domingo, 24 de abril de 2016

Novas categorias de pena de morte

Alguns acreditam que a pena de morte não deveria existir. Já eu cada vez mais acredito que não só deveria existir, como seu uso deveria ser bem menos restrito do que hoje, aplicando-se não apenas a casos de morte violenta, como a muitos outros crimes menores. Aqui vai uma lista meramente provisória. 

Assaltantes de velhinhos. 
Predadores que atacam as vítimas mais frágeis e fisicamente indefesas causam nojo e revolta, ainda mais quando atacam pessoas de idade que contribuiram a vida inteira, apenas para sofrer violentamente nas mãos de um marginal. Você pensaria, mas será que este tipo de marginal não pensa, "e se fosse minha mãe, minha avó?". E pensaria errado, pois estas pessoas são tão psicopáticas que provavelmente também assaltariam seus próprios familiares. Câmera de gás neles. 

Pessoas que acham que as regras se aplicam aos outros mas não a elas.
No outro dia fui a um concerto, e a apresentadora foi bem clara ao introduzir o espetáculo: não é possível tirar fotos nem gravar. Como se não bastasse, um cartaz bem à vista do público também indicava as regras bem claramente. Porém, mal começou o concerto, já saiu um casal atrás de mim fotografando, e não discretamente com o celular, mas com uma maquininha fazendo barulho de click-click. Já outra mulher filmou tudo com o seu iphone sem sequer pestanejar. Estas pessoas, cada vez mais comuns pelo planeta, pensam da seguinte forma, "se for sómente eu, não vai atrapalhar". Ou quem sabe, "as regras são para os trouxas". Injeção letal neles.

Pessoas que discutem violentamente por política. 
Xingamentos, cusparadas, tapas. Coxinha, petralha. Ladrão, safado, torturador. Machista, homófobo, feminazi. Seja à direita seja à esquerda, nota-se uma virulência cada vez maior nas brigas entre as pessoas. Começa nas famigeradas redes sociais, e termina nos restaurantes da cidade. Onde irá parar? Sou daqueles à moda antiga que ainda acham que deveria existir um mínimo de convivência e aceitação de opiniões diversas. Briga entre torcidas de futebol, tudo bem. Mas por política? Que fuzilem todos.

Corruptos e fraudulentos.
Dante os coloca no último círculo do Inferno, e com razão. A corrupção é uma praga que tudo destrói. O exemplo mais recente foi o dessa ciclovia que desabou no Rio, vítima de uma onda, três meses após sua inauguração. Pessimanente planejada, mal construída, superfaturada e ainda beneficiando uma construtora de amigos do Secretário de Turismo no Rio, é apenas o mais recente exemplo de que nesse país, seja com "esquerda", seja com "direita", nada nunca vai dar certo. Guilhotina em todos.

Idiotas que vivem reclamando de tudo.
Eles acham que o Ocidente está em crise, que a raça branca está desaparecendo, que acabaram com a moral e os bons costumes, que tudo está indo para o lixo, que a música que os jovens escutam hoje não presta, que todo mundo deveria ser executado devido a crimes menores. São uns velhos ranzinzas, recalcados e fracassados. Cadeira elétrica neles! 


11 comentários:

Sabedor disse...

Sarcástico, até demais, quem lê o texto e está pela primeira vez no seu blogue pode pensar que é podrecista.

Mas gostei.

Ma` disse...

O ultimo tipo e' o que merece morrer com mais urgencia!

Sabedor disse...

Novas categorias de vida...

Sabedor disse...

http://api.ning.com/files/yf9JUw*y2PeHkoATk2qSFAswiGFeuCjoYM95LBVAUZl2FmZ--2m2OcbbDaJgHnptmHwdzpCXpVOYfZmTH0pi3*I-fzSMjZMA/IMORAL_MORAL_marchadasvadias.jpg

Isso é muito verdade!!

CENSURADO AGAIN disse...

TÍPICO DO TEU DESPOTISMO ABRAAMICO

CENSURADO AGAIN disse...

Anônimo Ma` disse...

O ultimo tipo e' o que merece morrer com mais urgencia!

25 de abril de 2016 02:45

SIM ASSIM OS KALERGIS AGEM MAIS FACILMENTE SEM LEUCOCITOS

Sabedor disse...

''Idiotas que vivem reclamando de tudo.''

