sábado, 28 de maio de 2016

O fim do futuro

A nova moda entre alguns brancos ocidentais é se fantasiar e agir como cachorro. Não, não estou brincando, é isso mesmo.

E isto ainda não é tudo, existe também a subcultura dos "furries", que são pessoas que se vestem como animais e outras figuras de desenho animado, revelando que a infantilização e/ou imbecilização do homem contemporâneo atingiu níveis alarmantes.

Enquanto isso, os tipos de identidades baseadas em preferências sexuais aumenta mais e mais. Além dos transexuais e dos homossexuais, agora algumas pessoas se declaram "assexuadas", outras "demissexuais" e outras ainda "pansexuais", que ainda não descobri o que significa. Fazem sexo com tudo? "Let's fuck anything that moves!", como diria o saudoso Dennis Hopper.

Este identitarismo absurdo não se limita a aspectos sexuais, é claro, mas o sexo parece ser uma grande parte disso.

O que estaria acontecendo? Tenho para mim que o individualismo extremo é que nos levou a esta situação.

O europeu sempre foi o povo que mais desenvolveu o individualismo, pode ver que a maioria dos outros povos, de asiáticos a muçulmanos, dão maior ênfase à coletividade. Os muçulmanos chegam a matar as próprios filhas por questões de "honra" - isto é, a forma como são vistos pelos outros. 

O individualismo é importante, mas também é importante ter um sentido do coletivo, e isto o homem europeu parece ter perdido. Não acredita mais em nada.

Nacionalismo, religiões, tradição, cultura são o que dão unidade a um povo. Uma conexão com o passado e uma ponte para o futuro. Sem isso, o individualismo não passa de um acúmulo de experiências aleatórias.

Isto se vê também no aumento incrível do número de pessoas tatuadas, aparentemente com a ideia de "expressar sua individualidade". Curiosamente, ficam todas parecidas entre si.

Poderíamos dizer que o progressismo secular hoje é que é a religião do homem branco europeu. Sim, mas é um péssimo substituto, pois o progressismo não tem regras fixas, não tem tradições, não tem sequer uma moral ou uma lógica. Está sempre mudando de acordo com as conveniências do momento.

Pense que anos atrás sequer se falava em "casamento gay". Agora que tal batalha foi vencida, o escândalo é pelo uso de banheiros por transsexuais, algo que jamais tinha despertado o interesse de ninguém, nem mesmo dos próprios travestis.

E a defesa do trabalhador? Anos atrás, o esquerdista vivia reclamando das grandes empresas e dos empresários bilionários que oprimiam o proletariado. Hoje esqueceu os trabalhadores e adora as grandes empresas como Google, Apple e Facebook que apoiam causas progressistas como imigração e casamento gay.

Como pode um povo basear sua identidade em uma religião maluca dessas, que está toda hora mudando? Até o marxismo soviético tinha mais lógica. Os progressistas atuais não passam de niilistas.

Pior que a maioria parece nem se dar conta disso, vivem sem pensar que o que defendiam há dez anos atrás é completamente diferente do que defendem hoje.

Não vejo como possa-se mudar isso no momento, porém se há uma constante na humanidade é que as coisas raramente permanecem como estão.

O progressismo um dia vai ruir como o castelo de cartas que sempre foi. Não sei o que virá no lugar, pode ser pior, pode ser melhor, mas ao menos será diferente.

O pêndulo da História nunca pára.

Acordem-me quando tudo isto acabar. 

Imagem emblemática do homo canis europeensis

42 comentários:

Sabedor disse...

Você esta devendo um post sobre a participação judaica em tudo isso.

AF disse...

"existe também a subcultura dos "furries""

Sabe de nada, inocente: conheça o infantilismo - a nova moda de adultos que se vestem como bebês, usam fraldas, chocalho, gostam de ser tratados como um e ainda por cima costumam gostar de apanhar dos outros (viewer discretion is advised): http://bebetubarao.blogspot.com.br/2016/02/fotos-fim-de-semana-baby-bdsm.html

Anônimo disse...

