quarta-feira, 12 de novembro de 2014

O que as feministas querem?

Confesso que fico confuso.

Uma mulher branca judia caminhou por dez horas pelas ruas mais pobres de NY, recebendo dezenas ou talvez centenas de cantadas dos moradores, quase todos negros e latinos. Cantadas? Bem, a maioria apenas disse algo como "Bom dia" ou quis puxar conversa, mas parece que isso já é o equivalente do estupro para certas feministas. 

Ao mesmo tempo, quando uma mulher não recebe nenhum tipo de atenção masculina, nem mesmo olhares, ela também tende a ficar chateada. "Ninguém mais me ama, estou velha, estou gorda, buá".

É como aquelas mulheres que usam decotes mas depois não gostam que as pessoas olhem muito. 

O engraçado é que se ela tivesse passeado por um bairro branco rico de NY, provavelmente não teria recebido nenhuma cantada. Por não mostrar homens brancos, o vídeo foi acusado por outros de ser "racista". Uma colunista até disse que a culpa por negros e latinos tentarem passar cantadas em mulheres brancas na rua, é devido ao seu histórico de escravidão e humilhações pelo homem branco. (A culpa é sempre de um modo ou outro do homem branco, é claro).

Confesso que não entendo muito a mente da feminista moderna. Existiram três ondas feministas: a primeira, compreensível, nos anos 20, pelo direito ao voto. A segunda, dos anos 60,  a revolução sexual, de efeitos nefastos mas que só foram se sentir muito depois e na época parecia ter sua lógica. E agora estamos na terceira onda, que quer... Quer o quê?

Eu realmente não sei.

Parece que quer o direito a se vestir como quiser, mas quem se isso cause nenhum efeito nos homens. Quer o direito a trabalhar em qualquer área, ganhando a mesma coisa que homens, mas sem ter o mesmo interesse ou dedicação. Quer o direito de não receber cantadas, a não ser que seja de pessoas bonitas, famosas ou ricas. Enfim, parece querer uma superproteção jamais vista na história humana.

Agora as feministas querem proibir um certo Julien Blanc de vir ao Brasil. Ele é um "artista da cantada" que ensina homens a pegarem mulheres. Não sei se seu método funciona, acho que não, ou ao menos não para todos, pois seduzir mulheres é um pouco como aqueles cursos de "fique rico rápido": não existe método mágico para isso. Em resumo, parece-me picaretagem. Mesmo assim: vai quem quer, paga quem quer. Por que tornar ilegal?

Esse fenômeno dos PUA (Pick Up Artists) é relativamente recente, e é de certa forma uma resposta ao feminismo mais militante, basicamente uma tentativa de ajudar homens que não tem coragem para chegar em mulheres. É um equívoco também; primeiro porque, como eu disse antes, não existe método mágico, e segundo porque é um erro colocar a capacidade de "pegar mulheres" como a maior medida de masculinidade ou de status. Um homem talvez seja mais feliz apenas com uma única boa mulher, ou quem sabe até sozinho seguindo seus hobbies; porque dar ao sexo desenfreado ou às conquistas tanta importância?

Dizem que Julien promove a violência e a cafajestagem. Não sei, pode ser. Porém, não é segredo algum que tem um certo tipo de mulheres que gostam de cafajestes, especialmente o tipo de mulher que espera encontrar um homem na balada. Quanto à dominação, é fantasia recorrente. Na época em que eu frequentava chats online, surpreendia-me bastante com o grande número de mulheres que tinham fantasias de estupro e dominação.

De certa forma, paradoxalmente, o patriarcalismo à moda antiga é que impedia a existência de tipos aventureiros como o Julien Blanc, pois a sociedade tendia a proteger mais as mulheres, solteiras ou casadas. A verdade é que a mulher que se veste de vadia para ir à balada e ignora o bom moço romântico trabalhador, e o cafajeste ao estilo Julien Blanc se merecem, pois procuram a mesma coisa: poder.  

O fato é que as feministas de hoje querem a faca e o queijo, querem direitos mas não responsabilidades, querem igualdade mas até certo ponto. Em vários aspectos, as mulheres tem ainda várias vantagens sobre os homens. Por exemplo, é bem mais fácil para uma mulher divorciada obter a guarda dos filhos. Veja por exemplo o caso deste homem que se vestiu de mulher para chamar a atenção da justiça e tentar fazer valer seu direito a poder ver o filho que criou até os sete anos de idade. Na Suécia, quando uma lei feminista de igualdade de emprego passou a dar mais vantagens aos homens, as feministas pediram para cancelá-la.

