quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Homem, branco, heterossexual, cristão: espécie em extinção?

Tem lei que protege negro, tem lei que protege índio, tem lei que protege gay, tem lei que protege mulher, e tem lei que protege o mico-leão dourado. Existe uma única categoria que, hoje em dia, não tem direito a qualquer proteção especial. É o homem branco heterossexual e cristão.

Se fazem uma propaganda que  estereotipa os negros (ou os docinhos de chocolate, mas aparentemente é a mesma coisa), todos reclamam. Se fazem uma propaganda tirando sarro do homem branco, não há a quem reclamar.

Eis uma foto triste: uma índia que mais parece versão carnavalesca de uma filha da tribo navajo entregando o prêmio "motosserra dourada" à deputada Kátia Abreu. Coisa de ONG internacional que nem sabe como são os índios locais. A foto tenta requentar o velho mito de que os índios preservariam a Natureza melhor do que o homem branco. Mentira. Os índios antigos foram os que inventaram a queimada e colocaram animais em extinção, eram nômades porque ficavam em um pedaço de terra até exaurir todos os seus recursos naturais, e uma vez esgotados, se mandavam para outro canto da floresta. Já os índios de hoje terceirizam: preferem alugar ou vender ilegalmente suas terras ao homem branco para que este possa cortar a madeira.

O fato é que a civilização ocidental foi criada em sua maior parte por homens, brancos, heterossexuais e cristãos. Sim, houve muitas mulheres que contribuíram para o avanço da sociedade, da tecnologia, da cultura e das artes, e certamente muito homossexuais também. Houve judeus e muçulmanos que tiveram contribuições inestimáveis e invejáveis, e não falemos das milenares civilizações asiáticas e hindus, que também influenciaram o Ocidente. Mas, convenhamos, a maior contribuição é mesmo a de dead white men como Shakespeare e Newton.

Porém, hoje vivemos em uma época em que esse tal Ocidente é visto com desprezo pela grande maioria dos próprios ocidentais. O HBHC não só não tem proteção, como é visto como o culpado por tudo. Mas quem mais odeia o Ocidente são os próprios ocidentais: é um forma de suicídio. Eis uma frase do marxista e pós-modernista (mas me repito) francês Guy Debord: "Meu otimismo se baseia na idéia de que esta civilização cedo ou tarde desmoronará".

Ora, se a civilização realmente desmoronar, o que virá a seguir não é o paraíso socialista, mas o caos, o terror, a violência, a miséria, a morte e a fome. Não dá para entender o entusiasmo desse pessoal. Será que eles acham que continuarão tendo a sua coluninha de jornal quando tudo for para o brejo?

As coisas (perdão pelo trocadilho infame) estão pretas. A raça branca ou caucasiana constitui apenas 10% da população terrestre e parece diminuir cada vez mais devido à sua baixa taxa de natalidade, somada à alta taxa de natalidade de imigrantes de outras extrações. O número de heterossexuais, embora maioria, vive acuado por leis cada vez mais restritivas contra quem ousa criticar o homossexualismo. E os cristãos são violentamente perseguidos em dezenas de países e, mesmo nos países ainda nominalmente cristãos, também estão acuados pelo secularismo, encontrando-se atualmente em plena decadência.

Segundo alguns estudos, o cristianismo será superado pelo islamismo na Europa em 2050, e o homem branco será minoria nos EUA em 2024. E os gays? Bem, segundo recentes pesquisas (quero crer que falsas ou exageradas), já quase 20% dos homens no Rio de Janeiro são viados (e depois falam dos gaúchos...) e há uma troca de sexo a cada 12 dias no Brasil.

A coisa está dura (com o perdão novamente pelo trocadilho infame). Este blog vai terminar lançando um Movimento pela Preservação do Homem Branco Hetero Cristão! Salvem as baleias, e a nós também...

31 comentários:

Chesterton disse...

RECEITA DE PEIXE

1 kg de surubim
2 xícaras de azeite
1 pimentão
3 dentes de alho
1 cebola
1 maço de salsinha e cebolinha
4 batatas medias
sal a gosto
2 caixas de cerveja bem gelada!
1 mulher

Modo de preparo:

Ponha a mulher na cozinha com os ingredientes e feche a porta..

