quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Os filhos de Kalergi

Fiquei contente ao ler no site do Mídia sem Máscara, normalmente cauto em abordar certos assuntos, um texto falando sobre uma das figuras mais curiosas e irreverentes da história européia, o Conde Codenhove-Kalergi, também conhecido como Richard Nikolaus Eijiro, ou simplesmente Kalergi ou Kalê para os mais íntimos.

É verdade que o autor do recente texto cometeu alguns deslizes, por exemplo ao chamá-lo de “supremacista branco”, já que Kalergi era, ao contrário, um defensor da mestiçagem, sendo que ele próprio era uma mistura indigesta de austríaco com japonês, mas o texto até que foi bom.

Para quem não sabe, este Conde era um estouro nas festas da elite da época, todo mundo ria e se divertia com suas histórias hilárias, em especial nos bailes de máscara da Maçonaria que ele não parava de frequentar.

Em 1925, sob o efeito de champanhe e champignons alucinógenos, ele escreveu um livro muito divertido chamado "Praktischer Idealismus" que apesar de ter sido um best-seller entre os círculos maçônicos da época parece que só existe em alemão. Para quem souber o idioma, poderá encontrá-lo em pdf.

Bem, neste livro - que, calma lá, pode muito bem apenas ser mais uma de suas famosas pegadinhas - ele fala o seguinte, e esta é a citação mais comentada de todas:

"O homem do futuro distante será híbrido. As raças e castas de hoje serão superadas, vítimas da redução do espaço, do tempo e do preconceito. A raça Eurasiana-Negróide de amanhã, similar em aparência ao homem do antigo Egito, irá substituir a diversidade dos povos com uma diversidade de personalidades. Pois de acordo com as leis da hereditariedade, a diversidade dos antepassados aumenta a diversidade da prole, e a monotonia dos antepassados, aumenta a uniformidade da prole. Nas famílias puras uma criança é igual a outra, porque todos representam um tipo de família comum. Nas famílias híbridas, as crianças são mais divergentes entre si: cada uma é uma variação nova dos elementos dos pais e de ancestrais divergentes."

Mas, na verdade, o conde Kalergi parece que está sendo mal interpretado pelos dois lados. Afinal, ele nunca afirmou que o seu objetivo é o de gerar essa hibridização: ele estava apenas expondo um fato ou uma crença de como seria o homem no futuro distante, não apresentando o seu "projeto europeu". 

Seus outros textos são menos polêmicos deste ponto de vista. Sua obsessão é mesmo com a unificação europeia, mas este negócio esquisito da mistura racial não é muito mais mencionado, ao menos, até onde pude ver.

Por exemplo, ele escreveu uma carta aberta elogiandoMussolini, e outro texto admirando as virtudes do povo alemão, apenas solicitando que tratassem melhor os judeus (definidos por ele no mesmo livro citado acima como uma "nova aristocracia natural").

Em outro artigo, Kalê manifestou-se a favor da continuação do colonialismo branco europeu na África por décadas e décadas, mas um colonialismo benigno, que ajudasse nosso pobre irmão de cor.

E era um inimigo mortal da Rússia soviética.

O Conde batuta criou a primeira organização pan-europeia e a União Européia atual é fruto de seus esforços. "Europa para os europeus" era seu lema. (Hoje isto seria considerado politicamente incorreto.)

Porém, o que mais marcou foi mesmo essa sua mensagem sobre a hibridização do homem do futuro, o que é observado até nos comentários positivos escritos sobre ele.

Agora, observemos que sua mistura ideal, segundo suas próprias palavras, não era a do afro-eurasiano, mas uma mistura "superior", de finlandês com tártaro com russo-eslavo.

Kalergi não teve filhos biológicos, e parece até que se suicidou, mas seu legado continua. 

Uma coisa curiosa é que a mistura racial de hoje em dia não está ocorrendo apenas entre o povão, mas no seio da própria elite: certo, casamentos entre anglos e judeus nesse meio nunca foram raros, e Chelsea Clinton e a filha de Donald Trump são apenas uns dos exemplos entre muitos. Porém, hoje isto ocorre também entre brancos, asiáticos e outros povos, a mistureba é geral. O filho de McCain casou com uma negra. O filho de Jebito Bush é indistinguível de um mestiço mexicano. E assim por diante.

Curiosamente, mesmo no "movimento HBD" (biodiversidade humana), que é o grupo de blogueiros que mais chama a atenção hoje em dia para as tais diferenças raciais, a mistura é a regra. Jayman, misto de negro jamaicano com chinês, teve filhos com uma branca, criando novas combinações genéticas insuspeitadas. O bangladeshi Razib, outro líder desse movimento, também casou e teve filhos com uma branca. Já Derbyshire, britânico da gema, casou com uma chinesa e tem filhos eurasianos de fazer derreter o coração de Eijiro. Não se sabe muito sobre Sailer, mas parece ser fruto da união de uma irlandesa e um judeu. Um dos mais vocais críticos da decadência americana e européia é um vietnamita chamado Linh Dinh.

É meus caros, devemos admitir. A mistura chegou para ficar.

Eles, os híbridos, serão a elite do futuro. 

Devido às suas características multiétnicas filtradas pelo QI e pelo acasalamento seletivo, pegando apenas o melhor de cada raça, serão bons tanto no esporte quanto nas matemáticas. Tanto na ciência quanto nas artes plásticas. Tanto na música quanto no rap!

Dominarão o planeta inteiro e, através da manipulação genética somada à alta-tecnologia biônica, tornarão-se de fato e de direito uma espécie superior.

Serão a elite multiracial para um mundo multiglobal. 

São os heróis que merecemos, ainda que não necessariamente os que precisamos.

São nosso futuro e também nosso passado. 