Depende do ''idiota'', do ''tudo'', especifique melhor, ainda que dê pra pescar alguma coisa.

''Eles acham que o Ocidente está em crise,''

Mas está, aliás, sempre esteve, por isso que virou este colosso.


''que a raça branca está desaparecendo,''

Mas está.

''que acabaram com a moral e os bons costumes,''

Aí eu concordo, o típico conservador idealiza o passado como se todos tivessem pertencido à elite vitoriana.

Sem falar nas enormes injustiças que foram e são cometidas contra todos os tipos de seres humanos e não-humanos. Com a expansão dos meios de comunicação ficou mais fácil ao menos pra algumas pessoas de ver muitas ''imagens maiores'', hierarquicamente responsáveis pelo estado debilmente constante de coisas. Melhorou de um lado, piorou de outro, 2+2= 4, 4-2=2, melhorô, mas num melhorô tanto assim a ponto de superar esta etapa e foi de uma melhora tão assim, assimétrica, que está voltando a piorar, sem falar dos neo-big-problemas. Resolver um problema criando outro, não é resolver um problema.


'' que tudo está indo para o lixo,''

Parece que está não*

Eu falo em relação à little town onde eu vivo, um parâmetro humilde porém interessante de se notar, antes era uma cidade dormitório, com uma população predominantemente mestiça, mas com uma boa proporção de brancos. Hoje graças ao bolsa disgenia, a macacada está dominando cada vez mais, não passa um dia em que eu não vejo uma mulher carregando uma criança recém nascida... de certo tipo humano e dos seus piores tipos, obrregado Dilma QIrida, o que é seu está bem guardado, cultivando com muito amor e carinho...

O Haiti não é aquela pérola apenas por seus belos olhos castanhos.


''que a música que os jovens escutam hoje não presta,''

vc está repetindo as generalizações deste pessoal, ok. Tem havido uma grande diversificação musical, hoje em dia podemos ouvir um monte de estilos diferentes, que são muito bons. Na época de Darwin tinha o que*

Polka para os pobres
Música clássica para a burguesia e nobreza**

Não estou dando menor valor para as duas, ainda mais para a segunda, é apenas uma observação. O mundo, isto é, o ocidente e aquilo que dele emana, tem tido o bônus da diversificação musical via diversificação de tribos urbanas, criando nichos culturais super especializados, mas ao mesmo tempo atomizados. E com o ônus de vir muito bagaço também, especialmente neste país merdavilhoso. Curiosamente, nos EUA, parece que a capacidade de se produzir música de péssima categoria, não está tão concentrada entre os negros (ainda que também tenham e produzam músicas muito boas), vide o desfile de mequetrefizinhas caucasianas da cena atual, Swift, aquela abobalhada da Perry, etc

e ressaltando que ainda não significa que façam músicas ruins, apenas infantis demais para que um mentalmente maduro possa apreciar da mesma maneira que faz em relação à músicas que expressam a sua pureza de significado, mais sutil e sublime, vide este exemplo abaixo

https://www.youtube.com/watch?v=pBGNM7z8k_s

'' que todo mundo deveria ser executado devido a crimes menores. São uns velhos ranzinzas, recalcados e fracassados. Cadeira elétrica neles! ''

Aí eu não sei se é verdade que ainda existam pessoas que pensem assim e depois de um crivo analítico. Exagero de sua parte. Tem sim os mongoloides fundamentalistas que querem impor as suas ''sharias'' pra todo mundo como se fossem os seus próprios deuses. Ressaltando que imposições filosoficamente frutíferas podem ser muito boas, se forem perfeccionistas. Mas na maior parte das vezes nós vamos ter estes desgracentos idiotas úteis fazendo merda.

RICARDO DA SILVA LIMA disse...

Pôxa, Mister X, achei que você gostasse de mim. Cadeira elétrica? Que maldade. :P

direita disse...

cosa nostra vs invasores

http://www.dailymail.co.uk/news/article-3546081/Mafia-declares-WAR-migrants-Sicilian-gangster-shoots-innocent-Gambian-head-amid-soaring-levels-migration-Italy-mayor-saying-Sicily-s-capital-no-longer-European.html


sera que sai alguma coisa dai , ou e só fogo de palha ?

Sabedor disse...

https://www.darkmoon.me/2016/anti-semitism-in-the-1911-encyclopaedia-britannica/

Gerson B disse...

Rindo muito do último item, X.