segunda-feira, 29 de junho de 2015

Tudo que é sólido desmancha no ar

A frase é de Marx. Virou depois o título de um livro que foi moda nos anos 80 ou 90, hoje esquecido. Acho a frase bonita, e aplicável ao momento em que vivemos, no qual todas as certezas ocidentais parecem se dissolver.

Falo, naturalmente, do fim do casamento tradicional (da sociedade tradicional?) com a aprovação geral do casamento homossexual, bem como várias outras coisas que estão ocorrendo no nosso agora falecido Ocidente (requiescat in pace). 

Meu Facebook (o qual espero poder abandonar em breve, tendo descoberto que nada mais é do que uma usina de replicação de estupidez), recentemente amanheceu todo colorido. Celebração devido ao fato da Suprema Corte americana ter passado por cima dos direitos dos estados, e afirmado que o casamento homossexual é lei em todo o país, e dane-se a independência dos "Estados" Desunidos.

É bem estranho como em tão pouco tempo, a mídia conseguiu transformar algo tão marginal em um direito inalienável, que não pode sequer ser discutido. 

Quando eu era criança, nem faz tanto tempo assim, a tal cultura gay ainda era algo bem obscuro, longe do mainstream. Faziam-se piadas na televisão e na escola, e comentava-se baixinho nos salões, mas os casais gays estavam longe de ser considerados parte da sociedade tradicional. Acho que a mudança começou com a AIDS, que acabou dando maior visibilidade aos gays, e começaram a aparecer mais e mais nos filmes e nos sitcoms, de forma que se tornaram definitivamente parte da cultura geral.

Ainda assim, ainda considero incrível como, em meras duas ou três décadas, algo que não era sequer concebido (casamento entre dois homens ou duas mulheres) tornou-se um assunto quase indiscutível. Ser contra é ser contra o "amor". E quem é que pode ser contra o "amor", não é mesmo? 

(Digam o que quiserem sobre os africanos, ao menos eles parecem entender mais de anatomia e não engolem essa história de que o sexo entre casais gays é exatamente igual ao dos casais formados por um homem e uma mulher.) 

De qualquer forma, é impressionante como não apenas a mídia, como o governo e praticamente todas as grandes empresas americanas apoiaram e ainda apoiam maciçamente essa mudança social, criando um ambiente no qual se manifestar contra virou ser um pária ou um sujeito esquisito. Vejam:


Bem. Eu não sei o que vocês pensam sobre o assunto. Conheço vários gays, conheço até um transexual (acho que é um transexual, mas não tenho certeza!). São pessoas bacanas, eu acho, não tenho tanta intimidade. De qualquer forma, não acredito que devam ser perseguidos por seus atos sexuais ou suas preferências eróticas. O sexo heterossexual também tem suas esquisitices! E com lei ou sem lei, casais gays sempre existiram, sempre existirão. Houve naturalmente muitos gênios que eram gays. Bem, que continuem assim.

Confesso porém que não gosto da idéia de casais gays ou lésbicos cuidando de crianças; temo que seja uma forma de egoísmo que "objetifica" (para utilizar uma palavra esquerdista) a vida da criança.

Além disso, ocorre o risco de abusos. Mais de um casal gay abusou de crianças adotivas. Sim, sei que isso ocorre com muitos casais heterossexuais também, até ou especialmente casais com filhos biológicos. Porém, com o casamento gay, ficou mais fácil para predadores. Digamos por exemplo que João e Pedro gostem de comer criancinhas. Eles se associam em um "casamento" e adotam várias crianças, às quais passam a abusar sistematicamente.

Delírio? Pois vejam o famoso caso daquele casal gay australiano que adotou um menino russo para estuprá-lo e prostituí-lo, ou deste outro casal gay americano que adotou e abusou de algumas de suas nove crianças. Nove! Mas vocês sabem o quão difícil que é para um casal heterossexual americano adotar crianças? Leva anos e é uma burocracia infernal. E no entanto esses gays conseguiram adotar nove pimpolhos, tudo graças ao politicamente correto. 

Está certo, tais abusos são (quero crer) uma pequena minoria. E quanto aos casais sem filhos, que meramente querem o direito de poder passar ao companheiro de mesmo sexo seus bens, não seria isso justo? 

O que está em jogo, no entanto, é algo mais complexo. O que é o "casamento gay"? Seu valor é quase que exclusivamente simbólico. A maioria dos gays, mesmo tendo agora o direito, não casa nem casará. Muitos dos que casaram, já separaram-se.

De acordo com estimativas, o número de gays que casaram nos EUA (nos estados em que tal união já havia sido legalizada) foram 72 mil em todos os EUA, desde 2007. É pouco, se considerarmos que a população americana de gays adultos (se corresponder aos 3.8% de auto-declarados gays e lésbicas) deveria ser de pelo menos 12 milhões.

Mais: a imensa maioria dos casais de mesmo sexo que casaram é de lésbicas: mais de 50 mil desses 72 mil são casamentos entre mulheres, provando mais uma vez o clichê de que as mulheres tem uma maior necessidade (ou capacidade) para relações estáveis do que os homens. 

Então, por que tanta luta por um direito que nem eles procuram?

É simples. O que eles querem realmente é o símbolo da aceitação, a idéia de não haver nenhuma diferença em relação aos héteros. Não é que eles queiram casar, eles querem ser vistos como parte integrante da sociedade, sem qualquer tipo de censura. E para o progressista branco, que tem vários amigos ou conhecidos gays, isso é de certa forma natural.