Eles são... os FILHOS DE KALERGI!





84 comentários:

DD disse...

Nada que o povo brasileiro não tenha feito de modo espontâneo, e não sob o efeito de ideologia.

O ditador paraguaio Solano López, ao que parece, também tinha sonhos parecidos.

Fábio Peres disse...

Mestiços? Sem dúvida.

MAS ... qual será o padrão cultural dominante deles? O do africano, de múltiplas ideias, ou o dos diversos povos europeus de onde faz parte?

Jus soli, mais do que jus sanguinis. Isso é o futuro.

White Nationalist disse...

Sim, miscigenação é lindo. Seria ótimo se o mundo todo fosse como a maioria dos países da América Latina, Oriente Médio e Índia.

A propaganda que promove a miscigenação tem como finalidade destruir a raça branca e colocar homens brancos contra mulheres de sua raça e vice-versa.

Vejam como os EUA está se transformando em um Brasil. Na década de 50 o pais era 90% branco e hoje a população de origem europeia forma 62% da população(sendo que essa porcentagem é ainda menor devido ao fato de que norte africanos, médio orientais e judeus serem classificados como brancos). Estados como Califórnia possuem visível minoria branca e os "latinos"(que de latinos possuem nada) estão dominando o sudeste americano.



direita disse...

Fonte
http://newobserveronline.com/israel-officially-aids-3rd-world-invasion/

Então , estamos a ver um estado que limita a imigraçao aos de etnia Judaica e que se refere a refugiados como " cancer " á financiar ativistas judeus que traficam invasores ilegais( 11 mil , em apenas um dia) para dentro da Europa?

http://www.vdare.com/posts/why-is-an-israeli-organization-helping-refugees-invade-europe

direita disse...

Aqui um texto de 2012 comentando o plano de kalergi e suas consequências para Europa.

http://xn--identit-fwa.com/blog/2012/12/11/il-piano-kalergi-il-genocidio-dei-popoli-europei/

direita disse...

"Nada que o povo brasileiro não tenha feito de modo espontâneo, e não sob o efeito de ideologia."

Falso ! A promoção ,atraves da midia e escolarizaçao , da ideologia igualitarista que afirma que somos todos iguais e que portanto não há oque se preservar , bem como
A ideia falaciosa de que somos frutos da miscigenaçao , somada a culpa branca , Fizeram evaporar o resto de consciência racial que era ,ate meados dos anos 60 , comum aos brasileiros descendentes de colonos Europeus .

direita disse...

"MAS ... qual será o padrão cultural dominante deles? O do africano, de múltiplas ideias, ou o dos diversos povos europeus de onde faz parte?

Jus soli, mais do que jus sanguinis. Isso é o futuro."


A Europa , se nada for feito , se tornara o Brasil .é tão difícil de entender? A cultura dessa gente arraçada vai refletir suas respectivas singularidades genéticas .

direita disse...

White Nationalist

20% é oque há de brancos na America.já os mestiços de pele clara são maioria da população , sendo muitos desses "Brancos" nacionalistas.

Anônimo disse...

Kalergi dizia em seu livro que o homem do futuro seria parecido com od egipcios e seriam doceis ignorantes e facilmente manipulaveis

Anônimo disse...

Kalergi dizia em seu livro que o homem do futuro seria parecido com od egipcios e seriam doceis ignorantes e facilmente manipulaveis

Fábio Peres disse...

direita, meu caro esquerdista, se é para refletir um racismo de fato se disfarça de busca de igualdade pela diversidade, como ocorre na Europa, prefiro nossa democracia racial. Ela é tão cordial como falsa, mas pelo menos cria um sentido de país acima dos conceitos sanguíneos, que mais atrapalham do que ajudam ao ser humano.

Fábio Peres disse...

Alem disso, meu excelentíssimo troll chamado "direita", educação é o mínimo que se espera de quem sabe debater. Como bem diz o conselho acima, "Até o tolo, quando se cala, é reputado por sábio; e o que fecha os lábios é estimado um homem de entendimento." (Provérbios, 17:28)

Mr X disse...

Mas por acaso os egícpios são dóceis e facilmente manipuláveis?

Bem, ele falava dos antigos egípcios, mas o problema é que não sabemos direito como eram os antigos egípcios. Acho que eram originalmente uma sociedade de castas, dos mais parecidos aos gregos, aos mais parecidos aos núbios.

AF disse...

Esse post pode bugar o cérebro de alguns nacionalistas brancos de plantão.

Esse Kalergi deve ter sido alguém bem esquisito que mexia com coisas bem erradas como a maçonaria e deixou um legado ruim, mas se não tivesse feito isso poderia ter sido mais que um gênio.

Sabedor disse...

http://www.thedailybeast.com/articles/2015/07/27/antiracism-our-flawed-new-religion.html

Dóceis e manipuláveis...

depende de qual política de persuasão social que estiver sendo usada.

A '''''religião''''' costuma ter um papel importante com bons argumentos de convencimento das massas.

Sabedor disse...

''Esse Kalergi deve ter sido alguém bem esquisito que mexia com coisas bem erradas como a maçonaria e deixou um legado ruim, mas se não tivesse feito isso poderia ter sido mais que um gênio.''


Não existe tal coisa como poderia, ele fez, não podemos ressuscitá-lo. Fez e fez cagado.

Genio, por que*

White Nationalist disse...

direita

20% de brancos na América é muito pouco. Essa porcentagem é mais realista no Brasil.

Você é o augusto do Stormfront?

Mr X disse...

Também acho que "20% de brancos nos EUA" é muito pouco. Está mais para 50%.

