segunda-feira, 7 de julho de 2014

Gordofobia


Hoje fui na piscina e vi duas gordas enormes de biquini. Não nadavam, mas estavam na parte mais funda da piscina, segurando na borda e mexendo os pezinhos para se “exercitar” enquanto tagarelavam. Não creio que percam muito peso assim. Mergulhei e pude ver suas pernas gordas balançando desde o fundo. Fiquei imaginando que se estivéssemos no mar e eu fosse um tubarão, iria pensar, “Humm, que bocado mais apetitoso!”

Há muitos gordos mórbidos nos EUA, mas saiu a notícia este mês que o México acaba de superar os EUA na categoria de “país mais gordo do mundo.” Considerando que existem também muitos mexicanos nos EUA que estão, ahem, engordando as estatísticas americanas, temos o povo mexicano como o mais gordo de todos os povos. Genética ou cultura?


As gordas que vi na piscina eram brancas, de procedência desconhecida. Certamente o padrão alimentar americano ajuda a aumentar a gordura, em especial das classes baixas, mas há muitos brancos de classe média também. Acredito que parte disso é a cultura americana de comer muita porcaria, e em grande quantidade. As porções servidas nos restaurantes americanos são descomunais. Some-se a isso a cultura sedentária do americano médio, e temos a explicação. Porém, o que explica o México?


Ao contrário do que os fundamentalistas da genética acreditam, não pareceria que a genética tenha tanto a ver quanto o ambiente neste caso. A lista de países com maior número de gordos é bem curiosa, sem seguir um padrão muito definido: México, EUA, Síria, Venezuela, Iraque… O primeiro país europeu a aparecer, recém em 12, é a República Tcheca. A única coisa certa é que os países asiáticos não são gordos. O Japão é o último da lista, o país mais “magro” do mundo. Porém, tampouco aqui a genética parece dar a resposta definitiva, já que o menino de 4 anos mais gordo do mundo, ao menos até há pouco, era um pequeno chinês. Os melanésios, se é que contam como asiáticos, também tendem a ser gordos acima da média.


Qual o país mais “gordo” da Europa? Pela minha impressão do que vi, seria a Alemanha. Não tem gordos mórbidos, mas tem vários fofinhos e fofinhas, alimentados exclusivamente à base de cerveja, salsicha e batata. Porém, os italianos, que comem muita massa e pizza, raramente são muito gordos. Pavarotti é exceção. (Nota: por que os cantores de ópera são em muitos casos gordos? Neste caso, a genética pode ser explicação: um bom cantor lírico precisa ter uma larga caixa toráxica com pulmões descomunais, portanto as pessoas de corpo robusto são favorecidas). Os franceses, apesar de todos os quiches e suflês, tendem a ser magros. Espanhóis, gregos e escandinavos, acho que também.  

Outro mistério é o seguinte, porque as gordas são em geral consideradas pouco atraentes pela maioria dos homens? Afinal, do ponto de vista biológico, indicariam uma criatura bem-alimentada, com grandes glândulas mamárias otimais para alimentar a prole. No entanto, a gordura é para a maioria dos homens um fator de atração negativa quase tão grande quanto a nerdice nos homens é para as mulheres. 

Bem, de qualquer modo, nada temam, pois os progressistas já tem a solução. Segundo eles, os gordos estão sendo discriminados pelo “padrão ocidental patriarcal vigente” com seu “padrão de beleza meramente cultural promovido pela mídia”, e portanto os gordos estão se agilizando e criando suas próprias associações de direitos. Da próxima vez que você chamar alguém de gordinho ou gordinha, cuide-se, pois poderia estar comentendo um ato de discriminação gravíssimo, passível de processo e até de prisão.



20 comentários:

AF disse...

"Segundo eles, os gordos estão sendo discriminados pelo “padrão ocidental patriarcal vigente” com seu “padrão de beleza meramente cultural promovido pela mídia”, e portanto os gordos estão se agilizando e criando suas próprias associações de direitos."

E como falei, o curioso é que nessas campanhas das gordinhas quase sempre tem um cara sarado agarrando uma gorda, enquanto que um homem gordo não se vê.

Ou seja: homem rejeitar uma gorda é preconceito ou "gordofobia", mas uma mulher rejeitar um gordo é direito de escolha.

Com a mídia cada vez mais idolatrando mulheres, até as que são extremamente gordas saem ganhando, vide a quantidade de exigências que elas fazem para ter um homem. Algumas se acham até mesmo no direito de queimar livros para emagrecer em nome da "diversidade de tamanho".

O pior é que esse negócio de colocar "fobia" em tudo, alterando o sentido original da palavra fobia, vai ao extremo.

Por exemplo: a Wikipédia, em seu viés de extrema-esquerda já possui um artigo apoiando a pedofilia e com um termo chamado "pedofilofobia" que é a aversão a pedófilos (não vou linkar esse lixo, pois não faço apologia às drogas).

Sou "pedofilofóbico" com muito orgulho e "gordofóbico" também, mas não em relação às gordinhas, pois muitas, como a da imagem da foto são até lindas, mas sim em relação aquelas que ficam enchendo a pança de comida, mesmo tendo oportunidade para emagrecer e depois ficam postando mensagens idiotas de autoajuda no facebook se vitimizando ou com um cara sarado e aquelas que se acham no direito de fazer enormes exigências para ter um homem.

Onço pintado disse...

Isso acontece, porque IMPLICITAMENTE todo mundo é preconceituoso, eu tenho facilidade (achava) para ganhar e perder peso... engordei uns 10kg e nunca sofri tanto preconceito na minha vida, inclusive de pessoas GOOORDAS.