Para outros, porém, o “casamento gay” é apenas a busca da dissolução do casamento tradicional, a pá de cal que faltava nessa instituição. Como disse um comentarista em outro site, é um tipo de "inflação do casamento": assim como imprimir mais dinheiro diminui seu valor, proporcionar o casamento a todos é um procedimento similar com conseqüências similares (e dar a residência ou cidadania a qualquer imigrante ilegal também inflaciona o falor da cidadania americana)

Além disso, é uma boa arma contra os cristãos, que são os únicos de fato opostos a isso (e ainda assim, nem todos: grande parte dos protestantes e até muitos católicos estãose dobrando ao casamento e adoção gay. Acredito que em breve teremos casamentos gays celebrados na maioria das Igrejas e Catedrais).

De qualquer forma, convenhamos, a idéia de transformar o que é essencialmente o fim da família tradicional em um direito de "igualdade" foi uma sacada genial.

O homem moderno está viciado em "igualdade". Não acreditanto mais em Deus, nem em pátria, nem em cultura, nem nos laços sanguíneos, tudo o que lhe resta é a crença na Humanidade.

Mas a Humanidade é um pobre substituto para Deus. Os "direitos humanos" não satisfazem a necessidade espiritual, e, sendo o homem por sua constituição um ser eternamente insatisfeito, será necessário avançar sempre mais e mais na "luta" por "direitos" imaginários.

O que virá depois do "casamento gay"? Senhores, façam suas apostas.


59 comentários:

Babaca fc disse...

''do fim do casamento tradicional (da sociedade tradicional?) com a aprovação geral do casamento homossexual''

Aé, então quer dizer que os heterossexuais irão todos se tornarem homossexuais e a se casarem entre si!!! Nooooossaaaaaaa... o que que uma coisa tem que ver com a outra, eu me pergunto.

Nada.

Conservadores comem fezes no café da manhã. Tal como 2 e 2 são 5, o casamento ''tradicional'' irá acabar quando o casamento não-tradicional for aprovado. Uma coisa leva a outra, só que não.

Sim, esta modinha de arco íris tá enchendo a phorra do chaco, mas daí acreditar que a aprovação do casamento same-sex irá afetar a maioria heterossexual, é de uma estupidez que somente o conservador cabeça quadrada poderia ter pensado.

Babaca fc disse...

''Quando eu era criança, nem faz tanto tempo assim, a tal cultura gay ainda era algo bem obscuro, longe do mainstream. Faziam-se piadas na televisão e na escola, e comentava-se baixinho nos salões, mas os casais gays estavam longe de ser considerados parte da sociedade tradicional. Acho que a mudança começou com a AIDS, que acabou dando maior visibilidade aos gays, e começaram a aparecer mais e mais nos filmes e nos sitcoms, de forma que se tornaram definitivamente parte da cultura geral.

Ainda assim, ainda considero incrível como, em meras duas ou três décadas, algo que não era sequer concebido (casamento entre dois homens ou duas mulheres) tornou-se um assunto quase indiscutível. Ser contra é ser contra o "amor". E quem é que pode ser contra o "amor", não é mesmo? ''


Nossa, quanta idiotice!!!

Mal posso esperar pra ver as igrejas sendo queimadas. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Definição da palavra ''''amor''''

''a formação de um vínculo emocional com alguém ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e enviar os estímulos sensoriais e psicológicos necessários para a sua manutenção e motivação''.


Pode procurar em qualquer dicionário que não vai achar '' é apenas o relacionamento amoroso entre duas pessoas de sexo oposto''.


'''amorrrr'''

Babaca fc disse...

Deixar de acreditar em Yavé não é uma coisa ruim, eu acho.

Reginaldo Santos disse...

A lei do casamento gay e meramente um teste para que o governo saiba seu poder de influência sobre o cidadão.
Aos poucos virão leis mais repressiva e o povo juntamente com o estados aceitaram com louvor.

Anônimo disse...

A lei do casamento gay e meramente um teste do governo para saber o poder de sua influência sobre o cidadão. Virão leis mais reprensivas que o estado e o povo aceitarão com louvor.

Mr X disse...

Por isso mesmo, casamento nada tem a ver com amor.

Eu posso amar um cachorro ou um gato. Eu posso amar um amigo e um irmão. Não quer dizer que vou me casar com eles.

Oscar Wilde era gay e casou com uma mulher, teve 2 filhos e um neto; nenhum deles parece ter sido gay.

O casamento entre um homem e uma mulher existe por razões religiosas, sociais e legais, não por "amor". O casamento é até muitas vezes o túmulo do sexo e do amor: "o amor: seis meses de fogo, e vinte anos de cinzas" (Giuseppe di Lampedusa)

O casamento gay, embora seja similar ao casamento hétero, não é igual, pois como disse Fidélix, "dois iguais não fazem filho". É verdade que hoje em dia com a fecundação in vitro e outros avanços, é possível uma separação da reprodução e do sexo em si, e gays poderão realizar uma paródia completa de uma família. É provável que no futuro, tenhamos uma sociedade como a de Brave New World, com bebês gerados em proveta para todos.

É possível também que o homossexualismo possa ser resolvido com a manipulação genética. Quem sabe?

"a aprovação do casamento same-sex irá afetar a maioria heterossexua"

Já está afetando, ainda que de forma indireta. Menos pessoas casam hoje em dia, e menos irão casar no futuro, já que seu valor se perde cada vez mais, e não é um bom negócio, em especial para os homens.

De qualquer forma, a lição aqui não é o "casamento gay", a lição aqui é como a mídia pode fazer gato e sapato e convencer a todos das coisas mais incríveis, e o povo acredita e é feliz, e celebra contente.

Lawrence Auster tinha razão, a normalização do casamento homossexual é o fim da América tradicional.

Bárbara disse...

Matheus Carvalho disse: Mas vou tentar resumir o que eu penso de uma forma simples: a cultura ocidental e' superior. Isso nao implica que brancos sao superiores.