O problema nos EUA e na Europa não é a mistura racial, que acontece apenas nas margens, mas sim, transformar-se em minoria numérica. Aí sim o branco se verá forçado a se misturar se quiser sobreviver. Em outras palavras, sumirá.

http://www.bloombergview.com/articles/2015-05-19/whites-surprisingly-chill-about-becoming-minority

Whitte Nationalist disse...

Sim, Mr X, os brancos em sua maioria se relacionam com pessoas de sua raça. Mas não acredito que os brancos americanos irão se misturar em maior escala quando se tornarem minoria. Veja que no México os brancos( minoria e elite predominante) pouco se misturam com os mestiços e índios.

Silvio disse...

"Tanto na música quanto no rap!"
Única reação possível: http://www.reactiongifs.us/wp-content/uploads/2013/03/slow_clap_citizen_kane.gif
Então, Mister, quer dizer q o mundo do futuro vai ser uma imensa cena de "ghetto movie"?
http://www.youtube.com/watch?v=MwAV8x0J6DA
http://www.youtube.com/watch?v=qNnc5v7h3s0

direita disse...

"Kalergi dizia em seu livro que o homem do futuro seria parecido com od egipcios e seriam doceis ignorantes e facilmente manipulaveis"

Os antigos egipcios eram de origem norte Europeia , e que entraram em decadencia devido a miscigenaçao de sua elite com negros e semitas.

A fundaçao dos primeiros pilares sociais que vinham posteriormente formar o antigo egito data da epoca em que Europeus que viviam no sul do continente fugiram das inundaçoes decorrentes do desgelo ocorridos no fim da ultima era glacial.

Mr X disse...

"Os antigos egipcios eram de origem norte Europeia"

Como é que eles chegaram da Escandinávia até o Antigo Egito sem nem ao menos deixar povoações pelo caminho? Ah agora vi sul do continente, hum, ok. Adoro essas teorias.

Mas acho que essas povoações eram ainda mais antigas, a Antiga Grécia era branca, o Antigo Egito era branco, a Pérsia era branca, li que o homem branco chegou a dominar todo o Oriente Médio e o norte da África e a Ásia Central, já fomos reis, os bambambãs, agora fudeu.

O branco sempre se mistura, é chegado numa mulata, só castrando.

Mr X disse...

Pois é Silvio,

Ou então assim:

https://www.youtube.com/watch?v=OeldDfgMPRI
https://www.youtube.com/watch?v=Q2w5Yy2LHPo

Bem-vindos à diversidade!!

direita disse...

Fábio peres .
É só oque faltava : um Igualitarista promotor da mestiçagem me chamando de esquerdista .temos pena!

Racismo disfarçado por parte dos Europeus ,ou complexo de inferioridade disfarçado por parte dos não Brancos?
Só mesmo tipos com complexo de inferioridade ,caso esses nao sejam brancos , é que se incomodam com a ideia de uma Europa européia.

Consciência racial mais atrapalha do que ajuda ? Pelo contrario ! Nivelar por baixo o o Qi e comportamemto atraves da miscigenaçao é oque gera problemas .

direita disse...

Do nada a olavete me chama de troll e esquerdista , mas eu é que falto com educaçao. Tá difícil!

direita disse...

A maioria das mumias da elite egipcia tem um fenotipo semelhante ao fenotipo norid : face estreita ,cumprida e "serrada" ,com queixo forte e maxilas magras.

Vale lembrar que o mais famoso dos faraós ,tutankamon ( sua dinastia foi anterior a invasao hitita) ,assim como seus pais e avós, era naturalmente loiro .

DD disse...

Direita:

Não ignoro que exista uma espécie de ideologia da mestiçagem, formulada no Estado Novo, e que veio a desaguar em coisas como o nacionalismo de samba-enredo - essa sopa rala de brasilidade com umas pitadas de Gilberto Freyre, Sergio Buarque de Hollanda e Darcy Ribeiro. Entretanto, a história do Brasil não começa com o desembarque das primeiras levas de imigrantes em 1870.

Gostaria de que você considerasse as citações a seguir e nos dissesse o que é propriamente ideológico - i.e., o que pode ser visto como argumento em favor do "miscigeneísmo" - na realidade humana que os autores simplesmente procuram constatar.


"Aquele infame João Ramalho, homem rico na terra, mas infame nos vícios, amancebado público, por quase quarenta anos (...) andava ele com a caterva de seus filhos, muitos em número e todos de má casta, mamelucos ilegítimos e desalmados, com arcos, flechas e gritarias (...)"
- Simão de Vasconcellos, Crônica da Companhia de Jesus do Estado do Brasil, Livro I, 126 (1663)

"Primeiramente é certo que as famílias dos portugueses e índios em São Paulo estão tão ligadas hoje umas com as outras que as mulheres e filhos se criam mística e domesticamente, e a língua que nas ditas famílias se fala é a dos índios, e a portuguesa a vão os meninos aprender à escola; e desunir esta tão natural ou tão naturalizada união seria gênero de crueldade entre os que assim se criaram e há muitos anos vivem. Digo, pois, que todos índios e índias que tiverem tal amor a seus chamados senhores, que queiram ficar com eles por sua livre vontade, o possam fazer sem outra alguma obrigação mais que a do dito amor, que é o mais doce cativeiro e a liberdade mais livre."

