quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Adeus às armas?

Após um novo e ainda mais terrível massacre, a mídia e os progressistas só falam em controle de armas. Eles querem porque querem tirar as armas de circulação.

Tudo bem. Eu sou a favor. Existem realmente armas demais neste planeta. Agora, também vamos tirar as armas do Serviço Secreto que protege Obama e de todos os vigias armados que protegem os políticos que querem instituir controle de armas. Vamos tirar as armas dos guarda-costas que protegem as celebridades hollywoodianas e globais. Vamos tirar as armas dos vigias que protegem as mansões dos ricos.

Combinado?

Como disse um comentarista por aí, "Protegemos mais os bancos do que nossas crianças." O único jeito de impedir esses massacres seria colocando guardas armados nas escolas. O resto é apenas paliativo. Porém, os progressistas não querem, pois, para eles, a arma de fogo é um elemento maligno, e só colocar uma arma de fogo em uma escola poderia ser fonte de pavor e horror.

Claro, a fácil obtenção de armas nos EUA é com certeza um dos fatores que permitem tal tipo de horror com maior frequencia do que em outros países. Acho que um controle sobre quem compra armas poderia ser realizado para evitar que pessoas com problemas mentais ou de comportamento bizarro tenham acesso a elas. Mas existem também muitos outros fatores: a destruição da família tradicional, o fim da institucionalização dos loucos, a dependência cada vez maior de grande número de jovens a poderosas drogas psiquiátricas, os videogames e filmes violentos que causam dessensibilização à violência extrema, etc. O progressismo e a cultura atual têm muita culpa nessa parada.

O Richard Fernandez tem um bom post no qual compara os casos de atiradores violentos (normalmente brancos e asiáticos) com o crime comum de tiroteios entre gangues (nos EUA, negros e mexicanos). É claro que os mortos em tiroteios de gangues ou em crimes comuns são em número bem maior, ainda que ignorados pela mídia. Porém, os casos de Homens Brancos Violentos chamam a atenção pela sua eficiência e letalidade. O homem branco é a mais eficiente máquina de matar jamais criada.

No Connecticut, um dia após o masacre, a venda de armas aumentou. Se Obama e os Democratas quiserem mesmo confiscar as armas da população, eles poderão estar iniciando uma Nova Guerra Civil.

O que os progressistas não entendem, ou fingem não entender, é que para muitos americanos a arma de fogo é o único meio de defesa em um mundo cada vez mais hostil. Especialmente em áreas rurais ou pequenas cidades, se você vai esperar a chegada da Polícia, mais vale já chamar o coveiro também.

Imagine então a cena: Obama manda confiscar as armas da população ou proibir sua venda. Em represália, algum atirador maluco faz um tiroteio em algum prédio do governo federal como vingança contra a medida. O governo então vê-se forçado a usar tropas militares para poder tirar as armas do povo. Segue-se uma revolução...

Bem, talvez eu esteja exagerando. O mais provável é que continue o impasse entre Republicanos e Democratas, e também os tiroteios em escolas. É triste, muito triste. Mas loucos e assassinos não faltam nesta América decadente de hoje...


21 comentários:

Anônimo disse...

Eu acredito que os americanos podem sancionar a lei que for que sempre ocorrerá estes massacres, pois a sociedade americana é dinheirista e muito preconceituosa. A sociedade brasileira também é... mas uma versão falsificada.

Direita disse...

outra diferenças entre brancos e negros/mexicanos é que os primeiros tendem ha levar desaforo para casa ,enquanto negros /mexicanos tendem a serem mais impulsivos não deixando questões mal resolvidas para traz.
fato é que pessoas que cometem estes massacres ha tempos veem remoendo questões mal resolvidas com parte ou toda a sociedade.


Anônimo disse...

O japonês não devia assinar uma puta ciumenta, com quem se casou, a atirar. A mãe de um deficiente mental não devia ensinar o filho, com problemas sociais, a atirar. É uma questão de não sofrer de retardo mental. Que tipo de "controle sobre quem compra armas" funcionaria nesses dois casos? Nenhum! Quem comprou armas era, aparentemente, são.

Anônimo disse...

*ensinar, em lugar de assinar.

Chesterton disse...

POIS É....

Anônimo disse...

