terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Devemos dar esmola?

O japa-esquerdista Sakamoto tem um post divertido, no qual conta uma historinha supostamente edificante:
Em uma esquina movimentada de São Paulo, caras-pintadas abordavam os veículos:
- Oi, tudo bem? Você poderia me dar uma moedinha. Eu passei.
Vendo a cena, um morador de rua que também fazia ponto naquele local, provido de uma ironia deliciosa, achegou-se:
- O senhor também poderia me dar uma? Eu também passei. Passei fome, passei frio, passei necessidade…

A moral sakamotiana esquerdista não explicita, mas sugere que o mendigo seria quem deveria ganhar a moeda, afinal, "a cada um de acordo com sua necessidade, de cada um conforme o seu bolso", parafraseando Marx. Mas eu não sei se é bem isso.

Ao dar grana a um mendigo - ou pior, a uma criança de rua -- o que estamos fazendo é simplesmente incentivando esse "trabalho". Em outras palavras, estamos pagando a um mendigo, ou a uma criança, para que fique nas ruas. Então, em vez de estar acabando com a mendicância, a estamos é aumentando. Amanhã o mendigo vai estar de novo ali, e a criança no sinal? Já serão duas, ou três. E quanto mais moedas o sujeito dá, mais crianças e mendigos aparecem. É como dar migalhas aos pombos.



O mesmo ocorre no nível macroeconômico, com quase todos os programas sociais. Todo tipo de ajuda governamental termina criando mais do mesmo tipo de comportamento que, em teoria, estaria tentando eliminar. Ou seja, a maioria dos programas "contra a pobreza" acabam mesmo é perpetuando-a. Sua função, ao contrário do que se acredita, não é acabar com a pobreza, mas sim dar emprego às burocracias encarregadas do problema.

Um exemplo claro é visto aqui nos EUA, onde os gastos com a "guerra à pobreza" aumentaram exponencialmente, sem contudo muitos resultados práticos. Diria-se até que a situação piorou, se não em termos materiais, ao menos em termos de patologias sociais.

Pobreza é causa ou conseqüência? Como diria a propaganda do Tostines, mendigam por que são pobres, ou são pobres por que mendigam? (Em vez de estudar, trabalhar, etc.)

No mesmo blog do Sakamoto, mais de um leitor observou que no Brasil são raros os mendigos de origem japonesa ou judaica. Natural: são comunidades unidas que costumam ajudar-se entre si, além de valorizar o estudo e o trabalho (sem falar da questão da inteligência, provavelmente genética).

Um outro leitor observou que há mendigos japoneses no Japão. Certo, mas a explicação não é tão complexa: tem a ver com a curva normal. Em qualquer sociedade, há os mais talentosos e os menos, os mais inteligentes e os menos, os mais estudiosos e os menos, os mais ricos e os menos, os que têm famílias que os ajudam e os menos. Como quase só há japoneses no Japão, há maior concorrência e a distribuição normal ocorre entre os próprios habitantes. (Também deve haver judeus pobres em Israel.)

Em 1994, dois estudiosos americanos escreveram sobre o tema, em um livro polêmico chamado justamente "A Curva Normal". (Aqui uma entrevista com um dos dois autores, em português)
 Fora isso, a obsessão pela igualdade monetária termina levando a outros problemas sociais bastante mais graves. A situação das classes baixas na Inglaterra é exemplar, e foi muito bem ilustrada por Theodore Dalrymple no seu livro: embora, em termos de recursos materiais, nem sejam tão pobres, tendo casa e comida garantida pelo Estado, e acesso a muitas outras facilidades, o índice de ilegitimidade, violência, gravidez adolescente, alcoolismo, drogas, entre outros problemas, aumentou muitíssimo. O mesmo se deu nos EUA com o welfare state que, se em termos de recursos materiais melhorou um pouco a vida da comunidade negra, arrasou completamente com os seus valores sociais e familiares.

Significa tudo isso que não devemos ajudar os pobres, que a caridade é um mal? Negativo. Tampouco devemos ter o coração tão frio.

Ajudar os outros, na medida do possível, e dentro de um certo realismo, é bom. Há sim pessoas que, devido à idade, doenças, ou as próprias circunstâncias da vida, têm dificuldade em conseguir trabalho. Há sim pessoas que verdadeiramente precisam de ajuda, ou ao menos de um empurrãozinho.

Chamou a atenção recentemente nos EUA o caso do "mendigo da voz de ouro", que graças a um vídeo viral postado no Youtube conseguiu um emprego de radialista. (Bem, ele já tinha emprego de radialista antes, mas caiu nas drogas e na bebida, e por isso terminou como homeless).

Mas dar esmola a crianças? Ora, a mendicância infantil é exploração. Muitos pais e outros familiares vivem disso, porque adulto tem mais pena de criança.  Há até mendigos que alugam bebês, e isso nem é algo novo: já uma crônica dos anos sessenta comentava esse problema, bem como o fato de existirem mendigos de classe média, que voltavam para seus apartamentos no fim do "expediente". (Esmola ainda é voluntária. Uma coisa que odeio, e e pudesse não pagaria, é flanelinha. Isso é extorsão sob ameaça velada de violência, e deveria ser coibido pelas forças policiais.)

Devemos dar esmola? Devemos dar migalhas aos pombos? Acho que depende de cada um.

163 comentários:

Augusto Nascimento disse...

"Devemos dar esmola?"
Ah,ah, ah. Para ficar no mote de que eu cito Olavo de Carvalho a respeito de tudo:
"Ainda há quem diga: 'Mas se você dá dinheiro o sujeito vai beber na primeira esquina!' Pois que beba! Tão logo ele o embolsou, o dinheiro é dele. Vocês querem educar o pobre 'para a cidadania' e começam por lhe negar o direito de gastar o próprio dinheiro como bem entenda?"
"Sim, a caridade individual está em baixa. Os frutos da bondade humana não devem ir direto para o bolso do necessitado: devem ir para as ONGs e os órgãos públicos, sustentando funcionários e diretores, financiando movimentos políticos, pagando despesas de aluguel, administração, publicidade e transporte, para no fim, bem no fim, se sobrar alguma coisa, virar sopa dos pobres, diante das câmeras, para a glória de São Betinho."
"O brasileiro de classe média e alta está virando uma gente estúpida que clama contra a miséria no meio da abundância porque cada um não quer usar seus recursos para aliviar a desgraça de quem está ao seu alcance, e todos ficam esperando a solução mágica que, num relance, mudará o quadro geral."
"Só acredito é em gente ajudar gente, uma por uma, não na mágica platônica das 'mudanças estruturais', pretexto de revoluções e matanças que resultam sempre em mais pobreza ainda."

c* disse...

"Vocês querem educar o pobre 'para a cidadania' e começam por lhe negar o direito de gastar o próprio dinheiro como bem entenda?"


perfeitamente correto,
concordo com tudo, seu augusto !

na europa a mesma atitude liberal.... e egoista !
na frança a maioria dos mendigos vem daquele triangulo maldito , romenia, bulgaria, republica tcheca ! e é verdade que a gente se sente as vezes ajudando uma mafia..

poloneses, russos, moldavos nao pedem esmola,
trabalham ( traficando armas, drogas ou mulheres ! ) kkk chesto vai falar de relativismo moral

africanos e arabes raramente pedem esmolas ( a comunidade é mais solidaria, como para os japoneses no br )

dou esmolas e nao penso que essa atitude "incentive" o mendigo...
é por compaixao

Augusto Nascimento disse...

Mas repare que o autor das linhas-embora eu concorde com elas- é Olavo de Carvalho, que merece nosso apoio por elas. Já que me acusam de citá-lo criticamente a respeito de tudo, deixem-me citar algo do tempo em que ele não achava que Napoleão caminhava sobre as águas e que os gastos de hoje determinam o défice dos anos 80. Como eu disse, Lula fez tão mal para mente dele quanto Bush fez para a de Krugman: são dois casos de grandes intelectuais destruídos pela necessidade de ser, em determinado período, do contra custe o que custar.

Chesterton disse...

AN, isso já é fixação.

O problema da esmola é que quanto mais toca tem , mais tatu aparece.
Como separar o necessitado do golpista?

Anônimo disse...

AN,

sinto muito, mas keynesianos como Krugman já causaram e continuam a provocar grandes prejuízos a economia.
Essa teoria econômica já falhou repetidas vezes e só persiste em voga por ser interessante aos políticos em geral (direita e esquerda) - fornece a eles uma justificativa moral para persistir em políticas econômicas perdulárias e insanas. Recomendo que leia artigos do site Mises Brasil que expõe sobre a escola austríaca que, na minha opinião, possui a melhor teoria monetária e melhor teoria do capital.
E já me antecipando: o fato de Krugman ser nobelado não o impede de estar errado, como já ocorreu outras vezes. Nobel por Nobel, F. Hayek, da escola austríaca, também era - e pelo menos as teorias que defendia eram mais consistentes.

Adriano

Anônimo disse...

AN, você não esclareceu se concorda ou não com a serpente gnóstica na questão da esmola. Em sua psicose anti-olavista você chega ao cúmulo de colecionar citações inteiras dele pra todos os assuntos discutidos pelo Mister X e as vomita indiscriminadamente. Que tara maravilhosa, o Dr.Flávio Gikovate se encantaria com você! Em seus delírios lisérgicos você deve sonhar estar num filme de tribunal hollywoodiano, sendo interpretado pelo Paul Newman, desmascarando o desprezível advogado Olavo (Rod Steiger), provocando lágrimas na platéia, ao som do tema da vitória do Ayrton Senna (pam-pam-pam! pam-pam-pam!) Tu és um dos mais interessantes trolls que já amarraram a égua nessas paragens. Perto de você o comunista Tiago é no máximo um fiapo de manga preso no canino. Você é toda a frota de vendedores de pamonha, entregadores de gás, operadores de telemarketing e camelôs da 25 de março no mesmo quarteirão.
P.S. Sou totalmente contra dar esmola pra crianças e sempre denuncio os "país de rua" à PM.Isso é um crime evidente. Também não ajudo malabaristas e mágicos, pois estes estão em idade produtiva e precisam trabalhar.
Mas pra um bêbado, um aleijado, um ferrado em geral, não vejo grandes problemas. O poder público deveria retirá-los das ruas (e até retira às vezes) mas eles voltam e voltariam mesmo que ninguém lhes desse esmola. A mendicância é um elemento constitutivo da realidade humana, como a pobreza, e igualmente impossível de se erradicar. Existem mendigos nas mais prósperas cidades do mundo. Pra esses eu até dou uns trocados, nem que seja só pra contariar a tese marxista de que "não devemos dar esmola aos pobres para acirrar as contradições de classe".

Fernando Silva - SP

Augusto Nascimento disse...

"...sinto muito, mas keynesianos como Krugman já causaram e continuam a provocar grandes prejuízos a economia."
Os supply-siders também são maníacos do departamento econômico (arrebentaram o orçamento americano sob Reagan) e a direita os ama. Não foi em nome do keynesianismo que os Bushes deram a primogenitura americana ao Banco Central chinês em troca de um prato de lentilhas e uma grana para a Halliburton. Os keynesianos são ruins, mas não são piores que o resto do mainstream da "dismal science" na América (Friedman, por exemplo, ajudou a aumentar a coleta de impostos para financiar a gastança estatal). Em todo caso, eu estava me referindo especificamente à atuação de Krugman, nos anos 90, contra o neoprotecionismo clintoniano, sua defesa dos sweatshops contra os "altruístas"(na cerdade, gente querendo diminuir a competitividade dos países pobres) que queriam proteger o trabalhador do Terceiro Mundo-tirando-lhe o emprego- e sua análise sensata dos "milagres econômicos" asiáticos.
"Nobel por Nobel, F. Hayek, da escola austríaca, também era - e pelo menos as teorias que defendia eram mais consistentes."
Você se lembra de quem dividiu o Nobel com ele? "Economics is the only field in which two people can share a Nobel Prize for saying opposing things."

Augusto Nascimento disse...

"Em sua psicose anti-olavista você chega ao cúmulo de colecionar citações inteiras dele pra todos os assuntos discutidos pelo Mister X e as vomita indiscriminadamente."
Eu não coleciono citações. Eu sei sobre o que ele escreveu e conheço as ideias expostas ao público em geral (qual seria a vantagem de se ler um intelectual a não ser saber o que ele... PENSA?!). E o infeliz tem um site com os artigos dele de jornal. Sabendo que ele escreveu um texto sobre esmolas-um dos melhores dele, aliás-, bastou-me usar a busca do site e o Ctrl+C, CTRL+V. Sei que parece um procedimento misterioso e sofisticado, mas não é minha culpa se o meu QI está uns cinco desvios-padrão acima do aluno típico dele... Abre parênteses: se como Sócrates e Cristo ele depender dos discípulos para conseguir seu lugar na filosofia, ele está lascado (e confesso que, visto sob essa luz, o ataque psicótico dele faz sentido).