- Antônio Vieira, Voto do padre Antônio Vieira sobre as dúvidas dos moradores de São Paulo acerca da administração dos índios (1694)

"Melhores ainda são, para qualquer ofício, os mulatos; porém, muitos deles, usando mal do favor dos senhores, são soberbos e viciosos, e prezam-se de valentes, aparelhados para qualquer desaforo. E, contudo, eles e elas da mesma cor, ordinariamente levam no Brasil a melhor sorte; porque, com aquela parte de sangue de brancos que têm nas veias e, talvez, dos seus mesmos senhores, os enfeitiçam de tal maneira que alguns tudo lhes sofrem, tudo lhes perdoam; e parece que se não atrevem a repreendê-los: antes, todos os mimos são seus. E não é fácil cousa decidir se nesta parte são mais remissos os senhores ou as senhoras, pois não falta entre eles e elas quem se deixe governar de mulatos, que não são os melhores, para que se verifique o provérbio que diz: que o Brasil é o inferno dos negros, purgatório dos brancos e paraíso dos mulatos e das mulatas; salvo quando, por alguma desconfiança ou ciúme, o amor se muda em ódio e sai armado de todo o gênero de crueldade e rigor. Bom é valer-se de suas habilidades quando quiserem usar bem delas, como assim o fazem alguns; porém não se lhes há de dar tanto a mão que peguem o braço, e de escravos se façam senhores. Forrar mulatas desinquietas é perdição manifesta, porque o dinheiro que dão para se livrarem, raras vezes sai de outras minas que dos seus mesmos corpos, com repetidos pecados; e, depois de forras, continuam a ser a ruína de muitos."

- André João Antonil, Cultura e opulência do Brasil por suas drogas e minas, Parte I, Cap. IX (1711)


Feliz ou infelizmente (escolha o advérbio), a miscigenação é indissociável da história do Brasil.

Mr X disse...

"tutankamon era naturalmente loiro"

Como sabe?

O único estudo que vi dizia que ele era R1b1a2, será que sou descendente? Iupi!

Mas parece que nunca divulgaram o teste de DNA completo, que curioso, estão com medo do que?

https://medium.com/matter/tutankhamuns-blood-9fb62a68597b#.u63v503hl

E no entanto a ilustração que colocam dele é assim:

http://frontiers-of-anthropology.blogspot.ca/2013/10/king-tuts-relatives-and-blue-eyed.html

direita disse...

20% (e estou sendo generoso ) , não mais que isso ! O fenotipo médio do americano "branco" não bate com o do Europeu .


Essa também a razão que os diretores de cinema de Hollywood preferem britânicos e europeus em papéis históricos. Teve até um diretor que escreveu que ele prefere atores Britânicos para interpretar americanos a partir do período da guerra revolucionária para a WW1 ,pois ,segundo o próprio, os americanos não se parecem com as pessoas que serviram em qualquer uma destas guerras.

Tipos que são sabidamente de origem mista ,como Rob Schneider, Miley Cyrus , Mark-Paul Gosselaar,liv tayler,Cameron Diaz,sarah palin, ,Fergie,Edward Furlong, Wentworth Miller, chad murray etc fenotipicamente representam o fenotipo do grosso dos Americanos "brancos"

direita disse...

A maioria dos brancos seja no Brasil ou Eua se relacionam com mestiços de pele clara .

A tal elite "Branca" mexicana tem nítida herança indígena

direita disse...

Múmias do Egito :https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQVTRApc2eDL4BoOpIdhK7ZouUyPQNxmB5LnqOLkeG-WF01Yw4wJUrE1Z4foA


https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSrDTNqeLO34BEkgzyslPHAeB7ceIBG5rGsXLA8t0m16xSJ9bT0



Norids:
https://encrypted-tbn1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQmilxULbxe7ZK0qhIriXzKFZPx3MURrvxH-cf-tEFdlc9t4qC-QRyNHuf-

https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRdMSk2QdDIhtRrbW83B07LAP-KYaOJPrBgHUSPLXVmhYlkbN1jds48oc1uaQ

https://encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQDsVOTQUlAOwbsySYGuTHZSBdGgnJ3LctGxvopQ8yihjwb8D5D

https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQ7XCj_jmMDWzIn20q0SNeTdcrC1yxQbko8UzcOSb-HUOACBYKE

direita disse...

O tipo tido como nordico não se originou na escandinavia ,mas nos balcãns e na asia central ,e de lá se espalhou por TODA Europa . Esse fenotipo predominou no continente ate a chegada ao sul da Europa dos povos que deram origem aos celtas e ibéricos .

direita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
direita disse...

Essa "reconstruçao" do fenotipo de tutankamon é 100% ideologica . Com base em quais evidencias chegaram a conclusao que o mesmo era um tipo de mulato nao diferente da media da populacao egipcia atual ?

direita disse...

Na verdade , acho que Ramsés,assim como seus país e avós , era loiro . Teve um italiano ,especialista em analise capilar , que chegou a essa conclusao apos analisar a raiz do cabelo de ramsés e lá encontrar pigmentos naturais ao mesmo comuns á pessoas loiras .

Mr X disse...

Aqui tem uma foto da múmia do Ramsés II, parece loiro, mas, dizem que é o colorante pra cabelo que eles usavam...... de qualquer forma é cabelo liso, a não ser q ele tenha alisado hihihihi.


http://realhistoryww.com/world_history/ancient/Misc/Mummies/Egyptian_mummies/Set_2_5a.jpg

http://realhistoryww.com/world_history/ancient/Misc/Mummies/Egyptian_mummies/Truth_about_egyptian_mummies.htm

direita disse...

Como tu mesmo vê no primeiro texto, a miscigenaçao era de tal forma tão mal vista que era destacada de forma negativa entre os escritos dos intelectuais da época .
Misturas ocorreram , mas não a ponto de ser a norma entre os brancos .
o crescimento de mestiços no brasil se deu principalmenre entre a procriacao entre os próprios mestiços .

White Nationalist disse...

O Ramsés tinha o cabelo ondulado pelo que me lembro.

White Nationalist disse...

direita

Você está super exagerando, cara? Qual traço não-branco tem Chad Murray? Os olhos puxados? Existem nativos das Ilhas Britânicas com essas características.