Hoje as mulheres votam, estudam, trabalham no que querem, vestem-se como querem, fazem sexo com quem querem, servem no exército, e mesmo assim, as feministas ainda parecem estar sempre insatisfeitas.

Curiosamente, recentes pesquisas indicam que as mulheres atuais se sentem mais infelizes do que antes, e o que mais gostariam é o que suas avós tinham: não precisar trabalhar tanto, e ter tempo para cuidar dos filhos em casa.

Porém, nesse caso, nem podemos culpar as feministas ou as mulheres. Ser insatisfeito é parte da condição humana. No artigo da Economist citado no último link, o comentário mais votado é o de um homem que escreve:
Todo homem trabalhador faz-se continuamente uma única pergunta enquanto labuta por horas em um cubículo sem janelas, ou aperta pela milionésima vez a mesma porca no mesmo parafuso para obter dinheiro para fazer compras no supermercado e pagar as contas, e volta para casa para encontrar uma mulher reclamona e pirralhos endiabrados: "É isto tudo?" 
É isto, afinal?



20 comentários:

Fábio Peres disse...

X, por incrível que pareça as feministas que reclamam porque querem respeito muito provavelmente vão encontrar seu par ideal em homens à moda antiga, que tratam suas mulheres com o respeito que só dariam às suas mães (isso porque só eles conseguem atender ao requisito de "homem perfeitamente respeitável" imposto pelo pseudo-feminismo).

O problema, para elas, é que há muitas mulheres que assumiram a canalhice masculina: vão para a cama com o primeiro "cafa" que aparecer, se ficarem grávidas fazem produção independente (e cobram pensão), e vão vivendo sua vida teoricamente irresponsável não estando nem aí com os sentimentos, dos outros ou os próprios.

Para essas, cada vez mais comuns, o "sex and the city" é o padrão. E homens com cabeça não são para as ditas cuja - ao menos, a cabeça "de cima", a que pensa.

Mr X disse...

Bom comentário:
https://www.youtube.com/watch?v=uP1Vxu2erq4

Uma paródia, se fosse o contrário:
https://www.youtube.com/watch?v=_Nl3zr9oSQw

Anônimo disse...

Muito boas observações, Mr X. Me arriscaria dizer que o quadro geral de decadência do ocidente tem relação direta com a liberação sexual das mulheres e o enfraquecimento do papel do homem na sociedade.

Santoculto disse...

Femenistas são um dos subgrupos de idiotas úteis que são usados para dividir a audiência e conquistá-la. Este transbordamento de ideologias egoístas se assemelha ao processo de diversificação dos produtos em uma prateleira de supermercado mais próxima de você. É uma questão de mercado, demanda e consumo. Pensem naquelas pessoas que compram 500 utensílios inúteis e úteis para casa e depois não consegue se livrar. Vocês precisam entender como funciona a mente de um comerciante, ;)...

Silvio disse...

"O que as feministas querem?"

Essa é fácil de responder, Mister:

http://www.youtube.com/watch?v=Ph0QdLZ1S24

http://www.youtube.com/watch?v=50mU8ZIiqUw

http://ela.oglobo.globo.com/vida/comportamento/mulheres-tem-orgasmos-mais-intensos-quando-parceiro-engracado-rico-diz-estudo-14541529

AF disse...

Quando a gente vê grupos com péssimas atitudes como as feministas, nem é bom perguntarmos às pessoas pertencentes a esse grupo, pois elas vão negar até a morte, dando desculpas como "o feminismo não prega isso", "o feminismo não tem nada a ver com isso", "você tem que estudar o feminismo", "elas não representam o feminismo de verdade", "você não entende nada de feminismo", etc., quando não vem com ataques e xingamentos covardes é claro.

Pelas péssimas atitudes das feministas já dá para ver o que elas querem...

Como diz a bíblia em Mateus 7:16: "Pelos seus frutos os conhecereis".

confetti* disse...