Augusto Nascimento disse...

Ah, sim.
"Perto de você o comunista Tiago é no máximo um fiapo de manga preso no canino."
Entendo a sua afinidade. Realmente, nada mais próximo de monarquista do que um comunista. Ambos seguem um dogma estúpido, ambos querem escravizar a Humanidade, ambos defendem a tirania pela tirania e a superstição pela superstição, ambos conspiram nas sombras contra a Pátria. Aliás, a trajetória do Lord Voldemort tupiniquim, do PC à adoração de nulidades coroadas, é bastante ilustrativa.

Anônimo disse...

AN,

Boa resposta. E concordo com vc quanto às críticas ao monetarismo. Ao meu ver, não passa de keynesianismo reciclado e igualmente inviável no longo prazo.

Adriano

Augusto Nascimento disse...

"Boa resposta. E concordo com vc quanto às críticas ao monetarismo. Ao meu ver, não passa de keynesianismo reciclado e igualmente inviável no longo prazo."
O problema é que, enquanto o longo prazo não se esgota, as pessoas acham tudo maravilhoso: afinal, estão consumindo mais do que poderiam realisticamente, a prosperidade ilusória-alicercada em IOUs nas mãos dos japoneses e chineses- permite que se prometa tudo a todo mundo. Decisões demagógicas substituem o mecanismo de preços, os votos engordam as urnas, o pote de ouro parece estar no final do arco-íris.
Como diria, ao passar pelo décimo andar, o sujeito que caiu do arranha-céu: até aqui tudo bem.

maisvalia disse...

"igualmente inviável no longo prazo."

E também AN, estaremos todos mortos no longo prazo.
Mas o assunto não é esmola?

Existe uma indústria de firmas de pedintes em qualquer esquina de sampa, que estão loteadas.
Na malandragem, firma significa de 5 a 6 pessoas que trabalham juntas.
Por exemplo, se você estiver falando ao celular no centro de SP, tomar um forte esbarrão e levarem seu celular, com certeza 5 ou 6 marginais estão envolvidos, até mulheres, que são divididos entre quem empurra, quem pega o celular, quem guarda, quem presta atenção no entorno, etc. E se acontecer com alguns de vocês, fiquem certos, quem roubou está atrás de você e vai falar que o ladrão correu para o outro lado.
Com os pedintes e também com os flanelinhas acontece a mesmíssima cousa e só o ingênuo e "pogreçista"saka acredita naquilo que ele escreveu ou na besteira de dar esmolas.

Chesterton disse...

Enquanto os impostos estavam em níveis moderados havia uma grande possibilidade da caridade ter algum efeito prático numa sociedade. Os hospitais filantrópicos (hoje fora-da-lei) resolviam os casos de pessoas que não podiam arcar com os custos, os médicos (que há 50 anos de idade não pagavam IR) atendiam gratuitamente nessas instituições, e havia um fluxo informal constante de insumos.
Agora, carga tributária de 40% com a desculpa que é para resolver a "injustiça social" (neologismo idiota) a caridade em teoria perdeu seu lugar. Aliás, seu lugar foi sequestrado pela máquina estatal, alimentando o clientelismo tão caro ao sistema político vigente nesse país.
Ano passado o hospital que trabalho foi visitado pelo ministerio do trabalho. Toda relação de autonomia foi colocada à margem da lei, milhares de pacientes que tinham gratuidade foram convidados e procurarem outro recurso, e dos fiscais só se ouvia a frase:
" O problema social não é assunto nosso, nosso problema é a lei".
Fiquei chateado, mas calado pensava: "Se ferraram, quem manda o povo votar nessa gangue?".

Chesterton disse...

Outro que odeia o Braziu:

http://fyiblog.wordpress.com/2011/02/12/life-in-hell/

Vocês querem educar o pobre 'para a cidadania' e começam por lhe negar o direito de gastar o próprio dinheiro como bem entenda?

chest- quem quer educar o pobre para a cidadania? Isso era tarefa da mãe dele. Quem dá esmola, ou faz caridade, tem todo direito, aliás, a obrigação de saber o fim de seu ato.
Ato que se divide em dar (fazer o bem) e receber (para atender uma necessidade urgente).

Augusto Nascimento disse...

"Mas o assunto não é esmola?"
Continua sendo, apesar da fixação de Fernando Silva por Olavo de Carvalho.
Não lembro quem disse que o crime só é organizado em países que não são. Mas enfim: essas "firmas" são um tipo de emopreendedorismo-melhor do que tê-los recebendo o Bolsa Família. Se tivermos paciência, em pouco tempo, estarão fraudando concorrências públicas- a Copa e as Olimpíadas estão aí para isso, né?- e não precisarão mais depender da nossa descuidada caridade. Ascensão social made in Brazil.
"quem quer educar o pobre para a cidadania?"
Olavo de Carvalho, o autor do trecho, quer educar para a cidadania. Por quê? Não pode?
"Outro que odeia o Braziu:"
É, mas no caso desse aí-ao contrário do caso do filósofo-, foi o Brasil quem começou a briga.

Gunnar disse...

"sentimentos nobres como a dó"

Sakamoto analfabeto.

Chesterton disse...

O Braziu sempre começa a briga.

Augusto, por algum motivo você começa a fazer sentido (não, não fui eu quem mudou).

Chesterton disse...

Olavo de Carvalho, o autor do trecho, quer educar para a cidadania. Por quê? Não pode?

chest- onde ele disse isso que eu quero ver.

Augusto Nasciemnto disse...

"O Braziu sempre começa a briga."
Pode chamar de relativismo, se quiser, mas eu acho que há uma certa diferença entre um sujeito cuja família sofreu violência ou ameaça de (e já sentiu essa violência na própria pele) e um outro cuja grande reclamação, como diria Antônio Maria, é que "ninguém me ama, ninguém me quer, ninguém me chama de Baudelaire".

Augusto Nasciemnto disse...

"onde ele disse isso que eu quero ver."
Ele deve querer, já que, sem deixar o sujeito gastar livremente a esmola, não dá para educar para a cidadania. Ele concorda com os objetivos da esquerda, não concorda com os métodos. Ele quer "gente ajudando gente, uma por uma".

Chesterton disse...

Os frutos da bondade humana não devem ir direto para o bolso do necessitado: devem ir para as ONGs e os órgãos públicos, sustentando funcionários e diretores, financiando movimentos políticos, pagando despesas de aluguel, administração, publicidade e transporte, para no fim, bem no fim, se sobrar alguma coisa, virar sopa dos pobres, diante das câmeras, para a glória de São Betinho.

Há quem neste país tenha nojo da corrupção oficial. Pois eu tenho é da caridade oficial.
OLAVÂO

chest- é isso, a caridade oficial.
Mas AN, no resto do texto, onde ele diz que não se deve preocupar com o destino da esmola, em seguida afirma que quem quer educar o pobre para a cidadania não é ele, mas seus críticos:

"Vocês querem educar o pobre "para a cidadania" e começam por lhe negar o direito de gastar o próprio dinheiro como bem entenda? "

E depois mostra que a intenção é realmente que o pobre não gaste a esmola em cachaça, mesmo que leve 3 meses:

" Não! Se querem educá-lo, comecem pelo mais óbvio: sejam educados. Digam "senhor", "senhora", perguntem onde mora, se o dinheiro que lhes deram basta para chegar lá, se precisa de um sanduíche, de um remédio, de uma amizade. Façam isso todos os dias e em três meses verão esse homem, essa mulher, erguer-se da condição miserável, endireitar a espinha, lutar por um emprego, vencer."

Estão a distorceire o `lavão.

Chesterton disse...

AN, não vou aqui julgar quem tem ou não tem motivos para sair do país, mas na atual conjuntura, tenho toda simpatia por emigrantes.

Chesterton disse...

esse texto que vocês desencavaram
http://www.olavodecarvalho.org/semana/grossura.htm
é realmente duca.

Augusto Nascimento disse...

"mas na atual conjuntura, tenho toda simpatia por emigrantes."
Não tenho nada contra emigrantes, imigrantes ou entrantes, quaisquer que sejam as razões de sua movimentação (política, dinheiro, rabo-de-saia, ideologia, etc.). Só acho que algumas reclamações contra o Brasil são justíssimas e outras são choro de mau perdedor.
"esse texto que vocês desencavaram
http://www.olavodecarvalho.org/semana/grossura.htm
é realmente duca."
Como eu disse, um dos melhores dele. "O capital", "Fórmula da minha composição ideológica", "Capitalismo e Cristianismo" e o "O maior problema do mundo" também estão entre os melhores, são primores de observação sociológica raramente igualados na niossa imprensa e-ouso dizer- na nossa Academia.

Mr X disse...

AN elogiando Olavo? Devo estar sonhando, ainda não terminei de acordar.

Sim, o Sakamoto escreve mal. É outra curiosidade: esquerdistas, em geral (há exceções), costumam ter um menor domínio da gramática do que intelectuais mais à direita.

Edu disse...

Fala turma!

Faz tempo que eu não venho... e vcs realmente estão num nível mto mais avançado de discussão!

Do meu ponto de vista:

1 - Esmola é sobrevivência básica, é pro cara que não come a 2 dias conseguir comer. É pra ele se manter vivo até ele conseguir arrumar um emprego. Sou radicalmente contra esmolas que paulistanos dão: qualquer coisa acima de 25 centavos. É isso que estimula. Com 3 reais ele alimenta a família inteira com pão e bota todo mundo pra pedir denovo.

2 - Antes eu até dava esmola... mas o governo atual já está fazendo tanta "caridade" com o MEU dinheiro, que não dou 1 centavo mais pra ninguém.

Abraço a todos!

Augusto Nasciemnto disse...

"AN elogiando Olavo? Devo estar sonhando, ainda não terminei de acordar."
É difícil de lembrar agora, mas, antes de decidir que Strauss é Deus e Bush é seu profeta, Olavo de Carvalho foi um bem-vindo sopro de racionalidade e equilíbrio no pensamento brasileiro.
Mas quando passou a ter que concordar com tudo que Bush fazia, ele não se saía muito melhor do que uma Marilena Chaui defendendo o Mensalão. E, agora, que tem que se opor a Obama mesmo que Obama queira recursos para evitar que um asteróide destrua a Terra, ele não se sai melhor do que Krugman na Era Bush. A teimosia tem razões que a própria razão desconhece.

Augusto Nascimento disse...

Correção: Augusto Nascimento

maisvalia disse...

Caro AN.

Cada dia você nos surpreende mais.

Elogiando o Olavo, descendo a lenha na Marilena.

Só não mudou em relação ao Comnte, hehehe.

Abs

Chesterton disse...

Bush:
"Miss me yet?"

Graaaande Bush.

Augusto Nascimento disse...

"Bush:
Miss me yet?'"
Aposto que depois de Hiroshima, Tojo-então, já deposto- fez a mesma pergunta. Hitler provavelmente perguntou a mesma coisa enquanto os soviéticos invadiam a Alemanha, estuprando as mulheres no caminho. Alguns líderes e ex-líderes são sociopatas, certo?
"... descendo a lenha na Marilena."
Não posso julgar o trabalho filosófico dela, mas as intervenções dela nos assuntos políticos e culturais são perfeitamente cretinas. E não fui quem mudou nesse ponto (foi O.C. quem saiu do PCB, eu nunca cheguei a entrar), continuo na mesma posição de sempre: nem Roma, nem Havana, mas Paris sempre ("Paris é a Fraça, o Ocidente, a Terra").

Augusto Nascimento disse...

Correção: "Paris é a FraNça, o Ocidente, a Terra".

Mr X disse...

Hoje Paris está mais para Meca...

http://www.youtube.com/watch?v=DKkeVqpI-mY

Mr X disse...

A coluna do Olavo é boa. Só para constar, eu às vezes dou esmola, às vezes mesmo para crianças, mesmo sabendo que não deveria.

E acho mesmo que há muitos no Brasil que só porque ganham um pouco mais ou tem carro do ano, se acham os tais. Pessoas sem qualquer cultura ou educação, que tratam os outros como lixo.

Mas esquerdista pós-moderno nem gosta de mendigo, prefere mesmo assaltante, estuprador, traficante, os "revolucionários" do crime:

"Conseguimos aquilo que a guerrilha não conseguiu: o apoio da população carente. Vou aos morros e vejo crianças com disposição, fumando e vendendo baseado. Futuramente, elas serão três milhões de adolescentes, que matarão vocês nas esquinas. Já pensou o que serão três milhões de adolescentes e dez milhões de desempregados em armas?"

"Professor" Willian (com n mesmo) da Silva, fundador do Comando Vermelho. Esse "professor" devia ser contratado pela USP!

Augusto Nascimento disse...

