sábado, 8 de setembro de 2012

Melancolia

Um breve adendo ao texto anterior. Conheço uma pessoa aqui, branca americana, que tem o infortúnio de alugar um apartamento para um grupo de hispânicos de classe baixa. O pai é ou era imigrante ilegal; o filho é um gordo de 200 quilos; a sua namorada e mais duas outras pessoas estão morando ilegalmente na casa, que deveria conter apenas duas pessoas. Quase nenhum trabalha, ao menos dois ganham auxílio-desemprego. Eles também tem um cachorro no apartamento, o que é proibido pelo contrato, jogam lixo na calçada, o que é ilegal, estacionam o carro onde não devem, colocam música alta, gritam e insultam os proprietários com palavras de baixo calão,  destróem o apartamento causando gastos muito maiores do que o aluguel que pagam, pois pagam muito pouco aluguel graças a uma lei "social" no condado de Los Angeles que proíbe o aumento de aluguel a um máximo de 4% a cada ano.

Vi  ouvi tudo isso com os meus próprios olhos, observei as atitudes desprezíveis dessa gente, sua empáfia, suas mentiras, sua cara-de-pau, seus gestos vulgares. Sabem o que é possível fazer para despejar essas pessoas?  

NADA.

A Lei as protege, são "desprivilegiados". É praticamente impossível despejar estes seres, que ainda ganham de graça ajuda legal de ONGs beneficientes, enquanto o proprietário precisa gastar dezenas de milhares de dólares com advogados.

Seres desse tipo que abusam o sistema existem aos milhões pelos EUA. O governo Obama, que trata tais pessoas como coitadinhas, decidiu agora que não vai mais deportar os ilegais menores de 30 anos de idade. Mais: os ilegais têm direito a educação e saúde gratuita, paga pelos cidadãos de bem que suam dia e noite para sustentá-los.

E esta gente, pensei, este lixo, são o futuro da América.

Do outro lado do oceano, no Velho Continente, refugiados muçulmanos e africanos invadem todos os países europeus, também recebendo casa e comida de graça, e qual seu agradecimento? Incendiar bairros, lutar contra a polícia, aumentar as estatísticas do crime, apoiar o terrorismo e promover quebra-quebras.

Eu não tenho raiva; sinto apenas uma tristeza imensa.

Há quem pretenda o retorno de um radicalismo extremista, da violência contra os imigrantes, do retorno dos uniformes cáquis e dos tanques nas calçadas. Eu não; não tenho fascinação pelo fascismo e nem gostaria que a violência se tornasse uma solução. Não vejo porque os inocentes devam sofrer nem porque o autoritarismo deva calar. Porém, vendo com meus próprios olhos o que está acontecendo no Ocidente, não sei mais qual possível solução poderia haver para evitar o desastre que vem aí. O mundo está piorando cada vez mais, e assistir isso é como ver um trem que avança em direção a um penhasco sem nada poder fazer. É triste, muito triste.

E o mais triste de tudo é que tudo isso é feito sob o aplauso da maioria da população, que é cúmplice de sua própria destruição. Votam em Obama e nos partidos de esquerda, apóiam a imigração de terceiromundistas, celebram o fato de serem cada vez mais uma minoria em suas próprias nações, e súditos de um governo cada vez mais tirânico, ainda que em nome da "igualdade". As pessoas reclamavam do "Patriot Act" de Bush; saibam no entanto que o governo Obama, graças a uma nova lei, tem o poder de prender cidadãos americanos por tempo indefinido, sem julgamento e sem dar qualquer tipo de razão para isso.

O Partido Democrata, recentemente, não apenas decidiu não mais incluir a palavra "Deus" em sua plataforma partidária, como também declarou o seguinte: "O governo é a única coisa à qual todos nós pertencemos."

Perceberam? Não poderia ser mais claro. O Governo é oficialmente o Deus dos Democratas. E este é o partido que 90% das pessoas que conheço aqui apóiam.   

Bem, nada disso vai terminar muito bem. É por isso que penso muitas vezes que tudo isto é inútil, e que o melhor a fazer talvez seja se refugiar em algum bunker subterrâneo com duzentas latas de cerveja e assistir de camarote ao espetáculo do apocalipse...