E para complementar:

"European Union will Ban Hate Speech on Video Sharing Sites"

http://forum.nationstates.net/viewtopic.php?t=379493&f=20&view=unread#unread

Quem falar mal dos cachorrossexuais leva ban

Viva a União das Repúblicas Socialistas Europeias!

Sabedor disse...

Eu não vejo nenhum mal em irreverência, bom humor, claro que sem ser de mal gosto. O problema começa quando o que era ser uma brincadeira boba se transforma em um estilo de vida que é vivenciado todos os dias, se tornando uma de suas identidades pessoais mais importantes. Apesar de não ter nada a ver com aquilo que as pessoas fazem ou deixam de fazer, em suas vidas pessoais, e em especial quando não oferece perigo a pessoas predominantemente inocentes, eu fico pensando como que esta nova identidade pode estar reverberando nas crenças e atitudes desses aí. Médico e louco todo mundo é um pouco.

Mr X disse...

sim. Acho que o problema nao sao esses comportamentos em si, se nao sua celebracao, e tambem a falta de um sentido do coletivo.

A sociedade pode ser ruim para muitas coisajs, mas acho que o individualismo extremo tambem leva a um beco sem saída.

Só um palpite.

Silvio disse...

"O progressismo um dia vai ruir como o castelo de cartas que sempre foi."

Mister, é intrigante. O esquerdismo tem milhõe$ em financiamento, mídia aliada, verdadeiros bunkers nas universidades, vem conseguindo vitórias fragorosas. Mas a rejeição das "massas" a sua agenda ainda é muito grande, imensa. Isso porque eles são o lado que tem obsessão por gratificação imediata (promiscuidade, drogas - o que pode levar à autodestruição), carpe diem (não casam, não reproduzem) e rebelião constante contra toda autoridade (o que fatalmente leva a dispersões, rixas e ferozes brigas internas). Já o lado oposto apoia-se em ideias como comedimento, "crescei e multiplicai-vos", obediência, "espalhai esta palavra a toda criatura", repassar seus valores às gerações seguintes, etc. E olhe que nem tenho adesão automática a todos os pontos do que se chama direita ou tradicionalismo (sequer sou religioso). Mas é como vc disse: isso não passa de capricho individualista, conta muito pouco, quase nada, no grande esquema geral dos acontecimentos. Tem que ser muito tapado para não perceber a assimetria dessa guerra. O nosso lado tem todas as armas para vencer e permanecer a longo prazo, que é o que de fato acontece. As atuais metas subversivas fazem muito barulho, mas são intrinsecamente incapazes de conquistar algo que possa se chamar de definitivo, perene. A sociedade que sempre existiu foi a "burguesa", hipócrita, hierarquizada, cheia de vícios, defeitos e injustiças. As tais minorias devem sua própria existência mundana a essa estrutura. E ninguém deve porra nenhuma às minorias. Em todas as épocas a maioria esmagadora da população sempre acabou optando por se submeter a um "ideal maior". Não por acaso um livro de grande sucesso atualmente é intitulado "Submissão" (referência à palavra "islã"). E aí chegamos a esse magnífico paradoxo: a maioria da população encontra o tal “sentido da vida” submetendo-se a algo que está além da vida. Descobre o auge da liberdade numa série de restrições. O que vai na contramão do progressismo e sua estúpida ideologia de "queremos tudo, queremos agora, dane-se a moral, viva a desconstrução, meu Deus é minha vontade..."

