sexta-feira, 13 de julho de 2012

O homem branco é burro

Existe um mito que diz que os homens brancos teriam maior inteligência do que outras raças. Mentira! O homem branco é o ser mais trouxa e estúpido da face da Terra. Não passa de um paspalhão.

Brancos de origem européia ajudam minorias de outras raças e culturas, dando-lhes assistência social, ação afirmativa e educação. Em troca, são chamados de racistas, são assaltados e ainda recebem socos e pontapés, sofrem terrorismo ou levam tiro por pedir para dirigir mais devagar. Às vezes até marteladas! Quem se importa? É o preço a pagar pelo racismo do passado, pelas Cruzadas, pelo colonialismo, pela escravidão, pela morte do Michael Jackson, pelo... Sei lá!

Brancos passam grande parte do seu tempo voluntariando em comunidades afro-americanas ou hispânicas, e criam reservas indígenas para os nativos, mas o oposto é muito raro. Minorias ajudando crianças pobres brancas? Pode ser que exista, mas nunca vi. Já vi asiáticos ajudando negros e hispânicos, isso sim. Será que a solução no futuro será criar uma reserva para o homem branco? "Vejam crianças, era assim que o homem branco europeu vivia..."
"Que gente esquisita, papai!"

Há muitos jovens estudantes brancos que atuam em organizacões que ajudam e promovem a imigração ilegal mexicana aos EUA, ou seja, apoiando sua própria substituição populacional. Ainda assim, por mais que faça, o homem branco é sempre considerado racista e filho da mãe... Como ousa chamar os imigrantes que desobedecem à lei de "ilegais"? Seu racista!

Muitos brancos sentem culpa branca, mas nunca vi um asiático sofrer de culpa asiática. Nem um negro sofrer de culpa negra, um índio sofrer de culpa índia (e todos aqueles escalpes?), um filipino sofrer de culpa filipina, etcétera, etcétera. Ué. Só os brancos têm culpa no cartório? Gengis Khan não era branco, que bem me lembre... Mas não tenho certeza...

Os brancos estão em crise demográfica. Em muitos países, seus números diminuem. Enquanto isso, os asiáticos não apenas se reproduzem em grande número, como ainda estabelecem-se em todos os cantos do planeta. Chineses, especialmente. Não há um canto do mundo onde não haja chineses! É realmente impressionante, de Vancouver ao Chuí. Até na África hoje há muitos chineses. É verdade que eles estão fazendo uma colonização mais esperta do continente do que os brancos fizeram, em vez de escravizar os nativos, dão dinheiro a eles e trazem seus próprios trabalhadores chineses. Não tenho dúvida que, no futuro, os chineses dominarão, nem que seja pela própria força dos números. Talvez em competição com os indianos, que também são numerosos. Mas os indianos não estão em tudo que é lugar.  

Brancos escrevem livros chamados "Homens brancos estúpidos" e "Coisas que os brancos gostam", ironizando sua própria cultura e história. De vez em quando, com graça. Às vezes, brancos escrevem livros tentando entender e apresentar uma imagem positiva até dos criminosos de outras raças, como aquele "Abusado", do Caco Barcelos. Brancos são engraçados. Brancos têm empatia e simpatia. Lamentavelmente, a recíproca nem sempre é verdadeira.

Os brancos são bacanas, mas um pouco otários. Eles acreditam piamente estar construindo um mundo pós-racial. Mas sabem eles que são os únicos que esqueceram esse negócio de raça, de etnia, de nacionalismo. Nos outros países, esse papo não rola não! Pergunte à "La Raza" e seus planos de reconquista... Pergunte aos chineses! Pergunte mesmo, estou curioso.  Vamos ver o que eles vão responder.

Os brancos são progressistas. Adoram feminismo e casamento gay. Adoram direitos dos povos da floresta. Querem também direitos para os criminosos e para os drogados, bem como para as baleias e os micos-leões. Está certo, tudo isso é válido, especialmente os direitos das baleias, mas, e quem vai lutar pelos direitos do homem branco quando ele virar minoria? Alguém vai dar-lhe ação afirmativa, será?