Ou isso, ou (para terminar em uma nota mais otimista), ter vários filhos e netos, ensinar-lhes bons valores, transmitir o legado cultural do velho Ocidente para preservá-lo, e rezar muito. 

20 comentários:

AF disse...

Excelente post!

Às vezes fico vendo alguns vídeos antigos no youtube e vendo como as pessoas daquela época eram alegrinhas, vestiam-se bem, eram detalhistas e criativas, e como os valores daquelas épocas eram mais respeitados.

Havia exceções naquela época, é claro, mas as exceções daquela época estão se tornando cada vez mais a maioria de hoje.

Ao ver esses vídeos antigos, dá para ver claramente o quão linda era aquela época... os valores e alegria dos europeus. É claro que os negros daquela época também eram mais alegres e criativos e, assim comos os brancos, não vacilavam tanto como hoje.

Vendo essas coisas, me pergunto, porquê que tudo isso tem que acabar... :-/

Anônimo disse...

'A civilização parece ser a invenção de uma espécie agora extinta'. Nicolás Gómez Dávila

Chesterton disse...

acho que vai ser tudo mais engraçado que trágico...

Anônimo disse...

"Quando você cala os homens da palavra, terá que lidar com os homens dá espada"

É, X... tu não quer, muita gente não quer, alguns indiferentes, eu particularmente gostaria de ver, mas isso não vem ao caso. Acho que essa situação já há muito se mostrou impossível de ser remediada pela razão, muito menos pelo voto.

A porrada vai comer. O pau vai cantar. O filho vai chorar. A mãe não vai ouvir.

E eu quero tar lá pra ver.

Felipe disse...

É caro Chesterton, talvez a única coisa que o sacana do Marx flou é que uma embromação se apresenta numa primeira vez como tragédia e numa segunda como comédia, pode ser.

Didi Iashin disse...

"O governo é a única coisa à qual todos nós pertencemos." Quero ver falar isso numa república ... aham ... islâmica.

Chesterton disse...

http://accao-integral.blogspot.com.br/search?updated-max=2012-06-24T15:00:00%2B01:00

Anônimo disse...

Aqui na minha cidade, o atual prefeito mostrou uma das realizações, como a nova casa para a dona Vânia, desempregada que mora com seus 12 filhos.
As pessoas com recursos não terão mais filhos e as de menos recursos terão o sustento garantidos pelas políticas de Estado. No entanto, em poucas gerações, os netos da dona Vânia terão de sustentar outras gerações de igualmente miseráveis e o sistema quebrará. Acho que isso é um fenômeno global. A elite global terá novas gerações adestradas com custos remuneratórios menores. E as explosões de homicídios e crack ficarão do lado de fora dos bairros mais abastados.

DIREITA disse...

Mais: os ilegais têm direito a educação e saúde gratuita, paga pelos cidadãos de bem que suam dia e noite para sustentá-los.




mas que merda é esta,afinal: pelo que sei muitos americanos por não terem direito a cuidados médicos gratuitos optam,devido ao custo,por se tratar em países com a índia.



MR X,mas não ha algum artigo da constituição americana que proíba todo este absurdo que beneficia ilegais?

Anônimo disse...

Augusto dos Anjos (1884-1914)

Idealização da humanidade futura

Rugia nos meus centros cerebrais
A multidão dos séculos futuros
Homens que a herança de ímpetos impuros
Tornara étnicamente irracionais!


Não sei que livro, em letras garrafais,
Meus olhos liam! No húmus dos monturos,
Realizavam-se os partos mais obscuros,
Dentre as genealogias animais!


Como quem esmigalha protozoários
Meti todos os dedos mercenários
Na consciência daquela multidão...


E, em vez de achar a luz que os Céus inflama,
Somente achei moléculas de lama
E a mosca alegre da putrefação!

Gerson B disse...

Sabe qual é o (um) problema, X? A Direita é burra. É difícil levar algus republicanos a sério. Fica-se sem opção, os dois lados são extremos e nenhum é razoavel.

Enquanto houver criacionistas entre os republicanos, gente que varre os problemas ambientais pra baixo do tapete e outros "iluminados" que acham direito invadir o Iraque é difícil. O discurso democrata é sedutor. Parece mais razoavel (e é em alguns pontos).

