sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Por que os europeus não têm filhos?

Saiu essa discussão em um dos posts anteriores. Aventuremos algumas hipóteses.

1. Efeito da modernização

Europeus não têm filhos porque quase ninguém mais têm. A queda no crescimento populacional é geral. Até a China recentemente acabou com a one-child policy, simplesmente por que não precisava mais. Mesmo o Irã e os países árabes tem poucos filhos. Mesmo no nordeste do Brasil a natalidade diminuiu drasticamente. No máximo chega a 3 em uns poucos países, a média é 2 ou abaixo. Só os africanos continuam tento 5, 6, 7 filhos. A seguir assim, o mundo será negro no futuro. Ninguém poderá reclamar de "Oscar" brancos. Se é que ainda existirão.

2. Hedonismo

Esta explicação nunca me convenceu. Os brancos não teriam filhos para poder continuar a farrear e se divertir até os 80 anos de idade? Que tolice. Talvez isto seja assim para os gays, mas poucos héteros se encaixam neste perfil.

3. Falta de religião

Aqui acho que tem influência, mesmo que indireta. Pessoas religiosas sempre têm mais filhos, em média. Porém isso tampouco explica tudo: natalidade também está caindo nos paīses muçulmanos, e entre os evangélicos brasileiros. Até os católicos italianos e irlandeses têm poucos filhos hoje. É isso, mas não só isso.

4. Muito estudo e inteligência

Pessoas com mais estudo e maior QI têm menos filhos, é fato. Ainda mais entre as mulheres. Às vezes a escolha é entre estudar ou ter filhos. Bem, do ponto de vista biológico, é melhor mesmo que sejam mães. Porém, e se não quiserem? Devemos obrigá-las? Complexo. Uma coisa que não entendo tanto nos conservadores é porque exaltam tanto ter filhos, como se fosse um ato de heroísmo. Não é. Qualquer idiota pode ter filhos, não exige prática nem habilidade. Difícil é criar bem. Melhor ter poucos e bons. Ou não? Também não sei. Não ter filhos ou abortá-los tampouco é heroísmo, é claro, muito antes pelo contrário.

5. Perda de contato com a realidade

O mundo moderno ocidental é uma bolha asséptica. Estamos demasiado protegidos. No outro dia vi um filme sobre a Idade Média. Fezes, vômito, doença e imundície em tudo que é lugar. As pessoas viviam como animais. Mas, como os animais, também tinham bem mais filhos. Os filhos morriam às pencas também. Depois tinha-se mais. Não existia televisão nem Internet.

6. O mundo é um lixo

Acho que esta explicação procede. Quem quer ter filhos se tudo é uma porcaria e em breve ainda vai ter guerra e crise econômica? Bom mas quem disse que somos animais racionais? Por outro lado, booms de bebês costumam ocorrer após guerras e crises. Talvez tenhamos que esperar a Terceira Guerra Mundial para voltar a procriar.

7. Multiculturalismo

Alguns dizem que a imigraçäo ocorre para "ajudar" os europeus que têm poucos filhos. Tolice. É o contrário, os euros têm menos filhos justamente devido à imigração. Quem quer ter filhos para que apanhem de negros na escola, ou filhas que sejam estupradas por árabes no metrô?

8. It's the economy, stupid!

Isto é fato também. Filhos custam cada vez mais caro no mundo ocidental, ao mesmo tempo em que os empregos são mais precários. Difícil combinação. Sabem quanto custa uma creche em NY?? 

9. Urbanização 

Ligado diretamente com o anterior e com o número 1. Quem precisava de muitos filhos era quem trabalhava no campo, pra ajudar a capinar. Na cidade há menos espaço, possibilidade e necessidade de filhos. 

10. Ir ao ar e perder lugar

As pessoas esperam demais, quando vão ver, é tarde demais. Aconteceu comigo e com vários casais que conheço. A hora de ter filhos é cedo, bem cedo, ou então não ter mais. Ter filhos é para os jovens! Por questões biológicas e psicológicas. Ê amiguxos a vida é cruel.

