sexta-feira, 15 de junho de 2012

Contra o sistema

Uma expressão muito útil nestes tempos é "estimulação contraditória". Acho que li o termo pela primeira vez no Olavão, mas recentemente vi uma menção a isso no bacana blog No Extremo Ocidente. Acho que a ideia veio mesmo do 1984 de George Orwell, com o termo "duplipensar".

O que significa? Significa que somos constantemente bombardeados com mensagens contraditórias. Obesidade é ruim, mas os gordos têm direito a não serem discriminados. Casamento é ultrapassado e o negócio é apenas coabitar ou ser mãe solteira, mas os gays precisam absolutamente casar e adoptar crianças. Raças não existem, mas viva a raça negra e a raça indígena. Todos são iguais, mas precisamos dar uma força extra às minorias. A colonização da Europa e América por muçulmanos, africanos e indígenas é uma coisa boa, mas a colonização da América e da África por europeus foi um genocídio horrível. 

Aparvalhado com tantas mensagens contraditórias, o sujeito perde completamente a capacidade de raciocinar. Vira um completo imbecil.

O que fazer a respeito? 

Uma solução seria a desobediência civil. Parar de pagar impostos, por exemplo. Para que pagar, se você está financiando a sua própria destruição, a própria perda de seus direitos, o próprio marxismo cultural?  

Mas o sistema é tão perverso, tão diabolicamente esperto, que já pensou nisso. Ora, o cidadão de bem, cumpridor das leis e potencialmente o principal inimigo do sistema progressista, é justamente aquele que menos se inclinaria a trapacear. Já o criminoso, o mentecapto, o revolucionário e o mal-intencionado, é aquele que não paga imposto nem colabora para a sociedade, e não se preocupa com esses meros detalhes.  

No sistema progressista, o engano é estimulado, então quem perde é quem é honesto e leal. Se você é um imigrante ilegal ou um refugiado que inventou histórias falsas de perseguição, é protegido e recebe regalias. Porém, imigrar dentro da lei, para os EUA ou Europa, é bem mais difícil. Se você finge ter antepassados indígenas para se beneficiar com a ação afirmativa, tudo bem. Se você só quer distribuir a riqueza dos outros, é ajudado, mas se você quer produzir riqueza, é penalizado. Jovem de 14 anos não pode trabalhar, porém, pode assaltar, matar e estuprar sem medo de cadeia.  

O sistema - e quem em sã consciência pode negar que o sistema hoje é de esquerda, que a esquerda venceu e está no poder - pensou em tudo. Pensou até mesmo em chamar de "sistema" o capitalismo, o conservadorismo, o tradicionalismo, e chamar-se a si mesmo de "contracultura" ou movimento "revolucionário", ou "alternativo". Jovens esquerdistas fazem passeatas e acreditam estar "lutando contra o sistema", quando estão é lutando pelas bandeiras do sistema, estão sendo enrabados sem camisinha pelo sistema e nem ao menos se dão conta…  

O que falo quando falo em "sistema"? Ora, falo de um sistema de autodestruição da sociedade ocidental, nada mais nem nada menos do que isto. É isto que, em última análise, é o progressismo. O progressismo é uma metamorfose ambulante, pois vai trazendo coisas novas a cada década, e é ele mesmo aparentemente contraditório, mas sua sanha anticivilizatória raramente se freia.

Alinsky, herói de Hillary Clinton e Obama, escreveu um livro chamado "Regras para Radicais". É o Sun Tzu do esquerdista moderno. O livro é dedicado a Lúcifer, santo patrono do progressismo. Ali ele explica tintim por tintim como ferrar com o sistema, isto é, o sistema tradicional conservador da época.

