quinta-feira, 31 de maio de 2018

O que é ser uma mulher?

Há algo de sinistro ou até diabólico na alegria das aborteiras irlandesas, felizes de obter o "direito ao aborto" em um país ex-católico. Nunca entendi muito toda esta festa pelo "direito ao aborto", entendo que no melhor dos casos seria um mal necessário, mas motivo de alegria?

Estamos falando de sacrifícios humanos afinal (um feto é um ser humano, pois não? ainda que não plenamente desenvolvido).

Mas também o motivo pelo qual isto choca pode ser que as mulheres estão neste mundo principalmente para ser mães. Nem todas podem ou querem, é claro, e isto não necessariamente as diminui, porém biologicamente a função da fêmea é parir e criar os filhos.

O que é ser uma mulher? Não acho que mulheres tenham necessariamente que ser mães, mas mulher em geral é quem cuida. Seja dos filhos, seja dos maridos, seja em profissões adequadas aos seus talentos naturais (enfermeiras, professoras, babás, assistentes sociais, hum, será que devo incluir prostitutas?)

Houve algumas boas mulheres cientistas, é verdade, e também algumas boas líderes mulheres, mas são mais exceção do que o caráter geral. Seu principal talento não está no estudo nem na política.

Porém, várias mulheres são boas artistas, em especial nas artes visuais, na performance musical (mas não na composição) e na poesia. Para os romances, elas tem menos fôlego, mas existem algumas boas escritoras, se bem que quase todas assexuadas ou lésbicas. Eu ia dizer que mulheres também parecem ter menos talento para o cinema, mas houve ao menos a Leni Riefehnstal, e possivelmente existam outras. Mas em geral o talento das mulheres nesta área está mais na atuação.

De fato, todas as mulheres são atrizes consumadas, façam disso profissão ou não. Mulheres são excelentes em fingir e em manipular. Não sempre por motivos ruins. É apenas parte do charme feminino, e fazem isso instintivamente, talvez até inconscientemente. Não é que necessariamente sejam desonestas, é que por vezes terminam acreditando nos próprios fingimentos.

Mulheres também são mais práticas do que homens e tendem a ter uma visão mais madura das coisas. Homens podem ser tolos, desorganizados e infantis. Em alguns homens, só uma boa esposa dá um jeito.

Mulheres são obcecadas com a aparência - delas e das rivais. O principal defeito das mulheres talvez seja a vaidade. O que é uma tolice pois a beleza nas mulheres passa rápido. Segundo Schopenhauer, seriam como libélulas que perdem as asas logo depois da reprodução. Mas o velho Schops não tia boa opinião das mulheres, se bem que, segundo as más línguas, isso é porque foi rejeitado por uma novinha.

(Mulheres raramente gostam de filósofos; Nietzche também penou e, segundo a lenda, a mulher de Sócrates era uma bruxa. Por outro lado, elas parecem gostar de líderes de cultos religiosos exóticos).

Talvez os homens valorizem demais a beleza (e por vezes até o caráter) das mulheres, o que termina criando problemas para elas e para nós.

A mulher de melhor caráter e que é melhor companhia raramente é a mais bela, mas há exceções, como em tudo na vida.

Mulheres não são perfeitas, mas em média são melhores do que os homens. Porém, os homens tem maior variação, e portanto altos mais altos e baixos mais baixos. (Em tudo: caráter, inteligência, talento, bem como nos aspectos mais negativos da existência).

Mulheres são parte essencial da vida e da sociedade. Ruim com elas, pior sem elas.

Ruivas naturalmente empoderadas.

16 comentários:

Bárbara disse...

A mulher é o sexo dominante. Os homens precisam fazer tudo que é coisa para provar que são dignos da atenção da mulher.

direita disse...

"Mulheres também são mais práticas do que homens e tendem a ter uma visão mais madura das coisas. Homens podem ser tolos, desorganizados e infantis. Em alguns homens, só uma boa esposa dá um jeito."


Nunca vi tanta mentira em tao poucas palvras .

Mr X disse...

"Nunca vi tanta mentira em tao poucas palvras."

Ué, não é?

Mulheres são em média mais higiênicas e organizadas, ao menos isso. Ou não?

AF disse...

Vi o Andrew Anglin afirmando que o branco é que se opõe aos comunistas, enquanto que pessoas mais mestiças votam neles e são “comunistas naturais”, o que não é bem assim se ele estiver falando que todos os mestiços são comunistas e os brancos não. Pode até ser que haja um fundo de verdade se olharmos a maioria de cada um dos grupos e talvez os brancos não gostem muito de ideais comunistas, mas por um lado o branco AMA um aborto e outros ideais progressistas em geral.

Então, se para nazistas como ele, mestiços são “comunistas naturais”, o branco é um “progressista abortista natural”.

Já ouvi falar até de um boato que a esquerda, em seu desespero em querer legalizar o aborto no Brasil, pensou em dar autonomia aos Estados em decidir isso, mas se acontecesse mesmo, certamente os Estados mais mestiços como os do Nordeste iriam votar contra e Estados mais brancos como São Paulo e os do Sul iriam votar a favor e iriam chorar de emoção ao ser legalizado e ver seus próprios filhos sendo mortos de maneira cruel e desumana pelo aborto.