( exceto o excelente e conciso comentario do "anonimo" em 18:52, os outros sao tipicas caricaturas masculinas, narrow mindeds carinhas mal amados !
inclusive vc, meu chose querido...
mas nao é novidade pra mim, vc nunca entendeu porra nenhuma do perfil feminino... )

pena o blog nao ser frequentado por algumas moças "de fino trato" e com cabelin nas ventas....

Leonardo Melanino disse...

Senhor X, desejo que Vossa Senhoria leia a letra da música "I WAS BORN ABOUT TEN THOUSAND YEARS AGO", do cantor Elvis Presley, que é um lá bemol maior, abaixo:

"I saw old Pharaoh's daughter bring Moses from the water
I'll lick the guy that says it isn't so

I was born about ten thousand years ago
There ain't nothing in this world that I don't know
I saved King David's life and he offered me a wife
I said now you're talking business have a chair

Yeah, I was born about ten thousand years ago
Ain't nothing in this world that I don't know
Saw Peter, Paul and Moses playing ring around the roses
I'll lick the guy that says it isn't so

I was born about ten thousand years ago
Ain't nothing in this world that I don't know
I saw old Pharaoh's daughter bring Moses from the water
I'll lick the guy that says it isn't so

I was there when old Noah built the ark
And I crawled in the window after dark
I saw Jonah eat the whale and dance with the lion's tale
And I crossed over Canaan on a log

I was born about ten thousand years ago
Ain't nothing in this world that I don't know
I saw old Pharaoh's daughter bring Moses from the water
I'll lick the guy that says it isn't so

Yeah, I was born about ten thousand years ago
Ain't nothing in this world that I don't know
Saw Peter, Paul and Moses playing ring around the roses
I'll lick the guy that says it isn't so

I was there when old Noah built the ark
And I crawled in the window after dark
I saw Jonah eat the whale and dance with the lion's tale
And I crossed over Canaan on a log

I was born about ten thousand years ago
There ain't nothing in this world that I don't know
I saved King David's life and he offered me a wife
I said now you're talking business have a chair

Yeah, I was born about ten thousand years ago
Ain't nothing in this world that I don't know
Saw Peter, Paul and Moses playing ring around the roses
I'll lick the guy that says it isn't so"

Agradeço-lhe de todo o meu coração! Desejo-lhe um Próspero Feriado de Proclamação da República de 2014! Obrigado!

Direita disse...

Se eu passesse por ela ,eu não olharia para ela ,mas ela olharia para mim . ela não é feia e nem bonita,apenas comum!

sobre sua raça ou falta de,quando vi o video pela primeira vez ,imaginei que ela fosse de origem porto riquenha ou 1/8 negra!

Direita disse...

"Uma paródia, se fosse o contrário:
https://www.youtube.com/watch?v=_Nl3zr9oSQw"

olha que isto poderia mesmo ter ser real , casais compostos por homens turcos e mulheres alemãs são muito comuns em Berlim!

AF disse...

As feministas sendo feministas: https://www.youtube.com/watch?v=0SwbumHUi9E

Elas querem também transformar as pessoas em gente como essa moça do vídeo, que de boa: dá até pena.

Leonardo Melanino disse...

Senhor X, eu quero-o avisar que todas e quaisquer formas de estupros são crimes. Exemplos deles: assédios, importunações, pedofilias e outros. Estes crimes envolvem não somente sexos, mas também afetividades, como afagos, amplexos, cócegas, euquímanos, ósculos e outras. Também as quero avisar que os extremos chamados "feminismos" ou "machismos" são tão sórdidos como os absolutismos e os relativismos, as anarquias e os totalitarismos, os ascetismos e os hedonismos, as bioquices e as licenciosidades, cafonices e as vaidades, os comunismos e os nazismos, os sacrilégios e as santimônias e assim sucessivamente. Nenhuns sexos devem estar acima de outros, assim como nenhumas raças acima de outras, e assim sucessivamente, nem os seus contrários. Neste dia 20 deste mês, comemoramos os 319 anos da morte de Zumbi dos Palmares, ocorrida em 1695. Ontem se completaram 125 anos da Proclamação da República Federativa do Brasil de 1889. Agradeço-lhe de todo o meu coração! Obrigado!

Santoculto disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Melanino deve ter esta DR com Deus então, foi ele quem criou mundo, logo, ele é cullpado pela desigualdade...