Os brancos estão em crise de identidade. Os brancos "do bem" brigam com os brancos "do mal". Brancos de elite e brancos proletários não se entendem. Brancos americanos e brancos europeus não se entendem. Franceses e ingleses também não. Eles que são brancos que se entendam? Os brancos não se entendem nem entre si... Os brancos às vezes brigam tanto entre si, parecem muçulmanos...

Acontece que, apesar de tudo, os brancos se acham ainda os donos do mundo, os reis da cocada branca, e talvez por isso eles achem que o tempo não urge, mas a verdade é que estão com um problema sério nas mãos. Seu admirável mundo novo multicultural pode cedo ou tarde explodir em um barril de pólvora. E aí, quem vai chorar pelo homem branco?

Os africanos?

Os asiáticos?

Os árabes muçulmanos?

Os polinésios? Sim, os polinésios, é possível... Os polinésios são legais...

Sério, quando tudo virar uma mistura multicultural e o branco for minoria em todos os países, o que será que vai acontecer? Paz e amor universal? Ou outra coisa?

Será que o homem branco já pensou nisso?

Rá rá, que burro! Professor, dá zero pra ele!


29 comentários:

c* disse...

stand up humoristico...so pode....

Chesterton disse...

White man´s burden...(do Rudy)

Rovison disse...

Qual a solução, X.
Os brancos esquerdistas (hoje a maioria) são os maiores patrocinadores de tudo isso. Nos Eua os brancos se esforçam para não parecer racistas e ao mesmo tempo tem a maior paciência do mundo com as disfuncionalidades das minorias, especiamente daquela que comete mais crimes no País. Os brancos sustentam o País e são tratados como bandidos.

Mr X disse...

Tentando meu humor sarcastico, conffa... Deixa eu... Sempre quis ser um stand up artist, mesmo. Mas nao tenho jeito pro palco.

Anônimo disse...

Já disse isso aqui e repito.

Se tem uma coisa que extermina de vez e sem piedade com qualquer pretensão de superioridade inata branca, é o fato de que a origem dessa merdalhada toda de progressismo e esquerdismo é 100% alva.

BRANCALEONE disse...

Pois,nois semos mermo uns injênuos...

Culpa de quem?
Nossa!!
Existe uma minoria ruidosa que se posiciona de "intelequetual" e que vem formano o pensamento dos brancos menos ou nada intelequetuais.
São eles que dizem que devemos devolver à África o que nossos bisavós roubaram (e roubaram mesmo, admitamos...) inclusive dando vantagens ilegais aos netos e bisnetos de escravos que andam por aí...
Eles tambem nos fazem sentir culpa pela Cruzadas e que portanto devemos agora receber imigrantes muçulmanos e impor às nossas mulheres a burka, para não ofender (de novo?) a cultura deles...
Aliás, no final das contas, quem diabos venceu as Cruzadas??
Os americanos entraram em trocentas guerras, expoliaram dezenas de países, enricaram e agora, para aplacar a consciência dos imbecis, deve deixar-se invadir por hordas latinas que não tiveram peito ou competencia para entrarem em trocentas guerras e explorar dezenas de países...
Não estou sendo irônico.
Nações explorando nações e cíclico. Sempre existiu e sempre vai existir e daqui uns anos nossos netos e bisnetos estarão imigrando ilegalmente para China, junto com franceses, americanos e inglêses.
Tudo é ciclo.
Quem tiver saco verá...

AF disse...

Excelente post e disse a mais pura verdade sobre os brancos atuais.

Quanto mais os brancos irem nessas coisas como aborto, homossexualismo, cotas raciais, direitos humanos, progressismo, etc., mais a nossa raça vai se ferrar.

O curioso é que no passado os brancos não eram burros e eram muito politicamente incorretos (salvo exceções).

No passado era os negros que eram burros (e os da África continuam em sua maioria sendo, pois há muita coisa ruim lá). Eles já escravizaram entre si, sempre houve confrontos violentos entre tribos negras, eles vendiam escravos, traficaram e escravizaram aqui nas Américas.

O branco do passado se aproveitava da tremenda burrice dos negros que vendiam escravos para ter mão de obra barata e até os negros aqui também se aproveitaram, pois também tinham escravos.