Se bem que às vezes desconfio que o Obama seja mesmo um muçulmano agindo sutilmente pra derrubar os EUA. Paranoia?

Mr X disse...

"MR X,mas não ha algum artigo da constituição americana que proíba todo este absurdo que beneficia ilegais?"

Lei determina que hospitais de pronto socorro atendam todos, mesmo os ilegais que não tenham seguro de saúde. Quem paga a conta disso é o cidadão americano que paga imposto:

http://news.yahoo.com/blogs/lookout/health-care-law-ignored-illegal-immigrants-hospitals-may-154832135.html

Quanto à educação, eu não sei exatamente como acontece, mas milhões vão para a escola, e alguns até para a universidade:

http://www.usatoday.com/news/education/story/2012-05-26/illegal-immigrants-college-careers/55222438/1

De novo, quem paga é o cidadão, financiando sua própria substituição demográfica.

autor desconhecido disse...

http://www.averdadesufocada.com/index.php?option=com_content&task=view&id=5811&Itemid=86

Castro disse...

Mr X...eu tenho o mesmo problema que você ( supondo que você tem um problema)

Eu sou jovem, tenho 23 anos recem completados e todos que eu conheço que gostam de política são de esquerda, com exceção de um, que é de centro( ele nunca dira que é de direita).

A maioria? são todos alienados que querem "curtir a vida loucamente".

Acho que uns 30% apenas são "normais", ou seja, nao se envolvem em politica e não são da "curtição". Mas ambos os dois grupos não procuranm saber de nada de politica, nada!!

quase todos q gostam de politica sao esquerdistas...jesus maria josé!


será que se vc mudasse de circulo social, as coisas nao seriam "endireitadas" ??

DIREITA disse...

Lei determina que hospitais de pronto socorro atendam todos, mesmo os ilegais que não tenham seguro de saúde. Quem paga a conta disso é o cidadão americano que paga imposto:


esta lei é sustentada pela constituição?

fora o pronto atendimento ,consultas e tratamentos clínicos e cirúrgicos tambem são disponibilizados aos ilegais?




Quanto à educação, eu não sei exatamente como acontece, mas milhões vão para a escola, e alguns até para a universidade:


e o povão aqui no brasil pensando que ilegal é tratado igual a lixo.
engraçado; sendo o aluno ilegal -não deveria qualquer entidade publica denunciar o mesmo as autoridades competentes ?

Mr X disse...

Direita,
pelo jeito você está por fora, o Estado, as instituições, as entidades públicas americanas, salvo algumas exceções, são em sua maioria a FAVOR dos ilegais. Recentemente a Califórnia votou uma nova lei, imigrantes ilegais pagam MENOS matrícula universitária do que cidadãos americanos de outros Estados. A Suprema Corte aprovou:

http://www.dailycal.org/2011/06/06/supreme-court-upholds-in-state-tuition-for-undocumented-students/

DIREITA disse...

Recentemente a Califórnia votou uma nova lei, imigrantes ilegais pagam MENOS matrícula universitária do que cidadãos americanos de outros Estados. A Suprema Corte aprovou:

http://www.dailycal.org/2011/06/06/supreme-court-upholds-in-state-tuition-for-undocumented-students/

e este absurdo,apesar de ser aprovado pela suprema corte, é inconstitucional,correto?

mas ai que esta,não deveria o ilegal ser deportado quando descoberto?

Mr X disse...

Deportado? O que é isso? Você realment está por fora, ilegais menores de 30 não são mais deportados:

http://www.foxnews.com/politics/2012/06/15/obama-administration-to-offer-immunity-to-younger-immigrants/

Mr X disse...

Está em curso um projeto de mexicanizar os EUA, pra quê, não sei. A resposta imediata é que são votantes Democratas (bem, seus filhos, que serão "legais") e mão de obra barata.

DIREITA disse...

Está em curso um projeto de mexicanizar os EUA, pra quê, não sei. A resposta imediata é que são votantes Democratas

mas os republicanos gostam tanto de ilegais quanto os democratas;não foi reagan mesmo que em seu governo deu asilo a milhões de ilegais chicanos?!