Algumas citações:

"Se Roma existe, é por seus homens e seus hábitos." (Quinto Ênio, 239-169)

"O gosto da liberdade, a moda e o culto da felicidade do maior número, de que o século dezenove se apaixonou, não passavam a seus olhos duma heresia que há de passar como as outras; mas ao cabo de matar muitas almas, tal como a peste mata muitos corpos enquanto reina numa região." (Stendhal, 'A Cartuxa de Parma', 1839)

"Houve um tempo em que a Igreja estabelecida poderia ter caído e a Casa dos Lordes quase caiu. Foi porque os radicais eram suficientemente sábios e constantes e consistentes; foi porque os radicais eram suficientemente sábios a ponto de serem conservadores. Mas na atmosfera atual não há tempo e tradição suficientes no radicalismo para derrubar o que quer que seja. [...] Ele é mantido sob controle com literatura revolucionária. E acalmado e mantido em seu lugar por meio de uma constante sucessão de filosofias insensatas. Ele é marxista num dia, nietzcheano no outro, superhomem (provavelmente) no dia seguinte e escravo todos os dias. [...] Nenhum ideal continuará por um tempo longo o suficiente para ser concretizado, mesmo que seja de modo parcial. O jovem moderno nunca mudará o ambiente; ele sempre mudará a mente." (G.K. Chesterton, 'Ortodoxia', 1908)

White Nationalist disse...

A raça branca é tão unida quanto água e óleo. Os brancos são, em sua maioria, pessoas fúteis que só se preocupam com seus bens materiais. São capazes de irem em protestos a favor dos gays, contra racismo, etc., mas não fazem o mesmo pela sua raça.

E temos ditos brancos nacionalistas que usam o anonimato da NET apenas para espalhar seu enorme ego. Esses mesmos que vivem em seus condomínios blindados e consideram seus semelhantes de raça em inferiores condições socioeconômicas como sendo "párias", fracassados, etc.

E temos também as famosas divisões e pseudociência dentre os brancos. EX:
-Brancos Canadenses/Americanos não aceitam brancos da América Latina.

-Brancos Sudestinos e Sulistas não aceitam brancos do Norte e Nordeste.

-Norte Europeus se acham mais brancos que Europeus do Sul e Leste. Algo irônico, pois as regiões mais puras da Europa não ficam no Norte.

O próprio direita comete essas estupidez. Chegou com as baboseiras de alpinos e borrebys serem mestiços de branco com mongoloide. Acredita numa fantasia de um Império Romano liderado por Nórdicos. Não entende que cabelos e olhos claros não são exclusividade da sub-raça Nórdica.

Sabedor disse...

White nationalist,
Concordo totalmente.
Eu que nem branco (crivo direita de pureza ariana) sou, vejo como que "os mais branquinhos" podem ser bem trouxas. Supostamente esperaríamos que os "mais burros" mediante critérios psicométricos que fossem mais vulneráveis a grosseiras manipulações semânticas, so que não sabe...porque são justamente os "mais" inteligentOs que estão bem mais suscetíveis de serem afetados por toda esta baboseira de quinta categoria.

Como eu tenho alertado já faz um tempo. Religiões pagãs ou pseudo, cristianismo, qualquer culto sequestra os seus adoradores para que passem a adorá-lo ao invés de principiarem por si mesmos.

Existe algo de errado com as inteligências de uma gorda fração de eurocaucasianos seja para o lado da direita ou da esquerda de maneira que o melhor que poderíamos fazer seria de primar pela qualidade cultural e mental ao invés da torre de babel de fantasias que um monte de brancos são vulneráveis/burros de confundirem com a realidade.

CENSURADO AGAIN disse...

ISSO É BESTIALIZAÇÃO KALERGICA UNS TRANSFORMAM EM GORILAS OUTROS EM CÃES E TENHO DITO

Matheus Carvalho disse...

Tem os otherkin tambem. Eles acham que sao bichos na maioria das vezes, mas podem ser dragoes, computadores e ate personagens, como volverine. E levam bem a serio.

Anônimo disse...

Que coisa mais estranha, mas pelo menos são inofensivos e por isso nada preocupante.

sabedor disse...

Até aparecerem aqueles que pensam que são leões famintos, vespas parasitas, cobradores de impostos, advogados, juízes de futebol, etc etc

sabedor disse...

Tem os pagodeiros também..

Anônimo disse...

