segunda-feira, 25 de junho de 2012

E se o Islã vencer?


Nos começos do blogue, antes de ficar obcecado com a "decadência ocidental" e outras bobagens, eu escrevia muito sobre o Oriente Médio. Depois, cansei. Simplesmente pensei que, além do Brasil e em segundo plano os países latinos vizinhos, a minha bagagem cultural tinha mais a ver mesmo com Europa e EUA, o o que me preocupava mesmo era o possível triste fim dessas duas regiões do planeta devido ao esquerdismo, ao multiculturalismo e à globalização. Pensei: o Oriente Médio que se exploda!

Mas hoje, assistindo aos jornalistas da CNN extasiados com a vitória da Irmandade Muçulmana nas eleições do Egito (não via jornalistas tão contentes desde a vitória de Obama), penso que talvez tenha me enganado. O que acontece no Oriente Médio, cedo ou tarde, termina repercutindo no resto do planeta. Talvez ali seja mesmo o umbigo do mundo!  

Os muçulmanos continuam demonstrando que o que querem mesmo é islamismo radical. Estejam em seus países, nos EUA, ou na Europa. Dêem-lhes uma chance de votar, e eles vão escolher o candidato mais fanático e menos secular de todos. Até existe uma minoria de moderados ou ocidentalizados, mas são isso, minoria. 

O que acontecerá com os cristãos coptas, no Egito, não dá para adivinhar, mas provavelmente não será boa coisa.  

Se isso afetasse apenas seus países, tudo bem. Porém, cada vez mais o destino dos muçulmanos está ligado ao dos ocidentais. Nas recentes eleições da França, foram eles que decidiram o voto em favor de Hollande. Nos EUA, o que não contam (ainda) como número de votantes, contam com pressão devido ao medo de atentados e simpatia na mídia (A Christiane Amanpour da CNN ontem estava ganindo de felicidade, e não houve um príncipe saudita que comprou metade da Fox News?). E no Brasil? Um leitor manda uma reportagem mostrando que os jovens negros da periferia brasileira estão se convertendo ao Islã, como resposta ao "racismo da sociedade". Era só o que faltava!   

Graças aos muçulmanos, viajar, que era para ser uma actividade prazerosa, virou um inferno. Você precisa praticamente ficar pelado para poder passar pela revista dos aeroportos, e se vai de trem fica com a paranóia de que aquele muçulmano que entrou de mochila venha fazer "bombar" as suas férias.  

Eu preferia não ter que me preocupar com tudo isso. Infelizmente, especialmente na Europa, os muçulmanos têm cada vez maior relevância. Vai ser impossível ignorá-los. 

E, mesmo no Oriente Médio, esses novos governos islâmicos que estão surgindo não vão ser uma boa coisa, no mínimo vão explorar ainda mais os atentados contra civis ou chantagear os outros países com ameaças para receberem mais dinheiro, ou vão encher o saco com o aumento no preço do petróleo, e na pior das hipóteses vão começar uma nova guerra que terá ramificações mundiais. 

O que podemos fazer? 

Como eu gostaria de não ter que me preocupar com os muçulmanos e sua religião, mas, pelo jeito, vou ter que continuar escrevendo sobre isso…

91 comentários:

Anônimo disse...

Cada brasileiro Cristão tem a obrigação de ter no mínimo 3 filhos se não quiserem que nossas filhas sejam inferiorizadas como mulheres e nossos filhos explodidos por aí em nome de uma religião Falsa... Viva os Duggar's (risos)...

Anônimo disse...

QUEM ESTÁ MATANDO O OCIDENTE?

http://www.youtube.com/watch?v=ERxDV3m6jSQ

Gunnar disse...

"SE" o Islã vencer? Já venceu no Oriente, está vencendo na Europa, logo vencerá nos EUA e, pelo visto, nem no Brasil a salvo.

Pelo jeito, o novo mundo orwelliano vai orar pra Meca...

Anônimo disse...

Israel eh o front dessa guerra, que nao eh nova.
Nunca entendi esses tais direitistas anti-semitas. Acho que mania de perseguiçao de alguns e ...anti-semistismo do resto mesmo

Claudio disse...

O islã dominará o mundo (quantidade de adeptos) daqui a mais ou menos 100 anos, isso ocorrerá por que a média de filhos de outras culturas (principalmente ocidental) é de menos de 2 filhos por casal (para garantir a manutenção de uma cultura é de 3 filhos), já os islâmicos tem diversos filhos, média mais ou menos de 5 filhos pra cima.

O mundo é dividido em 3 principais elites mundiais: chino-russa (china e russia), euro-americana (eua e países da europa ocidental) e islâmica (países produtores de petroleo). De um lado estão os euro-americanos e de outro chino-russa. Os euro-americanos estão querendo puxar os islâmicos pro lado deles... só que eles não sabem que quando os islâmicos tiverem uma oportunidade... derrubarão os líderes euro-americanos. Os chino-russos mantêm distância de ambos e provavelmente dominarão o mundo em todos os sentidos num futuro não tão distante.

Anônimo disse...

Se o Islã chegar aportar por aqui, pelo menos a reza já vai estar pronta.

Allah-la-ô (marcha/carnaval)

Haroldo Lobo

Allah-la-ô, ô ô ô ô ô ô
Mas que calor, ô ô ô ô ô ô
Atravessamos o deserto do Saara
O Sol estava quente, queimou a nossa cara
Allah-la-ô, ô ô ô ô ô ô
Mas que calor, ô ô ô ô ô ô...

Viemos do Egito
E muitas vezes nós tivemos que rezar
Allah, Allah, Allah, meu bom Allah
Mande água pro iôiô
Allah, meu bom Allah,

Anônimo disse...

A questão é: Criticar e criticar é fácil, mas quantos de vocês estão fazendo algo consistente para mudar isso? O que estão fazendo? Quantos filhos vcs tem? como vc educam eles? na educação clássica/Cristão Ocidental? Trivium? o nosso problema é que debatemos e debatemos e nada fazemos... e de tanto debater culturas como a Helenística foram extintas aos poucos, ainda que Roma tenha incorporado a maior parte dos valores gregos, inaugurando a cultura greco-romana. Mas será que teremos outra força como Roma para preservar a cultura ocidental que seja parte integrante do Ocidente? os bárbaros já estão às portas!

Anônimo disse...

À espera dos bárbaros

Konstantinos Kaváfis


À ESPERA DOS BÁRBAROS

O que esperamos na ágora reunidos?

É que os bárbaros chegam hoje.

Por que tanta apatia no senado?
Os senadores não legislam mais?

É que os bárbaros chegam hoje.
Que leis hão de fazer os senadores?
Os bárbaros que chegam as farão.

Por que o imperador se ergueu tão cedo
e de coroa solene se assentou
em seu trono, à porta magna da cidade?

É que os bárbaros chegam hoje.
O nosso imperador conta saudar
o chefe deles. Tem pronto para dar-lhe
um pergaminho no qual estão escritos
muitos nomes e títulos.

Por que hoje os dois cônsules e os pretores
usam togas de púrpura, bordadas,
e pulseiras com grandes ametistas
e anéis com tais brilhantes e esmeraldas?
Por que hoje empunham bastões tão preciosos
de ouro e prata finamente cravejados?

É que os bárbaros chegam hoje,
tais coisas os deslumbram.

Por que não vêm os dignos oradores
derramar o seu verbo como sempre?

É que os bárbaros chegam hoje
e aborrecem arengas, eloqüências.

Por que subitamente esta inquietude?
(Que seriedade nas fisionomias!)
Por que tão rápido as ruas se esvaziam
e todos voltam para casa preocupados?

Porque é já noite, os bárbaros não vêm
e gente recém-chegada das fronteiras
diz que não há mais bárbaros.

Sem bárbaros o que será de nós?
Ah! eles eram uma solução.

Dom Moleiro disse...

Desculpem mas só tenho uma coisa a dizer : QUE MERDA !!!!!!!!!!

Anônimo disse...

LI ESSE ARTIGO EM ALGUM LUGAR, NÃO ME LEMBRO ONDE, E SALVEI. ACHEI MUITO LOUCO MAS, EM RELAÇÃO AO CRESCIMENTO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA, A CONTA FECHA.

As construtoras que vão construir os estádios da copa de 2014 no Brasil vão precisar contratar ( e já estão contratando) operários chineses e indianos para completar a mão de obra nacional que, neste setor, está escassa.
Motivo: drogas

A imprensa e o governo não revelam, mas cerca de 7 milhões de pessoas entre 10 e 60 anos estão envolvidos com crack
São mais de 200 mil mortes por ano, enquanto as autoridades só confirmam 70 mil.
Os mortos por acidentes de moto em 2010 chegaram a 15.000
e por outros veículos a 65.000.
É uma verdadeira matança também por causa de ciúmes.
Em 2010 foram 55.000 mortes envolvendo casais.
Brigas de botequins e outros conflitos que resultaram em mortes no ano passado somaram 40.000 pessoas.
A falta de crescimento da população deve-se em muito ao grande número de homossexuais existente no país.
Gays homens e mulheres já passam dos 30 milhões no país,
percentualmente o maior do mundo (15% da população contra a média global de 10), excluindo-se os países orientais
Este é o brasil que a Globo e nenhuma outra emissora mostra.

A Ong Fala Brasil não esconde:

População do Brasil, segundo o Ibge
Em 1970 era de 90 milhões ( crescíamos a 3,5% ao ano )
Em 1980 era de 120 milhões ( crescíamos a 2,5% ao ano )
Em 1990 era de 155 milhôes ( crescíamos a 2,2% ao ano )
Em 2000 era de 175 milhões ( crescíamos a 1,5% ao ano )

E, A VERGONHA:
Em 2010, população de 190 milhões de habitantes. ( crescemos 0,8% ao ano )

Um levantamento da Unânime Pesquisas diz que a população do Brasil em 2030 será igual à de 1980.

DEPOIS, LI ESSE ARTIGO REFERENTE A UMA PESQUISA DO GRUPO LGBT.