"A coluna do Olavo é boa"
De vez em quando. De vez em quando, por outro lado, ele dá vida à velha frase "Qualquer paspalhão que desafia um ventilador pensa que é Don Quixote".
"Hoje Paris está mais para Meca..."
O que é ironicamente apropriado, pois Comte ensinou que, depois que os maometanos se converterem ao Positivismo, Constantinopla-Istambul- será a capital da Terra. Então sim, para usar as palavras da Bíblia, "haverá um só pastor e um só rebanho", e "o lobo e o cordeiro juntos se apascentarão". O Positivismo regenerará Paris, a capital do Ocidente e futura capital provisória da Humanidade, Constantinopla, a futura capital da Terra, e toda a Humanidade.

Anônimo disse...

"E acho mesmo que há muitos no Brasil que só porque ganham um pouco mais ou tem carro do ano, se acham os tais. Pessoas sem qualquer cultura ou educação, que tratam os outros como lixo."

A maioria dos brasileiros só pensa em frivolidades e em adquirir quinquilharia. A citação acima lembra meu cunhado. Um vendedorzinho que pensa que é Deus.

Jesus ensinou sobre esmolas. Não as proibiu.

Jeff

Chesterton disse...

Anos atrás um deputado japones fez um discurso falando que graças a bomba atomica a guerra acabaou cedo e o Japão não foi invadido pela URSS. Estava grato.

Chesterton disse...

O que é ironicamente apropriado, pois Comte ensinou que, depois que os maometanos se converterem ao Positivismo, Constantinopla-Istambul- será a capital da Terra.

chest- você não pode ser sério....

Mr X disse...

O AN combina comentários até que razoáveis e inteligentes com delírios dignos de um oligofrênico.

Converter Maometanos ao culto do Positivismo? Quem vai realizar essa façanha?

O Positivismo regenerará Paris, a capital do Ocidente e futura capital provisória da Humanidade, Constantinopla, a futura capital da Terra, e toda a Humanidade.

Em que difere esta bizarra crença das profecias religiosas messiânicas, ou dos delírios utópicos de marxistas e assemelhados?

Augusto Nascimento disse...

"chest- você não pode ser sério...."
Sim, sou. Comte previu que, primeiro, o Ocidente se uniria (ele previu a UE com um século de vantagem) e tomaria Paris por Capital. Daqui a seis séculos, toda a Humanidade unir-se-á, tendo Constantinopla por capital.
"Anos atrás um deputado japones fez um discurso falando que graças a bomba atomica a guerra acabaou cedo e o Japão não foi invadido pela URSS."
Se não fosse por Tojo e cia, não teriam sido necessárias duas bombas A para evitar uma invasão soviética. Espero que não queira dizer que as opções para a América pós-Bush são holocausto nuclear ou totalitarianismo. Não pode ser sério!
"Converter Maometanos ao culto do Positivismo? Quem vai realizar essa façanha?"
As Leis da História. As mesmas que derrubaram o paganismo, finlandizaram o judaísmo, dividiram a Cristandade, esmagaram as pretensões temporais de Roma, fatiaram a URSS, etc.
"Em que difere esta bizarra crença das profecias religiosas messiânicas, ou dos delírios utópicos de marxistas e assemelhados?"
Para começar, Marx got it wrong, e os rumos que a Humanidade tomou desde a morte dele provam isso abundantemente. Marx é um profeta falhado. Quanto às religiões, elas podem estar certas. Por definição, não posso provar que o Armageddon de uma delas (mas qual?) não vai começar amanhã de manhã. Só não apostaria muitas fichas nisso, dado o track record pavoroso das previsões messiânicas. Por outro lado, como muito bem apontou o grande pensador papista (homenageado no Calendário Positivista) Joseph de Maistre, ou o Cristanismo se renova ou outra religião tomará seu lugar, pois a Humanidade não pode viver sem religião. A não ser que as missas cantadas e dançadas sejam a grande renovação que ele previa, é evidente que o Papismo está esgotado. Nada mais ele pode oferecer moral e intelectualmente. Sua missão histórica está encerrada. Quem o substituirá como fonte da Moral e do Direito? O Positivismo, que entende que a "sã política é filha da Moral e da Razão".

Chesterton disse...

os caras não conseguem saber o que vai acontecer com o clima amanha~, e o AN ´prevê 6 séculos para frente.

Assim não dá.

Augusto Nascimento disse...

"os caras não conseguem saber o que vai acontecer com o clima amanha~, e o AN ´prevê 6 séculos para frente."
Se lhe serve de consolo, você está em companhia ilustre. O Papa também achava estranha aquela história de Halley prever os movimentos do cometa. Assim como há leis físicas, há leis sociais, que devem ser conhecidas, pois é necessário "saber para prever, a fim de prover". Em todo caso, prever o futuro é reconhecidamente difícil, o fracasso em "prever" o passado-seja ele dos exegetas bíblicos, seja dos historiadores militares à Olavo de Carvalho- é bem menos desculpável.

Chesterton disse...

Cientificismo + determinismo histórico. Ao colocar o Papa no meio você crê que está isento de fornececer algum tipo de explicação lógica para uma afirmação tão retombante?
Você já passou desse estágio de argumentação falaciosa.

Chesterton disse...

Que Papa estranhava a aparição de qual cometa?
A contribuição da Igreja Católica a ciencia foi enorme, relogio de pendulo, barometro, telescopios refletores, microscópios, nos campos da ótica, magnetismo, eletrecidade. Foram os jesuitas a observ ar em primeiro lugar os aneis de saturno. No século 17 os jesuitas são citados como a fonte mais importante de contribuições a fisica experimental. Quando C Bossut compilou o mais importantes matemáticos desde 900 AC até 1800 DC, 5% eram jesuitas. Os jesuitas só existiram durante 2 desses 27 séculos. Um dia te conto quantas crateras da Lua tem nome de padres católicos.

Chesterton disse...

NASM name latitude longitude diameter




Bettinus 63.4s 315.2e 71.4 km
Billy 13.8s 309.9e 45.7 km
Blancanus 63.6s 338.5e 105.3 km
Boscovich 9.8n 11.1e 46.0 km
Cabaeus 84.9s 324.5e 98.4 km
Clavius 58.4s 345.6e 225.0 km
Cysatus 66.2s 353.9e 48.8 km
De Vico 19.7s 299.8e 20.3 km
Fenyi 44.9s 254.9e 39.0 km
Furnerius 36.3s 60.4e 125.2 km
Grimaldi 5.2s 291.4e 410.0 km
Gruemberger 66.9s 350.0e 93.6 km
Hagen 48.3s 135.1e 55.5 km
Hell 32.4s 352.2e 33.3 km
Kircher 67.1s 314.7e 72.5 km
Kugler 53.8s 103.7e 65.8 km
Malapert 84.9s 12.9e 69.0 km
Mayer 63.2n 17.3e 38.0 km
McNally 22.6n 232.8e 47.5 km
Moretus 70.6s 354.5e 114.4 km
Petavius 25.3s 60.4e 176.6 km
Riccioli 3.0s 285.7e 145.5 km
Riccius 36.9s 26.5e 70.6 km
Rodes* 23.0n 283.0e
Romana* 21.0s 33.0e 33.6 km
Scheiner 60.5s 332.2e 110.4 km
Schomberger 76.7s 24.9e 85.0 km
Secchi 2.4n 43.5e 22.7 km
Simpelius 73.0s 15.2e 70.4 km
Sirsalis 12.5s 299.6e 42.0 km
Stein 7.2n 179.0e 33.7 km
Tacquet 16.6n 19.2e 6.6 km
Tannerus 56.4s 22.0e 28.6 km
Zucchius 61.4s 309.7e 64.2 km
Zupus 17.2s 307.7e 38.0 km

Mr X disse...

"melhorar, conservando"

"saber para prever, a fim de prover"

"sã política é filha da Moral e da Razão"

"Paris é a França, o Ocidente, a Terra"

"O Amor por princípio, a Ordem por base, o Progresso por fim"


Esses positivistas eram bons em trocadilhos e frases feitas, mas em pouca coisa mais. Não é com frasesinhas rimadas que conseguirão converter os milhões de muçulmanos fanáticos, ou, aliás, qualquer um que não seja parente em primeiro grau do Augusto Nascimento.

Anônimo disse...

Mas não se pode elogiar né? Foi só a galera começar a levar o AN a sério que ele surtou de vez: elogia o Olavo, torna-se o novo profeta do Islã (positivista, é claro) e ainda nos alerta para chegada dos cometas do armagedom! Cruz credo! E tudo começou com uma simples esmola...
Fernando Silva - SP

Rica fb disse...

Não se deve dar esmolas não.
Se deve dar meios. E não é a população trabalhadora que deve fazer isso e sim o poder público.

Augusto Nascimento disse...

"No século 17 os jesuitas são citados como a fonte mais importante de contribuições a fisica experimental. Quando C Bossut compilou o mais importantes matemáticos desde 900 AC até 1800 DC, 5% eram jesuitas. Os jesuitas só existiram durante 2 desses 27 séculos. Um dia te conto quantas crateras da Lua tem nome de padres católicos."
É bonito, mas veja a História dos sujeitos que realmente fizeram algo pela Astronomia:
Galileu- ameaçado de tortura e extermínio, foi proibido de ensinar e condenado à prisão perpétua. Sozinho, ele fez mais pela física, não só Astronomia, do que todas as "crateras da Lua". Motivo da condenação: ele estava certo sobre os movimentos dos astros, a Igreja estava errada. A Bíblia estava errada ou a Igreja não sabia interpretá-la; o papa não podia suportar a humilhação. Copérnico: Não pôde defender abertamente suas ideias. Pôde apenas fingir que suas ideias talves fossem possíveis, mas que as sandices dos monges loucos eram muito boas também.
Aliás, foram os jesuítas que publicaram um livro "provando" que Galileu estava errado. Realmente, a Humanidade deve-lhes muito: deve-lhes um exemplo de imbecilidade quase sem paralelos na História Humana. Clavius é uma cratera na Lua, ainda assim, ele estava errado na mais importante questão astronômica de seu tempo. Galileu estava certo e, apesar da guerra que Roma ainda lhe move, continua certo. Mesmo Roma, depois de alguns séculos, precisou admitir que, pensando bem, no entanto, ela se move mesmo.
Todos esses homens revolucionaram a ciência na qual os jesuítas são notas de pé de página. O que me lembra da frase de Einstein quando cem professores nazistas escreveram um livro "provando" que ele estava errado: "Por que cem? Se eu estivesse errado, bastaria um." O cosmismo russo emplacou Tsiolkovsky, o visionário da astronáutica (entre outras coisas, descobridor da equação de foguetes, antecipador dos múltiplos estágios, etc, etc.), como cratera da Lua. Quer calcular a proporção de cosmitas para papistas no Mundo? Ou a duração d eum e do outro? Ou a desproporção de recursos entre a Igreja de Roma e um pobre professor surdo de ginásio da Sibéria?
Quanto à Matemática, ela simplesmente morreu entre a queda de Roma e o Renascimento-não é à toa que os jesuítas brilharam nesse paríodo ("As religiões são como vaga-lumes: para brilhar precisam das trevas"). Pegue qualquer livro que faça um inventário dos avanços realmente relevantes da Matemática e veja quantos jesuítas cabem lá. Grande contribuição à matemática ocidental deram os maometanos, que transmitiram aos sábios da Cristandade os algarisnos indo-arábicos.

Augusto Nascimento disse...

"e ainda nos alerta para chegada dos cometas do armagedom!"
Não, os monges furiosos (e papas) de Roma é que viam nos cometas um sinal da ira divina e uma boa oportunidade de explorar mais ainda os csamponeses.

Augusto Nascimento disse...

"Não é com frasesinhas rimadas que conseguirão converter os milhões de muçulmanos fanáticos, ou, aliás, qualquer um que não seja parente em primeiro grau do Augusto Nascimento."
O jeito é recriar as Cruzadas, invadir e saquear Constantinopla, matar um monte de cristãos ortodoxos e, no caminho, fazer alguns pogroms, que ninguém é de ferro, não.
Depois, podemos proibir a Astronomia-exceto a dos monges furiosos-, matar a matemática de novo e assassinar a medicina mais uma vez. E podemos voltar a procurar o segredo do movimento dos astros nos versículos da Bíblia-em latim, para não dar ideias estranhas à ralé que pede esmolas.

Augusto Nascimento disse...

Por outro lado, realmente, se esse negócio de frase bonitinha funcionasse, a ideia de "Amai-vos uns aos outros" teria tido muito mais sucesso na sociedade cristã. Antes de pensar em converter os maometanos, é necessário converter os cristãos (ao cristianismo, por exemplo).

Gunnar disse...

Consumismo e gente que se sente especial pelo simples fato de possuir dinheiro é uma das coisas mais nojentas que existe.

Chesterton disse...

Galileu- ameaçado de tortura e extermínio

chest- Galileu defendeu que o sol era o centro do universo, um erro do tamanho do próprio universo. Não tinha como comprovar esse absurdo, e foi perseguido porque desancou o Papa, publicando artigos satíricos.
Galileu estava errado. E queria ensinar seu erro dentro de escolas católicas.

