disso, ainda que a catástrofe aconteça e a destruição definitiva do Ocidente venha a ocorrer, esta ao menos será ocasião para alegres momentos de schadenfraude. Não será hilariante ver os progressistas defensores dos "sin papeles" serem assaltados e seqüestrados pelos descendentes destes? Não será divertido ver os "homossexuais pela Palestina" terem as cabeças cortadas em praça pública pelos fundamentalistas islâmicos? Não será glorioso ver os petistas sendo caçados pelos criminosos drogados que ajudaram a gerar?

Vêm tempos duros pela frente. Como diria a Bette Davis, apertem os cintos, pois vai ser uma longa noite. Mas depois da noite, sempre chega o amanhecer.

O Ocidente sobreviverá!


56 comentários:

Anônimo disse...

Bom texto, Mr X.
As duas garotas de 20 e poucos anos valeram a pe na?
O comentario sobre os asiaticos se convertendo ao cristianissmo em massa e se transformando em grandes adeptos da musica classica me lembra muito do Spengler, se nao me engano um dos seus favoritos.
Keep up the good work!
JP

Anônimo disse...

Bom texto, mas discordo do otimismo.

Posso estar errado, mas acho que todas as demais provações pelas quais passou isso que reconhecemos hoje como "Ocidente" foram apenas coceirinhas perto da doença moral contemporânea. Esta é tão nociva quanto dissimulada, pois se faz presente em todo mundo e em todo lugar (em alguns mais, em outros menos) e seus efeitos são sensíveis apenas a longo prazo.

Anônimo disse...

Also, poste pics das garotas.

Chesterton disse...

bom, Mr. No meu tempo, antes de contrair gonorreia 7 vezes homem não era ainda homem.

Melo disse...

Com este post me lembrei porque gostava de ler esse blog. Ótimo texto.

Anônimo disse...

"homens se vestem como viados ou imbecis" http://modernitysucks.wordpress.com/2011/07/02/mens-fashion-then-and-now/

Cahê Gündel Machado disse...

"não quiseram nem ser amigas no Facebook"

Ri alto.

Parabéns pelo texto, Mr.X

Chesterton disse...

alguem aí sabe do link daquele filme ecológico onde quem não obedecia as regras tinha a cabeça explodida.

Augusto Nascimento disse...

Realmente, quem precisa de ipad quando se pode ter o modelo Heliocêntrico de Olavo de Carvalho, esta obra genial do engenho humano?
"Só assim se construirão novas catedrais e se esquecerão as 'instalações artísticas' dos pós-modernos."
De preferência, construídas por escravos de propriedade da Igreja, como no nosso Império "cristão", ou provocando sacrifício e mortandade da mão-de-obra envolvida, como na Europa Medieval. É tudo de que precisamos: desperdiçar vidas e dinheiro com pirâmides para as múmias teológicas de direita e metafísicas de esquerda...
Auguste Comte provou que o Ocidente só superará a "grande crise"-prevista por ele ainda no século XIX!- quando os remanescentes do pensamento teológico e do pensamento metafísico forem destruídos. Ele previu que a insensibilidade da Burguesia e da Igreja jogaria os trabalhadores nos braços dos demagogos socialistas-como exemplificado por três eleições presidenciais vencidas pelo PT(enquanto a oposição acreditava que poderia usar o curral eleitoral dos malafaias da vida para compensar a incompetência do seu candidato e a falta de propostas coerentes) e a "necessidade" de frequentes ditaduras para se colocar os trabalhadores no "seu lugar", intervir nos sindicatos, etc-com as consequências já conhecidas para as liberdades civis. Apenas respeitando-se as leis naturais que regem a História, descobertas por Auguste Comte e ensinadas por Miguel Lemos, é possível vencer a ignorância religiosa e a desonestidade esquerdista, assegurando ordem e progresso para a Sociedade. O fracasso de qualquer esforço político-cultural que não se submeta às leis que regem a História e não se subordine ao bem comum é uma inevitabilidade, causando fiascos dolorosos como o "socialismo real" ou ruínas vergonhosas como o Império e o Estado Novo, apoiados por Roma. É necessário retomar as ideias e tradições revolucionárias legadas pelos sábios fundadores da nossa sagrada República. Apenas tendo em mente que o "sangue vivo do herói Tiradentes batizou este audaz pavilhão", poderá o povo brasileiro ter forças para levar a bom termo a obra revolucionária de nossos ancestrais. Fora da Revolução não há-nem poderá jamais haver!- salvação.
É necessário rejeitar o Acordo Ortográfico, rejeitar o ensino religioso na escola pública, respeitada a liberdade de ensino religioso em escolas particulares, rejeitar todas as leis que limitem a liberdade de expressão, inclisive as leis "anti-homofobia", "antirracismo" e de "ultraje ao culto", restringir os gastos públicos, restabelecer a reforma Benjamin Constant na educação, restabelecer a pena de morte, restabelecer o Federalismo expresso na Constituição de 1891, proibir o divórcio, dificultar as segundas (terceiras, etc.) núpcias, fortalecendo-se a família, base da sociedade civilizada, restabelecer a Educação Moral e Cívica no ensino público, restabelecer a possibilidade de banimento de indivíduos nocivos à ordem pública e à harmonia social, restringir a imigração e a concessão de nacionalidade, proibir a compra de terras por cidadãos estrangeiros, proibir as organizações de estrangeiros e descendentes e obrigá-los à assimilação, revigorar o serviço militar obrigatório, aumentar o orçamento militar, melhorar a defesa das fronteiras e os serviços de inteligência, abandonar o Mercosul e denunciar o TIAR, abandonar o dólar como moeda de reserva, restabelecer o culto aos mártires da Pátria e a glorificação da contribuição de portugueses e negros à construção do Brasil e dissolver as organizações subversivas de esquerda e de direita.