BRASÍLIA – O Estruturação – Grupo LGBT de Brasília incorporou à sua coordenação de pesquisas os dados da pesquisa Mosaico Brasil, que identifica o número de gays, lésbicas e bissexuais em dez capitais brasileiras. De acordo com a pesquisa, O Rio de Janeiro é a cidade com maior índice de gays e bissexuais masculinos com 19,3%. Manaus tem o maior índice de lésbicas e mulheres bissexuais com 10,2%
A pesquisa Mosaico Brasil foi realizada pelo Projeto Sexualidade (Prosex), do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas daUniversidade de São Paulo. Foram entrevistadas 8.200 pessoas de Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.
Pela ordem, as cidades mais gays são: Rio de Janeiro (19,3%), Brasília (10,8%), Fortaleza (10,6%), Salvador (9,8%), São Paulo (9,4%), Belo Horizonte (9,2%), Cuiabá (8,7%), Curitiba (7,4%), Porto Alegre (7,1%) e Manaus (6,5%). As cidades com mais lésbicas são: Manaus (10,2%), Rio de Janeiro (9,3%), Fortaleza (8,1%), São Paulo (7,0%), Salvador (6,5%), Curitiba (5,7%), Brasília (5,1%), Porto Alegre (4,8%), Belo Horizonte (4,5%) e Cuiabá (2,6%). Levando em conta a média geral entre bi, gays e lésbicas nas dez cidades, 10,4% são gays e 6,3% são lésbicas.

SERÁ QUE É POR ISSO QUE O ISLÃ ESTÁ COMENDO A CIVILIZAÇÃO OCIDENTAL COMO A GENTE COME MINGAU QUENTE ?
PELAS BEIRADAS.

Anônimo disse...

POIS É!

TÁ VENDO TU ?

A GAUCHADA MATCHO TCHÊ QUE ESTAVA SENDO SACANEADA PELAS INFORMAÇÕES INVERÍDICAS DA MÍDIA CARIOCA EM RELAÇÃO À VIADAGEM E À BAITOLAGEM AGORA FOI AO PARAÍSO.

Gays em Porto Alegre = 7,1%

Gays no Rio dê Janeiro = 19,3%

Agora, vamos fazer a conta gay:

7,1% dos gaúchos x 3 = 21,3%

Cariocas:

19,3% na tampa, ou na "Tora".

Isso significa que os Cariocas são "quase" 3 vezes mais boiolas que os Gaúchos.

A Gauchada de Pelotas agradece, encarecidamente e, de alma lavada e enxaguada, essa pesquisa do LGBT.

Anônimo disse...

Mr X

V. Sa. é Carioca ou Gaucho ?

Perguntar não ofende.

Anônimo disse...

Que eh divertido sacanear a gauchada isso eh!
Lembro de um quadro dos cassetas onde dois gauchos em peh num onibus lotado , um na frente e um atras.
O da frente pergunta indignado.
- O que eh que tu ta fazendo ai atras.
O outro responde assustado.
- Nada!
O primeiro diz...
- Ah entao sai e da o lugar pra outro.


Kkkkkk
Desculpa cara eu nao aguentei

Anônimo disse...

Faco-lhes uma pergunta. Porque voces acham que podemos vencer essa totalidade de problemas que nos deparamos?
E como podemos vencer?
Dos problemas cito alguns.
A avalanche gay
Os cabecas de trapo e a maomelandia.
O avanco negro e barbaro, o totalitario poder de um governo mundial em curso e o seu panteismo verde.
O declinio populacional.
Com essas variaveis eh praticamente impossivel.
A menos que tenhamos algum trilionario nao infantilizado entre nos?

Alguem se habilita?

Anônimo disse...

Os paises ditos mais cultos ou mais civilizados foram os primeiros a cair e cairam mais rapido.
Apesar de todo o seu passado e legado historico.

Vejam os paises onde o aborto eh legalizado, ou a eutanasia, paises ou cidades mega-gays pelo mundo, onde ha drogas livres ou onde o esquerdismo e artistas de vida pregressa sao a nata da nata e chamado de intelectuais a seculos.
Onde nasce os esquemas de dominacao, governo mundial e aniquilacao do individuo.

KRZ disse...

O que me animou um pouco na questão do Egito foi saber que o novo presidente eleito Mohamed Morsi usou a tal Irmandade Muçulmana no ínicio do imbróglio eleitoral apenas como trampolim político devido ao poder da tal organização, mas depois que conseguiu a projeção desejada na mídia egípcia, o cara rompeu com o grupo, declarou abertamente que pretende amparar os cristãos coptas do País, não é a salvação nacional daquela nação perdida nas superstições da religião árabe, mas já é um boa notícia saber que esse novo presidente não é um radical como a mídia ocidental pregou e festejou, muito pelo contrário, ele fez doutorado nos EUA e tem dois filhos americanos, pena que o atual presidente americano é Anti-Ocidente.

Anônimo disse...

Eu me habilito.

Não sou "TRI" lionário mas sou "TRI" legal. Gaúcho, Tchê.

Depois dessa pesquisa do LGBT, onde a Cariocada é 3 x mais Gay que o pessoal de Pelotas, nós, da Fundação Nacional dos Nordestinos Perdidos no Rio Grande (FNNPRG)contratamos FALCÃO, Cearense da Gema, para cantar sua mais famosa canção, feita em homenagem aos dito cujos.

Homem É Homem

Falcão

O homem nasce sem maldade em parte nenhuma do corpo
O homem é lobo do homem
Isso explica a viadagem congênita e a baitolagem adquirida!!!
Sendo assim quem nunca queimou o anel quando menino,
queimalo-a quando crescido!!
e isso explica novamente a história da viadagem adquirida!!!

Porque homem é homem,
menino é menino,
macaco é macaco e
viado é viado
homem é homem,
menino é menino,
politico é politico
e baitola é baitola

O individuio nasce, cresce
e adentra ao mundo social e politico,
filosófico e artístico
fica danado, letrado, inteligente e sabido
Conhece tudo, explica tudo
e discute com bastante elegância
os rumos da catilogência
fica suave, delicado e aberto
a novas experiências

Porque homem é homem,
menino é menino,
macaco é macaco e
viado é viado
homem é homem,
menino é menino,
politico é politico
e baitola é baitola

Nada de novo no front desse globalizado leso
a saída é a retaguarda
e isso explica a evolução da perobagem adquirida
Fica dificil um estudo,
uma tese, uma análise
dadores da ciência
o homem inteligente dá ou dá pq é inteligente

RESUMO DA ÓPERA.

NUNCA ANTES NESTEPAIZ E, EM TEMPO ALGUM, LI UM TEXTO TÃO " POLITICAAMENTE INCORRETO"

EU AMO ISSO.

Rodrigo Martins disse...

Eu tava lendo o texto sobre a Bella Dodd no Midia sem mascara e a frase final eh otima .
Reproduzo:-) A civilização ocidental é como uma embarcação errante no mar do mal, embora os tripulantes estejam muito enganados e distraídos para perceberem isto.

Não há botes salva-vidas.

AF disse...

Como em favelas, comportamentos anti-cristãos como preguiça, tráfico de drogas, macumba, assaltos, mortes, sequestros, gangues, são mais do que comum, isso acaba se tornando um terreno fértil para o islã crescer.

Não se engane, pois existe a islamização do Brasil também, não só da Europa. Claro que aqui está menos adiantada que lá, mas que existe, existe.

Já querem também e estão caminhando para isso, fundar um partido islâmico aqui, a população islâmica está crescendo e já ouvi falar que muitas cidades fronteiriças do Sul do Brasil, estão cheias de empresários, prefeitos e vereadores mulçumanos. Não podemos deixar de ficar atentos em relação a isso.

Sobre negros e o islã, de boa: como podem haver negros mulçumanos, sendo que o alcorão fala mal dos negros? O que os mulçumanos fizeram com os negros por séculos não foi brincadeira! E o jeito que eles são tratados na Líbia?

Até falei que há uma exceção em que o branco pode ser racista a vontade, sem que o politicamente correto o incomode e a mídia caia em cima: quando são brancos mulçumanos. Nada é falado da escravidão negra pelos árabes, do genocídio de negros na Líbia, do racismo de negros mulçumanos que vão para Meca.

Quando se trata de gays e opressão feminina no islã a mídia também não fala, o que mostra que negros, gays e feministas são usados só para que a esquerda vá em frente, contra nossa civilização cristã.

Uma coisa também: na Europa, o que está mais adiantado? O processo de islamização ou de "desracialização"? Pelo que parece, o primeiro está muito mais adiantado do que o segundo. Nos Estados Unidos, o processo de "desracialização" está mais adiantado, mas o processo de islamização dos EUA, tem avançado e muito e acredito que pode passar o de desracialização; e não se engane, pois existe uma tremenda quantidade de brancos mulçumanos também, pois as técnicas que eles usam não são só a imigração, como também doutrinação, financiamento de escolas, de "madrassas", mesquitas, propagandas, etc.

Arrisco em dizer, que muitos desses negros que colaboram para a islamização da Europa, EUA e Brasil, no final serão como os políticos esquerdistas que colaboram também: idiotas úteis e serão mortos ou escravizados pelos mulçumanos.

Muitos como os nazistas até enxergam o islã, como algo positivo por causa dessas coisas, usam o fato dele falar mal dos negros e judeus e de Hitler ter se aliado a eles. Muitos neonzaistas caem como os idiotas úteis da esquerda nisso. Na stormfront é possível ver discussões intermináveis perguntando se o islã é amigo ou inimigo, pergunta que qualquer cristão ou ateu que conhece o conservadorismo e não frequenta aquele site sabe.

Vi também um neonazista idiota, ciriticando o dono do site: http://olhonajihad.blogspot.com.br/, chamando-o de "sionista", soltando milhares de elogios ao hamas e metendo o pau nos Estados Unidos.

Vi também um vídeo no youtube, chamado: "The Real Aryans". Quem são os reais arianos???

Gente do... Afeganistão, Paquistão, Irã... rsrsrsrs... dentre importar um branco-de-olhos-verdes-mulçumano-afegão e um negão sudanês e católico de gema, eu prefiro infinitas vezes o segundo.

Isso mostra perfeitamente como muita gente da "direita" cai como idiota útil, se esquecendo que Ocidente, também é uma maneira de pensar e o islã, não é, e nunca vai ser o Ocidente.

Anônimo disse...

Ai eu fico aqui divagando.
Pensando naquilo que Jesus o filho do Cara disse.
Larga tudo e me segue!
Esse TUDO que ele disse nao seria exatamente essa sociedade. Que nos preocupamos, discutimos e tentamos salvar?

Alexandre Almeida disse...

"Gays homens e mulheres já passam dos 30 milhões no país"

Anônimo, poste as fontes, pô!

30 milhões de gays???? Eu sinceramente duvido! Se esse número foi passado pela própria LGBT então obviamente é lorota, por motivos óbvios.

Alexandre Almeida disse...

Eu já joguei a toalha há muito tempo. Que venham os muçulmanos, os comunistas, as feministas, os gays e o diabo. Na verdade, o pior de tudo não são os muçulmanos. O ocidente poderia lidar com eles facilmente, como já o fez em várias outras épocas no passado. O problema é que agora não há mais coesão racial. Não há mais unidade. Não há mais o sentimento de lutar e morrer pelo próximo, porque o "próximo" não é mais do grupo étnico que o seu. Os africanos e seus descendentes são a causa de toda a decadência ocidental, seja pela sua violência, seja pelo seu baixo qi, seja pela inabilidade de produzir riqueza ou pela sua imoralidade inata. É assim em todo lugar. Se o ocidente ainda fosse racialmente homogêneo, os muçulmanos seriam massacrados por nós, como sempre foram.