"a destruição da família tradicional, o fim da institucionalização dos loucos, a dependência cada vez maior de grande número de jovens a poderosas drogas psiquiátricas, os videogames e filmes violentos que causam dessensibilização à violência extrema, etc. O progressismo e a cultura atual têm muita culpa nessa parada"
O que? voce não sabe que a culpa é do capitalismo?

Sr. Vergara disse...

A sociedade excessivamente urbana, planificada, é uma fábrica de doentes. E ela se reproduz na sociedade de informações (o que a tv e internet reproduzem, é um ambiente em condições similares)
Continuamos fingindo que não somos animais. Então, sem o devido espaço e criados na clausura, inibidos em suas vontades naturais, muitas pessoas se perdem na fronteira entre a racionalidade e... essa doentia indefinida.

AF disse...

É incrível como a esquerda e a mídia só estão falando nisso, cmo se fosse resolver alguma coisa.

Se não houver armas nas mãos dos cidadãos o número de mortos todos os anos será bem maior e o Brasil que o diga com esse número alarmante de mais de 50 mil pessoas mortas todos os anos nas mãos de bandidos.


Para a esquerda alguns mortos nas escolas é um número muito maior do que milhares de mortos nas mãos dos bandidos.

Óbvio que com armas nas mãos sempre haverá fdps que farão coisas assim (embora existam maneiras de controlar isso, colocando portas com detectores, vigias, ensinando bom senso às crianças e à sociedade, etc.), mas sem armas nas mãos dos cidadãos vai haver sim, muito mais mortos e sem contar que estados ditadores começam exatamente assim: tirando as armas nas mãos das pessoas.

Uma das estratégias da esquerda é essa mesmo: pegar poucos casos e generalizar.

Isso é também oportunismo que a esquerda faz, se aproveitando de uma trajédia para impor isso.

Como o Luciano Ayan falou, mesmo se houvesse controle, isso não impediria criminosos de agir e há algumas coisas sobre esse caso que a mídia não fala:

(1) Uma pessoa deve ter no mínimo 21 anos de idade para portar uma arma, e Lanza tinha 20; (2) Para carregar uma pistola, o cidadão deve ter um porte de arma, e Lanza não tinha; (3) É estritamente proibido portar uma arma de fogo em qualquer escola primária ou secundária, e essa é uma lei claramente ignorada por Lanza; (4) O fato do rifle Bushmaster ser uma arma de guerra e caçada o impediria de ser portado em qualquer circunstância em ambiente urbano, mas Lanza o portava assim mesmo.

O Júlio Severo também fez um <a href="http://juliosevero.blogspot.com.br/2012/12/como-deter-matanca-dos-inocentes.html>excelente artigo</a> sobre isso.

A esquerda e a mídia parecem que estão em festa devido a isso, sem contar o trabalho a muitas pessoas de bom senso para tentar mostrar o outro lado a massa ignorante.

autor desconhecido disse...

A ''esquerda'' só quer saber de poder, eles querem obter o poder a qualquer custo.
Já sobre os idiotas úteis, eles acreditam veementemente naquilo que veem na tv

Com esse tipo de pessoa, ainda mais que nasceu nesses últimos anos da década de 80, eu só posso rezar pela falta de neurônios

Almeida disse...

Em uma sociedade sadia esse garoto louco estaria enjaulado em um manicômio qualquer. Mas na era do relativismo cultural, a meta é inserir os lunáticos no convívio social junto aos sãos. Não é à toa que a cada dia vemos mais deficientes mentais no mercado de trabalho. Em geral, eles não são produtivos, causam problemas no ambiente de trabalho e em muitos casos só dão prejuízos às empresas, que só os mantêm por receberem benefícios governamentais, além da conveniência de se se esquivarem dos ativistas que militam a favor desses indivíduos "especiais". É a democracia moderna prostrada diante das minorias embevecidas com o ideal utópico do paraíso terrestre.

Uma sociedade em que psicopatas e lesados intelectuais são tratados como gente normal para não ferir sensibilidades não pode sobreviver a si própria. Que venham logo o comunismo, os muçulmanos ou a bomba nuclear.

AF disse...

Ich, meu comentário não ficou bom, saiu uns errinhos aí e um problema na tag HTML, como sou um pouco perfeccionista, dá vontade de fazer como o Mr. X, apagar e postar de novo... kkkkkkkkkkkkkk

Falando nisso, e aquele post dos EUA, Canadá e México?