Até perguntei uma vez a um defensor de cotas raciais que se os negros são tão amantes da raça deles assim, por quê é que eles vendiam escravos, escravizaram entre si e faziam muitas coisas ruins entre eles? (e esse defensor, não me respondeu nada =)

Hoje, é o negro que se aproveita da tremenda burrice dos brancos para cobrar dívida histórica, bater, aproveitar para processá-los por qualquer coisinha alegando racismo, etc.

Anônimo disse...

Nao eh nada disso. Os malandros usam essa culpa comp instrumento de poder. So que tem uns idiotas que acreditam. Q nem comunismo...

Anônimo disse...

Com placar de 10 votos a favor e nenhum contrário, os ministros do STF consideraram constitucional o sistema de cotas raciais em universidades públicas e privadas.

A decisão não obriga nenhuma instituição a adotar o sistema. Atualmente, não existe lei que torne as cotas obrigatórias.

O professor Nelson Inocêncio, coordenador do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade de Brasília (UnB), admite:

"É impossível fazer política pública sem considerar a especificidade do povo negro", disse o coordenador.

"Não vai agradar a todos [decisão do STF]. Não se trata de uma questão afetiva. É primordialmente que a população negra seja respeitada", explicou o professor.

Para o docente, as cotas não reduzem as diferenças sociais e econômicas entre negros e brancos, mas possibilita que tal parcela da população chegue a um banco de universidade - coisa que, há alguns anos, era sequer imaginado por muitos negros.

"É preciso [sistema de cotas] até que a gente faça ajustes na sociedade", argumentou Inocêncio.


Comentário Meu.

Quanto à especificidade do povo negro eu concordo em gênero, número e grau. Com um QI médio de 70 na África e algo próximo disso no Brasil, sem o sistema de cotas seria “IMPOSSÍVEL” ao negro chegar à faculdade em igualdade de condições com os brancos.

Quanto aos ajustes na sociedade a coisa fica um pouco mais complicada:

Como é que fica o “ AJUSTE EVOLUTIVO” que vai permitir que os negros passem do QI médio de hoje para algo em torno de 100 ? A defasagem de 200.000 anos de evolução do cérebro humano que os negros tem em relação aos brancos e asiáticos vai ser solucionada com “ Ajustes na Sociedade” ?

Já dizia o Marquês de Condorcet

Sob a mais livre das constituições, um povo ignorante é sempre escravo.

DEXTRA disse...

A couple of points:

1-De fato, os brancos são, em toda parte, inclinados a ajudar aos não brancos e nisto fazem papel de bobos. Traduzi um artigo do Kevin Macdonald a respeito do assunto (aqui: http://dextrahodie.blogspot.com/2011/11/viciados-em-ajudar-aos-nao-brancos-por.html)

2-Eu sou o único não branco que conheço (meu bisavô paterno era negro) que se dedica concretamente a fazer algo pelo bem dos brancos enquanto raça, mesmo que nos limites estreitos de minhas modestas capacidades. Os não brancos em toda parte estão se lixando pros brancos, quando não os odeiam pura e simplesmente -- mesmo sendo beneficitários de todas as benesses do mundo moderno, forjado quase que exclusivamente por estes mesmos brancos.

3-Kevin Macdonald observa que uma das características psicológicas evolutivas centrais das populações brancas é justamente o que constitui uma de suas fraquezas: uma tendência à abertura aos estranhos ao grupo e uma baixa propensão ao etnocentrismo, quando comparados aos outros grupos humanos (veja: What Makes the Western Culture Unique, http://www.toqonline.com/archives/v2n2/TOQv2n2MacDonald.pdf)

4-Apesar disto, é preciso observar que a Morte do Ocidente de que Patrick Buchanan fala em um de seus livros, resultante do influxo maciço de populações não brancas para dentro de suas fronteiras, concomitante à queda da natalidade das populações brancas dos países anfitriões e à perda de sua auto confiança racial e cultural, tem em grande parte um componente de Homicídio e não só de suicídio. Infelizmente, poucos blogueiros e jornalistas na Direita atuante na internete chamam a atenção para o papel imenso que os judeus tiveram e têm neste processo, seja teoricamente, agitando pelo multiculturalismo mais radical, seja partindo pra ações práticas, como ocorreu quando trabalharam para reformar a legislação de imigração dos Estados Unidos, mediante o desastroso Ato de Imigração de 1965, que abriu as comportas do país para a imigração não branca do terceiro mundo (veja: Jewish Involvement in Shaping Immigration Policy, tb de Kevin Macdonald: http://www.kevinmacdonald.net/Immigration.pdf). E isto aqui passa muito longe de alguma teoria conspiratória. Quem diz estar comprometido com a transformação demográfica dos países brancos em imensas rodoviárias multi raciais são eles mesmos, abertamente, pra quem quiser ouvir: veja Uma Observação sobre a História do Anti Semitismo, que, por coincidência, traduzi hoje mesmo: http://dextrahodie.blogspot.com.br/2012/07/uma-observacao-sobre-historia-do-anti.html.