Mr X disse...

Olá Chest,

O comercial das criancinhas explodindo tá aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=EswTo4iNEhY

AN,
Caramba. De qualquer modo, bom saber que o AN tem um programa de governo completo para quando for presidente da nação.

E pode ser até anticristão, mas ao menos você concordará que muitas igrejas francesas ou italianas são mais bonitas do que qualquer templo positivista, pois não?


http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Templo_Positivista_em_Porto_Alegre.JPG

http://www.terjenet.com/2005-Tuscany&Venice/Bigpics/046_Duomo_Siena.jpg

Augusto Nascimento disse...

Elas são belas certamente, mas as pirâmides e hieróglifos também têm o seu charme, e nem por isso eu mandaria os judeus de volta para o cativeiro no Egito. O Canal do Mar Branco soviético é uma obra maravilhosa, mas foi construída pela mão-de-obra escrava do GULAG. Nenhuma obra de arte jamais valerá a dignidade humana. As leis que regem a História não permitem recuos, devemos seguir o caminho revolucionário traçado pelos fundadores da nossa sagrada República. Como ensinou MacArthur: "we have known the bitterness of defeat and the exultation of triumph, and from both we have learned there can be no turning back. We must go forward to preserve in peace what we won in war." É isso ou o caos!

maisvalia disse...

Você voltou com um artigo dodói e o AN com todo seu positivismo e anti-OCismo, que, para variar, nada tinha a ver com o escrito, mas sobrou uma coisa:
AN para presidente, hehehehe

DD disse...

X: Dê uma lida em O Campo dos Santos, de Jean Raspail.

Augusto Nascimento disse...

"AN com todo seu positivismo e anti-OCismo, que, para variar, nada tinha a ver com o escrito."
Ao confrontarmos os inimigos da Pátria, devemos prestar especial atenção à genealogia de suas ideias equivocadas. É evidente que a ideia de que o Ocidente civilizado é malvado e a barbárie é boa não é invenção de Mr. X. Ele a tomou de Olavo de Carvalho, o queridinho da monarquia saudita. Este, por sua vez, tomou-a dos pan-eslavistas russos, contra os quais se voltou, agora, por pura birra contra o tal Duguin.

maisvalia disse...