Alguns acham que se poderia usar essa bíblia do progressismo contra ele mesmo. Virar o feitiço contra o feiticeiro. Por exemplo, argumentar que você é latino, ou preto, ou indígena para obter regalias indevidas. O que eles vão fazer, um teste de DNA? Um escritor branco uma vez ganhou um concurso de literatura negra. Escreveu em primeira pessoa uma história dos tempos da escravidão. No formulário de inscrição disse que era "africano". Quando foi receber o primeiro prémio, todos ficaram espantados ao ver que ele era loiro de olhos azuis. Argumentou que ele nascera na África do Sul, e que o relato nada tinha de autobiográfico, afinal é isso o que os escritores fazem, escrever ficção. Os jurados ficaram putos, mas o que podiam fazer? 

Porém, no fim das coisas, nada disso adianta, afinal você só está acelerando a decadência da civilização. Talvez até isso já tenha sido pensado pelo sistema. 

O único consolo, se é que é um consolo, é que o sistema progressista planta a semente da sua própria destruição. Sem civilização, o progressismo morre! 

Mas, aí, o vírus já terá completado sua tarefa… 

"Esta sociedade se autodestruirá em cinco décadas!"


P.S. Sem tempo para postar nos próximos dias, mas nos vemos em breve. 


P.S.do P.S. Obama acaba de anunciar o que equivale uma anistia a imigrantes ilegais menores de 30 anos. É a sentença de morte da América. Vai virar o México, com seus narcos e favelas e tudo mais. 

41 comentários:

Cláudio disse...

Me lembro que aqui postaste que as grandes cidades "estão perdidas" ou algo parecido, não lembro direito... mas lembro que aconselhava morar nos interiores do rio grande do sul ou de santa catarina, por que esta indicação? Se puder responder aqui mesmo na caixa de comentários, serei grato.

Chesterton disse...

O sistema é tão auto-dstrutivo, e tão eficaz, que acaba se auto-destruindo. Quem sabe disso, e não gosta, não tem outra escolha a não ser sentar e esperar, tomando todas as medidas preventivas e até se preparando para lucrar com a burrice alheia.

Kryptonita disse...

Já dizia o velho Dante: Non ragioniam di lor, ma guarda e passa. O progressismo vive de atenção e da nossa covardia, nada mais. Simplíssimo acabar com ele: ignorá-lo por completo, boicote sistemático a quem o apóia e retorno às verdades de sempre entre os nossos. Mas quem quer ou faz isso? O progressismo parece um leão simplesmente porque nos acostumamos a ser galinhas.

Brancaleone, o monoglota... disse...

Eu não sei de onde uns e outros acham que nós os humanos somos diferentes de outros serem vivos do planeta. Genéticamente somos 5% diferentes dos chimpanzés ou seja, por pouco, pouco mesmo não estaríamos ainda pulando de galho em galho.
Pois como animaizinhos que somos (roupas, celulares e outras quinquilharias tecnológicas não aumentam os tais 5% que nos separam da Chita do Tarzan...) estamos sujeitos a sermos extintos tanto quanto foram os mamutes, dodôs e dinossauros. Só estamos nos extinguindo dum jeito bem menos digno e com muito mais alarido.
Por isso estes duplipensares, estas muçulmanizações e raciscmos oficiais travestidos de "cotas" e outras viadagens raciais não me causam espanto. É só uma forma inconsciente (e lenta e chata) de extinção.
Eu estou sossegado. A extinção mesmo só deve acontecer daqui a uns 5 ou 6 séculos, talvez mais e, naquelas alturas do futuro meus genes já se diluiram tanto em trisnetos e quadrinetos que não vai fazer a menor diferença.
Sempre podemos contar com natureza para abreviar este estado terminal da humanidade. Vai que vem algum meteoro, algum alinhamento asteca (ou é maia???)e consigamos sair dignamente dessa fria que nos metemos...

Brancaleone, o monoglota... disse...

Claudio!!
me intrometendo no seu comentário sobre porque RGS ou SC - incluo o Paraná nessa.
Sem nenhum preconceito, racismo ou bairrismo admitamos que cá pelo sul as coisas são bem menos ruins que do Rio Ribeira pra cima (divisa PR com SP) tanto que eu moro no Vale do Ribeira e considero-me um "morador da fronteira norte da República do Sul".
Claro que por aqui as coisas ruins existem e acontecem - temos tambem nossa cota de FDPs na polítca- mas no geral estamos em melhor situação que "do Ribeira pra cima".