Nós perdemos. Não há mais saída. Aceitemos isso e carpe diem.

Anônimo disse...

As construtoras estão realmente com dificuldades em contratar operários brasileiros. Só que elas não contrataram, até agora, um único operário chinês ou indiano.
Estão fazendo pior.
Como já entraram no Brasil mais de 5.000 haitianos pela fronteira do Acre, as empresas estão contratando os que tiveram sua situação regularizada.
Detalhe:

OS NEGROS HAITIANOS SÃO ESCOLHIDOS PELA "CANELA".

Os empresários dizem que os de "canela fina" são trabalhadores e os de "canela grossa" preguiçosos.

Não acredita ?

Veja o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=hsY9RZlkTwA

autor desconhecido disse...

''Israel eh o front dessa guerra, que nao eh nova.
Nunca entendi esses tais direitistas anti-semitas. Acho que mania de perseguiçao de alguns e ...anti-semistismo do resto mesmo''

O fato meu camarada é que os judeus seculares são aqueles, que principalmente, tem empurrado toda esta MERDA pra cima de nós, só isso... se vc quiser eu te apresento a Barbara Spectre que não me deixa mentir...
Os judeus seculares do ocidente acreditam que assim como ocorreu no passado, com milênios de convivência entre árabes e judeus, onde estes últimos muitas vezes se tornando a elite cognitiva local, no futuro ocorrerá a mesma coisa, uma irmandade semita tardia entre judeus e árabes, onde os judeus seriam a elite... o judeu padece de uma espécie de anorexia, um distúrbio mental e psicológico de auto imagem, enquanto uma anoréxica se vê gorda enquanto que na verdade está magérrima, os judeus seculares do ocidente se vêem não-brancos quando na verdade eles são a nova elite do oeste, se existe raiva contra a classe trabalhadora branca imagine em relação a elite... os judeus pensam que não são brancos, para os não-brancos como era de se supor e de se imaginar os judeus são uma variedade da raça branca. Para os árabes, os judeus são europeus. Se os judeus quisessem importar multiculturalismo, miscigenação de raças e caralho a quatro para si ou então para Israel eu não me queixaria, ficaria rindo de fora vendo a burrice que estariam a cometer... porém eles ''precisam'' usar os povos brancos como cobaias, se não der certo ''ao menos'' eles não desaparecerão, supostamente, já os brancos...
Como o Macdonald disse, é um grupo com uma estratégia evolucionária, uma guerra étnica contra os brancos, os brancos perderam várias batalhas mas não a guerra, e ela só está começando, pq até então só os judeus e sua trupe power ranger que atacaram... A única coisa que ainda nos impede de iniciar a reconquista são esses brancos ''morte encefálica'' liberais, essa gente tem de ser jogada de avião no Haiti, na África sub e aqui no Brasil, nas ''comunidades'' e deixados lá pra encararem a realidade da vida.

Rovison disse...

Perfeito teu comentário, Alexandre Almeida. Negros e seus descendentes são a principal causa da decadência do Ocidente.

autor desconhecido disse...

Enquanto isso a mídia continua vendendo a sua ''cultura de favela'' através de novelas, valorização da mediocridade...

se alguém já viu idiocracy, aquele filme de holleeeuuooodd deveria, é a CARA amarela do Brasil... o que se esperar de um país com qi médio 87 e caindo...

Com relação aos ''jovens'' que viraram muçulmanos por causa do ''racismo'', aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaafffff

O Alexandre Almeida diss tudo, os MAIORES responsáveis pela queda da maior e mais avançada civilização que o homem (de fato)já construiu são intrigantemente os homos africanus,
tinha que voltar para o chicote, pronto falei#

1=adoram se miscigenar, na verdade é uma estratégia, ficam menos feios e burros,
2 se vc detesta a cultura ''popular'' atual deveria pensar se é um racista enrustido, pq a dita cútura popular é principalmente ''criada'' pelos híbridos com homos africanus, ou seja agradeça a eles principalmente pela sua poluição sonora cotidiana com arremedo de canções e músicas,
3 se vc é um pacifista e ''não entende o porquê do aumento da criminalidade'' deveria olhar para estatísticas sobre crime e raças e depois para taxas de fecundidade dos mesmos, das ''mãezonas'' híbridas africanus com eurasianos e principalmente se hibridação, para entender o porquê do fato de vc sair à rua se transformou numa roleta russa,
4 se ama a Europa mas está com medo de ir pra Paris ou Londres então deveria pensar, ''quens'' que estão te impedindo de fazer a sua viagem dos sonhos,
O Islam é tudo de ruim mas ao menos em um momento da história conseguiram construir uma civilização, especialmente quando os muçulmanos não se casavam com as escravas da espécie africanus, pq a partir disso foi um desastre...
os liberais deveriam acordar para uma coisa, o mundo perfeito que eles tanto querem está sendo destruído justamente por aqueles que eles mais defendem, eles estão defendendo a própria destruição, ou eles são o extremo do altruísmo cego e tratam os negros com paternalismo cego ou são estúpidos.

Anônimo disse...

Revista EPOCA entrevistas da semana
08/08/2008

LUCIANA VICÁRIA

O pesquisador britânico Richard Lynn dedicou mais de meio século à análise da inteligência humana. Nesse tempo, publicou quatro best-sellers e se tornou um dos maiores especialistas no assunto. Nos últimos 20 anos, passou a investigar as relações entre raça, religião e inteligência.

Trechos da Entrevista:

ÉPOCA – E o Brasil, como está?
Lynn – O Brasil segue a lógica, um porcentual baixíssimo de ateus (1%) e Q.I. mediano (87). É um país muito miscigenado e sofreu forte influência do catolicismo de Portugal e dos negros da África. Fica difícil mensurar a participação de cada raça no Q.I. atual. O que posso dizer é que a história do país se reflete em sua inteligência.O cientista afirma que as pessoas de Q.I. mais alto tendem a questionar a existência de Deus

ÉPOCA – O senhor quer dizer que a miscigenação influenciou nosso Q.I.?
Lynn – Sim, é uma hipótese em análise ainda. Os japoneses são os indivíduos que na média têm o maior Q.I. (105) entre as raças estudadas. É mais alto que o dos europeus e dos americanos. Em negros da África Subsaariana, o resultado foi 70. Em negros americanos, esse valor é maior (85). Isso pode ser explicado pelos 25% dos genes da raça branca que os negros americanos possuem.

ÉPOCA – O senhor está sugerindo que índios, brancos e negros têm Q.I. diferente entre si?
Lynn – Exatamente. Isso se explica pela história da humanidade. Quando os primeiros humanos migraram da África para a Eurásia, eles encontraram dificuldade para sobreviver em temperaturas tão frias. Esse problema se tornou especialmente ruim na era do gelo. As plantas usadas como alimento não estavam mais disponíveis o ano inteiro, o que os obrigou a caçar, confeccionar armas e roupas e fazer fogo. Ao exercitar o cérebro na solução desses problemas, tornaram-se mais inteligentes. Há também uma mutação genética que teria acontecido entre asiáticos e dado uma vantagem competitiva a essa raça.

ÉPOCA – O senhor chegou a alguma conclusão sobre a inteligência das raças?
Lynn – Sim. Os asiáticos são os mais inteligentes. Chineses, japoneses e coreanos têm o Q.I. mais alto (105) da humanidade. E isso acontece onde quer que esses indivíduos estejam, seja no Brasil, nos Estados Unidos, na Europa ou em seu país de origem. Em seguida, vêm europeus (100) e nas últimas posições estão os aborígenes australianos (62) e os pigmeus do Congo (54).
“Os negros americanos são mais inteligentes que os africanos
porque têm 25% de genes da raça branca

Anônimo disse...

"Os africanos e seus descendentes são a causa de toda a decadência ocidental...."

Pode até ser verdade, mas somente uma parte dela, a outra parte é culpa nossa mesmo, os brancos muitas vezes contribuem muito mais pela decadência, inclusive moral dos que os coloridos... quem importou eles? quem contribue pra miscigenação? quem abandona o Cristianismo em massa? (vide nórdicos)? e quem adere à ele (vide africanos e pentecostais, maioria pardos)? qual a cor predominante da Parada GAY? (tchê)? temos que assumir nossas responsabilidades tbm... e fazer algo!

autor desconhecido disse...

http://www.politics.hu/20120626/jewish-groups-call-on-government-to-remove-alleged-anti-semitic-writers-from-national-curriculum/

Anônimo disse...

PREFÁCIO.

"Se nossos edifícios, nossas rodovias e nossas estradas fossem arruinadas, nós poderíamos reconstruí-las. Se nossas cidades fossem destruídas, das próprias ruínas poderíamos reerguer outras, novas e melhores. Mesmo se nosso poder militar fosse esmagado, nós poderíamos gerar filhos que iriam um dia retomar nosso poder. Mas se o sangue de nossa raça branca se tornar corrompido e misturado com o sangue da África, então a atual grandeza dos Estados Unidos da América seria destruída e toda esperança pela civilização seria impossível para uma América negróide assim como seria a retomada e restauração do sangue do homem branco, uma vez tendo sido ele misturado com o do negro”.
(Senador Theodore G. Bilbo, do Mississippi, em 1947)

ARTIGO.
http://www.angelfire.com/dragon3/indymedia/

Matheus Carvalho disse...

Desviando das racas, que nao sei como voltaram a ser o foco dos comentarios, vou so relatar o que vi na televisao aqui na Australia meses atras. Era sobre uma nova lei na Franca que proibiria o uso da burka e similares por mulheres na Franca em algumas ocasioes, notavelmente para tirar documentos.
Houve um debate na televisao, com convidados muculmanos, e alguns Australianos "normais". Foi o que poderia se esperar na maioria do tempo, com os muculmanos justificando o injustificavel e os normais querendo que a Australia tornasse as cosias mais rigidas por aqui tambem. Mas uma personagem realmente se destacou, na minha opiniao: era uma australiana "normal", que queria usar a burka, nao era muculmana, e dizia que gostava de usar a burka, nao queria mostrar o rosto e essa era a escolha dela. E entao achava que deveria ser permitido usar a burka sempre, e etc. O que a imbecil nao percebia e' que esse tipo de liberdade, de dizer "eu faco isso porque quero" e' impossivel para muculmanas. Mas talvez nao fosse imbecil, fosse so mentirosa (como sempre as unicas opcoes para se classificar os esquerdistas).