...Ao confrontarmos os inimigos da Pátria, devemos prestar especial atenção à genealogia de suas ideias equivocadas...
*
O Mr X é inimigo da pátria?
O positivismo é inexorável?
Em caso positivo, o que fazer com ele quando o positivismo vingar?

Augusto Nascimento disse...

Todos os monarquistas são inimigos da Pátria.
"O positivismo é inexorável?"
No sentido de inevitável, inelutável, sim, pois a vitória do positivismo é uma inevitabilidade histórica. Nos sentidos de cruel, implacável, rígido, etc., não.
"Em caso positivo, o que fazer com ele quando o positivismo vingar?"
Não posso pretender falar pela Igreja Positivista-não sendo membro e não achando que ela detenha o monopólio do comtianismo-, só posso falar pelas minhas convicções. Comte, Miguel Lemos e Teixeira Mendes ensinaram que o triunfo do positivismo deve levar à criação do "mais vasto sistema de liberdades públicas a que jamais se possa aspirar". Teixeira Mendes ensinou que o Estado não deve interferir na esfera espiritual. Aliás, quem se der ao trabalho de ler a famosa biografia de Lima Barreto por Francisco de Assis Barbosa verá que, quando começou a perseguição à imprensa monarquista depois da Revolução, o Apostolado protestou energicamente. Raimundo Teixeira Mendes em seu "Ainda em defesa da seperação entre o poder espiritual e o poder temporal, base da verdadeira política republicana moderna e condição primeira da regeneração social" (Rio de Janeiro, Janeiro de 1911), afirmou que não se deve apelar para a violência para se impor doutrinas à população.

Anônimo disse...

"chineses se convertendo ao cristianismo e gostando de música clássica".

Disto sim eu ri muito. Muito mesmo.
esta é sua definição de Ocidente? Está falando sério?

Depois alguns se perguntam por que existem nazistas neste mundo...

Se vc pensa assim, então não posso me surpreender com mais nada vindo de qualquer um.

Ulisses disse...

Parabéns, Mr. X.
Sempre muito realista.
Os orientais tem potencial pra isso mesmo.

Brancaleone disse...

Buenas pois que então estou mais sossegado. Nós, os bárbaros ocidentais vamos acabar saindo dessa meio contundidos, com equimoses, arranhões e uns rasgões nas roupas mas sairemos.
Só não creio que as igrejas sejam substituidas por mesquitas. O embate no futuro vai ser os evangélicos contra os muçulmanos e nesse arranca rabo o Edir Macedo sai ganhando sem falar que o fanatismo das partes vai fazer a coisa ser bem movimentada...

E com relação a seu periodo dissoluto, tu fez bem!!!
Tive um periodo destes pós divórcio. Durou o tempo da barba atingir meio palmo e uns 12.000 Km com a RDzona e alem de chatos não tive nada digamos assim mais venéreo...

Cláudio disse...

Como eu deixei registrado aqui em algum dos posts, a coisa não tá boa mas também não tá ruim do jeito que estão pintando. Por isso, o tal "trabalho de campo" é fundamental para realizar um reality check das coisas que absorvemos via leitura.

PS: Não tenho comentado com freqüência mas ainda visito o cafofo aqui todos os dias. Abraços!

Chesterton disse...

Andei lendo o Jean Raspail....é bem interessante. Fala principalmente assimetria moral.

Silvio disse...

X-man, o retorno! - captou, captou? ;-)

"Nunca leio a história de tal povo sem uma grande decepção e alguma fúria, tanta que quase me alegro por lhe terem acontecido tantas desgraças."

(Étienne de La Boétie, Discurso sobre a servidão voluntária)

Anônimo disse...

Eks, você tem certeza. E se nós sifu?

Gunnar disse...

X, excelente texto. Acho que o Cristianismo é peça fundamental na salvação do que chamamos de Ocidente - aliás, a primeira parte do seu texto tem um toque de Chesterton, não?

Vi um comentário num blog há algum tempo que, na minha opinião, resume bem a Europa:

"cmon guys, europe is finished.

even if you weren’t being overrun by Islam, you would still be commies."


