sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

A grande conspiração

Uma coisa que eu acho engraçada sobre esse negócio de "teoria da conspiração" é a de que os que acreditam nelas seriam supostamente malucos, insanos, imbecis sem noção.

Porém, não seriam mais malucos aqueles que não acreditam em absolutamente nenhuma conspiração?

Quero dizer, se você não acredita em conspirações de poderosos, como explica as coisas que acontecem no mundo atual? Acaso? Sorte? Desejo do povão?  

Por exemplo, a imigração massiva que está ocorrendo, o globalismo econômico, as guerras no oriente mérdio, etc, seriam fruto do mero acaso, ou há forças e interesses que estão patrocinando isso, com políticas concretas, e com dinheiro e políticas orientadas nessa direção? Será que não há mesmo grandes instituições por trás disso tudo?

O casamento gay, o feminismo, o anti-racismo, o multiculturalismo como ideologia, e as demais mudanças culturais e sociais que ocorreram ao longo do século, foram um movimento espontâneo que simplesmente apareceu de um dia para o outro na cabeçola do povo burro, ou é algo que está sendo financiado, sustentado e promovido por certas pessoas, com motivos nem sempre tão nobres quanto alegam?

Por que existem teorias da conspiração?

É simples, elas ocorrem porque muita gente sente que está sendo enganada, que lhe mentem todo dia na televisão.

Muitas pessoas por exemplo acreditam que vários dos recentes atentados e tiroteios que ocorreram foram falsos, meros eventos midiáticos. Loucura? Pode ser. 

Mas vejam que coincidências estranhas:

A filha de uma das vítimas de San Bernardino fala com a maior naturalidade sobre a morte de sua mãe dois dias atrás, como se a velhota estivesse em um bailão do asilo e não fuzilada num tiroteio. 

Uma outra vítima de Paris fala com risos e sorrisos sobre a experiência de ter levado um tiro no meio da bunda dias atrás.

E, ligando os dois eventos, uma das canções do grupo "Eagles of Death Metal" que tocou em Paris é sobre... San Bernardino

Coincidência? Coisa de maníacos? Sim, pode ser, não duvido. Tendemos a tentar achar conexões em tudo, é como funciona nosso cérebro. Por outro lado, às vezes parece que tem coincidências demais nesses tipos de eventos.

Outra coisa engraçada sobre as tais "conspirações" é que, se você começa a pesquisar e estudar, pode ver que existem muitos fatos que as comprovam, ao menos, parcialmente.

Por exemplo, há uma teoria de conspiração em voga que banqueiros-judeus-maçons-illuminati controlam ou querem controlar o mundo. Falsa? Verdadeira? Não sei, mas, daí a dizer que os banqueiros não tem grande poder, e que não estão traquinando para ter ainda maior controle, seria também tolice. Ricos sempre querem dar um jeito de ficar ainda mais ricos.

A verdade é que, em média, quem acredita em "teorias da conspiração", fora certos possíveis exageros, tende a ser bem melhor informado do que o cidadão médio, que só sabe o que vê na novela e no Jornal Nacional.

Vamos a alguns fatos que não passam no Jornal Nacional ou na CNN (mas estão na Wiki):

Você sabia que, anteriormente, o dólar americano tinha um valor relacionado com a quantidade de ouro e prata, e podia ser trocado por qualquer cidadão por estes metais preciosos?

Você sabia que em 1933, foi feita uma lei nos EUA proibindo todo e qualquer cidadão de possuir ouro, sob pena de multa de 10 mil dólares e pena de 5 anos de prisão?

Você sabia que o ouro dos americanos foi dessa forma confiscado (trocando-se cada onça em possessão do cidadão por 20.67 dólares) e depois guardado a sete chaves em Fort Knox?

Você sabia que em 1971, o governo americano foi adiante e acabou com qualqueer relação entre o valor do dólar e do ouro e prata, de forma que o dólar vale apenas o que o governo ou os bancos dizem que vale?

Você sabia que uma onça (28 gramas) de ouro que foi comprada por 20,67 dólares em 1933 vale hoje 1.062 dólares? Onde foi parar a diferença?

Você sabia que o Federal Reserve americano não responde nem ao Presidente nem ao Congresso e é uma entidade privada com fins de lucro?

Calma, não é nenhum teste de Vestibular. É apenas para medir o quão por dentro você está sobre aspectos básicos das finanças globais e como elas afetam todos nós.

Sim, banqueiros controlam o mundo, e não é de hoje, sempre controlaram. A diferença é que anteriormente falava-se abertamente disso, mas hoje, virou "teoria da conspiração".

Enfim, é apenas um pequeno exemplo dentre tantos.

Vou lá pegar meu chapéu de papel alumínio, volto depois. 


7 comentários:

AF disse...

Está na moda ridicularizar quem acredita em teorias da conspiração e a mídia parece seguir esse caminho, mas acredito que até o maior anti-conspirador do mundo deve saber perfeitamente bem que não devemos nunca acreditar (ou até desacreditar) em 100% do que a mídia diz.

