segunda-feira, 9 de maio de 2011

Bio-hackers

Um tema diferente hoje. Por acaso, um artigo chamou minha atenção para o fenômeno dos "bio-hackers", ou os hackers do mundo da engenharia genética. Inspirados pelos hackers do mundo da computação, só que trabalhando com o código genético, eles querem tirar a engenharia genética das mãos dos laboratórios especializados da Big Farm e trazê-la ao alcance do homem comum.

As grandes revoluções no mundo da informática foram realizadas longe das grandes empresas, por jovens que nem terminaram seus estudos. É possível que, da mesma forma, uma revolução biogenética comece na garagem de algum bio-nerd

A maioria de nós associa a manipulação genética a histórias de horror, novos doutores Mengele e Frankenstein. Mas quem disse que precisa ser assim? O DNA é uma linguagem como qualquer outra, e logo poderá ser utilizada em "novas aplicações", algumas das quais poderão salvar vidas. Bactérias que curam câncer? Quem sabe...

O problema mesmo vai ser quando a manipulação genética começar a mexer com o genoma humano. Se já há calafrios quando proteínas do leite humano são adicionadas ao leite das vacas, imagine quando alguém decidir modificar o código genético de seres humanos. Porém, a questão persiste: se fosse possível tornar o homem menos violento e mais inteligente através de uma pequena mudança genética, deveríamos fazê-lo? E se fosse possível escolher a raça ou a futura orientação sexual do seu bebê, isso seria bom ou ruim?

Bem, está aí a Lei de Murphy que nos deveria deixar sempre com um saudável pé atrás. Por outro lado, sou a favor de colocar o conhecimento ao alcance de todos, ao invés de torná-lo monopólio do Estado ou de pequenos grupos poderosos.

Aliás, para quem não sabe, o MIT oferece cursos online grátis (em inglês) para quem não pode ir à famosa universidade mas quer estudar robótica, computação ou até genética. 

4 comentários:

maisvalia disse...

Será que existe cura os idiotas que resolvem ser petralhas?

Didi Iashin disse...

Não existe. Infelizmente, eles nasceram assim, cresceram assim,serão mesmo sim, vão ser sempre assim. Estou esperando o AN entrar para colocar o Olavo na conversa ...

Helmut disse...

Só não entendi a razão do Biro-Biro ilustrar o post...

Anônimo disse...

Nao vai dar certo. Precisa de muito dinheiro pra fazer essas manipulacoes biologicas. Computador hoje em dia eh barato, e pra fazer algo revolucionario basta estudar muito e ser muito inteligente ("basta" ai eh so pra contrastar com o dinheiro...)