Chesterton disse...

Brancaleone, we can reason, we can think.

Cru disse...

Intrigado de ver em como o pessimismo que nos atinge não inibe alguns de delegar aos seus a ingrata incumbência de se perpetuar neste mundo decrépito. Esperança ilusória com pitada de soberba ou puro egoísmo e medo de encarar tudo solo?

Rovison disse...

É isso aí, X, o esquerdismo venceu, não há muita coisa que conservadores e liberais clássicos possam fazer para reverter o quadro. O negócio é cada um tentar resguardar o máximo que puder amigos e familiares das influências maléficas do paradigma cultural dominante.

Mr X disse...

Breaking news. Obama acaba de assinar a sentença de morte da América, dando o que equivale uma anistia para imigrantes ilegais (mexicanos) menores de 30 anos:

http://www.latimes.com/news/nationworld/nation/la-na-obama-immigration-20120616,0,6972167.story

Enquanto isso, pessoas como eu que jamais quebraram a lei são tratadas que nem cachorros sarnentos e mal podem conseguir renovação de um visto...

Mr X disse...

Respondendo ao Cláudio,

A indicação de morar nesses lugares é apenas porque sou do Sul, e o que conheço mesmo é Rio Grande do Sul e Santa Catarina. No interior desses estados tem muitas pessoas de origem imigrante européia (italianos, alemães, poloneses), pessoas trabalhadoras mas humildes, e locais em geral mais tranquilos (mas pode ser que isso esteja mudando).

Porém, acho que em geral as grandes cidades vão ficar pior, e as pequenas cidades ou subúrbios vão ser mais tranquilos. É bem possível que também seja bem tranquilo morar em uma pequena cidade do interior do Pará, por exemplo, ou algum outro lugar no Norte. Talvez o Rovison possa dar maiores indicações sobre isso. Falei do Sul porque é o que conheço melhor.

Monsieur K disse...

Me pergunto: "E depois, o que virá?"

Que irá acontecer quando admitirem que nunca alcançaram o "progreço", que é tudo uma grande furada?

Talvez algo pior, ou não. Um retorno aos feudos, como o Mister já falou uma vez... Tribalismo... aquele tipo de sociedade utópica futurista... ou ainda o lance da revolução eterna...
Muitas possibilidades.

Eu concordo com o Rovison em relação a tentar proteger nossos queridos dessa influência nociva e ideias de loucos, mas é difícil hein.
Essa praga quando não está no que você lê, está no que assiste, ou ouve, ou aprende ou (pasme) come. Melhor deixar que se corroa mesmo, de preferência sem precisar dar uma forcinha.

Só sei que depois da confusão toda ficarei com umas terras do norte europeu.
E talvez um ou outro oceano...
Sobrará muito espaço.

Abraço, X.

Brancaleone, o monoglota... disse...

"Chesterton disse...

Brancaleone, we can reason, we can think."

Pô Chest!!! Sou monoglotaço assumido!!! Ai donte ispiaqui englishe!! Plise transleite iour cómente abaute mi!!!

Brancaleone, o monoglota... disse...

we can reason, we can think.
Podemos raciocinar e podemos pensar e temos feito estas coisas nos últimos 30 ou 50.000 anos e olha só onde estamos...
Tooooooda a Europa bem pensante, bem educada e bonita está atualmente sendo invadida por hordas de alucinados que apedrejam adúlteras, obrigam mulheres a usarem véus e burkas e são abstêmios!!! ou seja, a ignorância vai vencer a inteligência por esmagadora superioridade numérica...

Ana Beatriz Braga disse...