Existem brancos com traços mais atípicos, mas não indica miscigenação. Podemos ver como exemplo os lábios carnudos de atrizes como Angelina Jolie e a brasileira Aline Moraes.

E falar que os brancos mexicanos são mestiços é outros disparate.

DD disse...

Direita:

Você está desconsiderando o fato de que Portugal fez a colonização tendo um quase déficit populacional em seu próprio território. Em alguma medida (e não foi pequena), recorreu-se aos mestiços para ajudar na administração das benfeitorias públicas e particulares da Colônia. Nas camadas intermediárias, os miscigenados formavam, muito verossimilmente, o grosso da população. Com a independência e o Império, parte desses mestiços passou a integrar a elite política e, dada a obsessão racialista de fins do século XIX, o branqueamento entrou na ordem do dia. Havia os imigrantes à disposição e o recurso aos casamentos, algo que se pode depreender de certas páginas de Monteiro Lobato, e a manutenção da ideia de que os altos postos estavam vedados aos mestiços mais escuros, algo que se vê muito bem na obra de Lima Barreto.

Quanto à colonização espanhola, não conheço o roteiro todo, mas o fato é que miscigenação houve e que, no início ao menos, havia até mesmo os mestiços nobres, como o "inca" Garcilaso de la Vega, no Peru, e o castizo Fernando de Alva Cortés Ixtlilxóchitl, no México, ambos grandes cronistas e homens de boa cultura. Como as coisas se desenrolaram a partir daí, é algo que ignoro nos seus pormenores, mas as elites hispano-americanas eram chamadas criollas por algum motivo.

Silvio disse...

Ou então assim:

https://www.youtube.com/watch?v=OeldDfgMPRI
https://www.youtube.com/watch?v=Q2w5Yy2LHPo


Eita, porra. Agora um pouco de "girl power":
http://www.youtube.com/watch?v=MnWlTyZLQhQ

Quando vejo notícias sobre essa palhaçada de "black lives matter" dá vontade de mandar um murro na tela do computador. Como é possível tanta falsidade?

Santoculto disse...

Direita,

os canadenses costumam ser ainda mais estranhos, enquanto que os ingleses da Inglaterra parecem ser muito mais brancos, claro, com as minorias mais ''celtas'' devidamente exaltadas. Não é incomum vermos muitos anglo-descendentes de aparência exótica, na Austrália e na Nova Zelândia também.

Mas o seu purismo é muito exagerado, acho que passa dos limites, você está tentando buscar pelos mais puros entre os brancos, eu acho que eles não existem. Você pode fazer uma raça branca fenotipicamente nórdica decantando ciganos da Romênia. Não é tão eterno assim como você parece crer.

O seu orgulho por ser branco também não me parece muito racionalmente apropriado, não que esteja criticando o ato intrínseco de ter orgulho por suas origens étnicas, mas de usar dados históricos vagos para usar como justificativas, do tipo, '' 'nós' já criamos muitas civilizações''

Eu não sei o quão orgulhoso deve ser de fazer parte do ''povo'' que construiu pirâmides, matando milhares de escravos que trabalharam em suas construções, uma civilização baseada em crendices e superstições muito tolas, extremamente desigual.

Ou no caso da moderna civilização ocidental, exatamente os mesmos problemas tolos.

As causas principais para a decadência ocidental atual está na própria estrutural social da sociedade que seleciona psicopatas para governá-la assim como também no próprio povo, que não foi selecionado pra ser o mais inteligente e nobre, mas o mais dócil e eficiente.

White Nationalist disse...

A causa da decadência se deve a infiltração de Judeus na sociedade e também os brancos liberais que venderam sua raça por interesses capitalistas.

O branco mediano se tornou um ser tão escroto cuja maior preocupação é sua estabilidade financeira e nada mais. Experimente falar de preservar a raça branca e a maioria das pessoas irão torcer a cara para você e dirão que não se importam se a raça irá sobreviver ou não. Agora experimente falar em proteger o Mico Leão Dourado ou ajudar as crianças famintas na África e veja como será visto como exemplo de ser humano.

O branco atual sofre tanta white guilt que se torna comum você encontrar pessoas na internet postando os seguintes tópicos:
-"É errado não achar negros(as) atraentes"?
-"Sou racista(como se fosse pior que ser um pedófilo ou criminoso) por só gostar de brancos(as)"?

O branco que se mistura e não se importa com seu sangue é visto como um ser moralmente superior.

E o mais irônico é o fato dos anti-racistas ficarem incomodados com brancos que visam preservar sua raça(o que é contraditório pois sendo "anti-racistas" deveriam ser contra a destruição de uma raça).

direita disse...

Sim , Ramsés com a chegada da velhice tingia o cabelo de loiro .oque o tal especialista capilar fez foi analisar a raiz do cabelo de Ramsés que é encontrada dentro do bulbo capilar . atravez da analise da mesma ele concluiu que em juventude ramsés era naturalmente loiro.

direita disse...