"O europeu sempre foi o povo que mais desenvolveu o individualismo, pode ver que a maioria dos outros povos,"

Mentira!
Europeus ,como as leis anti miscigenaćao , pro segregacao , culto a raça , e a historia nos mostra, sempre foram coletivistas .

Esse individualismo é recente e advem das maquinacoes e ideologias que os judeus criaram para enfraquecer o homem branco.

Direita disse...

"Brancos Sudestinos e Sulistas não aceitam brancos do Norte e Nordeste"

não há tal coisa como "branco "nordestino. o povo do norte e nordeste do Brasil é extremamente miscigenado ,e mesmo os mais fenotipicamente brancos tem antepassados rece tes não brancos.

Direita disse...

"Norte Europeus se acham mais brancos que Europeus do Sul e Leste. Algo irônico, pois as regiões mais puras da Europa não ficam no Norte."

Os genes não brancos no norte Europeu é mais disperso, enquanto no sul é mais concentrado. É por isso que há bem mais fenotipos mestiços no sul do que no norte .

A pureza do sul se deve ,Basicamente ,a franceses ,Espanhois e certas regiões italianas .

Os Europeus mais puros são ,de longe , os das ilhas britânicas ,os Alemães e os belgas .

direita disse...

"Chegou com as baboseiras de alpinos e borrebys serem mestiços de branco com mongoloide. Acredita numa fantasia de um Império Romano liderado por Nórdicos. Não entende que cabelos e olhos claros não são exclusividade da sub-raça Nórdica."



Não disse que alpinos são mestiços ,disse que o fenotipo chamado Alpinoide e borreby é o resultado da mescla entre brancos e mongoloides. Isso é um fato !Qualquer um com o minimo de conhecimento de antropometria constata essa relaçao.

Os romanos não eram mediterrãnicos . todas as descriçoes , pinturas e estatuas sobre os romanos ,do seu inicio ao apogeu , relacionam-os com pessoas de raça nordica.

o fenotipo conhecido como nordico é adivindo do haplogrupo I e R1A . O R1b comum aos italianos atuais não produz o fenotipo nordico . se há outras subraças com caracteristicas nordicas isso deve-se a esses descenderem de dessa subraça.os eslavos,por exemplo, possuem olhos e cabelos claros por descenderem da raça nordica .

Sabedor disse...

''Não disse que alpinos são mestiços ,disse que o fenotipo chamado Alpinoide e borreby é o resultado da mescla entre brancos e mongoloides. Isso é um fato !Qualquer um com o minimo de conhecimento de antropometria constata essa relaçao.''

Mas foi comprovado via genética*

White Nationalist disse...

direita, nem nórdico você é e mesmo assim fica falando essas baboseiras. Não leve para o pessoal e nem tenho nenhuma intenção em te atacar, mas sempre me faço a seguinte pergunta: "Por que a maioria dos nordicistas nem nòrdicos são"?

Em primeiro lugar, nórdicos são/sempre foram uma minoria. Achar que eles fundaram e dominaram todas as civilizações é viver num mundo de fantasia.

Isto são nórdicos:
http://media.aws.iaaf.org/media/LargeL/5fa3f964-ab0f-425a-a168-b4519462a70e.jpg?v=941972362

http://oi62.tinypic.com/23gydky.jpg
PELA MILÉSIMA VEZ: OLHOS E CABELOS CLAROS NÃO SÃO UMA CARACTERÍSTICA EXCLUSIVA DOS NÓRDICOS. Essas pessoas que postei, mesmo com olhos/cabelos escuros, ainda assim seria nórdicas.


Olhos e cabelos claros sempre foram uma minoria no Sul Europeu antes de qualquer invasão Germânica.

Não existem brancos nordestinos/sulistas? Quanta ignorância!!! Eu mesmo tenho uma avó que nasceu em Pernambuco, o estado mais branco do Nordeste, e têm um bom número de WN nessas regiões. Você está sendo extremamente prepotente ao dizer que todos de lá são mestiços. Não é muito diferente de pessoas dizendo que todos do México para baixo são mestiços. Não é muito diferente de quem diz que todos no Brasil são mestiços.