11. Desagregação das famílias

Hoje em dia as famílias moram todas espalhadas, pai aqui, mãe acolá, avós no interior, filhos no exterior. Como fazer pra deixar os filhos com a vovó ou com a tia solteirona? Ficou bem mais difícil cuidar de crianças, e com as mulheres também trabalhando, quem acaba cuidando das crianças são as creches, que, como já foi dito, custam bem caro.
12. Algo na água

Hormônos ou esterilizantes nos alimentos, ou o flúor e outros elementos estranhos na água estariam acabando com os nossos preciosos fluidos vitais. Não colocaria esta hipótese totalmente fora de questão. Temos uma elite psicopática, jamais esqueçam.

13. ?

Que gracinha, parece o papai.

19 comentários:

Marcelo disse...

Genial seu texto. Divertido e instrutivo. Me deu até vontade de pensar. É que ando usando o whatsapp demais, faz tempo que não leio, não penso.

Matheus Carvalho disse...

X, eu acho que hedonismo e' sim um fator. Quando eu morava no Japao, conheci 2 casais que nao tiveram filhos. Isso possibiliou a eles ter hobbies como motociclismo, criacao de gatos e formacao de bandas musicais. Tanto sobrou dinheiro como tempo para essas atividades. Duvido que com filhos pudessem fazer as mesmas coisas.
Criar filhos nao e' facil. Nao sei se muda, mas quando sao pequenos, a vida gira em torno deles. Estou aqui na Australia ja tem mais de 6 anos, e praticamente nao viajei pra lugar nenhum, exceto onde ha parques tematicos e os meninos brincam. Eu gostaria de visitar uns lugares bizarros, como Coober Pedy, ou o local que tem estromatolitos, ou Ediacara Hills. Mas ir com crianca para ver coisas desse tipo e' pedir pra sofrer (fui tentar ir ao museu de Sydney e ja foi horrivel).
Dito tudo isso, ainda acho que vale a pena criar filhos, nem que seja adotando. Nao sei, pode ser so eu, mas acho que a vida fica mais interessante. Ha alguns anos, eu estava sem rumo. Minha filha nasceu e isso me deu um novo animo. Ha surpresas todo dia. Por exemplo, ontem minha filha foi me dizer que o maior misterio do mundo e' por que morremos. Nao esta muito errada. Lembro que varios filosofos se debrucaram com essa questao.
Quanto ao mundo ser uma merda, o que podemos fazer? Entre nao ter nascido e ter nascido, o que voce escolheria? Eu sou felizardo e considero minha vida excelente. Poder dar a outras pessoas nem que seja uma fracao dessa felicidade ja valeria o nascimento delas. Podemos sempre torcer para que as coisas melhorem tambem, ha quem diga que estao melhorando. Aqui voce sempre mostra aspectos que estao piorando. Mas pelo menos em termos de cuidados medicos, remedios, esta tudo muito melhor que ha decadas passadas. E por ai vai.

direita disse...

mrx,o tal do pondé ,
cujo outrora achava eu que era negro - mas que de fato é judeu e que tu tem como conservador -disse no jornal da cultura que a imigraçao em massa que afeta a alemanha faz crescer o racismo contra os alemã...ops ,quiz dizer , imigrantes e JUDEUS . Sim...
tu leu direito : imigrantes e JUDEUS .

Por essas e outras que eu NUNCA ,JAMAIS confiarei em qualquer judeu envolvido direta ou indiretamente em questoes ou ideologias que tenham grande impacto social,NUNCA!

Anônimo disse...

Relativamente à noticia sobre a quebra da natalidade em Portugal (e não só) penso que vos seria de enorme utilidade consultar publicações dos anos 70 e 80 do século passado para boa compreensão do processo utilizado pelo Sistema Politico. Durante anos a propaganda "oficial" insistiu na necessidade de diminuir o número de habitantes atendendo ao previsto esgotamento das matérias primas. Essa falácia foi sempre contestada pelos "politicamente incorrectos" já então conscientes da ARTIMANHA que pretendia "inundar" a Europa com gente de outras culturas. Os factos provam "per si" o objectivo da "manobra"

Sabedor disse...

A religião é uma força transcendental intrusiva, força as pessoas a fazerem o que quer.

Na Europa e no Japão por exemplo, definitivamente, a religião perdeu o seu poder de coagir as pessoas, especialmente para a fertilidade.