Chesterton disse...

Gunnar, a soberba de qualquer etiologia é nojenta. Inclusive em minha opinião, a do pobrista é pior que a do consumista.

Augusto Nascimento disse...

Já sei com quem Olavo de Carvalho aprendeu a história das Guerras Napoleônicas.
1) Galileu foi perseguido porque suas teorias eram incompatíveis com a interpretação dos monges loucos da Bíblia. No final, quem teve que mudar, o movimento do Sol ou a interpretação da Igreja? E levou séculos! Quando o seu ganha-pão é interpretar a Bíblia-em aterrorizar camponeses- esse tipo de concorrência é um problema, não é?
2) Ele publicou um livro em que era exposta a doutrina do papa e era exposta a doutrina correta. Só que uma delas soava como completamente estúpida e incompatível com os fatos, adivinhe qual. O amor-próprio do Papa não suportou a humilhação. Resultado? Proibição da obra em questão, uma autocrítica ao estilo dos Processos de Moscou e prisão perpétua com proibição de ensinar. Já se disse que a URSS era o único país que levava a poesia e os poetas a sério, tanto que os poetas eram presos ou liquidados. Roma também levava muito a sério a Astronomia, pode-se dizer.
3) Galileu escrevia em vernáculo quando a Igreja ainda escondia a Bíblia por trás de uma cortina de latim. O papa não suportou ver sua política de manter o povo ignorante desafiada.
4) Se Galileu estava errado, por que a ameaça do uso da força, a proibição de ensinar e a prisão? "Se minto, prova-o. Se digo a verdade, por que me bates?"
5) Enquanto o "erro" de Galileu era perseguido dentro e fora das escolas católicas-como se Roma aceitasse a existência de outro tipo de escola-, um erro maior-mas apoiado em uma certa interpretação da Bíblia favorecida por autoridades de vistas curtas- continuava triunfantemente ensinado nas escolas católicas. Se dizer que o Sol é o centro do Universo (em um tempo em que mesmo o Sistema Solar era muito pouco entendido) é um erro do tamanho do Universo, dizer que a Terra é o centro é um erro maior do que o Univeso. Mas esse erro tinha o apoio dos verdugos de Roma, logo... Haja relativismo... astronômico para defender a defesa do Geocentrismo em pleno Século XXI! Por que os defensores do Geocentrismo, que estavam completamente errados, não foram punidos enquanto Galileu era? Parece que a Igreja não se preocupava exatamente com exatidão astronômica.
6) No mínimo, Galileu tinha como comprovar que o ensino tradicional de Roma com relação à Terra como centro era um absurdo. A prova? Roma tirou Galileu do Index quase dois séculos depois de sua morte! Antes muito tarde do que muito, muito tarde, não é mesmo?

Chesterton disse...

Galileu foi perseguido porque suas teorias eram incompatíveis com a interpretação dos monges loucos da Bíblia. No final, quem teve que mudar, o movimento do Sol ou a interpretação da Igreja?

chest- Galileu foi perseguido porque publicou textos com sátiras ao Papa, que emputecido tornou o assunto pessoal. A interpretação da Igreja mudou enquanto Galileu morreu no erro de acreditar que o sol era o centro do universo. A Igreja pediu provas de suas teorias, e ele não pode fornecê-las. Os instrumentos da época não tinham precisão para decidir a questão.
O SOl não é o centro do universo.

Chesterton disse...

Em 1623, Urbano VIII, amigo de Galileu, torna-se o novo Papa. Na década seguinte, concede a Galileu a oportunidade de escrever um livro dissertando sobre as duas teorias, dando-lhe uma oportunidade de defender o heliocentrismo como uma hipótese. Galileu escreve, então, seu Diálogo sobre os dois grandes sistemas do mundo. O caráter ácido do livro e alguns mal-entendidos levam o Papa a crer que Galileu aproveitou-se da oportunidade para ofendê-lo. A Inquisição, então, julga e condena Galileu a abjurar publicamente suas opiniões. Ademais, Galileu é condenado a prisão domiciliar por tempo indeterminado (durante a qual faleceu) e seus livros são postos no Index Librorum Prohibitorum. Apesar disso, pôde continuar a trabalhar em outros estudos científicos que não estavam relacionados com a defesa da veracidade do heliocentrismo.
Porém, com a diminuição das tensões e dos conflitos marcados pela Reforma protestante, a Igreja Católica revê a sua posição quanto à teoria de Copérnico e Galileu. Em 1758, a Igreja retirou as obras heliocêntricas do Index Librorum Prohibitorum.
wiki

Augusto nascimento disse...

"A Igreja pediu provas de suas teorias, e ele não pode fornecê-las."
A Igreja lembrou-se de pedir provas a seus "astrônomos" goecentristas? Não! Pelo contrário, defendia suas ideias pela força. Repito: "Se minto, prova-o. Se digo a verdade, por que me bates?"
"A interpretação da Igreja mudou enquanto Galileu morreu no erro de acreditar que o sol era o centro do universo."
Não, a interpretação da Igreja (aquela que era imutável e defendida pelos geniais jesuítas, aliás) mudou DOIS séculos depois da morte de Galileu porque, se Josué conseguia deter o movimento do Sol, o papa não podia deter o movimento da Terra. Enquanto foi asininamente possível, Roma e suas "crateras lunares" defenderam o Geocentrismo.
"Galileu foi perseguido porque publicou textos com sátiras ao Papa, que emputecido tornou o assunto pessoal"
Assunto pessoal que envolvia uma autocrítica em matéria de doutrina religiosa e de conhecimento astronômico? Assunto pessoal que mobilizou toda a força bruta de Roma contra um indivíduo indefeso? Assunto pessoal que involveu o Index e toda a Cristandade? Cristianismo-como a Coca Cola- é isso aí! O fato de que Galileu estava certo enquanto o papa estava errado em sua interpretação da Bíblia deve ter tido lá sua influência no "emputecimento" do papa. Quanto a amor-próprio ferido, Stalin mandou prender Mandelstam pela mesma razão. E mandou prender Vavilov porque este teve o mau gosto de estar certo em genética quando Stalin estava errado. Urbano VIII era um Stalin avant la lettre, guardadas as devidas proporções de meios técnicos à disposição. É como se Velikovsky tivesse mandado prender Carl Sagan. A diferença entre ciência de verdade e papismo é que a Igreja levava a sério Urbano VIII e suas concepções astronômicas, mas nenhum cientista sério levou a sério Velikovsky.

Augusto Nascimento disse...

1) O Diálogo sem censura só saiu do Index em 1835 (quando a opinião de Roma nesses assuntos já era de interesse acadêmico só, o mundo já tinha andado nesse assunto e deixado Roma para trás).
2) Mesmo 1758 é mais de um século depois da morte de Galileu.
3) "Mal-entendidos" por parte de quem, além das oniscientes autoridades romanas?
4) Galileu simplesmente retratou as opiniões astronômicas do papa, que eram as da Igreja. Elas soam imbecis porque eram imbecis.
5) O sujeito foi condenado à prisão perpétua, basicamente, por estar certo enquanto as crateras da lua estavam errradas.
6)Nem Copérnico estava a salvo dos monges loucos: "By 1616 the attacks on the ideas of Copernicus had reached a head, and Galileo went to Rome to try to persuade the Catholic Church authorities not to ban Copernicus' ideas. In the end, Cardinal Bellarmine, acting on directives from the Inquisition, delivered him an order not to 'hold or defend' the idea that the Earth moves and the Sun stands still at the centre."
7) "Galileo was found 'vehemently' suspect of heresy", namely of having held the opinions that the Sun lies motionless at the centre of the universe, that the Earth is not at its centre and moves, and that one may hold and defend an opinion as probable after it has been declared contrary to Holy Scripture. He was required to 'abjure, curse and detest' those opinions.
He was sentenced to formal imprisonment at the pleasure of the Inquisition. On the following day this was commuted to house arrest, which he remained under for the rest of his life.
His offending Dialogue was banned; and in an action not announced at the trial, publication of any of his works was forbidden, including any he might write in the future."
8) Sua obra não-relacionada diretamente com o Heliocentrismo foi publicada, sim,... na Holanda, longe das garras dos papas ignorantes. O terror papista imposto sobre a cultura e a ciência só seria igualado e ultrapassado pelos seus irmãos espirituais, os comunistas-não à toa, Roma adora e protege a Teologia da Libertação.

Augusto Nascimento disse...

9) Mesmo que Galileo tivesse todas as provas do mundo, não adiantaria porque a interpretação do papa da Bíblia tomava precedência sobre os fatos, segundo a própria formulação da condenação. Método científico é isso aí, né?

Chesterton disse...

A Igreja lembrou-se de pedir provas a seus "astrônomos" goecentristas?

chest- a teoria era aceita não por causa de seus astronomos, mas por causa de Ptolomeu, que viveu em 200AC. Antes de Galilei Copérnico já aventava a hipótese da Terra girar em torno do sol. Copérnico era cônego da Igreja católica.

Chesterton disse...

Assunto pessoal que mobilizou toda a força bruta de Roma contra um indivíduo indefeso? Assunto pessoal que involveu o Index e toda a Cristandade?

chest- exatamente, o Papa era phodão.

Chesterton disse...

"Galileo was found 'vehemently' suspect of heresy", namely of having held the opinions that the Sun lies motionless at the centre of the universe,

chest- e é mesmo uma heresia científica.

Augusto Nascimento disse...

"exatamente, o Papa era phodão."
Como eu disse, um Stalin "avant la lettre". Não é à toa que nosso Castro Alves escreveu "Quebre-se o cetro do Papa, Faça-se dele — uma cruz!"
"a teoria era aceita não por causa de seus astronomos, mas por causa de Ptolomeu, que viveu em 200AC."
Entendo... Realmente, se você não confiar em um astrônomo que morreu antes de Cristo (e na interpretação bíblica dos monges loucos), vai confiar em quem? Em telescópios e matemática? Isso é loucura!
"Copérnico era cônego da Igreja católica."
Giordano Bruno também era da Igreja, isso não foi de muita utilidade para ele, claro. Quanto a Copérnico, era justament o autor das ideias que Roma proibiu.
" e é mesmo uma heresia científica."
Já a ideia de que a Terra é o centro do Universo é uma brilhante observação astronômica, claro. E Roma chegou a essa descoberta antes do telescópio Hubble.

Chesterton disse...

Galileu usou o tema de uma hipótese científica para desafiar a autoridade religiosa do Papa, usando o escárnio. Parece que desenhou o Papa vestido de burro.
galileu queria o lugar do Papa, aí tomou na tarraqueta. Ficou preso até morrer.
Como eu disse, naquela época, o Papa era phodão.

A crença de que o sol gira em volta da Terra é intuitiva. É só olhar pela janela. Não foi fácil provar o oposto. Tanto que galileu não conseguiu.

Augusto Nascimento disse...

"Galileu usou o tema de uma hipótese científica para desafiar a autoridade religiosa do Papa, usando o escárnio."
A autoridade de quem provou que não conseguia sequer interpretar a Bíblia (mesmo isso sendo seu ganha-pão)? A autoridade de quem queria tornar a própria ignorância medida de todas as coisas na Astronomia? A mesma acusação pode ser feita ao opositor de qualquer tirano ignorante. Stalin proibiu a genética por ucasse, lembra?
"Parece que desenhou o Papa vestido de burro."
Parece?
"... galileu queria o lugar do Papa, aí tomou na tarraqueta. Ficou preso até morrer.
Como eu disse, naquela época, o Papa era phodão."
Pelo contrário, o papa é que queria o lugar de Galileu, ser capaz de decdidir com inteligência sobre os movimentos dos astros. Assim como Stalin queria o lugar de Vavilov (biólogo). Infelizmente, como dizia Roberto Campos, Deus não é socialista-algumas pessoas receberam menos massa cinzenta do que seria justo, e, aparentemente, Urbano VIII era um caso desses.
"A crença de que o sol gira em volta da Terra é intuitiva. É só olhar pela janela. Não foi fácil provar o oposto. Tanto que galileu não conseguiu."
A) Não foi fácil convencer os torturadores da Inquisição, você quer dizer (assim como Einstein não teve sucesso em convencer Hitler de que havia certa verdade na "ciência judaica" da Relatividade). O resto do mundo levou menos de 200 anos para concordar com Galileu.
B) Não foi só um caso de ser intuitivo: os geniais jesuítas escreveram um livro que "provava" que o Sol gira em torno da Terra. "Se minto, prova-o. Se digo a verdade, por que me bates?"

Chesterton disse...

AN, você é imune à razão. Em 600 anos veremos se você está certo.

Augusto Nascimento disse...