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

O que as feministas querem, é simples: elas querem que, pelo menos 95% dos homens virem veadinhos. Tem até um maluco, dono de dois sites (www.feminismodiabolico.com e www.feminismodiabolico.org), que está, pasmem, incentivando alguns homens a se tornarem TRAVESTIS!!!! Isto é, simplesmente INADMISSÍVEL!!!! Feministas de todo o mundo, VÃO SE FODER!!!!

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

Eu colocaria a suposta capacidade de "pegar mulheres" como indicador de boiolice enrustida. Ou seja, quanto mais o cara se esforça em "pegar" mulheres, mais enrustido ele é.

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

Esse Julien Blanc deve ser uma bicha enrustida mesmo. E quem fica desesperado para "pegar" mulher, é melhor ir para a zona, porque lá é garantido. Pagou, pegou. É só escolher a mulher, combinar o "serviço", pagar, e pronto, fodeu. Ou, então, pode assumir logo que tá desesperado para "pegar" mulher, para que os "amigos" não pensem que ele é gay. Mas que lindo, santa. Não seria melhor que um babaca desses deixasse de "cinderelismo", e fosse logo DAR A PORRA DO RABO de uma vez????

Christoffer Rodrigues disse...

Olha meu caro, há mais de um ano que eu combato o feminismo; mas os homens não me ajudam em nada, pelo contrário, só me xingam e me atrapalham, exatamente como você fez no seu comentário. Eu acho que seria muito melhor que os homens gays virassem travestis, porque com as travestis, os homens não iriam mais se rastejar para as mulheres. Um homem que paga para uma prostituta mulher para fazer sexo com ela, está enriquecendo uma mulher biscate, que vai usar o poder dela contra os homens. Muito melhor seria, se se pagasse para uma travesti para ter sexo e não para uma mulher. No minimo, com isso, você estaria dando o seu dinheiro para outro homem, porque no fundo as travestis são homens. Você me odeia, porque você é um escravo de buceta, porque na sua cabeça só passa a idéia de enriquecer uma prostituta. Você é um corno-manso escravo de uma prostituta, porque se você faz sexo com uma prostituta, então você usa uma buceta que vários outros machos já usaram também, até naquele mesmo dia. Você, ao ficar com essa sua atração e repulsa simultânea pelas mulheres, você mesmo se coloca num estado emocional violento e desgastante. E o pior: você nunca consegue de fato combater o feminismo com todo o seu potencial, porque no fundo, você não conseguiu se libertar das mulheres. As travestis são uma solução tecnológica para isso. Outra solução tecnológica são as Reall Dolls ou as futuras andróides ginóides. Vocês precisam entender que a fonte do poder das mulheres é o sexo, é a vontade dos homens de fazer sexo com elas que dá poder para as mulheres. A partir do momento em que os homens não quiserem ou não precisarem mais fazer sexo com as mulheres, então o poder delas vai acabar. No meu ver, você tem duas opções: ou você fica com uma travesti, ou então você se sujeita a tentar conquistar uma seguidora da Feminista Lola.

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

Nossa, cara. Por que essa raiva toda???? Escravo de buceta, eu???? Se você acha melhor o cara ser gay, você tem TODO O DIREITO de pensar assim. Mas, veja bem, você NÃO TEM O DIREITO de obrigar os outros a pensarem como você. Vê se entende isso, cara. Se eu tentasse alguma coisa com alguma seguidora louca da Lolouca, aí sim, você teria toda a razão. A questão é, pelo menos tentar exercitar o desapego. O que, na verdade, é muito difícil, pois desde crianças somos ensinados a nos apegar a algo ou a alguém. O cara que tem paranóia de "pegar" mulher, que tem um desespero por atenção, esse, sim, é um tremendo mangina. Não importa se o cara é "macho" alfa, beta, gama, delta, theta, ou ômega. Se dependem da atenção de mulheres para serem felizes, são todos manginas. Entendeu????

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

E, Christoffer, eu não odeio você, só não concordo com certas coisas que você diz. Só isso, cara. Aliás, não se deve odiar. Odiar faz mal pra saúde. Pensa nisso.

Anônimo disse...

Parabéns concordo com tudo que você escreveu! Pena que não tem comentários femininos aqui.