Anônimo disse...

"Viva os Duggar's..."

kkkk boa! mas que mulher brasileira aceitaria ter 19 filhos? minha mãe tem 4 e eu pretendo ter 7, mas 19 é imbatível!! rsrs

Mr X disse...

QI superior? Olhem só gente, o futuro é de quem procria, não de quem aborta ou mata os filhos:

http://tnonline.com.br/noticias/mundo/8,126168,26,06,russa-joga-filhos-de-4-e-7-anos-do-15o-andar-estava-de-saco-cheio.shtml

Mr X disse...

No mais, o tema é islã, não raças, atenção. Hoje estou de saco cheio, que nem a russa. Kkk.

Chesterton disse...

Lei Mr X:

-Só pode escrever no blog quem tem QI maior que 120.

chest- ei, de repente sumiu todo mundo?

Rocha disse...

Eh eu sou meio burrinho, mas casei com uma

japinha. Quem sabe nosso bebe que ja esta a caminho seja um pouquinho mais inteligente que o papai aqui!

Chesterton disse...

pode dar o contrario...

autor desconhecido disse...

Chest,
mas não basta ter um qi alto, também é necessário usá-lo...

autor desconhecido disse...

http://amren.com/news/2012/06/african-migrants-rioted-in-china-today-after-a-man-died-in-police-custody/

China também tem vibrantes.

autor desconhecido disse...

http://amren.com/news/2012/06/camden-city-of-ruins-depressing-images-of-once-thriving-metropolis-reduced-to-decaying-crime-ridden-rubble/

Camden

Pq nossos assuntos sempre terminam em raça


eu não sei

autor desconhecido disse...

http://www.medicaldaily.com/news/20120626/10458/racism-decision-cognition-emotional--ethnicity-human-brain-psychology.htm

Anônimo disse...

"QI superior"... matar outras só pq são de uma cor diferente 'Skinhead', não é superioridade nenhuma... escravizar pessoas negras (ainda que mts negros tbm tenham feito isso), tratando-lhes pior do que animais, e depois reclamar que eles invadiram o Ocidente, não é nem ao menos um sinal cognitivo inferior (alguns até mesmo 'invadiram' a terra deles e disseram-lhe que eram sub-humanos - apartheid)... dizer que eles estão causando a decadência do do Ocidente quando os brancos estão casando mais e mais com pessoas do mesmo sexo (97% são brancos) é uma análise descuidada dos fatos, no mínimo! e depois ainda insinuar que isso é inato aos humanos como no link do 'desconhecido' é deplorável... é isso que causa o fim do Ocidente:

Falta Cristianismo Verdadeiro, cuidadoso em analisar a Bíblia... menos Marxismo, materialismo, Darwinismo etc tudo que separa cada vez mais a raça humana... fico triste quando alguém diz (ou insinua)que sou inferior por ser mestiça (minha mãe Italiana e meu pai brasileiro pardo)...

Existe cultura intelectualmente superior? mais desenvolvida? Sim! nem tudo os que as pessoas fazem é bom, mas isso tbm vale para os brancos (tanto culturalmente: Piero Manzoni vende fezes enlatadas e diz que é arte; quanto ideologicamente: os maiores ditadores foram brancos) mas nem por isso eu digo que eles são inferiores como pessoas por isso! O que dizer de Bach, Mozart, Da Vinci etc? esse é o problema, as pessoas costumam julgar às outras com base em suas conquistas/feitos ou cor e não mais com a medida de Deus, que é: "o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade... suportando-vos uns aos outros em amor..."

Chega gente, não é a minha pele 'quase branca' (como já me disseram), olhos azuis ou dinheiro que me faz uma pessoa... 'Eu sou o que Sou'!

Ana, 15 anos, Floripa

AF disse...

Ana,

A África do Sul, onde ocorreu o Apartheid era um território vazio e quase nem havia negros lá, assim como o Brasil, que, ao contrário do que muitos pensam, não havia muitos índios também.

Muitos brancos de fato erraram com os negros sim, mas dizer que eles não erraram e não erram atualmente é uma grande mentira.

Infelizmente, Ana, a gente observa uma maioria negra nos crimes, seja no Brasil, Estados Unidos, Europa. Observar isso não é racismo e não significa que todos os negros sejam maus... e também, quanto mais brancos ficarem promovendo homossexualismo, aborto, multiculturalismo, humanismo, etc., mais isso vai acontecer.

No mais, você disse bem, no segundo parágrafo, sobre as causas do fim do Ocidente.

Não creio também que sejam os negros e é até lamentável que aja cristãos como como um aqui que pensam assim, sendo que a bíblia diz é outras coisas.

Parabéns por você ter 15 anos e estar bem informada sobre essas coisas, pois a maioria dos adolescentes hoje em dia rejeitam a Deus e se deixam contaminar por muita coisa errada que aprendemos na escola e na TV.

Brancaleone, o monoglota... disse...

Se o islá vencer nois tamo é ferrado.
Necas de birita.
Muierada tudo de burka.
Vão vende pedra nos mercado pra apedreja muié vadia que poe guampa no marido.
Vão corta as mão dos ladrão (vou abrir um negócio de protese em Brasilia!!!)
Os viado tão fú... já que segundo o Armedinejade não existe muçulmano viado... (devem ter matado tudo eles...)
Fala sério.
To reorganizando a Ordem Templária.
Cá na República do Sul não temos receio. A fé muçulmana desde que limitada às mesquitas e não escravize a mulherada é bem aceita.

Anônimo disse...

A relação entre negros e o islã no Brasil é muito antiga. Vide a revolta dos Malês.


Revolta dos Malês


A Revolta dos Malês foi um movimento que ocorreu na cidade de Salvador (província da Bahia) entre os dias 25 e 27 de janeiro de 1835.

Os principais personagens desta revolta foram os negros islâmicos que exerciam atividades livres, conhecidos como negros de ganho (alfaiates, pequenos comerciantes, artesãos e carpinteiros). Apesar de livres, sofriam muita discriminação por serem negros e seguidores do islamismo. Em função destas condições, encontravam muitas dificuldades para ascender socialmente.

Os revoltosos, cerca de 1500, estavam muito insatisfeitos com a escravidão africana, a imposição do catolicismo e com a preconceito contra os negros. Portanto, tinham como objetivo principal à libertação dos escravos. Queriam também acabar com o catolicismo (religião imposta aos africanos desde o momento em que chegavam ao Brasil), o confisco dos bens dos brancos e mulatos e a implantação de uma república islâmica.

De acordo com o plano, os revoltosos sairiam do bairro de Vitória (Salvador) e se reuniriam com outros malês vindos de outras regiões da cidade. Invadiriam os engenhos de açúcar e libertariam os escravos. Arrecadaram dinheiro e compraram armas para os combates. O plano do movimento foi todo escrito em árabe.

Uma mulher contou o plano da revolta para um Juiz de Paz de Salvador. Os soldados das forças oficiais conseguiram reprimir a revolta. Bem preparados e armados, os soldados cercaram os revoltosos na região da Água dos Meninos. Violentos combates aconteceram. No conflito morreram sete soldados e setenta revoltosos. Cerca de 200 integrantes da revolta foram presos pelas forças oficiais. Todos foram julgados pelos tribunais. Os líderes foram condenados a pena de morte. Os outros revoltosos foram condenados a trabalhos forçados, açoites e degredo (enviados para a África).

O governo local, para evitar outras revoltas do tipo, decretou leis proibindo a circulação de muçulmanos no período da noite bem como a prática de suas cerimônias religiosas.

O termo “malê” é de origem africana (iorubá) e significa “o muçulmano”.

autor desconhecido disse...

''"QI superior"... matar outras só pq são de uma cor diferente 'Skinhead', não é superioridade nenhuma... escravizar pessoas negras (ainda que mts negros tbm tenham feito isso), tratando-lhes pior do que animais, e depois reclamar que eles invadiram o Ocidente''

eeeeeeeeepaaaaaa, peraí, filhota eu ACHO que ninguém aqui tem culpa de que no passado os brancos e OUTROS escravizaram os negros, simplesmente isso não é um problema meu, eu ficaria feliz se uma parte significativa deles resolvessem se mudar pra África ao invés de ficarem reclamando de barriga cheia... os negros estão invadindo territórios alheios primeiro pq não são capazes de criar sociedades decentes, não estou pedindo uma sociedade moderna, eles não conseguem sequer construir uma sociedade de caçadores coletores decente, nem isso. Outra, são os brancos ''esquerdistas liberais'' que promovem esta aberração, vale ressaltar que eles são uma minoria na maioria dos países europeus e da diáspora caucasiana,

http://gatesofvienna.blogspot.com.br/2012/06/fjordman-price-of-immigration.html

no seu mundo modernete cor-de-rosa talvez não, mas na NATUREZA as formas de vida superiores dominam as inferiores, c'e la nature!!!!
no passado quando não tínhamos essa ampla rede de informações e de educação era normal que os povos mais espertos dominassem os menos espertos,
detalhe, na África (quer uma passagem para johannesburgo )
isso sempre aconteceu,eu disse sempre pq até hoje acontece e não tem nenhum ''yellow man'' no comando, são eles próprios que se escravizam... os pigmeus já sofreram e provavelmente continuam a sofrer um bocado nas mãos dos seus vizinhos mais altos.


''não é nem ao menos um sinal cognitivo inferior (alguns até mesmo 'invadiram' a terra deles e disseram-lhe que eram sub-humanos - apartheid)... dizer que eles estão causando a decadência do do Ocidente quando os brancos estão casando mais e mais com pessoas do mesmo sexo (97% são brancos) é uma análise descuidada dos fatos, no mínimo!''

No meu caso não estou simplesmente culpando somente os negros, eu sei que a maior culpa de todas é ''nossa'' que deixamos a coisa acontecer (botei nossa entre aspas pq não tenho definitamente culpa de nada, sou novo demais pra isso), quando os brancos acordarem eles saberão o que e como fazer para botar as coisas no seu eixo normal... o maior problema não é uma minoria de pessoas do mesmo sexo se casarem, o problema é a maioria hetero ter famílias minguadas, extremamente materialistas e 0% conscientes.

'' e depois ainda insinuar que isso é inato aos humanos como no link do 'desconhecido' é deplorável... é isso que causa o fim do Ocidente:

Falta Cristianismo Verdadeiro, cuidadoso em analisar a Bíblia... menos Marxismo, materialismo, Darwinismo etc tudo que separa cada vez mais a raça humana...''