Anônimo disse...

Mulher é um ser abjeto. É só você ler o livro de Esther Vilar "O homem domado" para comprovar isso. Quando ao aborto, eu não vejo nada demais, é só um direito individual que deve ser respeitado, aliás, pra mim, o aborto deveria ser inclusive incentivado em larga escala em países da África e em populações pobres.

Direita disse...

Nunca vi tanta mentira em tao poucas palvras.

"Ué, não é?

Mulheres são em média mais higiênicas e organizadas, ao menos isso. Ou não?"




Enquanto um se arruma em 10 minutos, o outro leva "horas" .

Enquanto um é "pa pum" pra resolver problemas , o outro fica querendo discutir relaçao e engolindo sapo .

Direita disse...

Andrew anglin :

_ é ele proprio nao-branco.
_ Em menos de 2 meses deixou de ser anti-fascista pra se tornar nazista-hollywood.
_ Joga homens brancos contra mulheres brancas.
_ varios judeus ja foram expostos como colaboradores( escritores, financiadores, promotores ,apoio tecnico) do site .
_Promove falsas oposicoes como trump, putin etc
_ promove a infiltracao sionista dentro nacionalismo pro branco.


*nazismo-hollywood é o ato desligitimizar /marginalizar a advocacia pro branca por meio de açoes que causem repulsa na sociedade. Outra funçao desse fenomeno é a de impedir que discuçao acerca do supremascismo judaico se torne mainstream a associando a grupos marginais.



direita disse...

Expondo anglin e associados:


https://hipsterracist.wordpress.com/2017/01/15/yes-andrew-weev-auernheimer-is-a-self-admitted-jew/


http://www.renegadetribune.com/andrew-anglin-daily-stormer-timeline-deception/


https://mjolnirmagazine.blogspot.com/2016/10/the-scylla-and-charybdis-of-alt-right.html?

http://insidetheeyelive.com/direct-line-with-putin-andrew-weev-auernheimer-itel-4-18-15/


https://realmoarpheus.wordpress.com/2018/05/26/a-little-investigation/

https://archive.is/zPtnX

https://majorityrights.com/weblog/comments/trs_founder_michael_enoch_peinovich_exposed_as_being_a_russian_jew_16012017

White Nationalist disse...

Cara, o Andrew Anglin é branco e ponto final. Da mesma forma que masculinistas costumam endeusar o gênero masculino e as feministas o feminino, você faz o mesmo com a raça branca. O que você precisa é viajar pela Europa e entender de uma vez por todas que fenótipos ambíguos existem na raça branca e que o ideal de fenótipo Greco-Romano é algo idealizado e que não necessariamente representa o branco comum.
O problema desse movimento é que um bando de guerreiros do teclado, caras esses que costumam só militar atrás de um PC, se acham no direito de julgar a todos que ao menos fazem algo pela raça branca.

Anônimo disse...

falta vcs noticiarem o cuck da edl preso por mostrar o lado de fora da corte de um caso de abuso sexual protegido pelo regime

Anônimo disse...

"Cara, o Andrew Anglin é branco e ponto final"

A questão não é nem essa. A questão é se o que ele escreve lá é algo positivo ou não. Além de ter fetiche por asiáticas e mulheres masculinas agora ele começou a encher a bola de mulatas. Alguém percebeu isso?

Silvio disse...

Aborto é o instrumento mais brutal na manutenção da dominância do macho alfa do tipo mais predador:

http://albertmohler.com/2009/08/17/the-hidden-reality-of-abortion-empowering-men

http://www.evangelicalsforsocialaction.org/sanctity-of-life/our-current-abortion-law-as-a-product-of-men

http://nypost.com/2017/10/06/easy-abortion-is-a-winner-for-sleazy-men

Anônimo disse...

>Houve algumas boas mulheres cientistas
Perdão. Quais? A única que eu consigo pensar é a Curie, e mesmo assim há fortes evidências de que ela tenha roubado grande parte de trabalho do seu marido.

Anônimo disse...

>A mulher é o sexo dominante. Os homens precisam fazer tudo que é coisa para provar que são dignos da atenção da mulher.
Que barbaridade, Bárbara.

Essa dominância feminina do mercado sexual ocidental moderno é um fenômeno artificial criado pela forma que as relações sociais foram definidas no ocidente aliado ao viés quase totalmente ginocrático da nossa sociedade moderna. Se os homens fossem livres para seguirem seus instintos primitivos como as mulheres são você ia ver quem é o sexo dominante...

Anônimo disse...

16 de junho de 2018 12:56

infelizmente hoje em dia se vc não baba o ovo de alguma minoria vc é tido como odiador mesmo que vc explique que vc não odeia o resto apenas quer cada um no seu homeland

Anônimo disse...

dai ele tenta ficar menos pior com o regime mas será apontado pelos da causa como traidor ou seja é quase como enxugar gelo