Concordo parcialmente. O que temos por Civilização Ocidental hoje, é resultado da política romana, a filosofia grega, aspectos das culturas bárbaras e a mão da Igreja Católica, que moldou tudo isso. Os brancos não teriam feito isso sem a Igreja ou sem a fusão. Isso não significa que eram atrasados como vc tenta fazer acreditar. A civilização não é obra apenas da "superioridade branca", mas os brancos foram indispensáveis para a construção dela.


Matheus disse: Uma vez discutindo com um esquerdopata, ele quis argumentar que o Ira e' menos violento que o Brasil. Na hora aceitei o argumento dele, mas depois percebi que se tratava de uma falacia. O Brasil nao e' o melhor pais da civilizacao ocidental. O Brasil tem um longo caminho a seguir. O certo seria comparar o Ira com a Suica.

E em seguida: (Mateus disse) Acho que a cultura foi muito mais importante que a biologia nesse aspecto. A religiao crista teve seu papel sem duvida.

E depois: Embora seja um embuste, a religiao crista serve sim para formar pessoas de bem

Alguém entendeu?

Bárbara disse...

Droga! Publiquei no post errado! Desculpem, vou copiar e colar no outro, depois que o X publicar. Aff

Bárbara disse...

Não é o assunto exato do texto, mas vejam os estudos do McHugh:
http://evoandproud.blogspot.com.br/2015/06/gender-reassignment-of-children-does-it.html

Bárbara disse...

X, não precisa publicar meu primeiro coment para este post. Foi errado.

Babaca fc disse: Conservadores comem fezes no café da manhã. Tal como 2 e 2 são 5, o casamento ''tradicional'' irá acabar quando o casamento não-tradicional for aprovado. Uma coisa leva a outra, só que não.

Sempre com tanta certeza.

Babaca fc disse: Deixar de acreditar em Yavé não é uma coisa ruim, eu acho.

Deixar de acreditar no próprio juízo também não.

Babaca fc disse...

Se o casamento é tão ruim, então o casamento heterossexual também deveria ser banido e inventado uma coisa melhor. Eu acho isso.

Está manipulando os símbolos de linguagem, que coisa feia!!!

Eu sei de toda picuinha em relação ao casamento gay, que é muito pouco, que geralmente dura pouco tempo, mas tem aquela minoria da minoria que vai se casar pra durar e não vai adotar crianças a fim de necessidades sexuais fisiológicas. Não tem drama, para adoção, que seja regularizada na base de grande rigor de avaliação.


Novamente, não entendeu o primeiro comentário. Se caísse no Enem, não teria passado.

Heterossexuais vão se transformar em homossexuais e acabar com a família ''tradicional''. kkkkkkk, no facebook,em uma comunidade de discussão religiosa, mostrou-se como se deu o tal''tradicionalismo'' das famílias bíblicas, kkkkkkkkkkkk.

Não culpe a homossexualidade, porque foi a pílula anti concepcional e as novelas que falam avassaladoramente de sexualidade recreativa HETEROSSEXUAL desde quando a tia da Alice Braga tinha peitinho duro, que estão sendo as responsáveis pela redução da fertilidade. O primeiro beijo gay só aconteceu em 2011, numa novela do sbt, com a deliciosa Luciana Vendramini.


''De qualquer forma, a lição aqui não é o "casamento gay", a lição aqui é como a mídia pode fazer gato e sapato e convencer a todos das coisas mais incríveis, e o povo acredita e é feliz, e celebra contente. ''


Então tu deverias enfatizar a capacidade de manipulação da mídia e usar o casamento gay como um exemplo e não o contrário.


Babaca fc disse...

''E depois: Embora seja um embuste, a religiao crista serve sim para formar pessoas de bem''

Bem domesticadas.

Babaca fc disse...

''Sempre com tanta certeza.''


Pois siiim. E vc sempre se baseando no mais puro dos empirismos. Sei.


''Deixar de acreditar no próprio juízo também não.''

Quando alguém substitui o próprio olhar sob o mundo em prol de uma bíblia, isso é deixar de acreditar no próprio juízo e passar a acreditar no juízo dos outros.

Babaca fc disse...

Bárbara,

Eu tenho tanta certeza porque eu tenho fé... em mim.

Mr X disse...

Veja estes são seus amiguinhos gays e esquerdistas cantando, kkkk:

https://www.youtube.com/watch?v=29Mg6Gfh9Co

"Então tu deverias enfatizar a capacidade de manipulação da mídia e usar o casamento gay como um exemplo e não o contrário"

Quando a mídia conseguir vender o bestialismo ou a pedofilia, farei isso. O incesto eles já estão conseguindo:

http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/europe/germany/11119062/Incest-a-fundamental-right-German-committee-says.html

matheus carvalho disse...

Como o Babaca disse, a religião crista domestica. Sendo bem pragmático, prefiro minha filha num ambiente desse do que em certos outros sem religião. Mas estou sempre avaliando para ver se fiz mesmo a escolha certa. Minha esperança é que em alguns anos, com minha ajudinha, ela volte a ser ateia, já que todos nascemos ateus. Não acho que será muito difícil. Tomara!

Mr X disse...

Tio tbm pode casar com sobrinha. Bem, esses orientais são na maioria endógamos mesmo, nenhuma novidade. Se pode com primo, pode com tio.

http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/northamerica/usa/11195658/Marriage-between-uncle-and-niece-is-ruled-legal-by-New-York-Court.html

Babaca fc disse...

O vídeo é dispensável. Não sou nem um nem outro, só acho que seus argumentos são fracos.

Dom Moleiro disse...

