sexta-feira, 7 de julho de 2017

Estado alterado

O overdose de opiáceos já é a principal causa de morte dos brancos americanos de meia-idade. Não estamos falando aqui de viciados em heroína injetável, mas de pessoas viciadas em pílulas legais contra a dor como a polêmica Oxicontina, receitada por nove entre dez médicos.

Curiosamente, este fenômeno aumentou muito nos últimos dez ou quinze anos, coincidindo com a guerra no Afeganistão, que liberou a produção de papoula, antes proibida pelos talibãs. Mera coincidência, imagino.

Além disso, muitos americanos estão usando algum tipo de droga legal ou ilegal contra a ansiedade, hiperatividade, depressão, ou apenas para se divertir. Até crianças estão sendo cada vez mais "curadas" com drogas. Em especial, garotos com ADHD.

A marihuana já foi legalizada em vários estados. Alguns querem legalizar outras drogas também.

"Droguem-me!", clama o homem moderno.

Quem não fuma nem toma pílulas, procura se embebedar até cair. O alcoolismo também aumentou, em especial entre os jovens e as mulheres.

É um mundo de drogados.

Mas não só existem as drogas injetáveis, bebíveis ou fumáveis. A televisão, a Internet e os telefones celulares também podem ser considerados uma forma de dependência, causando vários dos mesmos problemas. As mídias sociais em especial estão relacionadas com o aumento da ansiedade e da depressão.

A mídia é literalmente uma droga, com a diferença que é impossível escapar dela - mesmo que você não tenha televisão em casa, muitos lugares públicos não esquecem de fornecer uma grande tela de tevê. E quem é que não tem um "telefone inteligente" nestes dias?

Talvez haja uma forma de escape, mas não tenho certeza.

E por que não? Às vezes dá um desânimo com tudo. Eu mesmo às vezes me sinto tão cansado!

Se as pessoas querem escapar a realidade, talvez seja por que a realidade não parece ter muito para oferecer. Conforme disse um comentarista aqui:

Estamos continuamente indo em uma espiral descendente. E vivendo em tempo emprestado. Em certas épocas, quando os mundos externos de um determinado povo eram ruins, sua condição mental era muito melhor. O Mundo Interno dessas pessoas manteve o conhecimento e a sabedoria, independentemente daquilo de fora.
No Ocidente em geral, o tecido social está rasgado e desgastado, a economia é instável e manipulada em benefício de uma minoria extrema, e as pessoas estão constantemente sendo reduzidas ao status de formigas. Manadas sem identidade de grupo, constantemente bombardeadas por imundície e propaganda projetada para enfraquecê-las e criar disfuncionalidade. 
A parte mais pessimista da cultura e da sociedade contemporânea não é o mundo material, mas o estado do Mundo Interior do povo do Ocidente. Vivemos em um mundo de ficção científica, com a maioria das pessoas "conectadas" em uma "rede" que produz reforço, estima, valor e validade. Você é o apenas o que os outros julgam ser. A verdadeira individualidade hoje é rara.  
As piores são as mulheres do Ocidente, totalmente "direcionadas para os outros", sobre o que vestir, como agir, conversar, etc. 
Ser livre - em mente e espírito, e falar a verdade simples, hoje, é um ato revolucionário e radical, cheio de riscos e consequências.
Mas como fazer para recuperar esta serenidade e esta liberdade perdidas? É possível?

Ou seria o contrário, será que justamente o excesso de liberdade é o problema, que o homem clama mais do que tudo por ordem, por controle, por submissão a um universo hierárquico e sem tantas opções?

Por que o homem moderno, que alcançou tanto conforto e tantas riquezas materiais, parece estar tão desesperado?

Por que não é feliz nem individualmente nem coletivamente e está cometendo suicídio demográfico e cultural?

Será que Roger Scruton estava certo ao apontar o "fim da beleza" no dia a dia como parte do problema? Ou isto é só conseqüência?

Ou será que é parte essencial da condição humana, e sempre foi assim, a única novidade sendo a maior opção de drogas em oferta?

Ou seria alguma outra coisa?

O que será que está acontecendo????

O que, Senhor, o quê??????


10 comentários:

Anônimo disse...

O que está acontecendo é a volta de Nosso Senhor Jesus Cristo, que se aproxima. Ele morreu, ressuscitou, subiu aos céus e virá julgar os vivos e os mortos. Até a vovó católica da esquina sabe disso.

Mr X disse...

É bem possível, dado tudo o que acontece:

http://www.revistaforum.com.br/2017/07/06/policia-invade-orgia-gay-regada-drogas-de-padres-vaticano/

https://www.ilfattoquotidiano.it/2017/07/05/vaticano-festino-gay-con-droga-per-il-segretario-del-cardinale-coccopalmerio-nuova-grana-per-papa-francesco/3708967/

Mas engraçado que "orgia gay" acontece toda hora em público nas paradas gays e qualquer manifestação LGBT, aqui é a primeira vez que vejo um evento desses noticiado com tom de censura. Bem os gays infiltraram a Igreja faz muito tempo, e o Papa Francisco não quer casamento gay também? Que se divirta.