5-Urge que todos nós (brancos ou amigos da raça branca) que nos recusamos a viver só para o próprio estômago e nos preocupamos com o futuro dos povos que nos deram nossa civilização façamos algo de concreto para impedir o desastre em curso. Eu me recuso a ficar choramingando pelo atual estado das coisas, seja numa mesa de bar, seja num blogue. Meus ancestrais brancos eram conquistadores, não crianças. O Islam, o Cristianismo, o Judaísmo e o Comunismo hoje dão as cartas neste planeta e todos eles começaram como movimentos minúsculos, criados por visionários que se propuseram a conquistar o mundo -- e chegaram lá.

A verdade está do nosso lado e também os avanços da tecnologia. Hoje podemos trocar idéias, ter acesso a informações e influenciar pessoas instantaneamente em qualquer canto do planeta. Como Lênin observou, ideias são mais perigosas que armas. As nossas ideias podem nos levar a alcançar nossos objetivos, basta nos propormos a isto. E se vc acha que isto aqui é um delírio e que o zelo missionário de um pequeno grupo marginalizado e perseguido não é capaz de reverter o curso da história e a levar para onde ele bem quiser, dê uma olhada para os comunistas, judeus,cristãos e muçulmanos aí ao seu lado.

Anônimo disse...

O Dextra voltou? é o mesmo do blog veradextra?

DEXTRA disse...

Sim, sou eu.

Precisei bater em retirada da internete em função de certas ameaças que enfrentei ano passado. Mas estas ameaças foram afastadas, ao menos por hora.

Autor desconhecido disse...

''Com placar de 10 votos a favor e nenhum contrário, os ministros do STF consideraram constitucional o sistema de cotas raciais em universidades públicas e privadas.''

Isso é que é a democracia, o povo deveria votar as leis que ele mesmo será submetido, sim esse discurso tá muito mi-mi-mi marxista, mas seria o jeito mais justo e democrático de se viver em uma democracia.
O pior no Brasil é a elite, carniceira e podre, diferente dos EUA de outrora, aqui a meritocracia é somente uma palavra que 70% da população desconhece...

ESPECIFICIDADES do ''povo'' ''negro'' (vira lata híbrido brasiliensis tupiniquins): pagode? procriar? roubar?
ou virar um inocêncio da vida...
até que tem lógica esse cidadón dizer essas coisas, uma cota lava as outras.

Autor desconhecido disse...

''omo é que fica o “ AJUSTE EVOLUTIVO” que vai permitir que os negros passem do QI médio de hoje para algo em torno de 100 ? A defasagem de 200.000 anos de evolução do cérebro humano que os negros tem em relação aos brancos e asiáticos vai ser solucionada com “ Ajustes na Sociedade” ?

Já dizia o Marquês de Condorcet

Sob a mais livre das constituições, um povo ignorante é sempre escravo.''

Exato anônimo,
200 mil anos não é igual a hoje em dia relação aos anos de suuuuceeeessooo do ''raça negra''...

Autor desconhecido disse...

http://www.google.com/url?q=http%3A%2F%2Fwww.bibotu.com%2Fbooks%2F2012%2FTh%2520e%2520Uniqueness%2520of%2520Western%2520Civilization.pdf&sa=D&sntz=1&usg=AFQjCNEbtApIBBKCkUOlkSF9j66D23gf9Q

Encontrei o livro on line do Duchessne
''A singularidade da civilização ociptal''
(parafraseando chaves sempre)

http://alfin2100.blogspot.com.br/

para quem não tem saco de ler o livro todo, tá aí o resumo do blog ''al fin''
(ps.: eu to sem saco, pulei pra partis que interessa)

Autor desconhecido disse...