Sobre os Alpinos/Borrebys: não são mesclas de brancos e mongoloides. Terem algumas características similares não implica miscigenação. Aborígenes Australianos e Subsaarianos possuem características similares sem estarem relacionados, convergência evolutiva.

Pela sua lógica brancos de cabelo liso e grosso são mestiços com mongoloide.

Os Romanos eram MED, alpinos e dináricos gostando ou não. Descrições de cabelos e olhos claros e pseudociência não prova nada. As estátuas Romanas possuem cabelo, estrutura craniana e feições Sul Europeias.

http://i1239.photobucket.com/albums/ff509/Aurelian147/emps.png

Os poucos Nórdicos eram Germânicos mercenários contratados pelos Romanos, como ofamoso Arminius/Hermann.

Os Romanos sempre mencionaram a diferença física deles em relação aos bárbaros germânicos. O que seria algo sem sentido se suas elites tivessem sido nórdicas.

White Nationalist disse...

Os nordicistas não são muito diferentes dos afrocentristas. Os nordicistas acreditam que a sub-raça nórdica criou todas as antigas civilizações e devido a miscigenação com raças escuras os nórdicos foram extintos e esses impérios declinaram.

Os afrocentristas acreditam que os negros criaram todas as civilizações do globo. Para eles os Gregos e Romanos roubaram tecnologia, filosofia, etc. dos negros egípcios. Eles até se dizem que os negros fundaram a civilização chinesa. Falam sobre Samurais negros.

White Nationalist disse...

direita, esqueceu de mencionar os Bascos e Sardenhos como um dos povos mais puros da Europa.

White Nationalist disse...

Eu quis dizer nortistas, não sulistas. Viajei na maionese.

Matheus Carvalho disse...

Direita, o rei dos trolls.

Sabedor disse...

O X é 98% branco,

mas aqueles 2% negro-ameríndio....

Sabedor disse...

http://www.rawstory.com/wp-content/uploads/2016/03/Andrew_Anglin-800x430.jpg

Só porque parece com o Smeagle,

não é branco,

sei

O pessoal AINDA não entendeu a frase

''raça é um contínuo''

Anglin pode até estar longe do epicentro antropométrico da raça branca, mas isso não o faz mecanicamente um não-branco. O compare com aquele Paul Joseph Watson. Vc não está comparando graus de brancura mas de beleza.

Se for parar pra pensar então apenas as modelos fotográficas brancas que seriam brancas.

e mesmo se ele for ''um pouco mestiço'',

ele não olha negro,
não olha ameríndio, não olha árabe ou caucasiano não-europeu,
não olha polinésio nem oriental,

nem super mestiço ele olha,

e o principal,
além de não olhar ainda por cima defende ''a raça branca'',

eu prefiro ele do que a maioria dos esquerdos puro-sangue,

vc chega ao absurdo de negar a brancura dos finlandeses,

isso mostra que idealiza por demasia a ideia de pureza racial.

novamente, existem brancos que OLHAM mais mestiço, mas lembre-se que isso não os torna menos brancos até porque foi ''o branco que veio primeiro'', se muitos mestiços olham branco justamente por causa da maior ascendência caucasiana, então não é pra inverter as ordens dos fatores.

Você sabia que um monte de sul africanos brancos podem ter alguma ascendência negra**

aliás, é muito tolo dizer isso, se toda população humana deriva de outras populações, no final, faz um pouco de sentido a máxima esquerda, somos todos africanos, somos todos todos, não está errado, mas não está completo, pois somos todos humanos, de fato, e portanto, as raças mais avançadas são diretamente originadas das mais arcaicas.

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/d0/ba/f9/d0baf9319d078bb2c66fad81a7b65383.jpg

branca por causa da estrutura facial**

Os brancos derivam de asiáticos e de negros, são a raça mais recente e mais avançada, era de se esperar que muitos brancos apresentassem alguns aspectos mais negroides ou mais mongoloides e não há nada de errado com isso se é lógico.