Não quero falar sobre casamento gay ou não gay . Mas nessa história tem um lance interessante que é a adesão maciça de diversas grandes empresas à causa gay .
Será que eles são bonzinhos e preocupados com o bem estar de toda a sociedade ?
Não , não , e não . Acontece que a maioria dos gays não estão interessados em ter uma família tradiconal ,mas sim em desfrutar de sua sexualidade sem aborrecimentos .Porém estes mesmos gays,que não pretendem "ter" filhos , são altamente consumistas pelo simples fato que trabalham e podem com seu dinheiro satisfazer suas vontades e necessidades ,sem ter de se preocupar com sustento de crianças . Isto significa um enorme mercado de consumidores dispostos a gastar bilhões de dolares com coisas que lhes agradem ,ou seja ,uma gama enorme de bens de consumo .Quem tem filhos sabe que não é mole sustentar crianças ,e existem milhares ,ou talvez milhões de casais heterossexuais , que também optam por não ter filhos , exatamente para levar a vida do jeito que melhor lhes convém , gastando seu dinheiro com aquilo que lhes agradam .As empresas então estimulando este tipo de união vão obter um número maior de consumidores . Simples assim.

AF disse...

Foi incrível a quantidade de pessoas, especialmente os brancos no facebook, que foram nessa modinha de casamento gay e comemoraram essa "vitória", que foi contra a maioria da população cristã e contra a autonomia dos Estados americanos. Alguns defendem que isso pode ser até um teste psicológico do facebook, que tem fama em espionar os usuários.

Teve usuário até que afirmou que quem não coloca a imagem coloridinha é "homofóbico". Só faltou dizer que é racista só para completar o pecado extremamente mortal para o progressista.

Um dos objetivos é realmente censurar ainda mais os cristãos que são contra isso, o que já está acontecendo. Veja um simples exemplo do que já está acontecendo com a seguinte notícia: "Comentários negativos sobre união gay viram caso de polícia em Miraí"

... e quais foram os comentários "negativos"?

"Vamos orar pra Deus guardar o futuro de nossa crianças" e "Misericórdia"

Agora essas pessoas serão ouvidas pela polícia e poderão responder a processos.

A comemoração da esquerda é tanta que eles estão até hackeando sites cristãos. O site da diocese de Caratinga em Minas Gerais, que comemora 100 anos agora, foi hackeado com a seguinte mensagem: "Nota Oficial: Comemoração de 100 anos da Diocese e o Dia internacional do Orgulho Gay"

Em um comunicado a diocese até alerta para um outro perigo iminente que, não duvide, vai acontecer qualquer hora: a ideologia de gênero. Ela vai ser aprovada e ensinada às nossas crianças e vai colaborar para que haja futuras pessoas que duvidam dos seus sexos, gays, lésbicas e baixa taxa de natalidade e pouco amor na sociedade. Podia até fazer um post sobre isso depois.

Se eles conseguiram aprovar o casamento gay que era um assunto que nem era discutido, bem como calar cristãos numa boa e manipular tanta gente facilmente a essa causa, não duvide de mais nada.

AF disse...

Matheus Carvalho,

"Como o Babaca disse, a religião crista domestica."

Aí depende do que quer dizer com "domesticar".

"Sendo bem pragmático, prefiro minha filha num ambiente desse do que em certos outros sem religião. Mas estou sempre avaliando para ver se fiz mesmo a escolha certa. Minha esperança é que em alguns anos, com minha ajudinha, ela volte a ser ateia, já que todos nascemos ateus. Não acho que será muito difícil. Tomara!"

Ou seja: vamos utilizar, mas depois vamos descartar! Ou um "faça o que eu diga, mas não faça o que eu faço". "Tomara!".

E não, não nascemos ateus. Para ser ateu ou teísta temos que ter o conceito de Deus em mente para decidirmos se acreditamos ou não e uma criança não tem esses conceitos formados, portanto, não podemos dizer se ela acredita ou não.

Aliás, há é controvérsias sobre isso.

Mr X disse...

Poligamia:

www.politico.com/magazine/story/2015/06/gay-marriage-decision-polygamy-119469.html#.VZI2nKaQw0J

O interessante é que a maioria dos comentaristas parecem ser a favor, em nome dos "direitos". Bem, faz sentido, se gays podem casar, por que não polígamos.

Babaca fc disse...

''O interessante é que a maioria dos comentaristas parecem ser a favor, em nome dos "direitos". Bem, faz sentido, se gays podem casar, por que não polígamos.''


Bem, se vc quer se casar com mais de uma mulher, então lute para que o estado reconheça os seus ''direitos'' ao invés de tentar tirar daqueles que estão tentando.

Mas é verdade quando aspeia a palavra direito. Em um mundo perfeito, o estado não precisaria decidir se uma pessoa poderia se casar com a outra, independente do sexo, raça ou religião. Só que....

Eu continuo sem entender Mister X. Se os gays começarem a se casar, vc vai virar gay também e vai querer se casar com um homem, é isso?

Se não, então por que vc se intromete no que não é de sua conta??

Casamento é um direito doméstico, ou seja,onde que apenas os envolvidos que deverão decidir entre eles e não ''plebiscito'' da ''família tradicional''.

DD disse...

Vamos nos lembrar de que a coisa foi aprovada no mesmo dia em que o terrorismo islâmico botou para quebrar, com ações em três continentes.

Isso não me parece um detalhe descartável: o desenho de forças para as próximas décadas está ficando bastante claro.

Matheus Carvalho disse...