"AN, você é imune à razão. Em 600 anos veremos se você está certo."
Só porque eu acho que a Terra se move ao redor do Sol?
"Em 600 anos veremos se você está certo."
Talvez leve menos de 600 anos, afinal, depois de 200 anos, até Roma se mancou e rsolveu que, pensando bem, "no entanto, ela se move". Claro, talvez demore 2000 anos, mas, ainda assim, vamos estar ganhando das previsões do Novo Testamento quanto à data do Armageddon.

Chesterton disse...

Só porque eu acho que a Terra se move ao redor do Sol?

chest- porque você acha que o sol é o centro imóvel do universo.

Augusto Nascimento disse...

"porque você acha que o sol é o centro imóvel do universo."
Ou será que é porque eu acho que não se deveria prender alguém (e proibir suas obras por dois séculos) por discordar do papa? Ou será que é porque eu acho estranho que se prenda alguém por achar- se é esse o caso- que o Sol é o centro do Universo enquanto se dá tapinhas nas costas-ainda se dá- dos sujeitos que "provaram" que a Terra é o centro do Universo?
"That the Sun was not the center of the universe, but one of innumerable stars, was strongly advocated by the mystic Giordano Bruno."
Assim não dá, queimado pela Inquisição por ter cão, queimado por não ter cão!

Chesterton disse...

Ou será que é porque eu acho que não se deveria prender alguém (e proibir suas obras por dois séculos) por discordar do papa?

CHEST- porque pretendia tomar o lugar do Papa, na casa do Papa, na igreja do Papa, que, como disse, era o Phodão da época. Ele poderia muito bem ter ido ensinar os indios da América sobre seus achados, mas não, queria se meter na teologia do Papa, que, como disse, mandava e desmandava (era o...........Phodão).

Augusto Nascimento disse...

"porque pretendia tomar o lugar do Papa, na casa do Papa, na igreja do Papa, que, como disse, era o Phodão da época."
A Igreja era do Papa, a Europa, por sua vez, foi usurpada pela força e pela traição: o domínio de Roma em assuntos temporais nunca foi mais legítimo que o de Hitler, Stalin e outros tiranos totalitários.
"Ele poderia muito bem ter ido ensinar os indios da América sobre seus achados, mas não, queria se meter na teologia do Papa, que, como disse, mandava e desmandava (era o...........Phodão)."
Pelo contrário, foi a teologia do papa e de outros ilustres ignorantes-incluindo, claro, as "crateras jesuíticas" com seu brilhante livro em defesa do geocentrismo- que se meteram na ciência (como Stalin se meteu na biologia, na física, na linguística, na literatura-Stalin era o Urbano VIII da URSS, só que ainda mais versátil). No final, a Civilização venceu (já ensinava nosso Castro Alves:"Lá brada César morrendo: "No pugilato tremendo 'Quem sempre vence é o porvir'"). E a Igreja teve que desdizer o que dissera seu papa onisciente e inerrante.

Chesterton disse...

Vá se informar melhor, Borning August.
sem os monjes católicos na Idade Média, não haveria revolução industrial.

Augusto Nascimento disse...

"Vá se informar melhor, Borning August.
sem os monjes católicos na Idade Média, não haveria revolução industrial."
1) Sem os maometanos e os algarismos arábicos certamente não haveria ciência ocidental tal como a conhecemoa, nem por isso é razão para apoiar as fatwas dos aiatolás. Sem Hitler bancando as visões de von Braun e sem Stalin e Khruschev bancando as visões de Tsiolkovsky e Korolev não haveria satélites: isso não torna a "física ariana" e o lysenkoismo mais respeitáveis. Qualquer bem que a Igreja tenha feito não torna as opiniões astronômicas dos monges loucos mais respeitáveis. Aliás, enquanto os referidos monges loucos são, merecidamente, notas de rodapé na história da ciência, Galileu passou à História como o fundador da física moderna, o refundador da ciência e o homem que provou que o papa inerrante não era capaz de interpretar a Bíblia. Dois séculos depois da morte desse homem maior que todos os membros do clero papista de todos os tempos juntos, a Igreja foi obrigada a confessar que estava errada e que seu líder inerrante sabia menos sobre a arquitetura do Universoq ue um cientistazinha. A Civilização tinha vencido outra batalha contra os bárbaros.
2) Mas, realmente, os "astrônomos" jusuítas, os que "provaram" que, no entanto, a Terra está fixa, é que são responsáveis pela Revolução Industrial. Que ela só tenha começado e progredido, em seus primeiros séculos, no mundo protestante e só depois do enfraquecimento de Roma é só uma coincidência detestável.

Augusto Nascimento disse...

Correção: "... sobre a arquitetura do Universo do que um cientistazinho"

Augusto Nascimento disse...

Aliás, quanto ao papa "phodão", que mandava para a cadeia ou para a morte quem tinha o mau gosto de estar certo quando ele estava errado, e seus sabujos, os "astrônomos jesuítas, não posso deixar de me lembrar de Ruy Barbosa:
"Há tantos burros mandando em homens de inteligência, que, às vezes, fico pensando que a burrice é uma ciência." É a "ciência" papista, sem dúvida.

Mr X disse...

Epa! Os tais "números arábicos" são na verdade criação dos hindus. Os árabes só adotaram e espalharam.

Chesterton disse...

maometanos sempre foram carteiros, o que de original fizeram trouxe a morte ao autor.
acabei de ler um livro (ler um livro é engraçado, mas, enfim...) muito interessante, anti-euro-centrista:

1434, G. Menzies
Segundo ele um junco chinês chegou em Veneza em 1434.
Meio chutado, mas como hipótese, plausível.

Augusto Nascimento disse...

Por isso, da primeira vez, eu chamei de indo-arábicos: os dois nomes são intercambiáveis. Eu só disse que, sem a colaboração maometana aos matemáticos cristãos, não haveria ciência ocidental como a conhecemos. Nem por isso, fico por aí defendendo fatwas.
Mas, se quiser defender o sistema de castas em memória da matemática hindu, fique à vontade. Certamente, não é mais absurdo do que defender o Heliocentrismo em pleno século XXI.
"maometanos sempre foram carteiros, o que de original fizeram trouxe a morte ao autor."
A diferença é que, ao contrário de Urbano VIII e outros ignorantes, eles traziam a mensagem certa. Urbano VIII trazia a mensagem-interpretação do latinório bíblico- errada.

Anônimo disse...

Alguém sabe quando chega às livrarias de Londres a nova edição das obras completas de Augusto Nascimento? Será que a Penguin/Cia das Letras vai publicá-las no Brasil?
Fernando - SP

Augusto Nascimento disse...

"Alguém sabe quando chega às livrarias de Londres a nova edição das obras completas de Augusto Nascimento? Será que a Penguin/Cia das Letras vai publicá-las no Brasil?"
Agora que Olavo de Carvalho condenou a É Realizações ao fogo do Inferno por não concordar com o "aiatolavo"(copyright Janer Cristaldo) em tudo, talvez eles publiquem minhas obras, sei lá. Ou os caras do Mídia a Mais, que, segundo o aiatolavo, são uns ladrões safados... Mas meu sonho mesmo é escrever uma obra de história das Guerras Napoleônicas (enfatizando a vitória genial de D. João nos campos de batalha e a habilidade do exército de Napoleão de caminhar sobre as águas) em parceria com o filósofo. Se Schopenhauer pode se aproveitar do prestígio do filósofo, eu também posso. Eu tenho a vantagem de estar vivo.

Anônimo disse...

Corre um boato fortíssimo no mercado que o AN é o Rodrigo Constantino (aka Rodrigo Spamtantino), com quem o Olavo teve umas rusgas um tempo atrás. É, pode ser...Mas pela mágoa e ressentimentos demonstrados também pode ser o próprio Janer Cristaldo. A lista de suspeitos é longa. Pra mim é barbada que o AN é ex-aluno.
Fernando José - SP

Augusto Nascimento disse...

1) Levando-se em conta a alta inteligência emocional do indivíduo em questão (as fotos do álbum de Olavo de Carvalho devem ser como aquelas de Stalin, das quais no final some todo mundo, só sobra o Guia Genial,) pode ser qualquer um. Pode ser o padeiro da esquina, pode ser Fidel Castro, pode ser o jornaleiro logo em frente, pode ser o chinês da tinturaria, pode ser a KGB, pode ser o cara da É Realizações, pode ser a tariqa da qual ele fazia parte (mas ele não é maometano, dammit!, não é), pode ser Leonard Cohen.
2) Essa suposição foi o maior elogio que Cristaldo e Constantino já receberam em suas vidas. Mas a verdade é geralmente mais prosaica do que as teses engenhosas. Shakespeare não era Francis Bacon (ou Roger Bacon...ou Kevin Bacon... ou Cheese Bacon), e eu-como Shakespeare- sou só eu mesmo.
3) "Pra mim é barbada que o AN é ex-aluno."
Aí, já é uma ofensa insuportável.
4) "Corre um boato fortíssimo no mercado que o AN "
As olavettes, incapazes de inundar o "mercado das ideias", inundam o de boatos. Trotsky, citando Helvetius, escreveu que, quando não há grandes homens, eles são inventados. As olavettes inventaram seu aiatolavo e, depois, reinventaram-se à sua imagem e semelhança. Não conseguiram copiar o talento literário do sujeito ou emular seu insight ocasional, mas a moral é uma cópia perfeita e servil.

Anônimo disse...

Se tem uma "raça" que absolutamente não se dá o respeito é essa de ex-alunos ressentidos do professor Olavo de Carvalho. Esse tom de superioridade moral e intelectual completamente artificiais é um dos fenômenos mais patéticos do mundo. O sujeito tem noção do mundo, teve lições de morais, de hierarquia de valores, fala línguas e de repente joga tudo pro alto só pra safisfazer o ego. Que coisa mais besta. Vai lá AN, mostra pra galera como você e o Jô Soares são os maiorais do pedaço e me humilhe na sua resposta...dãããããããããããããããããã....
Fernando - SP

Augusto Nascimento disse...

"Se tem uma 'raça' que absolutamente não se dá o respeito é essa de ex-alunos ressentidos do professor Olavo de Carvalho."
Pior ainda: a julgar pelas declarações do filósofo, é uma raça (a dos alunos e ex-alunos, ressentidos ou não) à qual ele não dá nenhum respeito (e não contestarei de maneira alguma o acerto do julgamento dele nesse item: ele pode não saber por que bate, mas os alunos devem saber por que apanham).
"... teve lições de morais, de hierarquia de valores, fala línguas e de repente joga tudo pro alto só pra safisfazer o ego."
Ouvi dizer mesmo que os membros da tariqa de O.C. "falam em línguas" (quem diria que o Espírito Santo operaria através do Islã?-Ele deve ter ficado desgostoso com esses casos de pedofilia na Igreja, alcou voo e desertou para a mesquita mais próxima). Quanto às lições de moral, eu sou velho o bastante para me lembrar de um tempo em que-com razão- os conservadores se revoltavam quando um senador chamava LBJ de "nosso professor moral". Pensar que eu vivi para ver alguém tão carente de moral que tenha que receber lições nesse campo de Olavo de Carvalho... Você faria melhor imitando os monges vietnamitas e se autoimolando em vez de ficar se autoamolando por tão pouco.
"Vai lá AN, mostra pra galera como você e o Jô Soares são os maiorais do pedaço e me humilhe na sua resposta..."
Eu estou esperando você começar a precisar da minha ajuda para se humilhar. Mas para citar o seu mestre: "Divirto-me um bocado. Enquanto escrevo, fico rindo, prevendo como o adversário ficará bravo e será em vão. Nunca tive raiva de ninguém nesse negócio. Mas se o sujeito quer virar objeto de gozação, a gente faz isso". Seja feita a sua vontade.

Chesterton disse...

AN, teu caso é sério. Cuidado com o coração.

Augusto Nascimento disse...

"AN, teu caso é sério. Cuidado com o coração."
Pode ser, mas eu levo sobre OC (a medida de todas as coisas segundo Fernando José)três vantagens: não fumo, não tenho que conviver com os alunos dele (claramente, isso está matando o pobre homem de raiva) e meu trabalho não envolve vociferar como um possesso toda semana.

Felins disse...

AN, vc conhece Afrânio Pedro Capelli(http://positivismors.blogspot.com/), guardião do templo positivista de POA/RS? Votei nele nas últimas eleições (mas ele não ganhou).

No mais, me parece que o resumo dessa história toda é: tem cristão bom, tem cristão mau, tem ateu bom, tem ateu mau, e por aí adiante.

Chesterton disse...

é, AN, então vais ter úlceras se não parar de ter ataque de periquita.
Ninguem vive desse jeito.

Chesterton disse...

Felins, tem positivista bom e positivista mau também?

Felins disse...

Provavelmente

Felins disse...

"For close associate John Stuart Mill, it was possible to distinguish between a "good Comte" (the author of the Course in Positive Philosophy) and a "bad Comte" (the author of the secular-religious system)."