Este nível supremo de brancura que está buscando é quase impossível e até danoso para a raça, diga-se, qualquer raça.

Claro que não estou sorrateiramente tentando com isso legitimar o genocídio que está acontecendo com os euro-caucasianos.

Vigor híbrido é justamente de pegar alguns traços ''vantajosos'' de outros grupos, mas sem denegrir o seu epicentro antropométrico ou biológico.






http://3.bp.blogspot.com/-odI60kNk3vM/VeJRgbThzuI/AAAAAAAABI0/2JQHCEgANMo/s1600/andrew_anglin_the_punk.jpg

ele fica feio de qualquer jeito, coitado

disse que não iria mais comentar os seus comentários mas é difícil

Os brancos e em especial os meds e os nords são dos mais gracilizados, proxy para bonitos, dentre os seres humanos. Se um grupo de chineses gracilizados passarem a se casar apenas entre si, é provável que segregarão essas características e dentro de um tempo passarão a olhar menos mongoloide e mais próximo da raça caucasiana, em especial dos dois tipos meds e nords. Mediterrâneos e nórdicos exibem muitas semelhanças antropométricas enquanto que os alpinos por terem como marca uma menor depigmentação se comparada com a dos nords e maior braquicefalia, foi, creio eu, erroneamente descritos como ''mesclados com mongoloides''.

Raça é uma construção biológica causada por pressões sociais/seletivas de longo prazo e também pode ser entendida como o produto de uma construção social e circunstancial (por exemplo, segregação geográfica, que era extremamente comum no passado pré histórico, mediante a dificuldade de deslocamento se comparado com hoje em dia).

Parece até lógico pensar que quanto mais fácil é o deslocamento humano mais mesclado serão as populações, em contraposição ao passado que era por razões lógicas muito mais segregado geograficamente do que hoje em dia. No mais, existem meios de se adaptar a este mundo globalizante.

White Nationalist disse...

O direita não é troll. Ele apenas acredita em obras pseudociências e com uma agenda nordicista.

Sabedor disse...

Sobre o Império Romano, mais se parece com uma mistura de México com EUA, isto é, vc tem uma população ''nativa'' ou que está a mais tempo nas terras gregas e italianas, que tendem a ser mais ''escuras'' ou menos aloiradas e brancas que a população nórdica. Aí um grupo de invasores mais enérgicos/ambiciosos chegam do norte, invadem a região, dominam os locais que são sedentários e passam a produzir a sua sociedade, provavelmente roubam ou ''se aproprima culturalmente'' de suas realizações culturais e passam a partir disso a criarem o seu próprio legado, claro, modo de dizer. Aí no início essa população de dominadores/elites é mais subracialmente pura ou diferenciada e ao longo do tempo vão se misturando, porque ao invés de espalharem os seus genes pela população, assim como também aumentando o seu caráter, e consequentemente reduzindo os seus privilégios, acabam se segregando de início e depois gerando ''inveja'', justa, diga-se, dos seus subalternos. A partir disso, eles vão se misturando e diluindo o seu sangue até comporem uma população mais mista. No entanto, qual era o percentual de patrícios romanos em relação à população total** ou dos primeiros gregos, depois da civilização cretense, e esta, foi uma civilização construída pelos locais que eram provável ou supostamente de mediterrâneos***

os patrícios romanos também vieram do norte e eram mais claros que os locais*

Perceba que os gregos modernos também exibem esta composição etno-social, em que as elites tendem a olhar mais brancas, com uma maior proporção de olhos claros e feições tipicamente europeias.

Tem alguns trechos históricos em que se mostra que os romanos, ao menos já no final do Império, ou caminhando pra este fim, se diferenciavam dos celtas e outros ''bárbaros'', muito claramente, a ponto das mulheres ricas copiarem a cor de cabelo das ''bárbaras''.