AF, eu reconheco que estou sendo meio hipocrita fazendo o que faco, porque todo mundo na escola sabe que eu sou ateu. So que, como no texto que o Mr X passou, eu simplesmente nao consigo acreditar em Deus. Nao da. Nao adianta. Eu so escolho dos males o menor. Se houvesse uma escola para educar meus filhos em que todos pensassem como eu, eu ja tinha colocado eles la. So que nao tem. Eu podia tentar home schooling. Mas na pratica isso da um trabalho do caralho, e sempre ha a possibilidade de eu estar fazendo errado alguma coisa. Alem disso, minha filha adora brincar com as amiguinhas dela, e nao quero priva-la disso. Entao prefiro fazer assim mesmo. Eu nao vou passar a vida atras da escola perfeita, ate porque moro numa cidade pequena e as opcoes nao sao muitas. Quando chegar a hora certa, vou conversar com minha filha e explicar meu posicionamento. Espero explicar de um jeito que ela me de razao. Pode ser que nao. Pode ser que ela decida ser evangelica (no caso, adventista do setimo dia, nao sei nem se e' pior que as outras). Nesse caso, nao acho que va ser horrivel. Muito melhor ter uma filha evangelica do que muculmana. Eu diria ate, muito melhor ter uma filha evangelica do que seguidora desses gurus indianos (acreditem ou nao, ha uma escola local aqui com esta opcao!).
Mas acho que convenco-a sim. Eu ja consegui com minha mulher, que era batista e agora ja ta quase ateia, pra mim num nivel satisfatorio: ela acha que existe um Deus, so que esse Deus nao mexe uma palha pra ajudar ninguem; o que na pratica significa que nao ha Deus.

Bárbara disse...

O comentário do Dom Moleiro merece nota mil. É bem isso mesmo, agradar consumidores.
É igual o caso do bosticário, que aliás, não sei por que fizeram tanto debate, achei tão normal, vulgar e de mal-gosto, como quase todo comercial. O negócio é conseguir clientes. Eles descobrem o perfil médio deste e bora lá, publicidade.

Babaca fc disse...

http://hitcoffee.com/file/8643/

Babaca fc disse...

http://www.mandatory.com/2012/10/15/feral-children-10-kids-raised-by-animals/2

Direita e Bárbara vai amar o primeiro caso que foi mostrado,hahahahahahaha

Mr X disse...

"Eu continuo sem entender Mister X. Se os gays começarem a se casar, vc vai virar gay também e vai querer se casar com um homem, é isso?

Se não, então por que vc se intromete no que não é de sua conta??"


Aí é que tá, os gays não estão casando. Mesmo tendo o direito, é uma minoria da minoria que casa. São, arredondando, 3% dos 3% existentes de gays. Talvez aumente um pouco agora que liberou geral e terão mais benefícios, mas duvido que aumente tanto, e mesmo se aumentar, a maioria se divorciará logo.

Ou seja, o objetivo não é nem nunca foi o de deixar os gays casarem, mas de desvalorizar ainda mais o casamento tradicional entre homem e mulher, e ferrar com os cristãos.

Já tem vozes na mídia pedindo casamento poligâmico, mais uma desvalorização. Aquele comentarista estava certo, inflação do casamento.

Th disse...

Interessante

Bárbara disse...

Babaca fc disse: Direita e Bárbara vai amar o primeiro caso que foi mostrado,hahahahahahaha

Se refere ao caso da ucraniana? Pois bem, gostei mesmo. Aí neste ponto mostrou que o Matheus (e você também) está certo, os estímulos dos primeiros anos são muito importantes, para qualquer um. O afeto, a nutrição, a imitação dos progenitores, é essencial. Por isso a família tradicional também é muito importante. O que você dizia sobre o "casamento gay" ser inofensivo para a sociedade?

Babaca fc disse...

O conservador é tão tolo para se deixar levar pelo que a mídia diz??

Babaca fc disse...

Casamento gay é uma coisa. Adoção por casais gays é outra coisa. Casos de crianças adotadas que são maltratadas por seus pais abundam. Inclusive, parece ser até uma regra, mais do que apenas uma exceção.
E a maior parte destes casos são causados por casais heterossexuais, mas isso vc se esqueceu ne menina??

Os casais gays que adotaram crianças para abusar delas são doentes mentais, psicopatas, sádicos. Não foi a identidade sexual que os fez abusar destas crianças, mas a sua falta de caráter.

Quer que eu faça um desenho te explicando??

Então o gênero é uma construção social??

Babaca fc disse...

A resposta sobre o link.

Não, eu disse que vcs vão achar graça do rapaz africano que foi supostamente criado por macacos. Interessante que enquanto a ucraniana conseguiu aprender a falar, este rapaz permaneceu símio na sua comunicação, apenas com sinais e grunhidos.

Matheus Carvalho disse...

Babaca, tenho certeza que voce nao esta sendo babaca de sugerir que raca tem alguma coisa a ver com o desempenho de cada uma dessas pessoas criadas por bichos. Qualquer efeito dessa natureza so poderia ser testado se todos os individuos fossem criados em condicoes identicas, com pelo menos uns 50 individuos em cada tratamento e um grupo controle. E olhe la.

Th disse...

"Casamento gay é uma coisa. Adoção por casais gays é outra coisa."

NÃO! Não é!

Se vc diz que casamento natural é igual a "casamento gay", então você diz que "duplas gays" (casal que não é) podem adotar também, assim como qualquer casal! Casamento gay leva à adoção, é a consequência lógica!

Mr X disse...

"interessante que enquanto a ucraniana conseguiu aprender a falar, este rapaz permaneceu símio na sua comunicação"

Seu preconceito cegou-lhe, a informação não procede. No link que você mesmo colocou informa que a ucraniana fala, mas tem a capacidade mental de uma criança de 6 anos, enquanto o africano não apenas fala, como canta.