Não existe raça humana, existe pera lá espécie (isso se não existirem espécieS humanaS)... se o cristianismo verdadeiro é isso que vc fala, contrariando a realidade biológica da natureza então eu poderia concluir que o mesmo é idêntico ao radicalismo igualitarista moderno, este sim que está destruindo o Ocidente... pelo contrário Ana, o nosso extremo altruísmo nos fez chegar até aqui.
Falta é juntar o cristianismo VERDADEIRO que não este qe vc está profetizando com a ciência, ambos PODEM caminhar de mãos dadas... a divisão está na sua cabeça, agora questionar o porquê ''de Deus ter feito as raças de maneira distinta e desigual'' é demais pra mim, Deus não é um homem estilo hippie chique como está retratado em suas imagens católicas, na minha opinião, Deus é TUDO, inclusive você... areia na praia, uma borboleta,o céu de fim de tarde que mais parece um quadro de Monet, a via láctea, Marte, o próprio Universo, isso é juntar a ciência com a religião.

autor desconhecido disse...

''fico triste quando alguém diz (ou insinua)que sou inferior por ser mestiça (minha mãe Italiana e meu pai brasileiro pardo)...''

Existem mestiços E mestiços, eu talvez possa ser um, infelizmente a mestiçagem não tem o efeito como a sua novela das sete preferida lhe diz, no mais, todos os nosso antepassados provavelmente eram híbridos, os europeus seriam híbridos de cromagnon com neandertal, parece que deu certo né
o problema é que isso aconteceu há milhares de anos, Deus é contra a mistura de raças, se ele nos fez da maneira como somos não gostaria que suas criações se misturassem, pq não haveria lógica tê-las criado para depois serem destruídas...
se vc lê o mister x isso deve significar alguma coisa, pq geralmente as mulheres estão extremamente preocupadas com o seu mundinho mulherzinha e detestam política quiçá política ''controversa'' como as que discutimos...

autor desconhecido disse...

''Existe cultura intelectualmente superior? mais desenvolvida? Sim! nem tudo os que as pessoas fazem é bom, mas isso tbm vale para os brancos (tanto culturalmente: Piero Manzoni vende fezes enlatadas e diz que é arte; quanto ideologicamente: os maiores ditadores foram brancos) mas nem por isso eu digo que eles são inferiores como pessoas por isso!''

Em todas as cestas existem as maçãs podres, o negócio seria que nós selecionássemos melhor as maças e jogássemos as maças podres fora... existem milhões de pessoas pobres e negras que nao tem condições para ter filhos mas tem, é um pecado capital incentivarmos que elas botem crianças no mundo sendo que não tem condição alguma pra isso, existem pessoas, muitas, que acham que a maternidade é uma obrigação, não não é... a melhor forma de distribuir riquezas não é tirar daqueles que a produz mas transformar os dependentes em produtores e como fazer isso... planejamento familiar é uma única solução, imagine o salto de qualidade de vida as pessoas pobres teriam se evitássem a maternidade irresponsável.

autor desconhecido disse...

''O que dizer de Bach, Mozart, Da Vinci etc? esse é o problema, as pessoas costumam julgar às outras com base em suas conquistas/feitos ou cor e não mais com a medida de Deus, que é: "o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade... suportando-vos uns aos outros em amor..."


Racismo biológico foi aquilo que eu postei, sim julgamos pela aparência, algum problema nisso
vai discutir com a mãe natureza que nos fez assim
Racismo sociológico já é outra coisa, eu posso estranhar um mestiço-mestiço ou um nipodescendente porque ele não se parece comigo, mas, se eles provam cotidianamente que são boas pessoas, que trabalham, respeitam as leis e são gentis e educadas eu não vou discriminá-los somente porque eles não são iguais a mim, isso serve para os negros...
os negros não só ''sofrem'' (nós é que estamos sofrendo) de racismo social em terras ocidentais,mas em qualquer lugar da Terra onde estão eles são supostamente vítimas de racismo, pq será

Pq os chineses não são odiados mundo afora
não é somente racismo por causa da ''cor da pele'', as pessoas fazem conexão entre o comportamento da maioria, suas ações e a partir disso passam a julgá-las, existem exceções, não preciso dizer que são exatamente isso que eu falei, exceções. Os únicos que podem reclamar serem vítimas de racismo são as exceções negras, o resto planta aquilo que colhe.

''Chega gente, não é a minha pele 'quase branca' (como já me disseram), olhos azuis ou dinheiro que me faz uma pessoa... 'Eu sou o que Sou'!''

Simplesmente em entendi em que contexto se encaixa isso...
eu não tenho olhos azuis e não tenho dinheiro, que foi, resolveu soltar como quem não quer nada um suposto elitismo ou uma suposta superioridade baseada em sua cor dos olhos

O que faz um ser humano primeiramente é sua natureza... esse papo de ''o ambiente'' é responsável por moldar o ser humano está ficando pra trás... já disse que existem trocentos exemplos que provam que isso não é um fator principal, infelizmente talvez o livre arbítrio seja como a democracia, um bom engodo.

Mr X disse...

Oi Ana,

O problema é que muitas pessoas não sabem separar o indivíduo do coletivo, é claro que cada experiência é única, e a sua também. Fique com Deus.

Quem é esse Piero Manzoni que eu nem ao menos conhecia? E ainda bem que não.

Anônimo disse...

Esse 'desconhecido' morde! kkkk deve ter pintinho... self-assertion art...

Bya

autor desconhecido disse...

Anônimo,
só arranco pedaço,
no dia que vc postar comentários de gente ''a gente'' conversa...

esqueci de dizer que eu sou hem'afro,


rsrsrsrsrs

Anônimo disse...

A solução para o Brasil é: os negros voltam pra África e os brancos pra Europa, deixemo-nos apenas os índios e os homoafetivos... o 1º não colabora e o segundo só sabe culpar o 1º e tbm não faz nada nessa colonização de merda! o 3º grupo ia ser justiçado por ser quase extinguido e o 4º ia brincar feliz nos pastos... enfim, um mundo Perfeito!!!
Ob: teríamos um problema em qualificar os mestiços, então esses iriam p'ra Cuba... pronto!

Esse blog é uma PIADA !!! kkkk

Bya

Anônimo disse...

Agora observa a situação: os negros brasileiros que voltassem para a África iriam se sentir como 'brancos' e criar uma sociedade paralela (culta e cool)... os brancos que fossem pra Europa multicultural, iriam se sentir novamente no 3ºmundo e seriam descriminados como os negros (e estuprados pelos muslims)... os Índios que ficassem iriam se civilizar e criar uma sociedade como conhecemos, porém mais justa e homogênea (amarela), se desenvolver com o que foi deixado e fechar as fronteiras... os homoafetivos iriam se extinguir em uma ou duas gerações no máximo(pra ser otimista) e enfim... os mestiços iriam criar um PCC (Primeiro Comando de Cuba) e dominar a Ilha, os demais iriam nadar para os EUA e terem Liberdade de Fato!

Seria interessante...

autor desconhecido disse...

Piada é Bia com y

se acha isso o que AINDA faz aqui

se não gosta de mim (ooooooooobaaaaaa) tudo bem, agora eu não sou o único aqui, tem outras pessoas que pensam diferente de mim ,mas claro, aquilo que vc chama de ''meu cérebro'' não parece ter crescido substancialmente...

Será que estou conversando com uma ''Báia'' negra

autor desconhecido disse...

''Agora observa a situação: os negros brasileiros que voltassem para a África iriam se sentir como 'brancos' e criar uma sociedade paralela (culta e cool)... os brancos que fossem pra Europa multicultural, iriam se sentir novamente no 3ºmundo e seriam descriminados como os negros (e estuprados pelos muslims)... os Índios que ficassem iriam se civilizar e criar uma sociedade como conhecemos, porém mais justa e homogênea (amarela), se desenvolver com o que foi deixado e fechar as fronteiras... os homoafetivos iriam se extinguir em uma ou duas gerações no máximo(pra ser otimista) e enfim... os mestiços iriam criar um PCC (Primeiro Comando de Cuba) e dominar a Ilha, os demais iriam nadar para os EUA e terem Liberdade de Fato!

Seria interessante...''

Seria interessante se não fosse muito pouco provável,
os negros de classe média e média alta tão poluídos pelo politicamente correto quanto os brancos (e ainda mais pq o PC é totalmente conveniente pra eles) poderiam tentar construir uma sociedade aos moldes ocidentais conhecidos (sabe, copiar o melhor) tal como os negros americanos que foram para Libéria, o resultado vc já sabe, se transformaram na elite corrupta do país... desenvolver uma sociedade cool e culta, se nem aqui, nos EUA ou na França eles conseguiram fazer isso, ao menos se assimilar a esse nicho populacional, imagina quando estivéssem sozinhos... provavelmente os negros mais inteligentes poderiam pedir para que ficássem onde estão sabendo do abacaxi que teriam de pegar caso fossem para a África.

autor desconhecido disse...

''os brancos que fossem pra Europa multicultural, iriam se sentir novamente no 3ºmundo e seriam descriminados como os negros (e estuprados pelos muslims)...''

Discriminados vc quis dizer...
olha eu não sei em quantas andas a Europa, a impressão que me dá é que os europeus jamais aceitaram o multiculturalismo e imigração massa, estão se fingindo de mortos esperando o momento 'estrupício''... não creio que essa situação se prolongará para muito tempo...

''os Índios que ficassem iriam se civilizar e criar uma sociedade como conhecemos, porém mais justa e homogênea (amarela), se desenvolver com o que foi deixado e fechar as fronteiras...''

Vc acha



''os homoafetivos iriam se extinguir em uma ou duas gerações no máximo(pra ser otimista) e enfim...''

Não amigo não é tão simples assim, se fôssemos segui a tua lógica os homossexuais já teriam sido extintos a muito tempo, os cientistas gostam de dizer que se alguns traços sobrevivem pode ser pq ele é vantajoso para o grupo, por ex, os canhotos ou a síndrome de asperger, supostamente na nossa cabeça não eram pra continuar a existir, o canhotismo leva a uma série de anomalias como o próprio asperger, autismos afins, esquizofrenia, doença bipolar, mas sabemos que muitas dessas doenças estão relacionadas com criatividade e inteligência...
Os atuais homossexuais irão se extinguir pq praticamente não tem filhos mas outros nascerão, estão nascendo ou já nascerão, continuarão sendo uma minoria da população ou aumentarão seus números de acordo com a próxima evolução de nossas espécies.


''os mestiços iriam criar um PCC (Primeiro Comando de Cuba) e dominar a Ilha, os demais iriam nadar para os EUA e terem Liberdade de Fato!

Seria interessante...''

Fidel Castro era mestiço
(provavelmente mais puro que a maioria de nós visto que tem origem basca!!!!!!!!!!!)
Che Guevara também era um mestiço,
e coincidência demais que o único país que conseguiu estourar uma revolução bem sucedida era de maioria branca espanhola até o final dos anos 50
pq não a República Dominicana ou El Salvador

Davi disse...