From: http://en.wikipedia.org/wiki/Positivism#Comte.27s_positivism

Augusto Nascimento disse...

1) "No mais, me parece que o resumo dessa história toda é: tem cristão bom, tem cristão mau, tem ateu bom, tem ateu mau, e por aí adiante."
Sem dúvida, mas repare que isso não deve impedir o livre debate e a livre crítica das doutrinas religiosas, incluindo o Positivismo (é exatamente o ponto de Teixeira Mendes no seu" Ainda Em Defeza da Separação Entre o Poder Espiritual e o Poder Temporal"-grafia da época). Além disso, acho que há razões para desconfiar da boa-fé dos "cristãos" de tariqa.
2)"AN, vc conhece Afrânio Pedro Capelli(http://positivismors.blogspot.com/), guardião do templo positivista de POA/RS?"
Só de leitura. Há muitos anos que eu não volto para o Sul e há anos que eu não tenho contato com os grupos "oficiais" (não creio que (órgãos criados depois da morte de Comte e que passaram por rompimento com seu sucessor designado tenham o monopólio da Doutrina embora eu respeite a inteligência, a dedicação e a coragem de seus líderes). Mas é um tributo ao espírito dos nossos antepassados espirituais que o templo lá também se mantenha firme. Enquanto a crise final do Ocidente se aproxima, os monumentos resistem, mais importante ainda: os homens resistem. Como escreveu outro grande gaúcho: "... fazer luz sobre a realidade de seu mundo, evitando que sobre ele caia a escuridão, propícia aos ladrões, aos assassinos e aos tiranos. Sim, segurar a lâmpada, a despeito da náusea e do horror. Se não tivermos uma lâmpada elétrica, acendamos o nosso toco de vela ou, em último caso, risquemos fósforos repetidamente, como um sinal de que não desertamos nosso posto." E não desertamos!

Augusto Nascimento disse...

"é, AN, então vais ter úlceras se não parar de ter ataque de periquita.
Ninguem vive desse jeito."
Pelo contrário, como disse o mestre de Fernando José: é divertidíssimo. Além disso, quem tem ataque de periquita é Olavo de Carvalho (se eu tivesse que suportar Fernando José e seus clones, eu também teria ataques semanais transmitidos pela Internet).

Augusto Nascimento disse...

"For close associate John Stuart Mill, it was possible to distinguish between a "good Comte" (the author of the Course in Positive Philosophy) and a "bad Comte" (the author of the secular-religious system)."
Foi por isso que Miguel Lemos rompeu com Littré e passou a apoiar Laffite, com o qual rompeu em 1883 se não me engano.

Felins disse...

Acho os textos antigos do OdeC mais interessantes, tipo, ele falava mais de coisas metafísicas, filosóficas etc. Não que eu concorde com tudo, mas deu pra aprender algumas coisas bem legais lá.
Eu assistia o programa de rádio dele até o dia em que um cara ligou e falou alguma coisa da Ingrid Betancourt, e aí ele começou a xingar o moleque de "desinformador comunista" e passou acho que uma meia-hora em cima disso. Totalmente desnecessário e até assustador. Essa dona Ingrid não deve valer muita coisa, mas isso não é motivo pra ficar xingando alguém que falou bem dela. É motivo pra xingar ela (processou o governo da Colômbia por ter sido sequestrada pelas Farc, pelo menos foi o que o Olavo disse).
Agora, quanto ao positivismo, existem vários. Tem o do Comte (original, acho), tem o Lógico, tem o do Spencer... O Spencer é legal. Essa coisa de "Igreja da Humanidade" me parece meio sentimental demais, emotiva demais, cheia de "slogans", com aquela linguagem cheia de "ohs!" e "ahs!" (viver para outrem; prever para prover etc.) que lembra caras como Hegel, Marx e Nietzsche - e até um certo ponto a dona Rand. Meio "continental" demais. Prefiro algo mais "inglês".

Marcelo Augusto disse...

Olá!

Porra! Em vez de ficarem nessas conversinhas de moiçolas, vocês deveriam prestar atenção nestes dois histogramas:

Taxa de Homicídios na Suécia Entre os Anos de 1400 e 2000

Taxas de Homicídios no Brasil Entre os Anos de 1997 e 2007

Dizem que o problema da segurança pública no Brasil tem solução. . .

Mr. X, prepare a máquina do tempo.

Até!

Marcelo

Augusto Nascimento disse...

"... passou acho que uma meia-hora em cima disso. Totalmente desnecessário e até assustador."
Na mente dele (e dos discípulos dele), está claro que quem não concorda servilmente com Olavo de Carvalho em tudo é um agente do comunismo.
"Essa coisa de 'Igreja da Humanidade' me parece meio sentimental demais, emotiva demais, cheia de "slogans", com aquela linguagem cheia de 'ohs!' e 'ahs!'"
A questão estética é realmente uma questão de gosto (não me lembro qual papista disse que as alterações da liturgia pareciam ter sido inventadas por um ateu radical para expulsar as pessoas da Igreja).

Augusto Nascimento disse...

"Taxa de Homicídios na Suécia Entre os Anos de 1400 e 2000"
Ué, a taxa de homocídios na Suécia ultracristã era bem maior do que na socialdemocracia ateísta e dissolvente?

Chesterton disse...

AN, quem mais cita o Olavão aqui é você.

Augusto Nascimento disse...

"AN, quem mais cita o Olavão aqui é você."
1) Será? Nos comentários desse post,citei brincando a opinião dele "para ficar no mote de que eu cito Olavo de Carvalho a respeito de tudo". Logo, veio Fernando José defender o mestre da tariqa. Não falha.
2) Não sou quem acha que ele é um mestre infalível, eu nem acho que ele é mentalmente são.

Chesterton disse...

infalivel? quem falou isso?
Que é meio doidão, concordo, mas quem não é?
Ora, isso é a falacia ad hominem, discutamos texto por texto se for o caso.

Augusto Nascimento disse...

"Que é meio doidão, concordo, mas quem não é?"
A maioria de nós não tem um ataque psicótico toda semana no mesmo horário.
"isso é falacia ad hominem, discutamos texto por texto se for o caso."
À vontade. Quer começar com as defesas da monarquia que contrariam a lógica e a história?Quer começar com os ataques (os injustos) a Obama que ignoram o fato de que as políticas esbanjadoras dele-por mais trágicas que sejam- foram começadas por Reagan e pelos Bushes, que ele tanto idolatra? Quer iniciar pela apologia constante que ele faz do regime de exceção e do general Frota?´Prefere começar pela excentricidade do sujeito que adorava quando Bush se esfregava literalmente no ditador saudita, mas acha que o único saudita terrorista do mundo é o amiguinho de Obama? Prefere começar pela defesa sistemática, vergonhosa e desavergonhada dos interesses dos americanos e sauditas contra os interesses da Pátria? Quer começar com a sistemática difamação do povo brasileiro levada a cabo por ele? Quer começar com os ataques safados que o MSM passou a dirigir contra pessoas das mais ilustres e corretas a serviço do reacionarismo mais canalha? Ele se tornou um candidato a Quisling, Pétain ou coisa pior quando os mestres dele resolverem atacar sem disfarces nossa Pátria.

Chesterton disse...

vai dormir, AN, amanhã será um longo dia.

Anônimo disse...

O Augusto Nascimento é contrapeso perfeito deste blog. Não consigo mais imaginar o site sem os comentários dele.
O engraçado é que parece que o Olavão é mais citado aqui do que em qualquer outro lugar, acho que mais até do que no MSM.

Acho que há alguma lei semelhante à tal Lei de Godwin, só que o assunto final é Olavo de Carvalho.

E fico impressionado com o AN, que sempre leva as discussões praticamente sozinho contra todo mundo. Ou todo mundo contra ele, não sei. Esse obscuro ser (que só não é mais obscuro do que o Carvalhão) vai apresentando os seus argumentos de um jeito que desconfio que o AN leu e releu aqueles 30 e tantos estratagemas do Schopenhauer pelo Olavão. Ah! Ah! Ah!

Aliás, pensava que era ele nesse telefonema:
http://www.youtube.com/watch?v=UN5mPcGTzdM

Enfim, pelo menos o Bush tem um pouco de sossego. Todo mundo merece um pouco, pelo menos; até o astrólogo.

Monsieur K

Augusto Nascimento disse...

"Aliás, pensava que era ele nesse telefonema:
http://www.youtube.com/watch?v=UN5mPcGTzdM"
Não. Aliás, Obama é enrolado mesmo: isso só não pode servir de desculpa para toda e qualquer fantasia econômica que Olavo quiser criar para limpar a barra orçamentária dos republicanos.
"... vai apresentando os seus argumentos de um jeito que desconfio que o AN leu e releu aqueles 30 e tantos estratagemas do Schopenhauer pelo Olavão."
São 38. Como será que os filósofos viviam quando não tinham OC para fazer parceria com eles? Sócrates deve ter tomado cicuta por desgosto porque Platão não era nenhum Olavo de Carvalho-pelo menos, muitas olavettes garantirão que é isso aí.
"Todo mundo merece um pouco, pelo menos; até o astrólogo."
Quando ele finalmente resolver dar um pouco de sossego a esse pobre país tão necessitado disso...

Anônimo disse...

A Ingrid Bentancourt é uma puta ordinária, que teve a cara de pau de querer processar o governo que a salvou. Estava mancomunada com as FARC desde o início e era mesmo amante de algum(ns) dos comandantes!!

Augusto, seu comunista safado, vá tomar no olho do seu cú! Você foi um ex-aluno meu que eu sei e desconfio até que trabalhe na É Realizações, querendo me sabotar!!! Ou isso ou é membro da KGB!! Vá prá puta que o pariu!!!! E cadê a transcrição das aulas que eu mandei você fazer hein seu desgraçado?!?!

Olavão Carvalhão

Mateus Mota disse...

"É difícil de lembrar agora, mas, antes de decidir que Strauss é Deus e Bush é seu profeta, Olavo de Carvalho foi um bem-vindo sopro de racionalidade e equilíbrio no pensamento brasileiro.
Mas quando passou a ter que concordar com tudo que Bush fazia, ele não se saía muito melhor do que uma Marilena Chaui defendendo o Mensalão. E, agora, que tem que se opor a Obama mesmo que Obama queira recursos para evitar que um asteróide destrua a Terra, ele não se sai melhor do que Krugman na Era Bush. A teimosia tem razões que a própria razão desconhece."

Caro Augusto Nascimento,

Rapaz, escutei Olavo criticar tanto Bush, quanto Strauss muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuitas vezes... Inclusive, se não me engano, ele deixa claro que Bush não é conservador e que os conservadores só votaram nele por ser contra Al Gore ('porque contra Gore votava-se até no satanás'); e que Strauss só é bom em relação a história da Filosofia, mas em termos de política é 'uma besta quadrada'...

Não sei de onde tirastes esta leitura do Olavo, não...

Augusto Nascimento disse...

"Rapaz, escutei Olavo criticar tanto Bush, quanto Strauss muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuitas vezes... Inclusive, se não me engano, ele deixa claro que Bush não é conservador e que os conservadores só votaram nele por ser contra Al Gore ('porque contra Gore votava-se até no satanás'); e que Strauss só é bom em relação a história da Filosofia, mas em termos de política é 'uma besta quadrada'...

Não sei de onde tirastes esta leitura do Olavo, não..."
Pode ser que a análise política olaviana divida-se em exotérica-para o público externo- e esotérica- para os iniciados da tariqa-, mas vejamos o que ele diz e escreve para o público geral:
1) No começo da Guerra do Iraque, ele defendia que quem não acreditasse na lorota das WMDs e não apoiasse entusiasticamente a agressão neocon só queria que Saddam continuasse oprimindo os pobres iraquianos. Na época, ele não se lembrou de registrar nenhuma discordância com as ideias de Strauss e de seus seguidores.
2) Ele não perde a oportunidade de elogiar o neocon Rumsfeld e citá-lo como arquiteto da grande vitória sobre Saddam. Ele só esquece de mencionar que o sujeito é o autor
de um atoleiro militar que forçou sua demissão, arruinou o candidato de seu governo e-mais importante- enfraqueceu consideravelmente a posição de seu país. Olavo de Carvalho deve achar que as invasões da Rússia por Napoleão e Hitler foram triunfos maravilhosos de seus regimes.
3) Ele, durante todo o mandato de Bush, não se lembrou de dizer que o ditador em que Bush se esfregava literalmente tinha relações com o terrorismo. Pelo contrário, no país que é, segundo o Departamento de Estado, a maior fonte do terrorismo sunita, o único cara malvado que ele consegue identificar é o amiguinho de Obama, que cometeu, segundo ele, o crime contra a Humanidade de financiar os estudos do atual presidente.
4) Ele só começou a achar que esse negócio de queimar o dinheiro do país é uma coisa ruim depois que os democratas retomaram a Casa Branca. Não só isso, mas ele joga nas costas de Obama a orgia orçamentária promovida por seus amdos Reagan e Bushes.
5) O sujeito insiste no conto das WMDs depois de até Bush ter desistido delas. O sujeito é mais realista que o rei.
6) O MSM continua repetindo os profetas da Guerra do Iraque e paparicando a extrema-direita do GOP. Aparentemente, a maior crise desde a Grande Depressão e dois atoleiros militares não abalaram a fé dele na camarilha bushista.