A crise é iminente. O conflito é inevitável. E a esquerda não terá uma resposta. O que dirá nosso amigo ativista dos direitos humanos, com sua camiseta do Che e chinelo de dedo, quando muçulmanos começarem a decapitar gays na França? Qual categoria de coitados ele vai defender primeiro?

A aliança da esquerda com o islã é um suicídio estratégico no médio prazo. Aliás, temos aí uma lição a aprender com os muçulmanos. A hombridade que os islamistas demonstram na defesa de suas crenças é justamente o que está faltando ao Ocidente. O bom é que a esquerda será esmagada pelos corvos que ela mesma criou, sob a sacrossanta égide do multiculturalismo. O ruim é que restará um continente muçulmano.

O outro cenário, considerando que a Europa reaja, inevitavelmente levará a tensões terríveis e ao ressurgimento de alguns monstros que julgávamos sepultados pela história. Todas as vozes anti-imigratórias estão sufocadas, reprimidas, mas vivas. A falta de uma postura de resistência com âmbito nacional e abordagem socio-cultural (religiosa, inclusive), levará os opositores da imigração a se refugiarem em pequenos grupos extremistas, de métodos idem. Junte-se a isso um cenário fervilhante de conflitos culturais, numa europa inundada de imigrantes e prestes a sucumbir ao Islã, e temos um fósforo caindo na pólvora.

Aguardamos cenas dos próximos capítulos.

Chesterton disse...

O tal problema ocidental, mais agudo na Europa que em outros lugares, é simplesmente a falta de testosterona. Talvez efeito secundário do consumo de hormonios em excesso nas carnes de frangos e porcos(?)- essa teoria é boa,né? Inventei agora....
Bem, por qualquer causa, há uma desistência em manter uma civilização, como diria o VDH, impérios acabam por desistência em sustentar a estrutura (+-).
Alguem disse que a civilização que construiu o ocidente já foi extinta. \Acho que foi um colombiano, mas não lembro o nome dele.

GRAÇA NO PAÍS DAS MARAVILHAS disse...

Mister x , sobre vestuário, quando escreveste que as mulheres vestem-se como putas, e popularizaram tatuagens e outros símbolos que eram próprios de gangues, quero lhe lembrar sobre o VESTUÁRIO DE PALHAÇO nos jovens : calça meia canela e larga , tenis colorido e folgado, camiseta dois numeros acima....Enfim, quem manda no mundo não tém amor, e pior, é cínico e sádico.

Kct disse...

Muito bom MrX! Mas...
Menor de 21 é considerado pedofilia?

Augusto Nascimento disse...

"Talvez efeito secundário do consumo de hormonios em excesso nas carnes de frangos e porcos(?)"
Já é a segunda olavette que oferece a mesma explicação que o Evo Morales, aquele luminar da ciência bolivariana, para a falta de hombridade moderna. Vocês também acham que o Capitalismo destruiu a Civilização de Marte e que o terremoto do Haiti foi provocado por uma arma secreta americana?

Chesterton disse...

AN....se você não compreende uma piada, vá tomar no seu cu.

Augusto Nascimento disse...

Não é culpa minha se as suas ideias "sérias" são indistinguíveis das piadas- e mais engraçadas. A defesa do Geocentrismo também era piada? Pensei que, depois de revolucionar a Astronomia e a Física, as olavettes seguiriam os passos de Lysenko e iriam revolucionar a economia rural.

Anônimo disse...

Ai que vergonha alheia pelo AN...ainda não se conformou que é uma ameba em coma perto do OC.

Chesterton disse...

é, culpa sua não é, mas continua sendo uma besta.

Chesterton disse...

não ser heliocêntrico não significa ser geocêntrico.

Mr X disse...

Realmente, o AN tem pouco senso de humor. Será que é uma das regras do positivismo?

Augusto Nascimento disse...

Ah, bom, louvar a sabedoria dos "astrônomos" que defendiam o Geocentrismo e defender o direito da Igreja de proibir críticas à interpretação geocêntrica da Bíblia e de queimar, torturar e prender-não necessariamente nesta ordem- quem discordasse não é defender o Geocentrismo...
"Realmente, o AN tem pouco senso de humor. Será que é uma das regras do positivismo?"
"O coração dos sábios está na casa do luto, mas o coração dos tolos, na casa da alegria"-Eclesiastes 7:4

Não precisam saber quem é disse...