Se voce não tem uma força transcendental intrusiva direcionando para um objetivo coletivo, a maioria irá ficar a míngua e fará o que quiser, e é aí que reside o problema porque a maioria decidirá por si próprio primeiro.

Outro problema é o fim da preponderancia da herança familiar, em épocas de transição rural-urbana, a velha Europa se assemelhava as famílias do oriente médio que herdam por gerações o mesmo negócio.

Ainda existem esses pequenos negócios na Europa e não duvidaria se as famílias que os mantém não fossem acima de média em número de filhos.

AF disse...

Uma vez perguntei a duas pessoas de classe média alta se elas vão querer ter mais de dois filhos e elas falaram que não e a “desculpa” foi sempre a mesma: “o mundo tá muito perigoso hoje em dia...”.

É verdade sim que o mundo está muito perigoso hoje em dia, mas ainda dá para levar e quem tem muito dinheiro pode cuidar dos filhos com um pouco de segurança.

Acho curioso como que pessoas ricas, como funcionários públicos e donos de empresas, que certamente estudaram muito, dedicaram e tiveram uma visão empreendedora não pensam em ter mais filhos e nem tenham uma visão empreendedora em relação a isso, enquanto que o pobre, mesmo sabendo que é pobre e das dificuldades que passam, não está nem aí para isso e tem vários filhos em sua maioria.

No mais, concordo com o post seu, cada fator colabora um pouco para que os europeus e a população mundial não tenham mais filhos.

Sabedor disse...

''mrx,o tal do pondé ,
cujo outrora achava eu que era negro - mas que de fato é judeu e que tu tem como conservador -disse no jornal da cultura que a imigraçao em massa que afeta a alemanha faz crescer o racismo contra os alemã...ops ,quiz dizer , imigrantes e JUDEUS . Sim...
tu leu direito : imigrantes e JUDEUS .

Por essas e outras que eu NUNCA ,JAMAIS confiarei em qualquer judeu envolvido direta ou indiretamente em questoes ou ideologias que tenham grande impacto social,NUNCA!''


Concordo totalmente mas no caso do ''pondé'' já era esperado, o pior são aqueles que se dizem estar dentro do movimento de extrema direita, um monte deles e claro que ''o branco'', tão esperto que é, não parece ter notado esta tática típica de ''socialistas''.

AF disse...

direita,

A criadora do site barenakedislam é uma mulher judia e que denuncia a perseguição contra brancos, mesmo sendo pró-Israel o site.

Talvez seja um instinto judaico mesmo se preocupar acima de tudo com seus próximos e muitos serem de esquerda, mas por um lado, não podemos negar que o branco também tem um péssimo instinto de ser trouxa e que um judeu de direita (ou de "direita" para você não ficar chateado) como o Luíz Filipe Pondé faz muito mais do que pessoas assim.

No mais, acredito que essa crise espiritual no mundo mostra o que cada raça tem de pior e que a solução virá um dia e aí, os defeitos de cada raça humana sumirão e poderemos até ver:

Os negros sem estarem no mundo do crime;
Os brancos sem serem uns trouxas;
Os judeus sem estarem na esquerda;
E os asiáticos sem serem frios.

Mr X disse...

"os defeitos de cada raça humana sumirão'

Hein??

"Pondé"

Não li o contexto, se tiver passe o link. Apesar da parcialidade evidente pro seu lado, Pondé tem razão, não? Tem mais ataques contra judeus, por parte dos imigrantes muçulmanos, e mais "racismo" dos nativos contra os imigrantes, o que é natural - o anti-natural é ver sua casa invadida sem reagir.

De qualquer forma, nunca fui fã deste tal Pondé.

Uma das coisas que eu acho mais engraçadas no mundo progressista é que quanto mais negros, árabes, etc tem em um país "multicultural", mais aumentam as acusações de "racismo". Ué, que voltem para a África/Arábia então.

Mr X disse...

"Acho curioso como que pessoas ricas, como funcionários públicos e donos de empresas, que certamente estudaram muito, dedicaram e tiveram uma visão empreendedora não pensam em ter mais filhos e nem tenham uma visão empreendedora em relação a isso, enquanto que o pobre, mesmo sabendo que é pobre e das dificuldades que passam, não está nem aí para isso e tem vários filhos em sua maioria."