Nao me incomoda a vinda de chineses para o Brasil, podem nao ser o ideal mas eles poderiam contribuir muito para este pobre povo. Imaginem 15 milhoes de chineses no Brasil, mais trabalhadores e menos malandros. Agora a vinda de africanos ou haitianos fará o pais regredir e aumentar a pobreza e muito.

Davi disse...

Esses dias assisti um programa na TV Brasil que mostrava conflitos de um grupo de Indios chamados "indios do buraco" em Rondonia percebi que eles tinham a pele tão clara como de japoneses, algo raro no territorio brasileiro, tinham uns instrumentos musicais proprios muito interessantes.
Acho que se esses povos amerindios se aglomerrassem o suficiente poderiam formar uma civilização minimamente decente. Os Maias ficavam na america Central, um lugar mais apertado, acho que esse é o segredo.

Davi disse...

Agora imaginem essa figura da foto ai de genro. É pra ter pesadelos kkkkk

Mr X disse...

Acho que se esses povos amerindios se aglomerrassem o suficiente poderiam formar uma civilização minimamente decente. Os Maias ficavam na america Central, um lugar mais apertado, acho que esse é o segredo.

Esta é uma teoria interessante, acho que li algo a respeito. A Europa, pelo seu tamanho relativamente pequeno e alta densidade populacional, causou presão civilizatória. Já na África, America do Sul e outros espaços enormes, não tinha essa pressão.

Da mesma forma, o problema da imigração massiva é mais sentido na Europa do que nos EUA, já que tem menos espaço para todos, enquanto qu nos EUA sempre se pensa que algum lugarzinho tem, e ninguém se preocupa tanto.

Anônimo disse...

Pq não deixamos essa Merda de raça de lado um pouco e não nos focamos no assunto dopost!?

Assistam esse video que ocorreu nos EUA, breve Brasil: American Muslims Stone Christians in Dearborn

http://www.youtube.com/watch?v=vnJBW49afzg&feature=g-logo-xit

Anônimo disse...

É por aí !



Daniel Greenfield: Sultan Knish, 7 de junho de 2011
Original: The Rise of the Post-American Empires

A Primavera Árabe não é um despertar contra a repressão. É um chamado à repressão representativa. Em sua maior parte, os protestos não foram motivados por uma oposição à ditadura, mas apenas a ditaduras que não refletem seus valores ou filiações tribais. As idéias filosóficas européias sobre direitos humanos e a virtude da auto-gestão não chegaram lá. Nem vão deitar raízes nestas areias desérticas. Não quando o modelo dominante de crença rejeita o indivíduo imperfeito em prol da perfeição da lei maometana.

O mundo muçulmano gostaria de usar a ONU para impor ao mundo a perfeição da lei maometana. Os progressistas têm suas Escrituras e sua fé e os muçulmanos têm as deles. O vácuo de uma ordem mundial pós-americana significa que mais de 1 bilhão de muçulmanos estarão em melhor posição para impor ao mundo suas leis que matam mulheres por apedrejamento e tratam os não-muçulmanos como cidadãos de segunda classe. À medida em que a Europa cair na repressão representativa da demografia da migração, suas catedrais se tornarão mesquitas e suas mulheres se tornarão cidadãs de segunda classe.

Os muçulmanos entendem o que o Ocidente esqueceu: que as nações são definidas por seus cidadãos. Encha-se qualquer país europeu com homens que acreditam que as leis do Corão são absolutas e se aplicam a tudo e não importa o quanto ele esteve na vanguarda do pensamento, ele logo se tornará tão desesperadamente atrasado quanto os lugares de onde seus novos cidadãos vieram.


Haverá breves períodos em que vai parecer que a maré pode ser virada. Os novos cidadãos vão aprender a língua franca, torcer pelos times esportivos locais e conseguir títulos de PhD nas universidades locais. Eles vão aparecer em programas de mesa redonda para explicar o quão bem eles equilibram suas duas identidades e por que o país poderia suportar mais algumas dezenas de milhões deles. E a elite andando para cima e para baixo em limosines blindadas ficará muito impressionada. Pelo menos até suas netas porem a burca e anunciarem que seus novos nomes são Fátima e Aisha e que sua sombra de olho favorita é o roxo. E tudo isto vai acontecer sob os auspícios de organizações com nomes pomposos, envolvendo direitos civis e humanos.

Se isto está acontecendo no Ocidente, que esperança há de que um estado mundial de leis internacionais seja algo além do que sempre foi -- um carimbo para a tirania e a opressão, mas sem a esperança de socorro para suas vítimas?

O surgimento da democracia ocidental foi o surgimento da classe-média que protegia seus direitos e interesses. Agora, a classe-média está morrendo e sendo substituída por uma classe de trabalhadores profissionais do governo, subsidiados pelas indústrias moribundas que um dia moveram o comércio de uma nação poderosa. Ela não pode ser exportada por ONG's nem replicada por acordos globais. Não quando os mesmos progressistas jurando exportar a democracia e os direitos humanos estão dando duro para esmagá-la em casa.

O ideal progressista é um trágico mal-entendido terminando em catástrofe nacional. A idealização do governo não é só a segunda melhor rota possível para a tirania, mas também a morte das instituições que geram a vitalidade de uma nação. Os reformadores defendem a mudança, mas sua idolatria ao governo leva a sistemas estáticos que tornam a mudança e a reforma impossíveis. Sua idéia final de governo mundial é um fracasso idealizado desde o começo. Sua incapacidade em entender a natureza do poder e até onde seus próprios ideais são culturais, ao invés de universais, condena sua ordem mundial inevitável a ser não apenas inevitável, mas impossível.

AF disse...

Esses dias assisti um programa na TV Brasil que mostrava conflitos de um grupo de Indios chamados "indios do buraco" em Rondonia percebi que eles tinham a pele tão clara como de japoneses, algo raro no territorio brasileiro, tinham uns instrumentos musicais proprios muito interessantes.

Existiam até índios brancos na América.

Qualquer coisa, ver: Os índios de Olhos Azuis que Falavam Galés

AF disse...

Sobre a revolta dos malês, alguns mulçumanos negros brasileiros usam isso, como argumento, ou talvez até como vitimismo, para propagar o islamismo no Brasil.

No link que o Autor Desconhecido passou sobre os negros na China, pude ver que os negros estão lá, devido a promoções da Visa, por trabalho ou até por serem mulçumanos, que se unem aos de lá, causando mais problemas na China, pois lá, o islamismo também atrapalha, havendo até uma província separatista mulçumana na China.

Pude ver um comentário no link do Autor Desconhecido sobre os negros, que infelizmente pode ser verdade:

"They did succeed in one respect. They now have their first 'civil rights' martyr. That's the first step to perpetual victimhood."

Como vitimismo estraga as coisas e os negros precisam aprender seriamente isso. Já os negros mulçumanos (coisa que não entendo, visto que o alcorão é racista, assim como não entendo como há "judeus pela palestina"), que Deus me perdoe, mas se não quiserem aprender a verdade, que se explodam.

Anônimo disse...

AF disse...

Sobre a revolta dos malês, alguns mulçumanos negros brasileiros usam isso, como argumento, ou talvez até como vitimismo, para propagar o islamismo no Brasil.

Final do artigo que vc. lincou:

Se tivessem conseguido tomar a Bahia naquele 25 de janeiro de 1835, teriam o país em suas mãos, e o Brasil seria um estado islâmico.

Os malês tiveram um azar infernal porquê uma malezinha que tinha caso com um soldado branco entregou os compatriotas para o Juiz de Paz de Salvador.

Senão vejamos:

Salvador tinha na época da revolta em torno de 65.500 habitantes, dos quais cerca de 40% eram escravos.

Entre a população não-escrava a maioria era também formada
por africanos e seus descentes, chamados na época de crioulos quando eram negros nascidos no Brasil, além dos mestiços de branco e negro, chamados de pardos, mulatos e cabras.

Juntando os negros e mestiços escravos e livres, os afro-descendentes representavam 78 por cento da população. Os brancos não passavam de 22 por cento. Entre os
escravos, a grande maioria (63 por cento) era nascida na África, chegando a 80 por cento na região dos engenhos de açúcar, o Recôncavo.

Os malês tinham 1.500 homens armados e planejavam libertar todos os escravos dos engenhos que eram 78% da população.

Conta de chegar:

População: 65.000 hb
Brancos: 22%
Total brancos: 14.300 hb
Exclui-se mulheres, crianças e idosos ( 60%)
Homens acima 18 anos (40%)
Total homens aptos a combater:
0,40 x 14.300 = 5.740 hb.

População: 65.000 hb
Negros e afins: 78%
Total negros e afins: 50.700 hb
Exclui-se mulheres, crianças e idosos (60%)
Homens acima de 18 anos (40%)
Total homens aptos a combater:
0,40 x 50.700 hb = 20.280 hb

Os malês sabiam o que estavam fazendo. Caso a malezinha não tivesse dedurado seus pares, teria acontecido, em 1.835, na Cidade do Salvador, o mesmo que aconteceu no Haiti.

Em vez dos 40.000 brancos, que os negros exterminaram, com requintes de crueldade, no Haiti, teríamos aproximadamente, 15.000 brancos a serem exterminados na Cidade do Salvador, Bahia.

Anônimo disse...

Mínima Enciclopedia - Haiti

País situado na parte oeste da ilha de São Domingos (ou Hispaniola, como a chamou Cristóvão Colombo) – cuja capital é Porto Príncipe (Port-au-Prince), fundada pelos piratas franceses –, compartindo com a República Dominicana território daquela ilha. É independente desde 1791, e foi, por muitos anos, considerada a mais rica das colônias francesas. Seu nome atual vem da aruaque – idioma dos índios que nela habitavam (desaparecidos desde o final do século XVI devido aos maus-tratos e às doenças procedentes da Europa) – Ahiti, terra alta – foi o segundo país a se declarar independente nas Américas.

No dia 24 de agosto de 1791, os escravos se rebelaram e a escravidão foi abolida a 4 de fevereiro de 1794. Em 1795, pelo Tratado de Basiléia, o resto da ilha passou à França. Em 1801, Toussaint L'Ouverture, antigo escravo (pois já era livre, inclusive tinha propriedade, onde trabalhavam 15 escravos), tomou o poder e se proclamou governador-geral. Toussaint, que fora cognominado “Bonaparte Negro”, ao aderir à rebelião logo no seu início galgou logo todos os principais postos políticos e militares, após derrotar os brancos (somente nos dois primeiros meses da rebelião, que acabou por levar à independência, mil brancos tinham sido mortos, 15 mil escravos tinham desaparecido, duzentos engenhos de açúcar foram destruídos, isso em um total de 793 que existiam.