Adorei o versículo bíblico AN.
Sério mesmo, até copiei.

Gostei porque também estou sempre de luto.

Chesterton disse...

esse é o grande engodo, já se sabia há tempos que a Terra não era o centro do universo, mas Galileu quis afirmar que o sol era o centro do universo e não podia provar. Provas foram pedidas, ele não as tinha, não soube responder a perguntas e ficou putinho, deu piti e resolveu satirizar o "arqui"-bispo...aí virou briga pessoal
Qual a pergunta que fizeram a Galileu que não soube responder?
A resposta a essa pergunta é : "as distâncias são muito grandes".

Anônimo disse...

Em resumo: a Igreja censurou Galileo porque ele colocou seus cálculos e deduções matemáticas acima da percepção sensível. Santo Roberto Belarmino, além de teólogo, era astrônomo e melhor que Galileo, um barraqueiro e marqueteiro de marca maior. Só a decadência da IC enquanto instituição explica a mijada pra trás dada por João Paulo II em 1992.

Mr X disse...

AN citando a Bíblia? Achei que isso fosse coisa de "papista"...

Augusto Nascimento disse...

1) "...já se sabia há tempos que a Terra não era o centro do universo". Errado! "In the end, Cardinal Bellarmine, acting on directives from the Inquisition, delivered him an order not to 'hold or defend' the idea that the Earth moves and the Sun stands still at the centre". Aliás, não precisa confiar na Wikipédia, basta ler o texto da condenação de Galileu! A tia do Catecismo enganou você: Paulo V e Alexandre VII já tinham, antes, condenado a ideia de que a Terra se move. Tinha esquecido: só quem tem que prestar contas às fontes primárias são os comunistas, os membros da Inquisição ganham passe livre.
2) Por que a Igreja não exigia as mesmas provas dos defensores do Geocentrismo, que era pregado livremente (um dos livros em defesa deste erro foi dedicado ao papa!)?
3) A hipocrisia das olavettes é tocante. Estamos falando dos mesmos sujeitos que ficaram alvoroçados-com razão!- quando o ex-presidente Lula tentou expulsar um jornalista do Brasil por ter cometido o crime "hediondo" de chatear Sua Excelência. Por outro lado, quando se trata de defender a censura de obras científicas e a ameaça de tortura como arma em debates científicos- ou "brigas pessoais", segundo a ralé-, a fachada democrática das olavettes desaba. Aparentemente, o problema das olavettes não é o PT ser despótico e obscurantista: é que ele (ainda) não é despóstico e obscurantista o bastante para o gosto delas. Nada mais parecido com um comunista do que um fascista...
4) Dizer que Galileu satirizou o papa quando ele só enunciou as ideias do mesmo-sem nunca citá-lo pelo nome- e provou-as erradas é tão imbecil quanto dizer que os geneticistas soviéticos satirizaram Stalin quando se opuseram às teorias biológicas patrocinadas por ele (eles acabaram acusados de sabotagem, não sátira). Nem a URSS do culto à personalidade stalinista adotou uma definição tão ampla e estúpida de "sátira".
5) O texto da condenação, aliás, é claro: Galileu foi condenado porque o Heliocentrismo era tipo por incompatível com a Bíblia. Falar em "percepção sensível", nesse contexto, é coisa de quem não se deu ao trabalho de estudar. Nenhuma surpresa, claro: afinal, quem cita "livros indispensáveis" que não leu, está livre para citar autores cuja obra não entende-desde que o xeique da tariqa os tenha citado de passagem antes, é claro.
6) O papa prendeu e ameaçou de tortura o sujeito, proibiu suas obras (tudo isso em defesa de uma doutrina errada)... e "barraqueiro" é Galileu? Isso me faz lembrar do Olavo de Carvalho de tempos idos: "Essa reação revelou-me um curioso traço da nossa psicologia coletiva: ela encara a inteligência e o conhecimento como forças físicas, que nos debates deveriam ser graduadas igualitariamente, a bem da justiça. Quando um simples cidadão sem cargo ou dinheiro, armado tão somente de sua cabeça e de seus estudos, enfrenta um líder político que vem escorado em vastas organizações, verbas milionárias e uma massa de militantes enfurecidos, o covarde é o primeiro, não o segundo. Entre Cícero com sua eloqüência e César com seus exércitos, covarde é Cícero. Entre Leon Trotski com seus panfletos e Stálin com seus guardas, covarde é Trotski." Bons tempos.
7) Faltou explicar o porquê de a Igreja ter abondonado o Heliocentrismo DOIS SÉCULOS depois da morte de Galileu se "São" Bellarmino já tinha as respostas corretas. Aparentemente, ter sido garoto de recados da Inquisição não fez dele um astrônomo especialmente capaz.
8) "AN citando a Bíblia? Achei que isso fosse coisa de 'papista'..."
"Bobagem. Há vários santos-a começar por Paulo de Tarso- no Calendário Positivista, para não falar em Moisés.