http://marchofthetitans.com/earlson/rameses.htm

(...)"Professor P. F. Ceccaldi, with a research team behind him, studied some hairs which were removed from the mummy's scalp. Ramesses II was 90 years-old when he died, and his hair had turned white. Ceccaldi determined that the reddish-yellow colour of the mummy's hair had been brought about by its being dyed with a dilute henna solution; it proved to be an example of the cosmetic attentions of the embalmers. However, traces of the hair's original colour (in youth), remain in the roots, even into advanced old age. Microscopic examinations proved that the hair roots contained traces of natural red pigments, and that therefore, during his youth, Ramesses II had been red-haired. It was concluded that these red pigments did not result from the hair somehow fading, or otherwise altering post-mortem, but did indeed represent Ramesses' natural hair colour. Ceccaldi also studied a cross-section of the hairs, and he determined from their oval shape, that Ramesses had been "cymotrich" (wavy-haired). Finally, he stated that such a combination of features showed that Ramesses had been a "leucoderm" (white-skinned person). [Balout, et al. (1985) 254-257.]
Balout and Roubet were under no illusions as to the significance of this discovery, and they concluded as follows:
"After having achieved this immense work, an important scientific conclusion remains to be drawn: the anthropological study and the microscopic analysis of hair, carried out by four laboratories: Judiciary Medecine (Professor Ceccaldi), Société L'Oréal, Atomic Energy Commission, and Institut Textile de France showed that Ramses II was a 'leucoderm', that is a fair-skinned man, near to the Prehistoric and Antiquity Mediterraneans, or briefly, of the Berber of Africa." [Balout, et al. (1985) 383.]"(...)

Mr X disse...

E se os antigos egípcios fossem como os etíopes?

Vejam esta é uma negra etíope muito bonita, gostei, vou casar:

http://zenmagazineafrica.com/wp-content/uploads/2013/05/Mearg2.jpg

Acho que a elite faraônica talvez fosse loira, mas O POVO, não tenho certeza.

No mais, eu acho que a justificativa "ecológica" colaria, queremos preservar as etnias brancas (escandinavo, alpino, etc) assim como queremos preservar o mico leão dourado ou a tribo dos yanomamis. Ao menos, foi como sempre enxerguei a questão.

Mas me parece que quando você faz parte da raça em questão então é mais difícil pensar nesses termos, e o branco ao contrário dos outros povos, tende a ser bem mais individualista, então ele pensa menos em termos de raça ou etnia, mas mais em termos de eu e minha família, meus amigos, depois minha nação/religião, e por último "minha raça/etnia".

Já outros povos como os africanos ou os semitas são bem mais racialistas. Os asiáticos também.

Pensando agora, isto talvez tenha a ver com o fato do branco ser o povo mais diverso em aparência. Pense comigo, negros (fora os etíopes e somalis) são mais parecidos entre si, asiáticos tbm, mas o branco varia muito. Então é mais fácil o asiático se identificar com os seus irmãos, e o negro também, mas já o branco não.

Ou será que estou errado? Sabedor, ajude-me aqui, droga.

direita disse...

Chad murray é 1/4 japones :
_ O formato e a proporçao entre altura e comprimento dos seus olhos é mista/mongolizada

_ seu dorso ,sua asa e apice nasal é misto/mongolizado

_ Sua calota craniana é plana/mongolizada

_sua face é curta e larga .


O tipo de olho "rasgado" que se encontra mais em irlandeses do que ingleses em nada lembra os tipo mongolizado .

Angelina jolie é mestiça ,herdou ,via materna , sangue negro e indigena .

Desconheço a origem racial de alines moraes . Mas dado o formato de seus lábios ,arcada dentaria e nariz se conclui que ela possua herança subsariana.

Mr X disse...

Direita,

Se formos suficientemente atrás no tempo, todos somos mestiços, nesse sentido, não existem raças "puras".

Até mesmo espécies se misturaram, como Neanderthal, Denisovanos, etc.

Genes são fluidos, não fixos.

Mr X disse...

Nunca tinha ouvido falar deste Chad Murray, mas 1/4 japa, onde?

De acordo com a Weaky, "Murray is of Polish, English, Irish, German, and Swiss-German descent".

Parece mais com isso do que com japonês. Até por que se fosse 1/4 japonês, dificilmente seria loiro, eu acho.

White Nationalist disse...

direita:
Você classificou a Bruna Linzmeyer que possui lábios carnudos como branca lá no SF, mas ao mesmo tempo diz que uma das características da Aline Moraes não ser branca é justamente o lábio. O nariz dela me parece bem Europeu.

Eu tenho o lábio mais carnudo e fui classficado med+alpino por um camarada do VNN.

Barbs disse...

Vocês são tudo porra louca!

Direta, adoro suas observações, mas lamento você estar perdendo seu tempo (bem, por mim, continue perdendo). A maioria das pessoas não se importam muito com minúcias da antropologia física, e quando você não encontra neonazis retardados mentais que deturpam todas estas coisas, você encontra facilmente esta gente super sensata (ou seria super insossa?) como aqui no X. Gente bacana, bem educada, com boas intenções, mas deste jeito: "Oh, você está exagerando", "Oh, não gosto de extremismos".

As pessoas sensatas são como os pedreiros nas ruas, vivem jogando lascas e respingos em nós.

Barbs disse...

"E se os antigos egípcios fossem como os etíopes? "

Etíopes são uma raça mista. Com quem você acha que eles se misturaram e em que período?

Só você fazer a matemática.

"Acho que a elite faraônica talvez fosse loira, mas O POVO, não tenho certeza. "

E como isso altera o que o Direita falou? O povão começa se misturando, e em seguida as elites (claro, não estou descrevendo uma regra geral, estou falando do Egito Antigo - e provavelmente Grécia, Roma, e Pérsia. O Brasil e a América Latina como mostrou o DD, foram o contrário).

"Pensando agora, isto talvez tenha a ver com o fato do branco ser o povo mais diverso em aparência. Pense comigo, negros (fora os etíopes e somalis) são mais parecidos entre si, asiáticos tbm, mas o branco varia muito. Então é mais fácil o asiático se identificar com os seus irmãos, e o negro também, mas já o branco não. "

Que bobagem...





Barbs disse...

"Se formos suficientemente atrás no tempo, todos somos mestiços, nesse sentido, não existem raças "puras". "

Você já pode "fechar" o seu blog e ir tirar umas férias. Ou então escrever para a Veja, eles vão te contratar na mesma hora.