Estou longe de ser fã incondicional da Ayn Rand, pois ela despreza valores que são caros para mim, como a compaixão, o altruísmo, etc., mas Atlas Shrugged descreve muito bem a sociedade atual contaminada pela mentalidade marxista. Infelizmente, a solução que propõe não é nada viável. Para quem não leu o livro, vou só explicar o motivo do título para não estragar o final: Atlas é o titã da mitologia grega que leva o mundo em suas costas: a idéia é que Atlas deveria "encolher" ou "sacudir" os ombros para o mundo cair de vez.

Rodrigo Rocha disse...

Ao Claudio eu diria pq no Sul tem loiras lindíssimas de parar o trânsito e quase uma em cada esquina.

Enquanto aqui em São Paulo (onde estou) tem um mendigo em cada esquina. E gente feia a rodo.

E sobre o comentário do Rovison"não há muita coisa que conservadores e liberais clássicos possam fazer para reverter o quadro"
Há sim! além de resguardar os familiares e próximos, estudar que por si só já é uma grande coisa!

Fundar:
Universidades de primeira linha, não meros mercadinhos de diploma.
Para multiplicar o número de profissionais educadores e formadores de opinião.

Jornais / Revistas / Televisões e outros meios de difusão intelectual e cultural, que sejam desde sua concepção pensados como instrumentos de combate dessa nojeira que vivemos.

Think Thanks que são grupos de influencia política. Tal como o Tea Party por exemplo.

Partidos Políticos pra dar novas opções ao público. E quem sabe começar a mudar as leis.

Escolas pra educar as crianças sem Paulo Freire.

Bom como vc vê a vida não é facil nem o caminho é curto, mas há muito o que se fazer sim.

Rodrigo Rocha disse...

Ahh Quero Acrescentar ter um monte de filhos!
Acima de 12 como faziam nossos bizavós! Pq se um ou dois deles se desviarem, ainda tem chances de muitos se salvarem.
Principalmente se for com loiras do Sul ou Asiáticas kkkkkkk

Rodrigo Rocha disse...

Ao Brancaleone

Esses 5% fazem com que nós e não os chimpanzés transformemos o mundo pra melhor ou pra pior!

E em cada quinquilharia das citadas, roupas, celulares, pontes ou aviões há um enorme esforço mental de muita gente.

A Trama de um tecido "que eu não sei fazer" alguém lá atras aprendeu a fazer, pensou fez, desenvolveu e depois melhorou. AS melhorias da chita para o seu mundo quais foram? Nós e não a Chita buscamos com afinco sair do primitivismo e do barbarismo.

Como vc pode perceber ao seu redor 5% fazem diferença.

Ahh e olha só!
Usamos apenas 10% do nosso Cérebro. (pode ser mito) , mas certamente não usamos o total deste órgão.

Será que dá pra evoluirmos mais?
A ponto de evitarmos a auto-extinção? Quem sabe espalharmos o ser humano em outros mundos e salvando junto a Chita e outros que não transformaram o mundo ao seu redor.

Chesterton disse...

Saiu na Veja

http://lauragris.com/2012/06/17/a-conspiracao-dos-verdes-o-jornalista-ingles-james-delingpole-chama-de-histeria-coletiva-a-moda-do-ambientalistmo/

Davi disse...

Sim, a criminalidade esta tomando conta do Brasil em todos os cantos, não há mais pra onde correr. Aqui na região onde moro, no Vale do Itajaí, roubas-se e invade casas cada vez mais, em Blumenau esta insuportavel. Blumenau nunca foi uma cidade de primeiro mundo por estar inserido no Brasil, mas sempre foi organizada e com boa condição de vida para todos, porem, aos poucos atraiu gente de outros estados e acredite, foi apartir de então que a criminalidade começou a aumentar.
Infelizmente não ha salvação para o Brasil, nem para o sul, que apesar de ter bastante gente branca ainda é bastante miscigenado já, principalmnte o Rio Grande do Sul, ao contrario do que pensa o pessoal alienado do Stormfront.

Davi disse...