Augusto Nascimento disse...

Onde se lê "era tipo por incompatível com a Bíblia", leia-se "era tido por incompatível com a Bíblia".

Chesterton disse...

Primeiro, Galileu achava que o sol era o centro do universo, outro erro.
Não tinha cálculos, muito menos sua intuição era correta.
Segundo, o Papa usou a IC para uma querela pessoal.

Galileu, se vivo fosse e morasse aqui, seria do Partido verde.

Chesterton disse...

Alguem ouviu a CBN hoje quando o "aquecimentista" Sergio Abranches admitiu que as termelétricas a carvão chinesas não provocam efeito estufa?
Pois ele gaguejava para dizer que esta década foi a mais quente a ao mesmo tempo não era.
Vale a pena procurar a gravação.

Chesterton disse...

http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/sergio-abranches/SERGIO-ABRANCHES.htm

Augusto Nascimento disse...

"Primeiro, Galileu achava que o sol era o centro do universo, outro erro."
E os jesuítas que defendiam que a Terra era o centro do Universo? E os sucessivos papas-começando no começo do Século XVII, antes do desentendimento entre Galileu e Urbano VIII, e indo até quase a metade do Século XIX? Estavam todos na briguinha pessoal? Será que devemos acreditar que um dogma católico foi criado e mantido por dois séculos através da censura e da tortura só devido a uma briguinha pessoal? Tal doutrina é não só contrária à Razão, ela é também incompatível com o magistério da Igreja.
"Galileu, se vivo fosse e morasse aqui, seria do Partido verde."
Urbano VIII, por sua vez,estaria no "Hora do Povo", escrevendo manchetes glorificando Stalin. Ou no Mídia sem Máscara, sei lá, eu sempre confundo os pasquins. Apenas o Positivismo, herdeiro tanto do pensamento científico-Galileu é homenageado com um dia no Calendário Positivista- quanto da filosofia católica- Paulo de Tarso é homenageado com um mês, e mais de trinta santos católicos são homenageados com dias-, pode realmente resolver as contradições entre ciência e religião.

Anônimo disse...

Bom texto- Leva-nos para um lugar bem apropriado de contemplar o mundo atual. Os comentários gerados acusam isso.
Só que, todos os prognósticos só levam em conta a percepção humana, mas não sabemos os designios de Deus.
Quanto ao Augusto Nascimento, parece bem estudioso e focado, mas é um péssimo garoto propaganda da seita que ele tenta propagar. Só nos dá vontade nos afastarmos o mais que se possa de coisa tão horrenda. Vote. OU AN, você ainda não conhece as formulas farmaceuticas incríveis da família do Prosac? Vai te fazer um bem enorme.

Augusto Nascimento disse...

"OU AN, você ainda não conhece as formulas farmaceuticas incríveis da família do Prosac?"
O pensamento metafísico inventa soluções falsas para os problemas. Rondon ensinou que as inadequações psicológicas são causadas pelo egoísmo e só podem ser curadas pela Religião da Humanidade.