Estes casos de crianças criadas por animais são interessantes por mostrarem que algo de fundamental acontece nesses primeiros anos da infância, que desenvolve a mente, a linguagem e a socialização, e se a criança perde isso, nunca será normal.

Tem também esses casos tristíssimos de crianças que viveram trancadas em sótãos ou porões, e tampouco se desenvolveram normalmente.

Enfim, isso pouco tem a ver com raça.

E a humanidade não presta, mesmo.

Mr X disse...

"O conservador é tão tolo para se deixar levar pelo que a mídia diz??"

Tudo indica que sim. O conservador é ainda mais tolo e manipulável que o liberal.

Mr X disse...

Vou até dizer uma coisa, talvez tudo isso pudesse ser evitado se os gays tivessem se contentado com a união civil, em vez de enfatizar o "casamento". Mas não, o que eles queriam é a cerimônia, a pompa, além da sensação de igualdade total. Porém isso que chamamos casamento está estreitamente ligado com tradições religiosas (a imagem do noivo e a noiva de vestido branco na igreja são as primeiras imagens que vem na cabeça). Aí como vai se fazer, obrigar igrejas cristãs a casarem homem com homem e mulher com mulher?

Eu até acho que poderia ser possível algum tipo de união legal entre gays, e até mesmo o direito ao casamento não me incomodaria, não fosse a questão das crianças. Vejo a adoção gay como algo meio perverso, por mais bem intencionado que seja, é como brincar de papai e ma.., er, de papai e papai. A criança é um boneco numa brincadeira ou experimento.

Sim, sei que muitos casais héteros são péssimos pais, sejam biológicos ou não. Ser criado por pai e mãe não garante uma infância feliz. E é bem possível que haja casais homo ou lésbicos decentes que cuidem bem de crianças. É a teoria do Reinaldo Azevedo, que acha que uma criança está melhor com dois pais ou duas mães do que num orfanato.

Eu não sei, talvez por eu ter sido criado em uma família tradicional, só consiga ver desvantagens nisso, é meio como ser criado por mãe solteira, uma situação não ideal, ou até pior, no caso de uma criança que tem dois pais e nenhuma mãe: isso me parece terrível, tristíssimo. Um homem nunca poderá ser o equivalente de uma mãe.

Porém, ter duas mães deve ser sufocante.

O equilíbrio de uma pessoa do sexo masculino e uma do feminino é com certeza o melhor.

Babaca fc disse...

O problema é a propaganda da mídia do tipo ''nós é que manda nesta phorra aqui''.

Babaca fc disse...

Mas eu pensei que gênero fosse uma construção biológica?!?

Babaca fc disse...

Achei Malaya mais sábia que muito marmanjo por aí!

Babaca fc disse...

X, os seus argumentos se baseiam em PURO preconceito enquanto que os meus argumentos se baseiam na empatia. Já deixou claro aqui que apesar dos amigos gays, vc não quer que eles possam oficializar as suas uniões, se assim desejarem, porque eles são gays.

Se Malaya é uma prova de que a identidade humana não deixa de ser uma construção social, então faz sentido acreditar que o mesmo aconteça com o gênero e aí se pensa.
A ideia de que as crianças cuidadas por casais do mesmo sexo se tornarão iguais aos pais é baseada apenas em suposições simplistas de algo que é mais complexo, porque a homossexualidade não é apenas uma escolha, ainda que possa ser para alguns casos, não será para a maioria.

direita disse...

https://m.youtube.com/watch?v=DnLWT3Zbg_M&t=132

Mr X disse...

Quem é malaya?

Mr X disse...

"A ideia de que as crianças cuidadas por casais do mesmo sexo se tornarão iguais aos pais é baseada apenas em suposições simplistas"

Eu não disse isso, nem acho isso. Não acho que crianças cuidadas por gays virem gays. O que acho é que o ideal para criar uma criança saudável é o equilíbrio entre a autoridade masculina do pai e o amor feminino da mãe, os dois sexos ao mesmo tempo. Um casal gay não oferece isso (ainda que sempre um dos dois seja mais masculino e outro mais feminino). Além de não poderem ter filhos que são resultado real da união dos dois pais.

Mas eu sei, nem sempre se pode obter o ideal.

Babaca fc disse...

''Eu não disse isso, nem acho isso. Não acho que crianças cuidadas por gays virem gays. O que acho é que o ideal para criar uma criança saudável é o equilíbrio entre a autoridade masculina do pai e o amor feminino da mãe, os dois sexos ao mesmo tempo. Um casal gay não oferece isso (ainda que sempre um dos dois seja mais masculino e outro mais feminino). Além de não poderem ter filhos que são resultado real da união dos dois pais.

Mas eu sei, nem sempre se pode obter o ideal.''


O seu ideal é baseada em um viés conservador e portanto preconceituoso em relação aos gays, pode entender isso

Mr X disse...

Sim, tem razão. Mas todo mundo tem um viés, até você.

Talvez no fundo essa história de "casamento gay" seja, como outras coisas, fruto da tecnologia, além dos fatores sociais.

O que gerou o feminismo e a revolução sexual? A pílula anticoncepcional, a camisinha etc.

O que está por trás do casamento gay? A inseminação artificial, a barriga de aluguel; a separação final entre a reprodução e o sexo.

Em breve a placenta artificial acabará de vez com a necessidade de casais héteros.

Mr X disse...

Eu quis dizer, útero artificial:

http://www.geneticliteracyproject.org/2015/06/12/artificial-wombs-the-coming-era-of-motherless-births/

AF disse...

Matheus Carvalho,

Não sei o porquê de você não conseguir acreditar em Deus, mas sei que independente do motivo e o questionamento que você faz, há respostas para eles.