Dextra,
vc voltou!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
os reptilianos te trouxeram novamente a Terra, disse a eles para atacar o Brazel primeiro né??
Depois Ishrahelsson né?

Seu blog voltou também???

Que alegria saber que vc está vivo...
heeeeeeeeeeeeeeeeeee

Me conta, passou perrengue aqui na terra do perrengue e da lage??

Anônimo disse...

Que bobo...so pq algum judeu fez algo ( e os judeus sao frequentementr vanguarda, pro bem e pro mal) o dextra enxerga consipracao judaica. Se for assim tudo que aconteceu no mundo eh tramoia judaica, pq quase sempre tem algum envolvido. Esse merece zero mesmo.

Anônimo disse...

É disso prá pior.

A recusa do Governo de S. Paulo em adotar a política de cotas nos concursos públicos – a exemplo do que já acontece no Rio de Janeiro, onde o governador Sérgio Cabral adotou a reserva de 20% das vagas para negros com base no Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288/2010) está sendo duramente pelas incontáveis entidades negras.

O Governo do Estado de São Paulo pretende adotar o sistema de inclusão para o funcionalismo público, baseado no Sistema de Pontuação Acrescida, que prevê um bônus na nota de candidatos que se declarem negros, pardos e indígenas.

Nas Universidades paulistas como a Unicamp, o sistema de bônus já é utilizado, o mesmo ocorrendo nas Faculdades de Tecnologia do Estado (Fatecs). O Sistema de Pontuação Acrescida prevê bônus de 3% a estudantes afrodescendentes e de 10% para os oriundos da rede pública. Quanto o estudante se enquadra nos dois critérios o bônus passa a ser de 13% na nota obtida.

Autor desconhecido disse...

''Que bobo...so pq algum judeu fez algo ( e os judeus sao frequentementr vanguarda, pro bem e pro mal) o dextra enxerga consipracao judaica. Se for assim tudo que aconteceu no mundo eh tramoia judaica, pq quase sempre tem algum envolvido. Esse merece zero mesmo.''

Anon,
pode até não ser conspiração, pode, mas que parece... aaaa parece e como.
Existem muitos ''feitos'' judeus que são superinflados por eles mesmos.

DEXTRA disse...

"Anônimo disse...
Que bobo...so pq algum judeu fez algo ( e os judeus sao frequentementr vanguarda, pro bem e pro mal) o dextra enxerga consipracao judaica."


Rsss...É óbvio que sou bobinho e ingênuo. E é óbvio também que OS PRÓPRIOS JUDEUS que dizem com conhecimento de causa que são eles mesmos que dirigem como um negócio familiar tanto o sistema financeiro americano (https://www.google.com.br/#hl=pt-BR&output=search&sclient=psy-ab&q=my+tribe+controls+wall+street+&oq=my+tribe+controls+wall+street+&gs_l=hp.3..0i30.2891.10225.0.13127.30.20.0.0.0.0.1774.5378.5-1j0j1j2.4.0...0.0...1c.7fYaz2Hlq3g&pbx=1&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&fp=1ed72537021affd3&biw=1093&bih=538) quanto a indústria de entretenimento (http://www.latimes.com/news/opinion/commentary/la-oe-stein19-2008dec19,0,4676183.column)e a mídia (http://www.theoccidentalobserver.net/2012/07/manny-friedman-jews-own-a-whole-freaking-country-and-yes-that-includes-the-media/) também estão eles mesmos engajados em uma teoria conspiratória. kkkkkkkk

Vc merece dez cara. Bem informado pacas. :-)

DEXTRA disse...

Mas taí: as vezes a gente atira no que vê acerta no que não vê.

Eu sei que o anônimo suuuper bem informado acima não precisa disto, mas talvez fosse útil pros mortais comuns darem uma espiadinha no que os judeus dizem entre si (e volta e meia deixam escapara para nós goim) a respeito da influência esmagadora que possuem sobre, entre outras coisas, o sistema financeiro, a indústria de entretenimento e a mídia -- COM OS RESULTADOS EXCELENTES QUE TODOS NÓS CONHECEMOS. Os três artigos que linquei acima são sobre isto mesmo. Como estou aqui de bobeira hoje, domingo, vou começar a traduzir os três, a começar do que trata sobre os judeus e Hollywood, que é o mais curtinho.