Não tem nada de curioso, para mim isso sempre foi claro. Quem tem uma vida mais confortável de classe média terá maior dificuldade em ter muitos filhos, cada filho custa caro e precisa pensar em creche, colégio, universidade, etc.

Já para o pobre que não tem nada, um filho a mais ou a menos não faz tanta diferença, o custo é reduzido. Claro que isso perpetua a pobreza, mas é assim mesmo. E hoje em dia tem ajuda estatal.

Fora o fato de que o pobre tem menor pensamento a longo prazo, para a pessoa de classe média, filho é planejado, para o pobre filho é acidente.

Porém, parece que mesmo entre os pobres a natalidade está caindo:

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2015/04/01/queda-de-natalidade-e-maior-entre-beneficiarios-do-bolsa-familia-diz-ibge.htm

AF disse...

"Hein??"

Os defeitos de cada raça, X, pois infelizmente vemos muitos negros no mundo do crime, brancos sendo trouxas, judeus na esquerda e asiáticos sendo frios, mas acredito que esses defeitos de cada raça podem ser contornados se acreditarem em algo maior.

sabedor disse...

Mas isso não faz sentido mesmo. O negócio é que quem ganha muito dinheiro esta mais preocupado com o próprio bem estar do que em ter filhos.

A redução da fecundidade dos pobres parece muito lenta, em compensação dos mais pobres não parece ter diminuído tanto assim.

Sabedor disse...

Gostei do seu filho Mister X,
eu também vou ter, por inseminação artificial em uma vaca sagrada lá da India. Será meio Wednesday (vulgo, Vandinha), meio Barbara Spectre e meio Regina Casé.

Mr X disse...

Como adivinhou? A mãe é a Bárbara Spectre. Copulei com ela na minha última visita a Estocolmo.

DD disse...

E isto (http://www.oantagonista.com/posts/roma-cidade-fechada)?

Oriana Fallaci tinha razão.

Mr X disse...

DD,
Puxa vida, qual a próxima, uma burka na Vênus de Milo?

Mas o problema não é o Islã em si, mas os globalistas imundos disfarçados de bonzinhos. Vejam:

http://qz.com/602525/justin-trudeau-perfectly-articulates-the-value-of-diversity-in-childhood-not-just-in-the-workforce/

Este é o problema, o globalismo mostrado como "tolerância", "aceitação" e outros valores positivos, quando são o contrário: covardia, falta de proteção à própria cultura, auto-destruição, etc etc.

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Os judeus sem estarem na esquerda;
E os asiáticos sem serem frios.

JUDEUS USAM A ESTERCA AOS SEUS INTERESSES ANTA NEM DE LONGE ACREDITAM NISSO SÓ FAZEM TROUXAS ACREDITAREM PARA SEREM MASSA DE MANOBRA DELES COMO TAMBEM CONTROLAM CUCKS MAÇONICOS ATIRAM PRA TODO LADO DETESTAM O NS POR QUE NO NS PURO ELES NÃO CONTROLAM OS ASIATICOS SEREM FRIOS É DEFEITO?SE FOSSEM DIFERENTES SERIA BUNDÕES COMO OCIDENTAIS OU CAOTICOS INVIAVEIS COMO NEGROS

direita disse...

"direita,

A criadora do site barenakedislam é uma mulher judia e que denuncia a perseguição contra brancos, mesmo sendo pró-Israel o site."

é claro, ela nao poderia ser a favor uma vez que a idéia de seu site é nortear a reaçao do europeu contra seu proprio genocidio em beneficio de israel.ela nao teria sucesso nessa empreitada se fosse anti branca ou ignorasse o tema.

direita disse...

"Não li o contexto, se tiver passe o link. Apesar da parcialidade evidente pro seu lado, Pondé tem razão, não? Tem mais ataques contra judeus, por parte dos imigrantes muçulmanos, e mais "racismo" dos nativos contra os imigrantes, o que é natural - o anti-natural é ver sua casa invadida sem reagir. "


aqui Mx :(a partir de 34:37 até aos 41:52)
https://youtube.com/watch?v=db6sC_I8SNk