Anônimo disse...

Eu não leio nada do esse tal de AN escreve. Não tem como separar as postagens dele para não enlixeirar o blogue?

Chesterton disse...

Rondon ensinou que as inadequações psicológicas são causadas pelo egoísmo

chest- essa porra ta cheirando ao "novo homem"...

Augusto Nascimento disse...

"essa porra ta cheirando ao 'novo homem'"
Claro. Augusto Comte reconheceu Paulo de Tarso como um dos seus precursores mais ilustres e dedicou um mês inteiro ao Catolicismo no Calendário.
"despojar-vos, quanto ao procedimento anterior, do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano; a vos renovar no espírito da vossa mente; e a vos revestir do novo homem, que segundo Deus foi criado em verdadeira justiça e santidade"
Efésios 4:20-24
Criar o "novo homem" é justamente o objetivo do Cristianismo. Comte não veio abolir a Lei os profetas, ele veio levá-las à perfeição.

Augusto Nascimento disse...

"... ele veio levá-las à perfeição".
Correção: "... ele veio levá-LOS à perfeição".

Anônimo disse...

É bom ter o AN como exemplo do que é o Positivismo de Augusto Comte, explica muita coisa, viu?

Anônimo disse...

"Criar o "novo homem" é justamente o objetivo do Cristianismo."

convenhamos, quem já foi a um culto protestante (evangélico) ouviu o pastor falando nestes termos.

"Comte não veio abolir a Lei os profetas, ele veio levá-las à perfeição."

isso já é satírico...

vcs reclamam do Nascimento, mas esse augusto comentarista, além de pérolas que merecem placa, extrai de vcs as reações mais ilárias.

;^))

Augusto Nascimento disse...

"É bom ter o AN como exemplo do que é o Positivismo de Augusto Comte, explica muita coisa, viu?"
Levando-se em conta que alguns dos maiores vultos da gloriosa história de nossa Pátria eram positivistas,tal afirmação é quase tão injusta quanto ter as olavettes como exemplo do que é o Catolicismo.
"isso já é satírico..."
Pelo contrário, Comte, sabiamente, decidiu usar a base cultural e moral criada pelo Catolicismo: inclusive um mês no Calendário é dedicado ao Catolicismo (além disso, ainda capítulo influências religiosas", vários santos, Moisés, os teocratas do Japão e Maomé são homenageado com dias). Comte veio levar a Lei e os profetas à perfeição.

Anônimo disse...

O problema não é o AN defender o Positivismo. O que pega é ele querer ser levado a sério e ainda acreditar que alguém o leve. Mas pensando bem talvez ele esteja realmente num plano superior, acima de todas filosofias, doutrinas e religiões, na Planície Racional, leia o livro Universo em Desencanto! Read the book, the only book, the Book of God, Universe in Desanchantment and you gonna know the tuth.

Augusto Nascimento disse...

"Mas pensando bem talvez ele esteja realmente num plano superior, acima de todas filosofias, doutrinas e religiões..." Isso vindo do pessoal que vivia a distribuir censuras e injúrias à esquerda e à direita e adorava malhar judeus (basta ler o Imbecil Coletivo), protestantes ("É sempre útil não esquecer que o próprio protestantismo é uma expressão gnóstica, uma forma de rebelião contra Deus.", como escreveu um membro da patota) e católicos tradicionalistas (quem não se lembra da briga entre o dono do Imbecil Coletivo e o dono do genérico da TFP?-para não falar em sucessivas broncas em sucessivos papas) antes de descobrir que precisava deles para pagar as contas de final do mês depois que perdeu a guerra de populismo com o PT (na verdade, o segredo da derrota olavista é que brasileiro ainda gosta mais de carnaval e futebol que de pogrom)...
Para quem se arrogou o papel de palmatória do mundo e terror dos infiéis, terminar como correia de transmissão do Departamento de Estado deve ser um fim particularmente triste. "The gods are just, and of our pleasant vices
Make instruments to plague us." De vez em quando, eles são mesmo.