Tome cerveja durante duas horas, depois abra a porta e peça para ser servido.

É uma delícia e quase não dá trabalho!!!

Chesterton disse...

Mister, um livro muuuutio bom, do Pondé:
-Contra um mundo melhor.

Vale a pena

Rolando disse...

Se o Rio tem 20% de homens gays, isso eu não sei ao certo. Mas que na Zona Sul é infestada de gays, isso é fato. Lá não dá pra baixar a guarda.

maisvalia disse...

E os gays? Bem, segundo recentes pesquisas (quero crer que falsas ou exageradas), já quase 20% dos homens no Rio de Janeiro são viados (e depois falam dos gaúchos...) e há uma troca de sexo a cada 12 dias no Brasil."

Essa parte eu considero boa.
Sobra mais mulher para os hbch, heheheheh

Andre Bossard disse...

Essa foi uma questão que surgiu em uma conversa com um amigo a alguns dias atrás. O banco onde trabalhamos criou um projeto chamado 'Dealing with diversity' que se subdivide em grupos Mussulmanos, Hindus, Negros, Mulheres, Homosexuais e por aí vai. E nós que somos brancos, casados (com alguém do sexo oposto), cristãos (mesmo que não praticantes), na meia idade (pois também existem grupos pra idosos e jovens), quem nos defende?

Anônimo disse...

Tem algo muito sinistro nesse cartaz, X, mas não sei dizer o que é.
Acho que os cabeças-de-avelã só não implicam com essa joça porque "OMO" lhes remete a alguma coisa.

O comercial é deprimente; fazem aquilo do que acusam os outros.
No ritmo da coisas o futuro não é nada animador.

E receita bem interessante essa do Chesterton. Causaria aversão em certos ativistas, sim, mas pra jaula com eles! Isso é prático!

Chesterton disse...

Não aceitamos alegação de que "pedofilia é cultural", diz relator da CPI
Camila Campanerut
Do UOL Notícias
Em Brasília

O relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pedofilia, o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), afirmou nesta quinta-feira (16) que se recusa a aceitar a alegação de autoridades do Estado do Pará de que a “exploração sexual de menores de idade é uma questão cultural”. O relatório final da CPI foi aprovado nesta tarde, mostrando que o Pará tem casos de pedofilia em todos os seus municípios.
“Isso é algo que nós não aceitamos: exploração de criança e adolescentes não pode ser cultural e há conivência de autoridades, do Poder Judiciário.

Cfe disse...

"Modo de preparo: Ponha a mulher na cozinha com os ingredientes e feche a porta.."

hahahahahahahahahaha

Muito boa

Gunnar disse...

Inacreditável a história dos cupcakes.

Gunnar disse...

Aliás, MrX, já ouviu falar de uma estrovenga chamada "preconceito linguistico"? Parece piada, mas não é.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Preconceito_lingu%C3%ADstico

Agora ninguém mais fala errado. É só diferente. Afinal, quem é você, seu burguês-elitista-imperialista-fascista-opressor-explorador pra dizer que o português que outra pessoa fala está errado?

Bom, eu prefiro ser otimista, então divaguei um pouco e pensei: já imaginou se isso pega para as outras disciplinas? Vejo um futuro promissor! Digamos que eu seja um vendedor, e na hora de parcelar R$ 100 em 12 vezes, digo que cada parcela ficou em R$ 120. Se meu cliente reclamar da minha conta, eu o processo por "preconceito matemático"! É genial!

Kct disse...

MrX, Assim você vai ser preso homem! Pode deixar que eu levo cigarros para você lá no xadrez.^^

Chesterton disse...

Gunnar, isso faz parte do multiculturalismo. Assim como a pedofilia que tentaram impor como "cultura" ( e aí ter descupla para descriminar).

Chesterton disse...

http://www.uswaternews.com/archives/arcglobal/tarspoi4.html

como a UNICEF ajudou a envenenar a população de Bangladesh com arsenico.

Diego disse...