Hoje estou quase com o meu peso normal, faltando uns 3kg. Outra coisa, deduzo eu que em porto alegre e região metropolitana só terá gente feia e/ou gorda daqui a algumas décadas.

Santoculto disse...

(Ps.: Agora assinando com o ''nickname'' do meu blog).


Ué,

e aquele papo de que no passado as gordinhas eram mais valorizadas??

Eu sei que a maioria dos homens não gostam de mulher magra vara pau igual as modelos de passarela.

Claro, todo mundo gostaria de ficar com uma gostosona que ainda fosse bonita de rosto, o arquétipo perfeito.

Mas entre escolher uma IMC 18 e uma IMC 24-27, eu acho que a maioria iria preferir a segunda.

Os padrões mudam porque as escolhas de grupo mudam ou são manipuladas. Se todo mundo hoje em dia diz preferir a nariguda e feinha da Gigele Bundchen, então não duvide que a maioria vai seguir o rebanho.

Anônimo disse...

Gordas não são atrativas pois denotam pouca saúde. O homem se atraem pela proporção da cintura-quadril.

Dom Moleiro disse...

Viver neste planetinha está ficando cada vez mais difícil e complicado.
No futuro os bebês terão de nascer com um "manual de instruções " para que não cometam erros de opinião ,que possam qualificá-loa como criminosos sociais .

Anônimo disse...

Quando comecei a engordar por ter de trabalhar no 2º turno de uma fábrica, me tornei 'papel de parede' feminino, então fiz algo que elas não conseguem: jejum. Consultei meu presbítero e o mesmo ensinou conciliar a vontade de comer com a oração, a cada uma semana, ficava de jejum 2 dois/noites, acompanhado de oração e aeróbicos; 2 meses foram suficientes. Voltei a malhar e hoje sou saudável. Fica a dica!

Silvio disse...

Opa, Mister. Saudades do humor:

- gordofóbico:
https://www.youtube.com/watch?v=Zl3fRnmEKgM

- homofóbico:
http://mais.uol.com.br/view/iq5va2mdltp6/passa-de-novo-a-praca-e-nossa-com-vera-verao-04029C396AC0919366?types=A
https://www.youtube.com/watch?v=OisaL3wXS-c
https://www.youtube.com/watch?v=OkT_d2OTgv0

- comunofóbico:
https://www.youtube.com/watch?v=mN3z3eSVG7A

- e racista:
https://www.youtube.com/watch?v=_L6gejXE0rQ
https://www.youtube.com/watch?v=Y53JLJDOEvE

AF disse...

Off:

https://www.youtube.com/watch?v=6eRmwfr_gtc

Se der, fale sobre o jogo de hoje, X.

DIREITA disse...

Mulheres gordas e magras demais nunca foram padrão de beleza. seja hoje o antigamente as mulheres mais cobiçadas sempre foram as tidas como gostosas.As playboys mais vendidas pelo mundo a fora confirmam esta premissa!

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

No caso da minha esposa, ela sempre foi gordinha, e eu nunca reclamei. Uma coisa é ser gordinha, ou seja, ter alguns quilos a mais. Outra coisa, completamente diferente, é ter VÁRIAS TONELADAS, como nos casos de obesidade mórbida.

Aliás, cá pra nós, bai dizer que vocês não sentiram vontade de cair de boca nos peitões da gordinha da foto???? Mesmo???? Porque eu senti.

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

Mesmo porque a magrinha da foto não tá com nada.

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

E, no fundo, FODA-SE esse papo escroto de "padrão ocidental patriarcal vigente". Cada um é livre pra gostar do que quiser.

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

Se bem que os padrões de beleza, principalmente em se tratando de mulher "gostosa", são muito relativos. No exterior em geral, exceto alguns círculos afro-americanos, apreferência é pelas mulheres que têm peitões. Já nos referidos círculos afro-americanos, e nos países latinos em geral, em particular no Brasil, a preferência é pelas mulheres que tem bundão, e por aí vai.

Santoculto disse...

Li no ''Seductive jewess'' que a preferência por peitões nos EUA é oriundo da cultura judaica. Sabemos que o século XX foi o século judeu na terra do Tio Tim, Sam quer dizer.



AD

DIREITA disse...

"Mesmo porque a magrinha da foto não tá com nada."

tem cara de usuaria de nóia.

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

Gente, desculpa. O correto é "a preferência". Eu não estou acreditando que eu fiz isso, escrever "apreferência".

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

Eu escrevi "bai"???? Desculpem-me. O correto é VAI.

E, DIREITA, você tem razão. A magrinha tem cara de noiada mesmo.

E eu ainda estou cheio de vontade de CAIR DE BOCA nos PEITÕES da gordinha.

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

AF, eu vou dizer uma coisa pra você. Eu também sou pedofilofóbico, sem aspas mesmo. Se bem que tem aparecido umas garotinhas por aí que são umas tremendas gatonas. Tem umas que eu vou te contar. Quando eu vejo uma dessas, eu sei porque é que tem tanto pedófilo por aí.

Blog do Pinel disse...

Do ponto de vista evolucionista "atual" os gordos estariam fora do padrão evolutivo no quesito perpetuação da espécie.
Agora, quem aqui já "fez amor" com uma "gordelícia"(me refiro ao corpo da Geisy Arruda,tá?) sabe o quanto é bom!

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

Geisy Arruda é gorda???? Desde quando???? E ela é, na verdade, uma pessoa muito escrota. E eu ainda quero cair de boca nos peitões da gordinha da foto. E ninguém me explicou, ainda, de onde vem a preferência pelas mulheres que tem bundão. Seria de pura paranóia com o sexo fecal, digo, anal????