Em um total de 3 mil fazendas de café, mil e duzentas tinham sido destruídas, a maioria dos canais de irrigação e quase todo o gado fora dizimado), massacrou a maior parte da população mestiça do país, matando 15 mil pessoas, em 1800. O exército do general francês Charles Emmanuel Leclerc, enviado para restaurar o controle, derrotou as tropas do governador. Toussaint foi preso e enviado à França, onde morreu em 1803. Com a prisão de Toussaint, um exército negro liderado por Jean-Jacques Dessalines e Henri Christophe derrotou os franceses em 1803.

A 1º de janeiro de 1804, a ilha se declarou independente, aí, então, é que dotou seu nome aruaque: Haiti. Dessalines se proclamou imperador e foi assassinado dois anos depois. Henri Christophe (Henrique Cristóvão) governou a parte norte da ilha com o título de rei Henrique I, entre 1811 e 1820, tendo se suicidado em função de uma conspiração. A história do Haiti se confunde com violência. Como os brancos sobreviventes tinham fugido para os Estados Unidos e Cuba, com a subida de Dessalines ao poder – como rei, Jaques I – mandou exterminar os últimos 3 mil brancos que restavam na ilha.

Na ocasião, Dessalines afirmou: “Para escrever a Ata da Independência precisamos da pele de um branco por pergaminho, seu crânio por escrivaninha, seu sangue como tinta e uma baioneta como pluma”. A independência só seria consolidada em 1825, com o reconhecimento, pela França, do novo país. O mundo havia assistido a uma das experiências políticas mais complexas, trágicas e sangrentas da história.

Postado por Araken Vaz Galvão às 09:47

Marcadores: Charles Emmanuel Leclerc, Henri Christophe., Independência, Jean-Jacques Dessalines, Massacre, Porto Príncipe (Port-au-Prince), Toussaint, Tratado de Basiléia, “Bonaparte Negro

Anônimo disse...

E, 6.000 haitianos que entraram ilegalmente pela fronteira do Acre já foram regularizados pelo Governo (ou Desgoverno) Federal do Brasil.

Detalhe:

Os dito cujos podem trazer, pelo acordo que foi firmado com o Governo do Haiti, todos os familiares, ou seja, primos, primas, tios e tias, esposas e amantes, avôs e avós, netos e netas, bisnetos e bisnetas, etc, etc e etc.

É a multiplicação dos imigrantes.

E, com certeza, os negros haitianos vão ter direito a todo tipo de quota em vigor no país.

E, pelo andar da carruagem, quem vai pagar toda essa conta é o a raça mais discriminada do Brasil e a que mais paga impostos.

Branco, hetero e cristão.

Alguém aí tem alguma dúvida sobre isso ?

Dói na minha pele pagar meus impostos em dia para sustentar cotista negro com Q.I de 80 prá baixo, índio de araque, sem terra fraudulento, haitianos que vão formar gangues para tráfico de drogas, bolivianos que o vagabundo do ex-presidente regularizou ( 60.000 ) com a finalidade de trazer cocaína para esse país e sustentar a economia do índio de araque.

Resumo:

E nós vamos sustentar esse brega até quando?
Os discriminados somos nós.

A saber:

Brancos, heteros e cristãos.

Tenho dito.

Hasta la vista !

AF disse...

Conta de chegar:

População: 65.000 hb
Brancos: 22%
Total brancos: 14.300 hb
Exclui-se mulheres, crianças e idosos ( 60%)
Homens acima 18 anos (40%)
Total homens aptos a combater:
0,40 x 14.300 = 5.740 hb.

População: 65.000 hb
Negros e afins: 78%
Total negros e afins: 50.700 hb
Exclui-se mulheres, crianças e idosos (60%)
Homens acima de 18 anos (40%)
Total homens aptos a combater:
0,40 x 50.700 hb = 20.280 hb

Os malês sabiam o que estavam fazendo. Caso a malezinha não tivesse dedurado seus pares, teria acontecido, em 1.835, na Cidade do Salvador, o mesmo que aconteceu no Haiti.

Em vez dos 40.000 brancos, que os negros exterminaram, com requintes de crueldade, no Haiti, teríamos aproximadamente, 15.000 brancos a serem exterminados na Cidade do Salvador, Bahia.


Caraca, o anônimo fez uma excelente observação! Além de podermos virarmos um Haiti, iriamos virar um Haiti mulçumano (sim, as coisas podem piorar) e a Bahia seria a porta de entrada para islamizar o resto do Brasil e a América Latina toda.

Poderia haver é claro a possibilidade dos portugueses intervirem nisso e ganharem a batalha, pois ao estudarmos história do Brasil, vemos que os portugueses defenderem a muito nossas terras contra os franceses, holandeses, espanhóis, etc., só que iria ser uma batalha muito mais sangrenta.

Parabéns a essa mulher que dedurou! Atos simples podem mudar a história!

Diria até que ela, indiretamente ajudou muitas gerações, que não nasceram, é claro, num país que é grande coisa, mas é muito melhor do que muitas nações que tem por aí.

Brancaleone, o monoglota... disse...

O que torna os muçulmanos ameaçadores é mais ou menos que faz dos evangélicos brasileiros uma potencial ameaça.
Os muçulmanos burros (sim, existe um grande percentual deles que é bem bitolado) são facilmente influenciáveis, manipuláveis e muito úteis a "líderes" que se utilizam desta burrice para açulá-los contra quem contraria seus interesses.
Individualmente um muçulmano é legal e decente mas auando em hordas adequadamente conduzidas constituem sim um perigo.
O que torna fácil aos "lideres" muçulmanos atiçarem seus cães de briga contra nós os ocidentais, é que nós perdemos boa parte de nosso poder de defesa ao nos "civilizarmos" em demasia, ao nos tornarmos "culturalmente superiores". A civilização ocidental acovardou-se, entregou a tarefa da proteção ao estado (leia-se políticos...) e sabemos que que isso vai resultar em m...
Nossa "educação" e nosso senso democrático nos impede de corrermos ululando pelas ruas, saquendo e devastando o que nos contraria. Nossa "boa educação" vai ser nossa ruina.

Anônimo disse...

Estou cansado, vou dormir.
01 lt de Red no juízo.

Sinto saudades dos desenhos animados
Eram politicamente incorretos.

Sou apaixonado por " Hardy, a Hiena"

Ó Deus, Ó Céus, Ó Vida

autor desconhecido disse...

''No link que o Autor Desconhecido passou sobre os negros na China, pude ver que os negros estão lá, devido a promoções da Visa, por trabalho ou até por serem mulçumanos, que se unem aos de lá, causando mais problemas na China, pois lá, o islamismo também atrapalha, havendo até uma província separatista mulçumana na China.''

Deve ter alguma televisão na África, logo a espécie africana olhou pra China botou a mão no bolso olhou pra China e ''pensaram'' vamo ganiá mâne...

os negros são o maior atraso da humanidade, não deveriam ter saído do seu hábitat, não deveriam estar aumentando seus números...
vamos destruir a civilização se continuarmos a buscar a ''igualdade'' com um povo com qi na casa dos 70...

os muçulmanos que migram para a Europa são principalmente compostos pela ralé dos países muçulmanos, não é uma migração selecionada como no caso do Canadá ou da Austrália... eu li que os imigrantes turcos que migram para a Alemanha por ex são principalmente de curdos e também de turcos pobres, do interior... o qi dos turcos segundo o Lynn foi de 87 na Alemanha contra 90 na Turquia... pessoas pobres, ainda mais nesses países tendem a ter o qi mais baixo do que a média, logo tendem a seguir o fanatismo religioso, se a maioria dos imigrantes fossem de fato inteligentes notariam que enquanto eles já não produzem mais nada de útil, os europeus pelo contrário sustentam as comodidades de suas próprias vidas cotidianas... mas pessoas estúpidas não são analíticas, elas não podem pensar sob a ótica da lógica.

Os liberados regressistas introduziram na cabeça fraca da maioria dos negros que eles são iguais aos brancos e que a única razão para o seu tremendo fracasso é o racismo dos ''seus iguais'', ou seja o fato de existirem pessoas na favela é pq os brancos de classe média e alta não repartem a sua riqueza, mas na verdade a explicação é que más ações como a dificuldade de projeção para o futuro e de trabalhar adiando a satisfação para um momento correto, fazem as pessoas continuarem na pobreza,
pessoas com qi baixo são como crianças, não sabem como se sustentar por isso deveríamos ajudá-las e uma das melhores maneiras de diminuir a pobreza para a alegria dos regressistas é com a imposição de quotas para filhos, tal como na China, mas no caso com ênfase nos pobres. o ''Brasil carinhoso'' da presideeentaaa Dieeelma quer manter o gado eleitoral e não acabar com a pobreza.

Davi disse...

Brasil carinhoso, esse é um dos nomes de programas do governo mais estupidos que eu ja vi, os "governantes" brasileiros são assim, inventam todo tipo de nome para seus planos e enganam facilemnte o o povinho.

Davi disse...

Vejam o Estado de Santa Catarina, sempre ofereceu qualidade de vida acima da media do Brasi, com espregos para todos e boa infra-estrutura, até a decada de 1970, apartir dessa epoca começou a vir gente de outros lugares do Brasil e a estrutura não acompanhou. Nos ultimos 15 anos a violencia aumentou muito, coincidentemente neste periodo aqui em minha região os imigrantes se tornaram muito numerosos. Na cidade em que vivo já há quase tanto baianos quanto locais.
Esses dias mesmo li uma reportagem num jornal local sobre boas cidades do interior do estado que oferecem boas condições de vida, todas formadas por imigrantes europeus e agora com muitos imigrantes a maioria atualemnte vindo do nordeste brasileiro. Em uma dessas cidades (Guaramirim), vive um homem vindo do Piaui que tem agora, segundo ele a vida que sempre sonhou, acreditem, o cara trouxe 50 pessoas de sua regiao para a cidade! É facil perceber que o nivel do estado vai cair logo e virar um nordeste da vida, com seus senhores feudais escravizando o povo ignorante.

Davi disse...

Vejam o Estado de Santa Catarina, sempre ofereceu qualidade de vida acima da media do Brasi, com espregos para todos e boa infra-estrutura, até a decada de 1970, apartir dessa epoca começou a vir gente de outros lugares do Brasil e a estrutura não acompanhou. Nos ultimos 15 anos a violencia aumentou muito, coincidentemente neste periodo aqui em minha região os imigrantes se tornaram muito numerosos. Na cidade em que vivo já há quase tanto baianos quanto locais.
Esses dias mesmo li uma reportagem num jornal local sobre boas cidades do interior do estado que oferecem boas condições de vida, todas formadas por imigrantes europeus e agora com muitos imigrantes a maioria atualemnte vindo do nordeste brasileiro. Em uma dessas cidades (Guaramirim), vive um homem vindo do Piaui que tem agora, segundo ele a vida que sempre sonhou, acreditem, o cara trouxe 50 pessoas de sua regiao para a cidade! É facil perceber que o nivel do estado vai cair logo e virar um nordeste da vida, com seus senhores feudais escravizando o povo ignorante.