Mr X disse...

Os imigrantes eritreanos na Látvia estão tristes. Ganham apenas 100 euros por mês do contribuinte, enquanto seus colegas na Alemanha ganham 400 por mês mais um apartamento. Vamos ajudá-los! Façamos uma campanha na mídia social para que o governo lhes dê mais dinheiro e também algumas putinhas brancas!!

http://www.bbc.com/news/world-europe-40479224

http://cdn.foxsports.com.br/sites/foxsports-br/files/img/notes/materia/620x465/Mario-Balotelli-chorando-640x480-GettyImages.jpg

Sabedorzzini disse...

''Mas engraçado que "orgia gay" acontece toda hora em público nas paradas gays e qualquer manifestação LGBT, aqui é a primeira vez que vejo um evento desses noticiado com tom de censura. Bem os gays infiltraram a Igreja faz muito tempo, e o Papa Francisco não quer casamento gay também? Que se divirta.''

Se o papinha queer casamento gay ou não, isso não diz respeito a quem está diretamente interessado nisso.

Eu acho que essa relação entre igreja e homos é muito mais antiga do que a per-versão conservadora nos diz.

Sabedorzzini disse...

She
Me carfundi
Mas to preguiça de consertar
Entenderam.

Silvio disse...

Ou seria o contrário, será que justamente o excesso de liberdade é o problema, que o homem clama mais do que tudo por ordem, por controle, por submissão a um universo hierárquico e sem tantas opções?

É exatamente isso. Não lembro o autor da frase, mas “a liberdade, para valer a pena, precisa ser limitada”. Do contrário, ela apenas serve para proporcionar fugazes e ilusórias sensações inebriadoras da mente (como no consumo de entorpecentes). Mas cujos efeitos a longo prazo são nossos velhos conhecidos: fadiga, degradação física, desânimo de viver.

Mas engraçado que "orgia gay" acontece toda hora em público nas paradas gays

Mister, tem uma hora que a gente cansa de fazer repreensão à conduta de queimadores de rosca. É como naquela fábula do sapo e o escorpião, eles estão “apenas” seguindo os ditames de sua natureza perversa e degenerada.

Assista, muito recomendável: http://www.youtube.com/watch?v=-3Mtgj5R2Qk

AF disse...

Algo curioso sobre a liberação das drogas é o quanto a mídia adora falar sobre o uso medicinal da maconha e o quanto os progressistas adoram usar isso como argumento para legalizar a maconha.

Eles não tocam que o fato da maconha ter uma substância que pode ser usada para uso medicinal não implica que ela seja boa e que deva ser legalizada para as pessoas fumarem. Como disse o Bear Grylls em um episódio que não me lembro qual: 'Tudo na natureza tem o seu lado bom e seu lado ruim".

Será que eles nem se deram o trabalho de ler um artigo que mostra o que acontece com o cérebro quando uma pessoa fuma maconha não??

A maconha pode ter sim substâncias que podem ser usadas para o bem, mas não implica que a maconha também não tenha substâncias que podem ser usadas para o mal quando uma pessoa fuma.

O mesmo até se dá com outras coisas na natureza, como por exemplo a radiação, que é extremamente nociva ao ser humano, mas não implica que ela não pode ser usada para o bem, como por exemplo na medicina, no combate a tumores ou para a geração de energia e nem por isso vou sair protestando por aí pelo direito de me contaminar com radiação.

Aqui no Brasil tem uma árvore conhecida como 'Espinheira Santa' com folhas cheias de espinhos que podem cortar e até furar um olho e fazer mal se ingerida em excesso, mas ela também pode ser usada para o bem e tratar doenças.

Até mesmo, recentemente estão fazendo pesquisas com o veneno do escorpião para tratar o câncer com eles.

Mas esses burros progressistas branquelos que dizem não serem manipulados pela mídia não se tocam nesse fato.

Mr X disse...

Não acho que a maconha faça (muito) mal à saúde. Mas tendo a não gostar de maconheiros. Parecem meio estúpidos e em geral esquerdistas, mas não sei se é causa ou consequência.

direita disse...

Nao ha tal coisa como casamento gay. tu sabe muito bem que os gays sao usados para atacar a moral ocidental e suas tradiçoes-sendo o casamento uma delas . A causa gay nao é realmente sobre os gays ,mas sobre subverter as premissas sob qual uma civilizacao foi construida. O mesmo vale pro feminismo,anti "racismo", vitimismo , liberaçao sexual e das drogas, etc

CENSURADO AGAIN disse...

12 de julho de 2017 01:25

SIM AO LONGO DA HISTORIA NUNCA HOUVE NADA COMO O QUE SE VE EM ATHENAS HAVIA COISAS NOS GINASIOS MAS HAVIA ESPOSAS OFICIAIS TRANCAFIADAS EM CASA O OVULO ERA MAIS BEM GUARDADO QUE NO MUNDO ISLAMICO DA BURCA