Sobre as estátuas, acho que o fator ''técnica'' também pode estar tendo um papel aí, porque a maioria dos escultores tendem a copiar técnicas anteriores e portanto, moldes anteriores.

Muitos rostos ''nórdicos'' também olham mediterrâneo gracilizado. Enfim, é meio complicado por agora e em especial pra mim afirmar qualquer coisa, melhor apenas especular, ;

Sabedor disse...

http://3.bp.blogspot.com/-pgQciiDE2Zk/UXSDcV9zIfI/AAAAAAAAANs/CFDcw03XFTA/s1600/rony.jpg

Oi primo!

http://www.rawstory.com/wp-content/uploads/2016/03/Andrew_Anglin-800x430.jpg


Emma Watson é branca*

White Nationalist disse...

Vejam um híbrido de Japonês e Espanhol que se passa por branco pela maioria da população mundial:
http://media.gettyimages.com/photos/actor-yu-shirota-attends-the-premiere-of-cinderella-at-roppongi-hills-picture-id468898014

Ele tinha uma aparência mais mongolizada na infância:
http://img1.ak.crunchyroll.com/i/spire4/04172008/6/1/a/e/61ae5402fb1470_full.jpg



White Nationalist disse...

Os cretenses eram claramente mediterrâneos:
https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/6/6d/Knossos_fresco_women.jpg

O cabelo loiro era inicialmente visto como um sinal de prostituição, ou seja, as prostitutas tinham que pintar o cabelo de loiro ou usar perucas. Apenas com a entrada de escravas germânicas é que esse estigma começou a se dissipar.

Italianthro: Hair Dye and Wigs in Ancient Rome

Mulheres Romanas começaram a colorir o cabelo de loiro:
http://www.romeacrosseurope.com/wp-content/uploads/2015/10/tumblr_static.jpg

Mas é claro que elas desprezavam as germânicas. As Romanas tinham classe, e as Germânicas eram mulheres primitivas:
https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/2d/3d/7a/2d3d7a41b36658a70e0fff89eb5a3fba.jpg

Sério, tenho um grande respeito e admiração pelos nórdicos, mas duvido que alguém iria querer ser Germânico na época dos Romanos. Vivem de forma primitiva em um ambiente climaticamente não muito acolhedor não é para qualquer um.

Roma:
http://www.twilighthistories.com/wp-content/uploads/2012/02/Ancient_Rome_Rob_Cain.jpg

vs

Germania:
http://t13.deviantart.net/9_diJ3B58Fn8AndI2aUcE75pcKc=/300x200/filters:fixed_height(100,100):origin()/pre07/6fab/th/pre/i/2015/212/f/0/germanic_village_by_arminius1871-d93mpmd.jpg

Reconstrução facial de Julius Cesar:
https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/ab/a5/74/aba5741611341b87214148e9c425cc19.jpg

Nossa! Ele parece tão...italiano

Ele deveria se parecer com o Dolph Lundgren:
http://dolleyhulk.files.wordpress.com/2009/02/20060603072737-he-man.jpg






Sabedor disse...

Vi um documentário faz algum tempo justamente atacando esta visão romanocentrista, digamos assim, em que mostra que ao contrário do aspecto predominantemente primitivo, muitos ou alguns povos que habitavam as regiões mais ao norte do império como os celtas eram ate bem civilizados e se bobear bem mais que os próprios romanos. Os romanos são equivalentes aos americanos de hoje em dia. Não vejo muita civilidade na historia romana pelo contrário pois foi um império belicamente expansionista, copiou muito da Grécia antiga e cheio de desigualdades sociais sabe, dessas que hoje em dia vemos justamente em países como Brasil México ou Venezuela.

Muitos povos dentre eles os celtas foram escravizados e dizimados pelos romanos. Os trácios antigos habitantes da Romênia se o nome não estiver errado.

Civilização em termos estruturais??

Roma foi sem dúvida

Em termos comportamentais??