Eu acho inacreditavel a tolerancia que a população tem com a criminalidade. Só de pensar que alguem pode invadir minha casa para roubar algo meu e muitas vezes agredir a mim e minha esposa, inclusive estuprar, minha vontade é de pegar uma metralhadora e sair por ai caçando esses animais como ratos, ou melhor, ir ate a camara de vereadores e metralhar esses vagabundos que aumentam seus salarios de forma abusiva todos os anos com a conivencia da população estupida.
Francamente, fico espantado como a população assiste a tudo desabar ao seu redor e não faz nada. A unica explicação para isso é a degradação moral que, ao contrario do que muitos pensam é a realidade do Brasil desde sempre, o que segurava o país antes da revolução de costumes dos anos 60 era os fortes valores morais e sexuais herdada da civilização europeia, quando isso acabou o povo brasieiro ficou livre para mostrar a sua verdadeira essencia como vemos hoje.
Um exemplo disso se verifica no livro "Historias Intimas", que trata da historia da sexualidade brasileira e revela como esse país sempre foi hipócrita. No inicio o livro revela a observação de um viajante estrangeiro no seculo 19 que constata que apesar das regras morais serem extremamente rigidas, as mulheres brasileiras sempre davam um JEITINHO pra terem suas escapadas...

Davi disse...

Uma coisa que me deixa revoltado é a esdruxula "moda" de explodir caixas eletronicos que tem acontecido em SC nos ultimos três anos. Até um ano e meio atraz eu podia achar caixas por todos os lados, perto de onde eu estivesse, mas como essa vagabundagem impune, os bancos estao mantendo os caixas apenas nas agencias principais, e até essas podem sofrer restrições. Ou seja, pela impunidade absurda desses marginais todos pagam e ainda prejudica-se a economia da região!
E um camarada (acho que um ministro do governo) teve a coragem de dizer que cerca de 90% dos bandidos não precisavam estar presos. Ao invez de construir mais cadeia, eles preferem soltar os bandidos devido aos seus "direitos humanos", afinal de contas eles são apenas vitimas da sociedade, não é? Nós é que deveriamos estar presos por termos feito o mal que tornou os anjinhos em monstros!

Mr X disse...

Explodir caixas eletrônicos? Uau pelo jeito está piorando mesmo.

O problema com esse negócio de prisão para todos é que provavelmente teria que colocar um terço da populaçãp brasileira na cadeia... Mas, sou a favor.

AF disse...

Rodrigo Rocha,

Teve uns negócios que você falou que até seriam interessantes na teoria, mas na prática, NO BRASIL, seria impossível a maioria das coisas que você falou:

Universidades

Universidades tem que seguir uma grade padronizada e o MEC está sempre em cima delas e se despadronizarem muitas dessas grades (tirando muita coisa desnecessária e lixo esquerdista nos cursos), o MEC, que cada vez mais quer centralizar as coisas, iria em cima da universidade na hora, querendo fechá-la.

Jornais / Revistas / Televisõe

Se um jornal, revista ou canal de TV publicasse a coisas que os esquerdistas igualitaristas muiticulturais não querem que o povo saiba, no outro dia seria fechado, o dono e os funcionários presos, a mídia cairia em cima chamando todos de racistas, nazistas, facistas, etc., ONGs inúteis e políticos esquerdistas entupindo o dono e os funcionários de processos, leis criadas para que isso não aconteça, mais demonização da direita e dos conservadores, etc.

Think Thanks

Idem ao anterior, embora, acredite que se forem cautelosos e explorarem as brechas na lei, pode dar certo por um tempo, embora a mídia estaria sempre chamando-os de nazistas de extrema direita e as ONGs inúteis estariam de olho e fazendo campanha contra.

Partidos Políticos

Partido de direita no Brasil? Esquece!! Impossível. Há anos o Partido Federalista (que nem é tão de direita assim, mas de centro-direita) vem tentando e nunca conseguiram, enquanto que para fundar mais partidos inúteis de esquerda como o PCO e o PPL foram a maior moleza.