Davi disse...

Até o inicio dos anos 90 praticamente não havia criminalidade aqui, hoje ela ocorre aos montes, assassinatos mesmo, a maioria por motivos futeis em botecos e homens ciumentos, nesse sentido, os homens nordestinos pelo que eu ja pude perceber são quase doentios.

Anônimo disse...

COMO SERÁ O BRASIL DAQUI A 50 ANOS?


Cresce proporção de pardos e pretos no país; brancos, amarelos e indígenas perdem espaço


De 2008 para 2009, a proporção de brasileiros que se declararam pretos ou pardos cresceu no Brasil, enquanto a de brancos e amarelos ou indígenas diminuiu.

Os dados são da úlitma Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), relativa a 2009, divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira (8).

Segundo a pesquisa, a população brasileira em 2009 era composta por 48,2% (92,5 milhões) de brancos, 44,2% (84,7 milhões) de pardos, 6,9% (13,3 milhões) de pretos e 0,7% (1,3 milhão) de amarelos e indígenas.

No ano anterior, a proporção era: 48,4% (92 milhões) de brancos, 43,8% de pardos (83,9 milhões), 6,8% (13 milhões) de pretos e 0,9% (1,6 milhão) de amarelos e indígenas.

Em números absolutos, o grupo dos pardos teve um aumento mais significativo: no intervalo de um ano, o Brasil ganhou 1,5 milhão de pessoas que se autodeclararam com esse perfil. Os brancos aumentaram em 474 mil, e os pretos, 265 mil. Apenas o grupo de amarelos e indígenas recuou em termos absolutos: perdeu 332 mil pessoas. No intervalo em questão, a população brasileira passou de 189,9 milhões para 191,8 milhões de habitantes.

Em relação a 2004 (ano em que a Pnad passou a cobrir todo o território nacional), observou-se o crescimento de 2 pontos percentuais na proporção das pessoas que se declararam pardas, enquanto entre aquelas que se declararam brancas houve redução de 3,1 pontos percentuais. A proporção de pretos atingiu sua maior marca em 2007 (7,5%), caiu em 2008 (6,8%) e volta a subir um ponto percentual em 2009.

E AGORA, A TRAGÉDIA:

Em 2007, a soma de pretos e pardos chegou, pela primeira vez, a representar 50% da população - e desde então, a soma dessas duas categorias vem ultrapassando sensivelmente esse valor (50,6% em 2008 51,1% em 2009). A população de brancos vem diminuindo sensivelmente ano a ano pelo menos desde 1999, de acordo com a Pnad.

Brancaleone, o monoglota... disse...

Olha Mr X...
Não é por nada não mas olha que tem um sujeitos aqui que são filiados de carteirinha da KKK!!!
Putz meu!!!
Generalização à beça!!
Racismo descarado e como todo o racismo, imbecil ao extremo.
Eita eugenia desgraçada!!!
Só vale loirinho de olho azul e de preferencia nórdico, já que polaco (como eu) é eslavo e eslaco é como se dizia, "sub-humanos"...
Falta pouco pra rasparem a cabeça e sairem espancando negro e gay.
Tudo bem ter bronca contra parte dos muçulmanos, dos negros e até de judeus já que entre eles existe o percentual de crápulas, burros, ladrões, incompetentes e safados que existe em qualquer raça. Tem ariano Filha da p..., ladrão, crápula, tem "europeu bem nascido" que é uma besta rematada ou seja a imbecilidade, a burrice e a criminalidade se distribui proporcionalmente entre todasd as raças, credos e nacionalidades.
É claro que entre negros e muçulmanos o percentual é maior mas afinal de contas nós os "brancos ricos" fizemos de tudo para mantelos burros o suficiente para serem explorados ou deixarem que explorassemos suas terras (que o diga o velho Leopoldo da Bélgica....
O que não dá para aguentar é gente aqui generalizando e tascando preconceito à toa.
Na boa Mr X, preconceito é coisa de gentinha muito da barrela...

Chesterton disse...

eugenics, racism, colectivism, socialism

http://www.youtube.com/watch?v=x8Vttg25FmY&feature=g-vrec

autor desconhecido disse...

Brancaleone, é muito difícil evitar generalizações, existem exceções mas são SOMENTE exceções, o que importa merrmo é o comportamento médio de um povo, exemplo, os ciganos, repare...

Preconceito

Eu pensei que não leria esta palavra aqui no X, a minoria boa, trabalhadora e inteligente dos negros tem TODO o meu respeito, o resto vc já sabe pra onde quero que vá...

Anônimo,
o Richard Lynn falou sobre isso, no futuro provavelmente nós seremos refugiados cognitivos, como a Europa e os EUA estão indo para o mesmo caminho, porém de maneira menos avassaladora como no Brasil talvez estejamos todos em algum lugar da China ou de Cingapura até 2050...

autor desconhecido disse...

Brancaleone,
outra questão, não vi onde vc viu que ''falamos'' sobre nordicismo ou que o que importa são os loiros nórdicos, isso sim se chama PRÉ conceito...
eu já me cansei de falar educadamente sobre esses assuntos, afinal, no futuro no lugar onde estamos ''o falar educadamente'' será a coisa menos trivial a se observar.

autor desconhecido disse...

putz... corrigindo

''talvez ESTAREMOS''

Anônimo disse...

A França, pelo jeito, foi conquista fácil...

http://www.irishtimes.com/newspaper/breaking/2012/0701/breaking11.html

AF disse...

Ainda sobre as revolta dos malês:

Uma mulher contou o plano da revolta para um Juiz de Paz de Salvador. Os soldados das forças oficiais conseguiram reprimir a revolta. Bem preparados e armados, os soldados cercaram os revoltosos na região da Água dos Meninos. Violentos combates aconteceram. No conflito morreram sete soldados e setenta revoltosos. Cerca de 200 integrantes da revolta foram presos pelas forças oficiais. Todos foram julgados pelos tribunais. Os líderes foram condenados a pena de morte. Os outros revoltosos foram condenados a trabalhos forçados, açoites e degredo (enviados para a África).

O governo local, para evitar outras revoltas do tipo, decretou leis proibindo a circulação de muçulmanos no período da noite bem como a prática de suas cerimônias religiosas.


Essa foi uma das raras vezes em que o Brasil acertou bravamente uma.

Se fosse hoje:

A mulher iria ser chamada de maluca, islamofóbica e preconceituosa;

Poderia até ser condenada e ter que pagar uma indenização por “racismo” ao criticar o islã, em nome dos "direitos humanos" e "harmonia comunitária";

Os malês ficariam sabendo que ela tentou dedurar e ela seria a primeira pessoa a morrer cruelmente;

A revolta iria acontecer e os soldados, mal preparados dificilmente venceriam a batalha;

Se alguém fosse preso, seria liberado ou ficaria por pouco tempo, em nome dos direitos humanos;

A mídia, em nome do politicamente correto, não falaria que é uma revolta de negros mulçumanos, e sim de afro-descendentes, cansados da "opressão branca", do "catolicismo" e do "imperialismo-europeu-genocida";

A população branca local desapareceria misteriosamente, enquanto a mídia continuaria metendo pau nos europeus;

A ONU culparia o Brasil por isso e faria reuniões e soluções inúteis para tentar resolver o problema (lembrando que reuniões e "soluções" da ONU em busca de paz tem um efeito contrário);

O governo brasileiro, idem;

Pouco a pouco os malês tomariam o poder das formas mais cruéis e transformariam a Bahia e o resto do Brasil em uma república mulçumana;

Poderia haver separatismos nas províncias ao verem a ameaça, de modo que cada província ou Estado forme um país independente, mas isso não adiantaria muito, pois como diz o ditado: "uma fruta podre é capaz de apodrecer outras frutas";

Os países restantes da América Latina seriam islamizados também e nos países em que há uma certa resistência da população, sofreriam atentados terroristas.

Resumindo: ia dar a maior merda! Se há séculos atrás houvesse os ideais "modernos" de hoje, o mundo já teria ido a falência já.

Chesterton disse...

AF, a questão é: nossa sociedade se pauta por quais valores? Hegemonia branca-cristã ou igualdade de direitos para todo mundo. Sei que pessoas abusam da democracia para instituir a tirania, é uma fragilidade de países com instituições fracas, usam ses direitos democráticos para destruir a democracia.
Então, o que queremos?

Anônimo disse...

Israel, Islamismo e o Armagedon:

http://www.youtube.com/watch?v=sh46Dq6nJ_s&feature=related

Davi disse...

Hegemonia branca valor brasileiro? O Brasil nao é uum país europeu, esse país pertence aos negros e metiços e a um poquinhozinho de brancos que não vão durar muito tempo. Brasil é Africa, nao Europa, é assim há séculos, aceitem isso de uma vez por todas.

direita disse...

davi,o brasil europeu é aquele das multinacionais,da agroindustria,das cidades modelos,da riqueza e prosperidade,ou seja;o brasil que deu certo!ja o brasil dos negros e mestiços ,é o brasil da violencia da miseria ,do caos ,do jetinho brasileito(que tanto fode este pai)...etc

direita disse...

eugenics, racism, colectivism,

http://www.youtube.com/watch?v=x8Vttg25FmY&feature=g-vrec

olha que engraçado: todos os paises que são modelos em qualidade de vida sempre tiveram uma forte presença de "racismo",eugenia e coletivismo(racial e etnico)

direita disse...

Tem ariano Filha da p..., ladrão, crápula, tem "europeu bem nascido" que é uma besta rematada ou seja a imbecilidade, a burrice e a criminalidade se distribui proporcionalmente entre todasd as raças, credos e nacionalidades.

...dai ,a novela acabou e o brancaleone trocou de canal


É claro que entre negros e muçulmanos o percentual é maior mas afinal de contas nós os "brancos ricos" fizemos de tudo para mantelos burros o suficiente para serem explorados ou deixarem que explorassemos suas terras (que o diga o velho Leopoldo da Bélgica....


engraçado:não é isto que se tem constatado em africa apos o fim regime colonial europeu!

Gerson B disse...

Enquanto isso, a religião da paz continua buscando promover conversões:

http://www.wnd.com/2012/07/50-christians-burned-to-death-in-pastors-home/?cat_orig=world