Sobre a hipocrisia, não creio que seja bem uma hipocrisia, pois você não é um desses ateus qualquer, porém é preciso reconhecer o que a grande maioria ateísta mainstream da internet afora vem defendendo, em contraste com a grande maioria dos cristãos e até, se possível, falar sobre isso com a sua filha e sua esposa.

Abraços

Matheus Carvalho disse...

AF, eu nao ligo para o que os outros ateus pensam, eu nao estou nem ai. Eu nao me alinho com ninguem. Eu sou contra o aborto em quase todos os casos, por exemplo. Se criarem o partido dos ateus nao vou me filiar, provavelmente.
Voce diz que ha respostas para "as perguntas". Ha algumas perguntas muito dificeis para as quais eu nunca vi resposta. Isso e' assunto para longas discussoes. Mas posso compartilhar as poucas certezas que eu tenho, que talvez ajudem algumas pessoas a entender as coisas melhor (pelo menos na minha visao).
Por exemplo, para mim e' clarissimo que o deus descrito na biblia nao existe. O que me faz ter essa certeza? Primeiro, se esse deus fosse mesmo o deus do universo, nao teria escolhido uma tribinha de um deserto para espalhar sua mensagem. Ele teria escolhido todos, ou pelo menos o povo mais populoso, que talvez ja fossem os chineses na epoca. Outra: na hora do diluvio, como e' que deus manda um ze ninguem avisar a todos que vai chover e todos vao morrer, achando que alguem vai mesmo acreditar nele? Por que nao falou com todos em sonhos? Esse deus queria era matar todo mundo mesmo. Bebes, menininhas e menininhos incluidos. E gatinhos fofos tambem. Deus fez uma aposta com o capeta sobre o comportamento de Jo. Essa aposta caudou a morte de algumas pessoas. E' uma historia tao ridicula que eu nem precisava incluir aqui, mas acho que serve com exemplo. E sao muitos, muitos outros exemplos de coisas absurdas na biblia. Por isso chego a conclusao: o deus dos judeus e' falso. E' uma simples construcao de um povo primitivo. E pelo mesmo raciocino chego a conclusao que todos os outros deuses sao falsos, incluindo Jesus. Se quiser ver um exemplo bem gritante, procure por cargo cults, e voce vera como surgem as religioes.
E os milagres? Reparem que os milagres sao sempre cura de um cancer, voltar a enxergar, voltar a andar... eu queria ver um milagre em que uma mao cresce denovo, por exemplo. Ou uma perna. Esses nao acontecem. So acontecem coisas que nao da pra saber como foram, os nossos sentidos (ou nossa tecnologia atual) nao captam o mecanismo.
Sendo bem, bem mas bem aberto em minha mente, ainda acho que ha espaco para um deus. Ha espaco, inclusive, para um deus ativo, que faz as coisas acontecerem neste mundo. So que esse deus, tao bem intencionado, nao consegue fazer melhor do que esta merda em que vivemos. Bem longe daquele deus superpoderoso em que algumas pessoas acreditam. Mais longe ainda de um deus que premia quem reza (ou ora) pra passar em concurso. Ou ate para achar um parafuso perdido (uma vez perdi um, achei e minha mulher, na epoca crente, pediu pra eu agradecer a Deus; eu disse pra ela: sabe, se deus tava preocupado comigo e este parafuso, eu preferiria mil vezes que ele esquecesse de mim e eu nunca mais visse este parafuso e deus fosse ajudar uma crianca com fome).

Silvio disse...

Escuta o portuga que ele sabe das coisas: http://letras.mus.br/quim-barreiros/1960750

AF disse...

Matheus Carvalho,

Às vezes é bom ligar para o que os outros pensam sim, ainda mais fazendo parte de um grupo e é fato sim, o que a grande maioria da internet vem pregando.

Sobre as perguntas, pode ter certeza que há respostas sim, o problema é que poucos ateus conhecem a apologia cristã. Um exemplo é de um texto famoso na internet com o título '60 perguntas que farão de você um ateu' em que o autor tenta fazer perguntas aparentemente reflexivas e bem difíceis de responder, no entanto, essas perguntas já estão respondida e se analisarmos bem, algumas perguntas são até idiotas, se repetem e o autor até se embola misturando o cristianismo com o islamismo. Veja as respostas aqui, se quiser: http://www.respostasaoateismo.com/2012/04/60-respostas-que-farao-de-voce-um_09.html

Sobre os seus questionamentos, você disse que "se esse deus fosse mesmo o deus do universo, nao teria escolhido uma tribinha de um deserto para espalhar sua mensagem. Ele teria escolhido todos, ou pelo menos o povo mais populoso, que talvez ja fossem os chineses na epoca."

Os judeus não são nenhuma "tribinha de um deserto" e Deus é um só e não há como ele escolher todos e vir vários "Deus" no mundo não. Além do mais, se ele estivesse escolhido os chineses, muitos iriam falar: "Ah, Deus escolheu os chineses porque eles eram populosos e inteligentes e com isso eles o inventaram". Se tivesse escolhido os europeus, iriam falar: "Deus escolheu os europeus porque eles são a zelite branca para dominar e escravizar". Se tivesse escolhido os negros, iriam falar: "Deus escolheu os negros porque é racista e para escravizá-los" e assim vai e nunca ninguém estaria satisfeito e sempre inventariam 'questionamentos' assim.

Sobre você ter dito que "na hora do diluvio, como e' que deus manda um ze ninguem avisar a todos que vai chover e todos vao morrer, achando que alguem vai mesmo acreditar nele? Por que nao falou com todos em sonhos? Esse deus queria era matar todo mundo mesmo. Bebes, menininhas e menininhos incluidos. E gatinhos fofos tambem", saiba que Noé não era um 'ze ninguem' e sim um "era homem justo e perfeito em suas gerações" (Gênesis 6:9) e saiba que a bíblia é clara quando diz que houve muita maldade, mais muita mesmo, mesmo assim, Deus avisou através de Noé, pois se não tivesse avisado, muitos iriam perguntar o porquê de Deus não ter avisado.