Acredito que conspirações sejam como ciúmes: um pouquinho não é ruim, mas muito também é excessivamente ruim, vide aqueles conspiracionistas nazistas que acham que a culpa de tudo e tudo é dos judeus, quem discorda deles é judeus e é imediatamente esculachado e até pregam ações violentas. Há gente assim com esse pessoal da conspiração dos illuminatis também e até com outros tipos.

Muitos dos que ridicularizam conspirações nem sabem o que é conspirar e podem ser até mesmo conspiracionistas. Uma vez, estava em um debate com um ateu mainstream refutando aquele mito de que a Suécia é um paraíso ateu de primeiro mundo (coisa que muitos ateus acreditam até hoje) e ele sempre me pedia para não referenciar com 'conspirações e outros lixos intelectuais', sendo que em nenhum momento citei isso, mas ele ao mesmo tempo dizia que todas essas notícias de estupros na Suécia, atentados, estatísticas mostrando como a coisa tem piorado lá eram invenções de jornalistas e que tudo que os cristãos falavam eram mentiras e bobagens anticientíficas. E o pior de tudo, o cara era jornalista ainda por cima!! Ora, quem estava vindo com conspiração?

Isso lembra também daqueles tipos que dizem que os outros são manipulados pela mídia quando eles é que se demonstram serem manipulados pela mídia e temos sempre que tomar cuidado e saber como refutar e agir com tipinhos assim.

Mr X disse...

Para quem achou a peça Macaquinhos pouco:

http://on.ig.com.br/rua/2015-11-25/artistas-introduzem-objetos-no-anus-para-questionar-as-relacoes-da-sociedade.html

Sabichudo disse...

Af,
a mídia não parece seguir este caminho, porque não apenas faz parte dele mas é uma de suas maiores ''divulgadoras''. Se existe algum departamento, fora aqueles em que não se pode falar explicitamente, que está afogado nesta lama até a testa, este é com certeza a mídia. E lhe digo mais, porque tendo ''goys'' e sua inteligencia avantajada como protagonistas, não precisa fazer muito esforço pra provocar confusão e estupidez.

RICARDO DA SILVA LIMA disse...

Pô, Mr X, aí você está apelando, não vale :P.

E aí, já assistiu ao Despertar da Força, o novo Guerra nas Estrelas?

Cumprimentos, e tenha um ótimo domingo. :)

Anônimo disse...

Mr X, algumas coisas nem são teorias da conspiração, mas fatos comprovados, entretanto como não aparecem na mídia todo mundo acha loucura. Por exemplo, hoje o grupo mais perseguido no mundo são os Cristãos. Sim, são mortos por muçulmanos, são mortos por hindus, são mortos por comunistas. O palavra "Natal" está para ser banida dos EUA, fazer piada com Jesus é quase direito e assim por diante. Você acha os dados facilmente por google de tudo isso. Mas isso saí na mídia? Não. Se saísse no Jornal Nacional, uma, duas vezes, pronto, se torna realidade. Ah.. se você entra no site da Fundação Ford, acha lá listadas as ONGs racialistas e feministas que ganham dinheiro deles. Mas tem artigo na Folha falando disso? Nada. Conspiração?

AF disse...

Sabbichudo,

Uma das razões de acreditar que a mídia segue esse caminho de ridicularizar quem acredita em teorias da conspiração é porque tem saído pesquisas como essa daqui que diz: "Teóricos da conspiração são mais propensos a negar vacinas, mudanças climáticas e alimentos GM"

Agora eu pergunto: e daí se uma pessoa nega essas coisas? Desde quando isso é verdade absoluta? É muito mais racional negar essas coisas do que acreditar em Obama, Dilma, socialismo e comunismo.

Aqui tem outra pesquisa também que parece que foi feita por psicólogos (iiihh) e deu até um desânimo ao ler o que eles falaram: "Os pesquisadores explicam que pessoas que endossam teorias da conspiração veem as autoridades como fundamentalmente enganadoras."

Óh é mesmo senhores donos da verdade, oops, psicólogos? Se é válido dizer que quem acredita em conspiração vê as autoridades como enganadoras, imagina quem não endossa? Com certeza vê as autoridades como os Obamas, Lulas e Dilmas da vida como um deus e nesse caso, é muito, mais muito mais racional acreditar em conspiração.

Por isso que acredito. Outro motivo de acreditar nisso, é que com isso as pessoas vêem o quanto a mídia mente e afasta as pessoas um pouco da mídia que com certeza tenta retalhar lançando pesquisas como essas e ridicularizando quem acredita em conspiração.

RICARDO DA SILVA LIMA disse...

Bem, eu, pessoalmente, não acredito em uma única conspiração, a nível mundial.

Acredito mais que existem vários e vários grupos, secretos ou não, que lutam por seus objetivos, sejam estes bons, ruins, benignos ou extremamente malignos.

Pois, afinal de contas, conspiração é a "concorrência de vários meios para o mesmo fim". E isto é algo inerente a todos os seres humanos.

Nós, seres humanos, fazemos isto o tempo todo, e muitas vez nem percebemos isto.

Um exemplo? Um time de futebol, onde todos trabalham juntos, cada um de acordo com a sua habilidade/ força de vontade/ condição física, para atingir um objetivo em comum (ganhar um campeonato, fugir do rebaixamento, ect).

Bom domingo a todos. :)