"Genes são fluidos, não fixos."

Quem está falando de genes específicos?




direita disse...

Pelo contrario , canadenses que se auto denominam brancos, em média ,possuem um aspecto muito mais Europeu do que os americanos .

Nao é purismo , nao se trata aqui de individuos com % infimas de sangue extra Europeu , mas de tipos fenotipicamente mistos com grande % sangue nao Europeu.

Barbs disse...

"os canadenses costumam ser ainda mais estranhos"

Não acho. Na verdade, quase sempre que você vê um ator "americano" com aparência bem europeia, é só você pesquisar para ver que veio do Canadá (ou da Austrália). Direita tem razão.

Barbs disse...

" prefiro nossa democracia racial"

Fique à vontade, pode passar.

"Ela é tão cordial como falsa, mas pelo menos cria um sentido de país acima dos conceitos sanguíneos, que mais atrapalham do que ajudam ao ser humano."

Que bom saber, presumo então que na Idade Média, quando a Igreja Católica tinha mãe pesada sobre tudo, e quando o conceito de família era baseado em LINHAGEM, eles provavelmente estavam seguindo uma ideologia de esquerda.

direita disse...

Santo oculto , os brancos sao diariamente vilependiados e difamados quanto a sua historia .é preciso por o pingo no "I " .Por outro lado , tem que se ter em mente que não se trata apenas de reivindicar civiliaçoes passadas , mas de nao deixar que falsificaçoes historicas sejam usadas para promover a falaciosa ideologia igualitaria ,que é um dos alicerces do marxismo cultural

sabedor disse...

Os brancos médios sempre foram tolos, mas não se preocupe pois é a especialidade da espécie humana.

Vivemos em um mundo que pode ser resumido a seguinte palavra: Sabotagem.

Esta tudo quanto planejado. Acreditar em qualquer espontaneidade das pessoas é ser muito ingênuo e realmente desinformado.

Ate pouquíssimo tempo atrás discutia-se e não falo em qualquer roda de debate l, sobre criacionismo de uma maneira científica. Até pouco tempo atrás. Ainda se faz mas "graças" a: Parasitas evolutivos e os doidinhos esquerdistas...que ao menos nos centros científicos parou-se de se levar a bíblia a sério.

Eu conheço vários esquerdos anti racistas e não existe qualquer contradição porque eles são contraditórios, exatamente iguais a qualquer tipo de religioso. Para ser ideológico, basta ter tolerância pra contradição ou mesmo, sequer tomar consciência das próprias bobagens que repete.

sabedor disse...

Eu acho que qualquer povo pode ser ludibriado a pensar assim, basta que tomem as rédeas de sua organização sócio- cultural e usem os idiotas uteis para lhes dizer o que devem fazer.

Eu olho pra asia. Eu vejo que a diáspora asiática esta sendo misturando adoidado nos EUA. Mentira?? Aqui no Brasil é a mesma coisa. As pessoas se diferem muito por causa da cultura. Basta criar uma cultura em comum e as pessoas param de se diferenciaram.

White Nationalist disse...

Direita,

qual a porcentagem de puros brancos em Portugal, Espanha e Sicília para você?

Mr X disse...

" Acreditar em qualquer espontaneidade das pessoas é ser muito ingênuo e realmente desinformado."

Bem, tem aquela história do Oscar Wilde, sobre os pregos que decidiram fazer uma visita ao ímã (o magnético, não o religioso muçulmano). Disseram entre si, "estou com vontade de ir ver ele, vamos?" e quanto mais perto chegavam, mais vontade sentiam, "que legal, vamos ver nosso amigo ímã! mal posso esperar para abraça-lo!".

Bem, é meio assim que o "livre-arbítrio" e a "espontaneidade" funcionam. ;)

Sabedor disse...

Barbs,
Então parem de choramingar e se separem logo.
Eu quero fazer isso mas de uma outra maneira.

Sabedor disse...

Eu vou selecionar é inteligência e caráter mesmo sabe?!

sabedor disse...

Além de estranhos em media eles são feios também mas talvez esteja olhando para os quebequenses.

sabedor disse...

A ideia de pureza racial é a mesma que a ideia de livre arbítrio. São idealizações muito exageradas de puro e de livre.

Somos todos em algum grau mestiços. E daí??

Um dos problemas dos brancos em geral. Tem de ter uma justificativa. Queremos nos preservar porque somos puros, eles dizem. Os irlandeses ciganos parecem bem puros.

sabedor disse...

Linzmeyer é octoroon. Ela mesma já disse mas o seu fenótipo não é mestiço. Tem muitas mulheres europeias que podem ter lábios carnudos e alguma robustez facial.

Aline Moraes também é outro caso. Ambas são lindas e inúteis para qualquer causa relevante.

Mr X disse...

E por falar em mestiçagem nos Eua (com latinos), muito interessante, vejam duas notícias postadas lado a lado no Washington Post:

https://www.washingtonpost.com/news/wonk/wp/2016/02/17/mixed-marriages-are-changing-the-way-we-think-about-our-race/

https://www.washingtonpost.com/news/morning-mix/wp/2015/07/28/maddy-middleton-8-year-old-girl-missing-in-santa-cruz-found-dead-in-a-dumpster/?tid=hybrid_experimentrandom_3_na

Na segunda notícia, eles "esqueceram" de informar que o assassino era um hispânico/latino/mestiço mexicano:

http://www.dailymail.co.uk/news/article-3180072/Adrian-Gonzalez-duct-taped-8-year-old-Maddy-Middleton-girl-raping-murdering-her.html

Mr X disse...

"para os quebequenses"

Mas eles não seriam franceses puros? Dizem que descendentes de apenas umas poucas famílias.