Se você, que é muito bem informado sobre o que está acontecendo no mundo agora, avisasse sobre os perigos de hoje, você seria ignorado e até esculachado. Mesmo assim, é bom avisar, pois no futuro, depois que houver essa imensa decadência, muitos vão ver que foram avisados e tiveram as chances. O mesmo vale para aquele adolescente já quase adulto que não se cansa de se meter em coisas ruins.

Imagina também aquela pessoa incorrigível que sente prazer em fazer coisas muito erradas e você cansa de avisá-la e imagina isso em escala global onde muitos fazem coisas abomináveis. Já é possível até ver isso acontecendo em uma escala menor, nos lugares em que a ISIS domina. Para acabar com isso teria que haver uma imensa guerra e infelizmente pessoas inocentes e crianças morrerão e se não acabar coisas piores poderão acontecer, mas como a bíblia diz, Deus julga as pessoas com justiça.

AF disse...

E sobre Jó, Deus não fez nenhuma aposta com o diabo não. Não há nada escrito nisso na bíblia. Deus conhecia muito bem Jó, que não se rendeu quando o diabo acabou com os bens que Jó possuía e o responsável pela morte das pessoas não foi Deus e sim o diabo que tentou outros povos a invadirem e acabarem com o que ele tinha e certamente usou as atividades negativas da natureza para isso.

Sobre os cargos cults eu já conheço e vi sobre isso e estou bem por dentro do que a grande maioria ateísta defende (como já até demonstrei) e vive falando por aí.

E sobre os milagres você tocou em um ponto interessante e que muitos cristãos e ateus costumam errar sobre os milagres que é achar que Deus vai vir e curar a pessoa na hora, como se Deus fosse uma fada, quando não é assim. Claro que se Deus quisesse, Ele faria.

Na Bíblia há partes interessantes em que Jesus faz milagres (como a cura de cegos, ressureição de uma garota, etc.) e Ele pede para não contar sobre o ocorrido. Por que você acha que Ele pediu isso?

Se ele deixasse que as pessoas contassem, as pessoas não iriam ouvir a Sua palavra e sim querer que ele só fique curando e curando. Jesus não poderia fazer o que Ele tinha que fazer que era pregar e salvar a humanidade e as pessoas iriam se aproveitar Dele.

A mesma coisa acontece com milagres. Eles existem sim e são incríveis. Já um milagre como crescer um membro, seria algo fantástico que se acontecesse poderia fazer as pessoas terem fé em Jesus apenas para que Ele cure as pessoas, e não para que as pessoas sejam salvas. Curiosamente, quando Jesus disse as pessoas para não conterem sobre o ocorrido foi quando Ele fez curas incríveis também, mas se Ele quisesse curar, Ele curaria sim e certamente deve haver casos assim no mundo.

O mundo está do jeito que está não por causa de Deus, mas pelo livre arbítrio que Deus dá as pessoas de decidirem o que fazer e escolherem entre o bem ou o mal. Se Deus não desse esse livre arbítrio, seria um ditador, o que é contra os princípios de Deus. Isso inclusive dá até para fazer uma analogia com o nosso Ocidente, que permite que as pessoas o critiquem e ataquem os princípios fundamentais que regem o nosso Ocidente. É a liberdade que nós temos, mas se essas pessoas estivessem em ditaduras islâmicas ou comunistas, que são ditaduras que vão contra os princípios ocidentais, não poderiam fazer isso.

Claro que chegará a um ponto em que Deus terá que intervir, pois senão as coisas ficariam extremamente horríveis, assim como um pai teria que intervir se um filho que ele ama, mas que se envolve com muitas coisas erradas, começasse a atacar outros filhos e avós a ponto de querer fazer as piores coisas possíveis.

Abraços.

Th disse...

Mas Deus foi escolhendo entidades cada vez maiores. Adão e Eva, depois Abraão e sua família, depois um povo inteiro (Judeus) e agora é a Igreja presente no mundo inteiro (Católica).

Matheus Carvalho disse...

Cada um vive na ilusão que quer, muito difícil sair disso. Só porque me declaro ateu isso não implica que eu precise me alinhar com aqueles que fazem mais barulho. Só escrevi o que eu escrevi da outra vez para ilustrar uns poucos exemplos que embasam meu posicionamento. Não tenho como missão desconverter os outros. Boa sorte vivendo nessa ilusão, acho que você vive mais feliz assim, então deve valer a pena.

AF disse...

Compreendo, Matheus, mas não disse que o fato de você se declarar ateu, implica que você tenha que alinhar com a grande maioria.

Citei isso para mostrar o que a grande maioria defende e até mesmo mostrar o porquê de acreditarmos em Deus e o quanto a grande maioria dos ateus também vivem em ilusões que estão prejudicando e muito o nosso Ocidente.

Saiba que você é um bom comentarista, não é como todos os ateus, faz excelentes comentários e sei que você não é como a grande maioria.

Abraços

Matheus Carvalho disse...

Ok AF, obrigado! Tambem gosto dos seus comentarios, e, na verdade, nao ligo muito para a religiao dos outros. Como eu disse de oura forma em outor comentario, nao ha problema para mim com cristaos. Me relaciono muito bem com eles e acho que muitos tem mais virtudes do que eu. Abraco!

Paulo Henrique Alvarenga disse...

Sou gay e achei muito ponderado e concordo com tudo o que disse!