Me senti como uma baleia ou um urso polar e o pior que nenhuma ONG
vai querer nos proteger!!!!!
Este maldito pós-modernismo, gramicismo,NWO,neototalitarismo,seja o nome que voce queira chamar, com estas idéias de relativismo moral criou um pseudomulticulturalismo que é terrivelmente sectarista em termos de querer estimular a divisão da sociedade em termos de raça e gênero no melhor estilo "Dividir para Conquistar."Tentam se justificar como defensores das minorias, mas na verdade usam como massa de manobra e querem nivelar todo mundo por baixo. E a lavagem cerebral começa com doses cavalares de hipocrisia e cínismo desde criancinha.

HRP FELIZ!!! disse...

Xizinho , sou branco, esquerdista, cristão e espirita, além de gostar só de mulher.
E gays são tradicionalmente 10% da população.
Deresto é ir para a galera e comer um belo almoço hoje sabadão cheio de ar fresco e presentes para comprar!
Fuuuiiiii!!!

Kct disse...

Ar "fresco"?

Mr X disse...

O HRP está muito "alegre", hummm, será que ele é?

KCT,
Mas por que preso, nao estou discriminando ninguém, ao contrário, lutando pelos direitos de uma minoria oprimida...

Chesterton disse...

Feliz = gay....

brutus disse...

Homem Feliz = Gay

Eu q sempre falo isso po!

flw

Chesterton disse...

http://www.cis.org.au/images/stories/policy-magazine/2010-summer/26-4-10-david-alexander.pdf

Otávio Macedo disse...

Será que a coisa está tão preta assim? No Reino Unido havia uma lei (que durou de 1885 a 1967) que punia o sujeito por ser gay, inclusive na privacidade de seu lar. Pessoas famosas como Oscar Wilde e Alan Turing foram punidos por essa lei. Nem por isso a viadagem acabou no Reino Unido ou em qualquer outro país.

Chesterton disse...

agora é a vez dos não gays serem penalizados....

DD disse...

X, os brancos são bem mais do que apenas 10% da população mundial. E não me parece acertado colocar as coisas em termos étnicos, como é tão comum aí nos EUA.

O fato é que a Civilização Ocidental é a única que se demonstrou capaz de perplexidade diante dos próprios malfeitos, como o comprovam a crise suscitada pelos argumentos de Las Casas (que, aliás, falava de muitas coisas que não tinha visto) e a enorme campanha abolicionista do século XIX.

Onde estão os "exames de consciência" das demais civilizações, já que o multiculturalismo proclama a igualdade entre todas elas? Estou esperando.

Leandro disse...

Olá, estive visitando o seu blog, vcs são algum tipo de grupo white power?

Anônimo disse...

http://legio-victrix.blogspot.com/2010/12/minha-raca-maravilhosa.html

maisvalia disse...

White what?

Mr X disse...

White power? Que nada. Aceitamos Brancos, Negros, Amarelos... e ate Judeus! ;-)
Mas falando serio, porque da pra falar em raca negra, indigena, hispanica etc, mas falar em raca branca parece que e' tabu? Sera culpa ainda do maldito do hittler?

Mr X disse...

Dd
tem razao talvez eu esteja algo contagiado pela visao etnicista Americana. Eh hifen-American pra la, hifen-American pra ca. O pior que tao importando no Brasil a mesma coisa, so que no Brasil com tanta mistura nem tem como. De qualquer modo, seu comentario ssobre a cultura ocidental procede.

brutus disse...

Kra, soh sei q quem inventou de soltar pipa e tirar relo (ou taia) mandou bem!
Jogar bolinha de gude, rodar piao!
etc...
Cafe!
Os kra sao desgracado PQP...
Ow, vc Mr. X deveria falar sobre essas paradas....nao sei se vc fez, mas se nao fez...perdeu !!!

flw

Chesterton disse...

white weakness.....

Anônimo disse...

Essa história de preconceito lingüístico é uma boa pra turma que vai fazer vestibular ou concurso.
Imagina, se não "acertarem" as questões de português, é só entrar com um processo.
Aliás, essa coisa de "acertar" é coisa mesmo de burguês-elitista-imperialista-fascista-opressor-explorador.
Ale