De bônus, ainda vou traduzir mais outro, sobre o controle judaico sobre a indústria pornográfica (http://www.theoccidentalobserver.net/2012/06/research-on-pornography-and-the-sexualization-of-culture/).

Mas se vc aí tem mais o que fazer na vida, não perca seu tempo com estas coisas. Tire seu domingo pra assistir (e chorar) de novo a Lista de Schindler, ou, ainda melhor, pra reler o Diário de Anne Frank (http://www.ihr.org/jhr/v03/v03p147_Faurisson.html -- aliás, outro grande texto que merece uma tradução e com urgência).

Autor desconhecido disse...

FULANO,
não seja maleducado, responda-me...
aiaiai

Autor desconhecido disse...

Viciados em ajudar não-brancos ou

http://www.google.com/url?q=http%3A%2F%2Fwww.amren.com%2Ffeatures%2F2012%2F07%2Fpathological-altruism%2F&sa=D&sntz=1&usg=AFQjCNEQX5bUUDEAa6sc7JfLTmxk7M04gQ

DEXTRA disse...

Ai, desculpem, mas não resisti.

Já que estamos falando da estupidez dos brancos de hoje, dêem uma espiada nisto aqui:

http://www.dextrahodie.blogspot.com.br/2012/07/mae-uma-vez-aos-13-mae-outra-vez-aos-16.html

Estas crianças poderiam ser baianas e no entanto são inglesas.

O Brasil é mesmo o país do futuro. O Ocidente inteiro vai ficar igual à gente.

Autor desconhecido disse...

http://www.alternativeright.com/main/blogs/euro-centric/political-correctness-as-a-weapon-of-class-war/

como entender a loucura britânica

Anônimo disse...

C'est La Vie

Eu caí de pára-quedas neste blog quando estava procurando um complexo de proteínas chamado MR-X.
Copiei e colei abaixo a propaganda para confirmar a veracidade da minha informação.

MR-X Time Release Protein (1Kg) - Max Titan

Dê sua avaliação

O MR-X da Max Titanium é um suplemento alimentar que foi desenvolvido com uma alta tecnologia que fornece níveis ideais de Proteínas com um alto valor biológico e tem uma ação prolongada...

Marca:Max Titanium

Disponibilidade:

Em estoque
MR-X Time Release Protein (1Kg) - Max Titanium em promoção
De R$ 134,90por R$ 119,90
(Economize: R$ 26,99 20%)
ou em 7X sem juros de R$ 17,13ou à vista com 10% de desconto por R$ 107,91

Voltando ao assunto, gostei do blog, muito parecido com o desaparecido Dextra ( do qual eu era leitor assíduo) exceto em relação às paranóias sobre tramamóias e conspirações sionistas.

E eis que de repente, não mais que de repente, o novo velho Dextra usa este blog para transmitir seu novo endereço aos antigos leitores.

C'est La Vie

Gunnar disse...

Mr X, o homem branco é realmente o grande vilão da humanidade. Devíamos seguir o exemplo da África, onde todos os povos vivem em paz entre si e... ahm, eu quis dizer, dos árabes, onde direitos humanos são uma realidade e... ok, deixa pra lá.

El Misionero Matsuura Junichiro disse...

Brancos escrevem livros chamados "Homens brancos estúpidos" e "Coisas que os brancos gostam", ironizando sua própria cultura e história.

Quero adquirir esses livros para rir um pouco.

Tenho lido livros muito bons, tipo "Meu pai fala cada merda", de Justin Halpern, editora Sextante, e "Ligue o Foda-se e seja feliz", não lembro agora os autores nem a editora. Bem legais, e não eram nada do que eu estava pensando.

SATURNO disse...

acontece que quando os brancos tem ideias raciais eles acabam propondo um elitismo fora do limite, o que exclui a maioria dos brancos, e impede uma resistência reacionária as imposições das elites globais. o elitismo que o nazismo propôs é muito exigente, como se a pessoa já fosse obrigada a ter nascido perfeita. já eu creio na superação individual e não na susposta superiodade genética. por isso tendo ao individualismo.