sábado, 14 de novembro de 2009

Is there a plan?

Às vezes me pergunto se o caos atual do mundo é resultado de um plano preciso, ou se é mero resultado de uma estupidização coletiva. As utópicas idéias progressistas subiram à cabeça das melhores mentes de uma geração, ou há elites maquiavélicas com um plano secreto por trás de tudo?

Vejam o caso dos muçulmanos. Há um plano para islamizar a Europa e, se há, qual sua razão? Afinal, como se não bastasse a imigração descontrolada, a União Européia e EUA fazem pressão para que a Turquia entre na Europa e traga ainda mais muçulmanos. Por quê? A Sérvia foi rotulada de vilã da história e bombardeada por Europa e EUA devido à sua guerra com os albaneses muçulmanos, e uma parte original de seu país, Kosovo, foi extraída e dada de presente aos mesmos muçulmanos, que cometeram tantos ou mais crimes de guerra do que os sérvios. Por quê?

Nos EUA, está proibido sequer sugerir que possa ser perigoso ter muçulmanos nas Forças Armadas, mesmo tendo ocorrido um bem-sucedido ataque que matou 13 militares. Por muito menos, na Segunda Guerra, civis japoneses foram internados em campos de relocação em pleno solo americano. Em 1942, sabotadores alemães que nem chegaram a realizar um atentado foram executados 30 dias após a descoberta do plano.

Mas agora treze soldados morrem e continua-se falando em aumentar o número de muçulmanos nos quartéis, afinal, como disse o General Casey, "seria uma tragédia ainda pior se isto tudo acabasse com a diversidade". E o governo Obama não só cometeu a palhaçada de decidir realizar um julgamento-show para KSM, como apontou um "muçulmano devoto" para trabalhar com a vigilância contra o terrorismo no Departamento de Segurança Nacional. É como colocar a raposa para cuidar do galinheiro, só para provar que não se tem preconceito contra as raposas...

Quantos mais ainda precisarão morrer sacrificados no altar das boas intenções desses canalhas?

Há um plano por trás de toda essa loucura? E, se há, é um plano suicida?

4 comentários:

Didi Iashin disse...

Mister Equis,
cada vez que eu leio uma notícia do tipo, meu coração diminui um pouquinho mais. É como se estivessem alimentando 0o Superman com kriptonita, um pouquinho por vez. Estão envenenando o tecido social norte-americano. Um povo tão bom, trabalhador, sendo envenenado desse jeito (não estou sendo irônica, pelo amor de D'us!)
Meu único consolo é que esses sujeitos vão pagar por isso: afinal, peca-se por atos, obras, omissões e comissões.

Chesterton disse...

O islamismo é o último cartucho dos antiamericanistas destruirem as bases da civlização cristã.

DD disse...

Explico o que é isso aí com três palavras: rendição ao Oriente.

Chesterton disse...

eu teimo em achar que não, mas os fatos dão razão ao Claudio

http://oglobo.globo.com/rio/mat/2009/11/16/motorista-de-onibus-diz-que-pedra-que-atingiu-passageira-foi-jogada-por-uma-pessoa-na-avenida-brasil-914790319.asp