Anônimo disse...

Vamos lá, galera! Uma hora a gente descobre o alter ego do AN! Ele está quase confessando! Podemos até propor uma enquete para votação:
1) Rodrigo Constantino;
2) Janer Cristaldo;
3) Ex-aluno ressentido;
4) O dono da É Realizações;
5) Um aluno atual, que não quer fazer as transcrições;
6) Nancy Pelosi;
7) Barack Obama;
8) Orlando Fedeli (in memorian)
9) A ex-mulher do Olavo;
10) O próprio Olavo;
11) A mais insólita: o Augusto Nascimento existir mesmo e realmente ser desse jeito;

Augusto Nascimento disse...

1) Pode ser o fantasma de Schuon, revoltado por não ter podido dormir com a hiena (é a mulher dele quem fica rindo nas gravações?), afinal, segundo Olavo de Carvalho, ninguém era de ninguém lá na tariqa (ou todo mundo era do sheik, que mandava O.C. diminuir o número de cigarros). Algo assim... Ainda bem que era uma tariqa do bem, de família, apropriada para "cristãos".
2) Pode ser o superego de Olavo de Carvalho em um desesperado pedido de socorro.
3) Pode ser o fantasma de Strauss, que não aceita que, depois de toda aquela bajulação passada, Olavo de Carvalho o tenha negado três vezes antes que o galo cantasse.
4) Pode ser a KGB, que não tem nada mais importante para fazer na vida do que chatear as olavettes. Só falta tirar Olavo de Carvalho e as olavettes do caminho, e o Exército Vermelho, liderado por Trotsky (vocês acreditaram que ele estava morto?, era tudo jogo de cena dos comunas-comuna nunca briga: Stalin nunca brigou com Trotsky e a Albânia nunca brigou com a URSS, tudo jogo de cena), marchará sobre a Europa. E, então, Obama revelará que era Vladimir Lenin o tempo todo (ou seja além de negro, ele era careca, judeu e comunista o tempo todo-o Tea Party estava certo!).
5)"A mais insólita: o Augusto Nascimento existir mesmo e realmente ser desse jeito."
Mais chocante ainda: Olavo de Carvalho provavelmente existe e é exatamente desse jeito.

Anônimo disse...

Maluco, isso aqui está virando um romance do Thomas Pynchon! Seja lá que for essa tariqa de Schuon, percebam que o AN demonstra ter um conhecimento profundo, em detalhes picantes, sobre a vida pregressa do OdeC, mesmo que isso tenha se passado numa sociedade aparentemente secreta. Só se ele também participou da parada. Me ocorre também que talvez ele esteja matriculado em algum curso do Olavo para poder obter mais elementos para exercer seu ódio irracional em toda plenitude. Outra indício de que o AN está no limite da sanidade: pra ele, todo mundo que discorde de suas opiniões a respeito do Olavo é "olavette". Eu só chamei a atenção para o fato de o AN usar o blog para destilar seu ódio anti-Olavo e já recebi o rótulo no meio da testa. Vai se tratar malandro! Tu é completamente neurótico, mais surtado que o próprio Olavo. Por trás desse tro-lo-ló positivista só tem rancor e ressentimento. Chega de bater palma pra maluco dançar.
Fernando José - SP

Augusto Nascimento disse...

Eu juro que começo a entender os ataques psicóticos e as fúrias homicidas de OC contra os discípulos dele: ele está cercado de retardados que não conseguem lembrar o que ele escreve (a olavette tinha ficado chocada porque eu sabia o que um sujeito tinha escrito em um dos maiores jornais do Brasil!) ou fala (o sujeito falou sobre a tariqa de Schuon no programa dele mais recente). Se a obra de OC depender dessa ralé que ele é obrigado a chamar de alunos para ter algum efeito no mundo, ele faz melhor procurando um emprego como vendedor de seguros ou motorista de carro de fuga da máfia! Lady Astor: "Winston, if you were my husband I would flavour your coffee with poison" Churchill: "Madam, if I were your husband, I should drink it" ...
Olavo de Carvalho vai começar a adoçar (ou amargar, sei lá, nunca tomei cicuta) o café com cicuta para ver se escapa de tanto sofrimento.
"... mesmo que isso tenha se passado numa sociedade aparentemente secreta."
Foi ele quem contou: se a Maçonaria convidasse Olavo de Carvalho, nós saberíamos até qual é o cardápio das terças. E não chega a ser picante (segundo ele, ele saiu antes de começar a fase do ninguém é de ninguém-por isso, eu digo que Schuon deve estar triste por não ter podido dormir com a hiena-, ele só ficou durante a fase em que o sheik mandava diminuir o fumo e mudar a cor dos móveis). Mas ainda assim, não acho que essa companhia seja aprovada pelo Vaticano.

Augusto Nascimento disse...

"Me ocorre também que talvez ele esteja matriculado em algum curso do Olavo para poder obter mais elementos para exercer seu ódio irracional em toda plenitude."
Ou eu posso ler de graça os textos dele e ouvir os programas dele, extraindo dessas fontes todos os fatos que eu citei... As olavettes querem enfrentar a "KGB", um serviço de inteligência, criando um serviço de estupidez para salvar o Ocidente. Essa o Professor Dugin já venceu: o Ocidente está perdido.

Augusto Nasciemento disse...

"Chega de bater palma pra maluco dançar."
Mas como convencer os alunos e ouvintes dele a parar de incentivá-lo?

Anônimo disse...

Olha a paralaxe cognitiva aí AN: se os alunos e ouvintes do Olavo são todos retardados, você também é, pois não perde um programa. Pô, presta mais atenção às aulas, caramba! E vai logo fazer as transições se não o Olavo vai escrachá-lo de novo no True Oustspead da semana que vem!
Fernando José - SP

Augusto Nascimento disse...

Eu disse que ele está cercado (eu me referi expressamente a "essa ralé que ele é obrigado a chamar de alunos") de retardados. Os ouvintes só o incentivam (batem "palma para maluco dançar" na sua exata e inspirada formulação). Tanto existe uma diferença, que ele cobrou as transcrições dos alunos, não dos ouvintes do True Outspeak, que não têm nada a ver com as aulas e com a tariqa dele. Preste atenção no dicionário!

Augusto Nascimento disse...

Ou melhor: "ao dicionário"

Augusto Nascimento disse...

"Devemos dar esmola?"
Nenhuma olavette vai perguntar a O.C. se é permitido curar no sábado e pagar impostos a César, não?

Chesterton disse...

Todo mundo merece um pouco, pelo menos; até o astrólogo."
Quando ele finalmente resolver dar um pouco de sossego a esse pobre país tão necessitado disso...

chest- pô, AN, ele já foi embora.

Chesterton disse...

AN, se o Olavão é meio doido, você está completamente doido. Kekiéiçu, rapaz, que ódio.

Chesterton disse...

Todo mundo merece um pouco, pelo menos; até o astrólogo."
Quando ele finalmente resolver dar um pouco de sossego a esse pobre país tão necessitado disso...

chest- pô, AN, ele já foi embora.

Augusto Nascimento disse...

"pô, AN, ele já foi embora"
E continua atacando o Brasil, acusando TODOS os brasileiros. Ele continua nos bombardeando semanalmente com os seus foguetes V2s de ódio e de rancor. Os nazistas desenvolveram a Blitz contra a Inglaterra do continente, oras. Nem por isso os ingleses deixavam de morrer pontualmente. Ele quer continuar sua guerrinha particular, sua campanha de ataques contra o Brasil("made more sinister, and perhaps more protracted, by the lights of perverted science", a Internet)? Pois bem, mas que ele fique sabendo que "we shall fight on the beaches, we shall fight on the landing grounds, we shall fight in the fields and in the streets, we shall fight in the hills; we shall never surrender". This is our finest hour!

Chesterton disse...

AN, você não percebe que levar para o lado pessoal o que ele diz é paranóia?

Augusto Nascimento disse...

"AN, você não percebe que levar para o lado pessoal o que ele diz é paranóia?"
Não, não é. Ele é um traidor que se voltou contra seu próprio povo, é uma edição atualizada de Silvério dos Reis. Ele vive atacando a minha pátria, vive atacando a sagrada República, vive apoiando os inimigos da nossa pátria, é uma quinta-coluna, vive distorcendo a História do Brasil (depois de D. João, o santo seguinte fabricado na linha de montagem olaviana foi Lacerda, um golpista que queria chegar à presidência de qualquer maneira, conspirou contra todos os presidentes legalmente eleitos depois de Dutra e foi cassado porque nem os militares conseguiam suportar o tipo sem princípios e ambicioso que ele era!) e que ataca os mártires da Pátria- a última vítima da peçonha dele foi Tiradentes. Ele é um inimigo declarado da Revolução de Novembro de 1889 e está para os fundadores da nossa República como Trotsky estava para Stalin ou Lenin estava para Kerensky. Ele é um elemento socialmente nocivo, suas ideias devem ser levadas a sério e combatidas. No campo das ideias, a palavra de ordem deve ser: Delenda Olavo.

Mr X disse...

Caramba. Olavo virou o Hitler pessoal do Augusto "Churchill". Para lutar contra Olavo, aliaria-se até a Satanás...

Obsessão é pouco. Está virando caso de internação...

Augusto Nascimento disse...

"Obsessão é pouco. Está virando caso de internação..."
Ah, tá, ele está tentando reescrever a História do Brasil por esporte. Ele não tem nenhum objetivo inconfessável. Alguns jogam bola, outros preferem ler, mas o hobby dele é tentar mudar a História do Brasil... Não se iluda: ele é um tipo de Kuusinen (comunista finlandês que fugiu para a Rússia depois da derrota na guerra civil finlandesa e foi nomeado por Stalin líder do regime fantoche da Finlândia depois da invasão soviética) em preparação.

Iconoclastas disse...

"Não se iluda: ele[Olavo] é um tipo de Kuusinen (comunista finlandês que fugiu para a Rússia depois da derrota na guerra civil finlandesa e foi nomeado por Stalin líder do regime fantoche da Finlândia depois da invasão soviética) em preparação."

caramba, e a preparação dele visa oq afinal?

esse Nascimento tem estilo...

;^)

Mr X disse...

A julgar pelos comentários do AN, Olavo tem o plano secreto de reinstaurar a monarquia do Brasil, coroando-se Imperador... A escravidão dos negros retornará. O catolicismo se tornará obrigatório. Positivistas serão perseguidos, censurados e fuzilados!

Augusto Nascimento disse...

"caramba, e a preparação dele visa oq afinal?"
Cumprir os objetivos dos aliados dele, prejudicar o Brasil, enganar o povo brasileiro, destruir a República e a independência nacional brasileira. Ele está completamente louco.

Mr X disse...

"Ele está completamente louco."

AN já está falando de si mesmo na terceira pessoa? ;-) :-p

Iconoclastas disse...

"Cumprir os objetivos dos aliados dele..."

opa, e quem seriam esses aliados?

;^?

Augusto Nascimento disse...

"AN já está falando de si mesmo na terceira pessoa? ;-) :-p"
Não, eu estou me referindo a Olavo de Carvalho: ele está "completamente louco.opa, e quem seriam esses aliados?"
Os americanos e os sauditas. Por isso, ele defende o regime saudita (o maior financiador do terror sunita segundo o Departamento de Estado)-menos claro o tal príncipe que cometeu o crime contra a Humanidade de pagar os estudos de Obama, esse certamente não presta.

Chesterton disse...

Ele vive atacando a minha pátria, vive atacando a sagrada República, vive apoiando os inimigos da nossa pátria,

chest- ai, ai , ai.....

Augusto Nascimento disse...

Ele está completamente cego de ódio!

Chesterton disse...

AN, vai dar um saída, passear no campo, sei lá, espaireça.
levar para o lado pessoal briga de internet não dá.

Augusto Nascimento disse...

"AN, vai dar um saída, passear no campo, sei lá, espaireça.
levar para o lado pessoal briga de internet não dá."
Não é uma briga de Internet, é um ataque de um quinta-coluna contra nossa pátria.

Iconoclastas disse...

meu caro e augusto Nascimento, mas se ele está louco, será que americanos e sauditas vão dar essa moral à ele?

;^)

ps - atualmente o OC tá mais para animador de auditório.

Augusto Nascimento disse...