Curiosamente, vendo assim por cima, as francesas nativas são mais bonitas que as quebequenses (em média).

sabedor disse...

Concordo mas há de se ter ponderação, objetividade e inteligência. Nos momentos mais desesperadores, perder a calma não vai ajudar e lembre-se que não é uma luta do branco contra o resto, nunca foi. É a luta de todos contra um certo polvo que so parece cagar onde passa. Se fossem sábios eu so seria elogios. Me perdoe àqueles que não compactuam com os meus pressupostos e aos que leem o mister x, mas verdade seja dita.

White Nationalist disse...

Essa distorção do termo Latino me deixa com raiva.

Latinos=Europeus(e seus descentes) cuja língua tem origem no Latim. Mestiços de índios com Espanhóis não são latinos.

Mr X disse...

"Essa distorção do termo Latino"

Acho que vem de "latinoamericano" mesmo. O que também não faz sentido, pois tem muitos povos diferentes nesta região.

"Hispânico" tbm é um péssimo termo, agrupando espanhóis e qualquer um que fale espanhol.

Deveríamos realmente falar em mestizos e mamelucos, ibéricos, ameríndios, etc.

White Nationalist disse...

Hispânico vem de Hispânia e era a forma como os Romanos chamavam a Península Ibérica.

Ou seja, portugueses e espanhóis são os verdadeiros hispânicos.

direita disse...

eu evolui . pensava que sabia de mais, mas no fundo era um ignorante . Parte dessa minha ignorancia recai sobre os ombros desses white-pardos que pululam em sites racialistas e que ,em beneficio proprio , vivem a distorcem o conceito de raça branca .

Obs:Nada tenho contra nao brancos que se interessam pela tematica pró branca .

direita disse...

olha Mrx :
http://community.babycenter.com/post/a45484912/half_chinese_blue_eyes

um monte de crianças 1/2 branco 1/2 asiatico com olhos azuis e cabelos claros.


direita disse...

Em Ohio , norte da california ,partes da florida , texas , iowa... são regiões onde a uma consideravel populaçao 100% de origem Européia

Sabedor disse...

''eu evolui . pensava que sabia de mais, mas no fundo era um ignorante . Parte dessa minha ignorancia recai sobre os ombros desses white-pardos que pululam em sites racialistas e que ,em beneficio proprio , vivem a distorcem o conceito de raça branca ''

Acho que você continua um ignorante, é muito difícil deixar de ser, é preciso ser muito holístico, ter muitas veias para a filosofia, e não vejo isso em ti. E não é apenas se questionar, mas questionar de maneira abrangente e nas direções corretas, abraçar as respostas, igualmente corretas se possível, que vierem, isto é, internalizá-las e ampliar não apenas o conhecimento mas a consciência daquilo que foi produto do seu pensar reflexivo.

No mais, há de se concordar que você evoluiu mesmo, mostrando uma aparente melhoria em seus conhecimentos em antropologia racial. O problema é que você os aplica de maneira muito histriônica.

Você deve achar apenas porque eu quero ser mais preciso e portanto correto em relação a todos os assuntos que são abordados aqui, que eu sou então um ''white pardo'' ( um termo bem ao nível do stormfront) que gosta de distorcer o conceito de raça branca. Eu quero dar o peso certo como eu tento fazer com os testes cognitivos.

Mr X disse...

"Em Ohio , norte da california ,partes da florida , texas , iowa... são regiões onde a uma consideravel populaçao 100% de origem Européia"

Pergunto-me de onde tira esses dados. Acho que salvo exceções a maior parte do território americano tem uma considerável população "100% branca" de origem, o que é difícil é achar uma região que seja "100% branca" no nível coletivo, demográfico. Os lugares com maior número de brancos chegam a 80% no máximo. Eu já disse e repito, o problema (por ora) não é se misturar, mas virar minoria em seu próprio país.

Mr X disse...

"um monte de crianças 1/2 branco 1/2 asiatico com olhos azuis e cabelos claros."

Olhos e cabelos de criança podem mudar de cor com o tempo... Quero ver quando cresceren.

direita disse...

barbara , que bom que tu voltou . seus comentarios sao os melhores , sempre bem humorados e argumentados .

direita disse...


"qual a porcentagem de puros brancos em Portugal, Espanha e Sicília para você?"

há uma % infinitamente maior que a de "brancos "americanos".

direita disse...

"sempre "foi assim : há muitissima mais mistura entre brancos e hispanicos do que brancos e negros . no entanto , isso nao parece incomodar os Wn , Que reclamam apenas da relacao branco vs negro.
Sempre achei meio suspeita essa sisma com negros entre os ditos Wn americanos .

direita disse...

na verdade nao . se tu reparar bem nos fenotipos vai concluir que é raro encontrar na America conglomerados de autodenominados "brancos" com origem 100% Européias .

direita disse...

Ad , sem pedatismo intelectual e textos prolixos , me diga de forma simples e direta de o porque eu estar errado e voce
certo em relaçao a analise da antropometria racial

Sabedor disse...

''Ad , sem pedatismo intelectual e textos prolixos , me diga de forma simples e direta de o porque eu estar errado e voce
certo em relaçao a analise da antropometria racial''


Agora que eu percebi que foi dirigido a mim.

Pedatismo** não sei o que isso significa.

Desculpa de não ser extremamente direto como vc, mim ser branco, tu ser não-branco, mim ser puro, tu ser white pardo.

Eu afirmei isso**

PedaNtismo intelectual se dá quando alguém tenta se passar por intelectual, desculpa, mas eu não faço isso. Não se tenta quando se é. Não gostou** Achou muito exacerbado, supremacista**

Reclame com a igreja dos últimos igualitaristas.

Pergunta vaga demais

elabore