Escolas

Tá aí, uma certa esperança, embora escolas tenham que seguir regras do MEC.

Escolas particulares ou católicas são boas alternativas e no Brasil, muitas são ótimas, mesmo com os olhos do MEC e com o governo doidinhozinho querendo acabar com as APAEs, SESI, SENAC, etc... e já ouvi boatos de que até com escolas particulares o governo está querendo acabar.

autor desconhecido disse...

Acho que vcs ainda não perceberam que a ditadura da ''ixxqueerda'', o multiculti, os ''direitos humanos''e etc são mecanismos para implodir a civilização ocidental...
O capitalismo nas mãos de não sei quem sabem, chega em sua fase mais agressiva, já esgotaram todas as possibilidades no oeste e agora se preparam para migrar o leste para explorar o máximo possível a capacidade deles (em proveito de uns poucos o suor e a saúde de milhões),são verdadeiros gafanhotos que migram de horta em horta...
O Brasil é valioso demais pra ter um povo educado, culto e inteligente, ele é praticamente uma continuação da África, extremamente rico em recursos naturais, se fôssemos um deserto improdutivo e o povo fosse menos africanizado com certeza poderíamos ter maior sorte, mas acho que nem assim teria jeito, pq a nossa elite carniceira torna as coisas extremamente difíceis.
Como o mundo não é capaz de prover 2 bilhões e meio de pessoas com um padrão de vida da Grécia antes da crise (indianos e chineses) os globalistas então perceberam que o negócio é ''repartir'', só que como na ''democracia'' o povo é o último que fica sabendo.
A elite, a mídia e o governo estão mancomunados em emburrecer a população pela mistura de raças, não que esse fenômeno seja o grande responsável, afinal, nem todo mexido sai estragado, o problema é empurrar para a miscigenação os poucos inteligentes que restam nessa selva (muitos deles já mestiços). Pra mim a inteligência é um tipo de herança hereditária tal como o ''canhotismo'', algumas pessoas herdam 100%, outras 50% e outras 0%.
A ''diversidade'' não foi feita pra dar certo, mas para dividir e conquistar. A esquerda é usada como um peão, bem vcs já sabem os motivos, além de lunáticos eles são bem lerdinhos.

Anônimo disse...

http://arquivoetc.blogspot.com/2012/06/dona-odete-e-voce-denis-lerrer.html

Anônimo disse...

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/06/com-medo-mulher-acelera-carro-e-e-morta-por-assaltante-em-sp.html

Edu disse...

Senhores,

Eu não sou tão pessimista, ainda acredito que a necessidade de sobrevivência vai prevalecer sobre eventuais atrasos provocados pelo progressismo.

Pode durar 700 anos, como a idade média, porém mais cedo ou mais tarde alguém mais carismático e mais esperto que os demais vai provocar uma ruptura de pensamento.

Inventei que os pilares da evolução humana, além da sobrevivência são: a preguiça e a ambição. O ser humano é muito preguiçoso e ambicioso pra passar muitas gerações fazendo a mesma coisa.

No curto-prazo concordo com vcs: educação, mídia e política. É exatamente isso que o PT está fazendo com o Brasil, perceberam? Só que para fazer isso, é necessário ter estômago, coragem e não ter medo de ser pobre. Alguém se habilita?!

Gunnar disse...

X, como se chama o escritor da anedota que você citou?

Mr X disse...

Gunnar,
Não lembro, não consegui achar o link. Ninguém famoso. Nos EUA, tem a Elizabeth Warren que conseguiu uma posição em Harvard alegando ser parte indígena (descobriu-se que tem 0% de ascendencia indígena).

Depois teve este caso aqui, de artistas na Australia que ganharam premio alegando ser "aborigenes". Se tem antepassados aborigenes, nao da pra notar:

http://wakey74.wordpress.com/tag/andrew-bolt/

Matheus Carvalho disse...