No seu auge talvez se equipare aos EUA e claro, nem um pouco civilizado das fronteiras pra fora.

Sabedor disse...

''Os cretenses eram claramente mediterrâneos''

Também ouvi falar sobre os etruscos.

Sabedor disse...

''http://media.gettyimages.com/photos/actor-yu-shirota-attends-the-premiere-of-cinderella-at-roppongi-hills-picture-id468898014''

Parece argentino, eu acho que os argentinos caucasianizados tem boa aparência, tendem a ter, bem mais que os macaqitos daqui, claro, sem generalizar.


https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/2d/3d/7a/2d3d7a41b36658a70e0fff89eb5a3fba.jpg

NÃO FALE MAL DA GABRIELE!!!!! Ela tem muita classe tá**

ALIÁS, QUEM ENCONTRAR PRIMEIRO VÍDEOS DA SÉRIE SHENA ME AVISE.


https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/ab/a5/74/aba5741611341b87214148e9c425cc19.jpg

aqui ele está olhando bem italiano mesmo!!

White Nationalist disse...

Nem tinha notado que era a Gabriele. Peguei sem ler a descrição.

Parece argentino porque um bom número dos ditos "brancos argentinos" possuem visível ascendência indígena. Sempre achei bom demais para ser verdade o censo racial dizendo que brancos são mais de 90% da população indígena.


Sabedor disse...

Também tem aquele trecho histórico em que algum filósofo grego compara o seu povo com os de outras cercanias, dizendo que o homem grego é o ideal por não ser nem muito escuro, nem muito claro, enfim, com o perfil ideal.

White Nationalist disse...

Foi o Aristóteles que disse que os Gregos tinham o tom de pele ideal.

Só que a maioria da população Europeia Latina e Helênica possui pele BRANCA, mas não rosada. Eu nunca entendi o porquê de Hollywood retratar Sul Europeus como se fossem iguais aos chicanos.

Um tópico interessante to Anthroscape:
Are the Greeks "still" Indo-European? - ZetaBoards

Também legal:
Racial Reality - Skin Color - GEOCITIES.ws

Sabedor disse...


''Parece argentino porque um bom número dos ditos "brancos argentinos" possuem visível ascendência indígena. Sempre achei bom demais para ser verdade o censo racial dizendo que brancos são mais de 90% da população indígena.''

Acho um exagero de sua parte, procure por fotos de argentinos e você verá que muitos deles são indistinguíveis dos sul europeus.

White Nationalist disse...

Eu disse um bom número, não a maioria. Proporcionalmente a Argentina e Uruguai são mais brancos que os E.U.A e Canadá.

Mr X disse...

"Proporcionalmente a Argentina e Uruguai são mais brancos que os E.U.A e Canadá'

Em que sentido? Só se for no número total de "genes europeus", contando também indivíduos mistos e sua porcentagem "branca".

Na Argentina, Buenos Aires e algumas outras capitais são maiormente brancas (italo-espanhóis), mas o norte e o sul da Argentina são bem mais misturados com indígenas.

EUA tem pelo menos metade da população branca, o resto é qualquer coisa, mas ainda assim muitos com ao menos alguma mistura européia (até a maioria dos afro-americanos tem ao menos algum sangue europeu).

Canadá costumava ser branco, mas mudou radicalmente nas últimas décadas, de forma realmente supreendente. Muitos negros inclusive. Mas mais nas grandes cidades: acho que o interior ainda é predominantemente branco.

Sabedor disse...

https://pt.wikipedia.org/wiki/Gian_Lorenzo_Bernini

Iiii Direita!!!!

O Lô não parece muito nórdico não tá**

ah sim, as feições!! ;)

CENSURADO AGAIN disse...

AS FEMINISTAS E ESCRAVOCETIDEAS DEVEM AMAR ESSA FOTO

CENSURADO AGAIN disse...

O PROPRIO DIREITA O THOR ATE MOSTROU UM MONGREL DE JUDAH A CARA DELE