O post tinha ficado bom, podia colocá-lo de novo.

Mr X disse...

Bom artigo do Scruton:

http://www.aeonmagazine.com/world-views/roger-scruton-fake-culture/

Meio fora de tema. Ou nao.

Almeida disse...

Relendo o post, acho que fui meio severo com os deficientes mentais.

Brancaleone, Fronteira Norte da República do Sul disse...

Pena que no Brasil e nos EUA tenham se demorado tanto para permitir o aborto de casos de anencefalia. Muita gente com opiniaõzinha barrela e ingênua teria sido evitada...
As consequ~encia são visíveis. Os pobres diabos passam a ouvir funk, rap, ler paulo coelho, usar maconha, coca e sucedâneos e achar que quem tem que decidir o que é bom ou não para eles são é uma minoria corrupta eleita por um bando de anencefalos...

autor desconhecido disse...

http://www.youtube.com/watch?v=KQ2xrnyH2wQ

Documentário norueguês sobre o paradoxo da igualdade

Direita disse...

eles nos cercam por todos os lados ,ate mesmo em um lugar que era para ser um tipo de think tank para o racialismo os apologistas da miscigenação estão ditando as regras.

grupo gaucho de cultura polonesa krakus
http://www.facebook.com/grupokrakus

segundo a descrição da pagina; o intuito do grupo é fazer, atraves da dança ,seus integrantes -que SÃO DE VARIAS ETNIAS- aprender a amar ha nação polonesa e sua cultura

olha o album de um dos integrantes do tal grupo
http://www.facebook.com/ricardohaasandrei/photos_stream


HA foto a seguir é auto explicativa no sentido de DENUNCIAR qual a principal função do grupo.


http://www.facebook.com/photo.php?fbid=435350029816451&set=pb.100000243737773.-2207520000.1356318617&type=3&src=http%3A%2F%2Fsphotos-a.ak.fbcdn.net%2Fhphotos-ak-ash3%2F540262_435350029816451_1629309168_n.jpg&size=800%2C600


olha esta foto aqui então :

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=435357919815662&set=pb.100000243737773.-2207520000.1356318274&type=3&src=http%3A%2F%2Fsphotos-f.ak.fbcdn.net%2Fhphotos-ak-ash3%2F538128_435357919815662_1495340958_n.jpg&size=960%2C720


olha que lindo este casal polones
http://www.facebook.com/photo.php?fbid=182986758386114&set=pb.100000243737773.-2207520000.1356320296&type=3&src=http%3A%2F%2Fsphotos-d.ak.fbcdn.net%2Fhphotos-ak-ash3%2F165534_182986758386114_7222496_n.jpg&size=540%2C720

Direita disse...

grupo argentino que cultiva o folclore alemão
http://www.facebook.com/colectividadalemana.puertoesperanza

união dos descendentes de alemães
http://www.facebook.com/uniondescendientes.dealemanes

dono da pagina
http://www.facebook.com/juancarlos.asselborn

El Misionero Matsuura Junichiro disse...

Desarmem os bandidos, e armem os cidadãos. Simples assim.

Anônimo disse...

Se o cidadão é anencefalo, vai opinar como....
Há excesso de preconceito contra o proximo aqui.

Anônimo disse...

nao sou um super fã das armas como muitos aqui, acho que a maior de todas as soluções é exterminar os marginais. Hoje mesmo vi no jornal que 80% dos criminosos são reincidentes, são presos e por não ficarem o tempo suficiente por lá saem e voltam a cometer crimes. Se esses 80 por cento não existisse a criminalidade diminuiria muito.

Direita disse...

A sociedade excessivamente urbana, planificada, é uma fábrica de doentes. E ela se reproduz na sociedade de informações (o que a tv e internet reproduzem, é um ambiente em condições similares)
Continuamos fingindo que não somos animais. Então, sem o devido espaço e criados na clausura, inibidos em suas vontades naturais, muitas pessoas se perdem na fronteira entre a racionalidade e... essa doentia indefinida.

sim,deve ser por isto então que em hong kong este tipo de massacre é nulo...afinal aquilo é praticamente um roça de tão pacata e verde que é