Interessante ler isso logo apos de ler um jornal local aqui na Australia com vies bem esquerdista (pleonasmo?). Numa edicao, falam das dificuldades dos refugiados africanos, e de como estao felizes agora que moram na Australia. Na outra, descem o pau nas minas que contratam trabalhadores estrangeiros pagando em principio menos do que os Australianos estariam dispostos a receber, alem de contribuirem para o nao desenvolvimento de mao de obra local qualificada.

autor desconhecido disse...

http://gatesofvienna.blogspot.com.br/2012/06/multi-culti-child-snatchers.html

A Ingla merda sempre pode te surpreender...

DIREITA disse...

Matheus Carvalho disse...
Interessante ler isso logo apos de ler um jornal local aqui na Australia com vies bem esquerdista (pleonasmo?). Numa edicao, falam das dificuldades dos refugiados africanos, e de como estao felizes agora que moram na Australia. Na outra, descem o pau nas minas que contratam trabalhadores estrangeiros pagando em principio menos do que os Australianos estariam dispostos a receber, alem de contribuirem para o nao desenvolvimento de mao de obra local qualificada.

interessante oque diz Andrew Fraser, professor do departamento de Direito Público da Universidade de Macquarie, na Austrália, sobre a imigração africanos para o pais .

vejam:

"Uma população africana em expansão é uma receita certa para o aumento da criminalidade, violência e outros problemas sociais"

...e não parou por ai:


"Porque é que a Austrália deve tornar-se uma colónia do terceiro-mundo? O facto é que os australianos estão a ser empurrados para o suicídio nacional pelas suas elites políticas, religiosas e económicas!"



http://batalhafinal.blogspot.com.br/2005/08/liberdade-de-opinio-simmas-controlada.html

DIREITA disse...

as vagabundas australianas agradecem!


http://www.interracialdatingcentral.com/members/Australia/1

DIREITA disse...

sentir orgulho da bandeira australina é coisa de racista,revela estudo realizado nas principais cidades australianas .

http://www.abc.net.au/news/2012-01-24/aussie-flag-bearers-more-racist3a-survey/3790172


se os comentários expostos no link acima representar a voz australiano médio,creio que futuro australiano sera tenebroso!

Anônimo disse...

NEYMAR, JOGADOR DO SANTOS, É COMPARADO O TEMPO TODO COMO MESSI, MELHOR JOGADOR DO MUNDO, MAS NEYMAR TEM QUE IR PARA A EUROPA PARA APRENDER A JOGAR BOLA.

autor desconhecido disse...

Direita,
os australianos não tem desculpa, estão vendo a merda acontecer na Europa e na América do norte, serão muito burros se não fizerem absolutamente nada.

DIREITA disse...

autor desconhecido

não sei muito sobre os australianos,mas creio que eles sejam
"racistas"(basta lembrar do incidente de 2005) que os demais ocidentais !

AF disse...

sentir orgulho da bandeira australina é coisa de racista,revela estudo realizado nas principais cidades australianas .

http://www.abc.net.au/news/2012-01-24/aussie-flag-bearers-more-racist3a-survey/3790172


Recuso-me a acreditar, não é possível que uma pesquisa "científica" assim exista! As pessoas que fizeram essa pesquisa devem estar malucas, totalmente dominadas e corroídas pela esquerda ou algo assim!

De boa, uma coisa assim não é possível!

Esse mundo está se tornando um hospício?

autor desconhecido disse...

Direita,
o negócio é a maioria australiana, ou seja, os mais de 90% de brancos, creio eu, se juntarem e começarem a protestar contra a imigração...
Eu sei que existe uma maioria silenciosa que só está esperando líderes fortes e ação para mostrar de fato o que é uma democracia em pleno funcionamento.

El Misionero Matsuura Junichiro disse...

Existe uma outra solução. Ligue o foda-se, e seja feliz!!!!

El Misionero Matsuura Junichiro disse...

Ligue o foda-se para os "Direitos Humanos", e metralhe os políticos!!!!