"meu caro e augusto Nascimento, mas se ele está louco, será que americanos e sauditas vão dar essa moral à ele?"
Você acha que Prestes era normal (cada vez que fugia, deixava o arquivo para trás-para conveniência da repressão). Ele era, ainda assim, o homem de Moscou no Brasil. Kuusinen e Quisling eram pobres-diabos frustrados. Bush estava abaixo da normalidade. Hitler era claramente pertubado (isso não impediu que os conservadores e Hindenburg o chamassem ao poder). O Mal age através desse tipo de gente.

Chesterton disse...

Não é uma briga de Internet, é um ataque de um quinta-coluna contra nossa pátria.

chest- AN, assim, nem Fróide.

Iconoclastas disse...

Nascimento, vc já cruzou com o Tiago [stalinista] aqui no blog do X?


safo e erudito como vc, a participação conjunta de ambos seria arrasadora...ou será que um substitui o outro?!

;^)

Augusto Nascimento disse...

"Nascimento, vc já cruzou com o Tiago [stalinista] aqui no blog do X?"
Não, cheguei depois dele sair, mas li um monte de posts passados. Cheguei a vê-lo em ação no finado NPTO, mas o blog morreu antes que eu pudesse mostrar que ele é um escravo da metafísica (os três estados do indivíduo e da Humanidade são: teológico, metafísico e positivo).
"safo e erudito como vc"
Não chego a ser erudito, só sou menos ignorante que a juventude que Olavo de Carvalho corrompe (que falta faz a democracia ateniense...).
"AN, assim, nem Fróide."
As pessoas também foram complacentes com a ameaça nazista (a "Inglaterra dormiu", lembra?) e com a ameaça comunista: deu no que deu!

Augusto Nascimento disse...

"... que falta faz a democracia ateniense...)."
Aliás, lembrei-me da famosa suposta resposta de vestibulando: "Na Grécia, a democracia funcionava muito bem, porque os que não estavam de acordo, se envenenavam."

Anônimo disse...

No começo eu achava que o AN era só mais um maluco metido a intelectual na Internet (como todos nós), mas o caso dele parece ser grave, quase patológico. Ele consegue afirmar que o Olavo de Carvalho é uma nulidade em termos intelectuais e no instante seguinte dizer, no extremo oposto de sua afirmação imediatamente anterior, que ele é uma ameaça para a nossa juventude. Entenderam a lógica do AN? Olavo não é nada por isso é preciso combatê-lo, deletá-lo da vida pública (como se isso já não tivesse acontecido). Ô AN, pede dinheiro pra sua mãe e compra umas três cartelas de Optalidon. Tomando com Coca-Cola, a cada seis horas, não é ruim. A Drogasil do Rio pequeno está com promoção.
Fernando José - SP

maisvalia disse...

Pô AN, assim não dá.

Você lê comentário antigo de post em que você nem comentava!

Caraca!?!

E da esmola nada?

Anônimo disse...

O AN insiste tanto no Carvalhão que já estou quase convencido de que ele é o senil mais cara lavada e ordinário produzido em nossas terras.

O sujeito é perigoso! Só o fato de ponderar sobre as suas tramóias pode nos deixar esquizofrênicos.

E eu que pensava que Olavinho era só um pacato velhinho... Mas o crápula votaria até em Satã! Que petralhas que nada, a ameaça para o Brasil é o filósofo!

Um anagrama para Olavo de Carvalho é "OVERALL DO A HAVOC"
Sugestivo... vamos torcer para que o "astros" não estejam a favor dele.

Heh heh heh.

Monsieur K

Augusto Nascimento disse...

"Ele consegue afirmar que o Olavo de Carvalho é uma nulidade em termos intelectuais e no instante seguinte dizer, no extremo oposto de sua afirmação imediatamente anterior, que ele é uma ameaça para a nossa juventude."
1) Hitler, só para citar um exemplo, era muitas coisas, mas não era um portento intelectual. A maior parte das pessoas diria que Trotsky era mais culto do que Stalin.
2) Ele é incrivelmente inteligente e culto e, de vez em quando, produz insights que ultrapassam quase tudo que já se produziu na vida intelectual brasileira. Só que, agora, a mente dele vê o mundo através de lentes distorcidas (basta ver as lições de história do Mundo Bizarro sobre D. João e Lacerda: alguém acredita seriamente que ele saiba menos sobre as Guerras Napoleônicas e o governo Castallo Branco do que qualquer ginasiano retardado?). Ele simplesmente está louco de ódio, cego de rancor.

Augusto Nascimento disse...

"Você lê comentário antigo de post em que você nem comentava!"
Se vale a pena fazer algo, vale a pena fazer bem! Como eu escrevi muitos comentários acima, eu concordo com a Serpente Gnóstica nesse ponto. Enquanto houver pobres, a caridade particular terá que compensar, parcialmente ao menos, os fracassos estatais. Ainda estamos na grande crise do Ocidente, que Comte previu.

Augusto Nascimento disse...

"E eu que pensava que Olavinho era só um pacato velhinho..."
Pacato? Nem a mãe dele usaria uma palavra dessas para descrevê-lo!

Augusto Nascimento disse...

Correção "... Governo Castello Branco do que..."

maisvalia disse...

Caro AN

Eu não vejo comentários seus em outros blogs.

O que te atrai ou te fascina tanto no blog do Mr X ?

Afinal,você não concorda com quase tudo que ele escreve. Ele é o teu sakamoto? Acho que você entendeu o porque da pergunta?

Ou você é o alter ego do Mr X?

Ou você é o próprio Mr X sacaneando com todos?

Anônimo disse...

Peraí, AN, quem conhece história que nem um ginasiano é você que ainda acredita em tudo o que aprendeu na escola nos últimos trinta anos. Você repete tudo quanto é esquema ensinado com viés esquerdista pelos professores brasileiros. Você fala dos EUA como se tivesse sido aluno do Emir Sader ou do Bernardo Kucinski. Você demonstra conhecer alguma coisa da atualidade, mas seus conhecimentos de história moderna e contemporânea (o miolo dos conhecimentos, a estrutura interna do raciocínio) é tudo o que o projeto político da esquerda ensinou. Tu não leu nem o Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil, quanto mais um João Camilo de Oliveira Torres, um José Honório Rodrigues, um Paulo Mercadante. Pára com esse negócio de ficar afetando sapiência divina, não percebes o papelão que estás fazendo? Tu deve ser daqueles caras que gostam de ser o chato da festa, que canta o parabéns pra você enviesado e fala: "é pica, é pica, uma porção de pica..."
Fernando José - SP

Augusto Nascimento disse...

"Eu não vejo comentários seus em outros blogs."
No FYI, no finado NPTO e acho que no finado Hermenauta (não é minha culpa que os blogs menos piores morram tão cedo). No Torre de Marfim, bloquearam minhas tentivas. Alguns comentários no LLL. Fiz algumas perguntas no Formspring.me, mas não me identifiquei porque não tenho registro lá.
"Afinal,você não concorda com quase tudo que ele escreve."
Mr. X expressa-se bem, é menos fanático que o pessoal do MSM e escreve bem melhor que a esmagadora maioria dos esquerdistas. E a direita brasileira precisa de um superego (O.C. precisa de uns cinco), então estou aqui...
"Ou você é o próprio Mr X sacaneando com todos?"
Não.

Augusto Nascimento disse...

"Tu não leu nem o Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil, quanto mais um João Camilo de Oliveira Torres, um José Honório Rodrigues, um Paulo Mercadante."
Porque o maior objetivo dos comunistas é defender a República... Porque, se você acha que o Papa não deveria ter prendido Galileu por estar certo e que o Imperador não deveria ter tentado manter a Escravidão por mais algumas décadas no nosso império oficialmente cristão, você claramente é um agente do Comintern... Se você acha que Napoleão perdeu a Guerra na Rússia, em Waterloo ou em qualquer lugar onde efetivamente alguém tenha resistido a ele em vez de fugir para o outro lado do mundo com a grana do país, claramente você é um esquerdista malvado... Se você reverencia os santos mártires da Pátria em vez de lamber as botas da ralé imperial, você só pode estar trabalhando para o internacionalismo bolchevique... E, se você não cai de joelhos diante de besteiras como as de Paulo Mercadante (elogiadíssimas por OC) ou de Mário Ferreira, é porque não leu... Li a maior parte dos bons historiadores da direita-não são tantos assim, aliás-entre eles: Heitor Lyra, Capistrano de Abreu (injustamente atacado por Oswald de Andrade), o germanófilo Oliveira Lima, o próprio João Camilo de Oliveira Torres. Francisco Doratioto escreveu um grande livro sobre a Guerra do Paraguai, que favorece a crítica à posição esquerdista pró-Paraguai e antibritânica. A maior parte dos nomes que você citou não vale um David Carneiro. Não sou um especialista em História, mas sei o bastante para garantir que:
Olavo de Carvalho está errado sobre a Inquisição, as bruxas, sobre D. João, sobre Lacerda, sobre a Revolução de Novembro e sobre Tiradentes entre outras coisas. É ele que, ao caluniar os fundadores na nossa República e atacando as tradições morais deixadas por nossos pais revolucionários, faz o jogo do amoralismo e do relativismo esquerdistas.

Augusto Nascimento disse...

Aliás, se você fizer a si mesmo o favor (o maior que alguém fará por você) de ler as obras de Miguel Lemos e de Teixeira Mendes, verá que a minha visão da História é a mesma deles. O problema é que você age como a típica olavette e anatematiza e excomunga como esquerdismo tudo o que não tem o apoio do seu mestre. Se os esquerdistas defendem da boca para fora a liberdade de pensamento e a defesa dos humildes (mesmo que só para atingir seus objetivos nefastos) contra a barbárie de Strauss e Olavo de Carvalho, bom para eles, mas a semelhança entre nós acaba aí mesmo. Sigo as ideias dos amados fundadores da nossa República em vez de seguir o porimeiro falso profeta que aparece gritando palavrões na Internet. Posso dizer- como Saulo de Tarso, homenageado no Calendário positivista, dizia de si- que persevero na fé de meus pais.

Augusto Nascimento disse...

Por outro lado, não é difícil enteder a paixão que os fascistas sentem por um João Camilo de Oliveira Torres: "Um homem que conheceu o império com o mesmo detalhismo de um Pimenta Bueno. Em sua monumental Democracia Coroada, expõe a natureza do Poder Moderador entre nós, bem como sua necessária permanência como símbolo de nossa nação, que à época ainda encontrava-se em plena formação."
O autor do texto no MSM reclama ainda que o pessoal que acredita que pão vira carne e que o Sol gira ao redor da Terra não tem vez no nosso establishment intelectual. Isso explica a admiração que essa gentalha sente pela Inquisição: ela é análoga ao ódio que um comunista sente pelos regimes que substituíram a tirania de inspiração soviética no Leste Europeu. A Revolução de Novembro, salvando o Brasil desses canalhas e separando Igreja e Estado, impediu que os fascistas fizessem no Brasil um centésimo do que fzeram na Itália, onde o primeiro líder reconhecido pelo papa foi Mussolini. Até vargas foi obrigado a agir com certa circunspecção ao fazer concessões a Roma.

Augusto Nascimento disse...

Pessoal, vou ter que fazer outra viagem a serviço. Não sei quando poderei dar notícias.

Mr X disse...

"Saúva e Olavo de Carvalho, os males do Brasil são" (AN)

Mateus Mota disse...

"Revolução de Novembro, salvando o Brasil desses canalhas e separando Igreja e Estado, impediu que os fascistas fizessem no Brasil um centésimo do que fzeram na Itália, onde o primeiro líder reconhecido pelo papa foi Mussolini. Até vargas foi obrigado a agir com certa circunspecção ao fazer concessões a Roma. "

PQPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP

É isso que dizes tu, ó historiador????????

Depois dessa eu vou dormir...

Augusto Nascimento disse...

Sem acentos por causa do celular:
Sim, OC não te contou porque o tal sheik não deixa. O papismo apenas aceitou a unificação italiana com o Tratado de Latrão, feito para apoiar Mussolini. No Brasil, o papista Vargas restabeleceu o ensino religioso, abolido pela Revolução. Em vez de ler horoscopo e rebolar em missa da RC, estude um pouquinho!

Mateus Mota disse...

"Em vez de ler horoscopo e rebolar em missa da RC, estude um pouquinho!"


auhuahuehuhaeuhuaheuhauehuhauehuahueh

mariana disse...

Isso mesmo. Não devemos nunca dar esmolas para ninguém. Devemos deixar todos os miseráveis morrerem de fome... Assim eles desaparecem de vez! ou você pensa que eles não trabalham (catando lixo) e mesmo assim não têm como pagar um lugar para morar. E como vão achar um emprego decente sem banho, roupas limpas, etc. Alguns usam álcool e drogas para suportar a vida nas ruas, ou acabam assim por problemas mentais ou de saúde que os impedem de trabalhar. Ou você realmente acha que, um belo dia, eles acordaram com vontade de ir morar na rua, passar fome, etc.? Cuidado, amanhã pode ser você